36ª Volta ao Alentejo

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,941
3,600
Porto
A 36.ª edição da Volta ao Alentejo vai disputar-se entre 14 e 18 de março, ao longo de 751,9 quilómetros, distribuídos por cinco etapas, uma das quais com dois setores. O pelotão será composto por 147 corredores, em representação de 21 equipas.

A corrida foge, neste ano, ao modelo que tem sido tradicional, com a introdução de um contrarrelógio individual e de uma etapa de média montanha com as dificuldades perto da meta.

O tiro de partida da 36.ª Volta ao Alentejo será dado em Vendas Novas, de onde a caravana para rumo a Serpa para os primeiros 173,5 quilómetros da competição. É uma tirada plana, na qual roladores e sprinters são os protagonistas esperados, embora se saiba que a planície alentejana é também propícia à formação de “bordures”, que podem trocar as contas aos prognósticos.

A segunda etapa também se antevê para roladores. É a mais longa da prova, com 205,2 quilómetros, desde Beja até Sines. Segue-se nova jornada plana, mas muito mais curta, 149,3 quilómetros, entre Grândola e Arraiolos.

O quarto dia recebe a jornada dupla da competição. De manhã os corredores vão cumprir 64,2 quilómetros, entre Monforte e Portalegre. É uma tirada curta que se adivinha explosiva na luta pela classificação geral, já que os ciclistas vão encontrar duas subidas de segunda categoria, na serra de S. Mamede e no Cabeço de Mouro, esta a 5,4 quilómetros da chegada. De tarde corre-se o contrarrelógio individual de 8,4 quilómetros, em Castelo de Vide. Os primeiros 2,5 quilómetros do exercício são em ligeira subida.

A 36.ª Volta ao Alentejo termina com uma viagem de 151,3 quilómetros, ligando Castelo de Vide a Évora.

O pelotão será composto por 21 equipas.
Continentais Profissionais: Burgos BH, Caja Rural-Seguros RGA, Euskadi Basque Country-Murias e WB Aqua Protect Veranclassic.
Continentais: Aviludo-Louletano-ULI, Efapel, LA Alumínios, Liberty Seguros-Carglass, Miranda-Mortágua, Rádio Popular-Boavista, Sporting-Tavira, Vito-Feirense-BlackJack, W52-FC Porto, Lokosphinx, Team Euskadi e Team Wiggins. Equipas de clube: FGP/Cube/Bombarral, Fortunna/Maia, Jorbi/Team José Maria Nicolau, Sicasal/Constantinos/Delta Cafés, Peña Ciclista Beniopa Ginestar.

A Volta ao Alentejo está inscrita no calendário da UCI na classe 2.2.

In Federação Portuguesa de Ciclismo
 

K92

Tribuna
4 Junho 2014
3,094
223
Agrada-me este novo perfil de prova, muito mais completo e equilibrado.
É bom termos as três Pro's espanholas mais a belga da WB, também porreiro a Wiggins e outras Conti.
No entanto, ficará longe do cartaz de 2017 que foi absolutamente fantástico.
Que seja um sucesso, a prova em geral e o nosso desempenho, em particular! :)
 

Pedro R.

Tribuna Presidencial
26 Julho 2015
5,511
0
27
Porto
Dava para suprimir uma das etapas planas e endurecer a etapa na Serra de São Mamede. Cabeço do Mouro é mais uma parede que uma subida a sério e esta vertente de São Mamede é demasiado curta, tendo em conta que existem ascenções lá para quase 10km.

Ainda assim este figurino torna-se muito mais interessante
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,941
3,600
Porto
Traçado mais interessante e duro em relação aos anos mais recentes. Boa escolha a inclusão deste CR de 8,4km, se bem que a etapa da Serra de São Mamede podia ser um pouco mais dura.

Quanto às equipas convidadas, este ano são de menor qualidade, mas o facto de a prova ter descido da categoria 2.1 para 2.2 faz com que não seja tão apetecível para algumas equipas estrangeiras. Curioso o facto de tanto a CCC com a Axeon terem planeado vir à Volta ao Alentejo, e não estão na lista das equipas apresentadas pela organização.
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,941
3,600
Porto
Os nossos ciclistas para esta prova são:

41 - Gustavo Veloso
42 - Raul Alarcon
43 - Ricardo Mestre
44 - Daniel Freitas
45 - José Neves
46 - Angel Rebollido
47 - Samuel Caldeira
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,941
3,600
Porto
1ª Etapa

Ao 55 km a dupla 136 - Mauricio Moreira (Caja Rural) e 196 - James Fouche (Team Wiggins) segue com uma vantagem de 4m para o pelotão.
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,941
3,600
Porto
km 69,1

Meta Volante em Viana do Alentejo:
1.º 196 - James Fouche (Team Wiggins)
2.º 136 - Mauricio Moreira (Caja Rural/Seguros RGA)
3.º 165 - Dimitri Peyskens (WB Aqua Protect Veranclassic)

A vantagem dos dois homens na fuga é de 4'06''
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,941
3,600
Porto
km 88

A W52/FC Porto aumenta o ritmo da corrida e diminui, quilómetro a quilómetro, a desvantagem relativamente aos dois elementos na fuga. A diferença desce para 1'40''.

 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,941
3,600
Porto
km 102

Na aproximação à segunda Meta Volante do dia, na Vidigueira, reduz para 40'' a diferença entre os dois corredores na frente e o 1º grupo do pelotão.
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,941
3,600
Porto
km 105,6

Meta Volante na Vidigueira
1.º 196 - James Fouche (Team Wiggins)
2.º 136 - Mauricio Moreira Guarino (Caja Rural/Seguros RGA)
3.º 43 - Ricardo Mestre (W52/FC Porto)

A vantagem para o 1º grupo do pelotão é de 30’’.
Já entre o 1º e o 3º grupos do pelotão há uma distância de 3'40''.

 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,941
3,600
Porto
km 109

Fuga anulada.

Segue agora na frente um grupo de 21 unidades: 4, 41, 42, 43, 44, 46, 47, 51, 53, 136, 146, 151, 154, 161, 163, 165, 166, 193, 195, 196 e 197.