Estádio do Dragão

[Introdução] [Projecto] [Obras] [Inauguração] [Fotos] [Vídeos] [Tecnologia] [Cultura] [Interiores] [Euro-2004] [Jogos] [Assistências] [Acessos] [Flash]

O estádio do Dragão é certamente o mais avançado em termos tecnológicos em Portugal.

Painéis electrónicos gigantes:

Painel electrónico O estádio do Dragão está equipado com dois painéis electrónicos de 48 m2 cada.

O modelo adquirido à Barco é o SLite 10 LED dispõe de uma tecnologia denominada dual pixel, que permite o visionamento das imagens com uma resolução de 18 milímetros.

Não existem outros equipamentos de resolução tão elevada em Portugal e muito poucos no mundo inteiro.



Painel electrónico virado para o exterior Colocados em cima de um pilar, podem ser utilizados não só para o interior do estádio, mas também para o exterior. Na bancada sul ficará virado para a VCI e na norte para a nova Alameda, o que permite a exibição de mensagens publicitárias e outras.

Corporate TV:

Em muitos foyers, no interior dos camarotes e noutras zonas comuns existem 200 écrans de plasma, que transmitem uma emissão em circuito fechado, gerida e criada pelo próprio clube.

Segurança na era digital (CCTV sobre IP):

Perspectivando o Euro 2004, fizeram-se dez estádios novos em Portugal mas só um tem a mais alta tecnologia em sistemas de vigilância. O Estádio do Dragão é um prodígio de segurança em matéria de vigilância electrónica, uma vez que quase nada - a não ser algumas zonas privadas - escapa às 139 câmaras montadas em lugares estratégicos.

A grande vantagem deste sistema, o único dos novos estádios com tecnologia digital - nos outros recintos o sistema é analógico -, é que assenta numa rede IP. Por outras palavras, tudo converge para uma única base de dados. A partir da sala de controlo de operações, situada no topo sul, todo o estádio, desde as bancadas aos parques de estacionamento, é vigiado. Com três enormes écrans, várias câmaras podem ser vistas em simultâneo. Normalmente, são três os operadores que trabalham em dias de jogos.

Para João Salgueiro, da Alcatel (um dos fornecedores da tecnologia), este sistema de vigilância «é o que de mais audacioso se fez» até agora em Portugal.

Som:

Nada iguala a infraestrutura de som instalada no estádio do Dragão! Somando todas as colunas da Bose, o estádio do Dragão «expele» 65 mil watts de altíssima qualidade.

Controlo de acessos, bilhética e mobile ticketing:

Torniquetes O estádio do Dragão está equipado com a tecnologia mais avançada em termos de controlo de acessos e bilhética, da Skidata.

Os adeptos podem escolher várias formas de aquisição dos ingressos (bilheteira, web, máquina automática,...), e pagar da forma mais conveniente (dinheiro, multibanco, ...).

A título de curiosidade, os torniquetes instalados permitem a validação de um ingresso adquirido, por exemplo através do seu telemóvel.

Depois da aquisição do bilhete, o utente recebe um SMS com um código de barras bi-dimensional. A sua entrada no estádio faz-se através do...telemóvel, que é encostado ao torniquete. O torniquete procede à sua validação...

Sala de controlo:

Sala de controlo

Sala de controlo

É a zona nevrálgica, o «cérebro» de todo o estádio do Dragão.

É neste espaço que são controlados todo o tipo de sistemas existentes no estádio do Dragão.

Em dias de jogo temos o sistema de Gestão, Vigilância e Controlo.

Existe também outro sistema que permite fazer o controlo de todo o edifício.

O estádio do Dragão está equipado com a uma moderna e complexa infraestrutura de rede digital, que é utilizada por diversas aplicações tais como a bilhética, corporate TV, telefones, videovigilância, etc.