40º troféu Joaquim Agostinho

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
A 40.ª edição do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho, que vai disputar-se entre 5 e 9 de julho, vai contar com a participação de 17 equipas.

A celebração dos 40 anos da prova portuguesa há mais tempo inscrita ininterruptamente no calendário internacional vai oferecer mais ciclismo aos adeptos. Por um lado, recuperou o formato de corrida de cinco dias, mais um do que nas edições mais recentes. Por outro lado, a jornada de dia 8 será dupla, com uma etapa de manhã e outra à tarde.

A prova arranca com o já tradicional prólogo, um contrarrelógio individual de 8 quilómetros a disputar no Turcifal, a partir das 17h00 de dia 5 de julho. No dia seguinte o pelotão vai partir às 12h30 da Adega Cooperativa de S. Mamede da Ventosa para percorrer 140 quilómetros até Arruda dos Vinhos (16h00).

Ao terceiro dia surge uma das tiradas mais esperadas, 155 quilómetros entre Sobral de Monte Agraço (11h30) e o alto de Montejunto (15h15). A viagem contempla três contagens de montanha de terceira categoria e duas de primeira. Uma das de maior dificuldade é coincidente com a meta, mas a subida para a chegada será, neste ano, diferente. Irá ser feita por Avenal, o que implica que, a 5,5 quilómetros do final, esteja colocada a outra contagem de montanha de primeira categoria, correspondentes a uma escalada de 2,1 quilómetros com uma inclinação média de 10,8 por cento.

Depois da dureza de Montejunto, o pelotão enfrenta a jornada dupla da competição. No sábado, 8 de julho, a caravana sai de Atouguia da Baleia, às 10h00, para uma viagem de 78 quilómetros até ao Vimeiro (12h00), onde a meta estará situada na curta mas inclinada subida que leva ao Museu da Batalha do Vimeiro. Durante a tarde, entre as 16h e 18h45, corre-se o Circuito de Torres Vedras, que conta com cinco passagens na meta.

A última etapa promete ser decisiva. Inicia-se às 12h10 em S. Martinho do Porto e termina, após 162 quilómetros, no Parque Eólico da Carvoeira (16h15), uma subida de terceira categoria que tem ajudado a decidir a corrida nos anos mais recentes.

O pelotão será formado pelas seis equipas continentais portuguesas, Efapel, LA Alumínios-Metalusa BlackJack, Louletano-Hospital de Loulé, RP-Boavista, Sporting-Tavira e W52-FC Porto, às quais se juntam as equipas de clube Jorbi/Team José Maria Nicolau, Liberty Seguros/Carglass, Miranda/Mortágua, Moreira Congelados/Feira/Bicicletas Andrade e Sicasal/Constantinos/Delta Cafés.
O contingente estrangeiro é formado pelas equipas continentais Armée de Terre (França), Burgos BH e Euskadi Basque Country Murias (Espanha), Lokosphinx (Rússia) e Team Sparenbanken Sor (Noruega), além da equipa de clube espanhola Caja Rural-Seguros RGA.

In federação portuguesa de ciclismo
 

Pedro R.

Tribuna Presidencial
26 Julho 2015
5,511
0
27
Porto
Excelente post de abertura @Pipo21 . É o grande warmup para a Grandíssima. Espero ver a nossa equipa em destaque e estou curioso por ver os picos do Veloso, Amaro e Alarcon
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
Atenção que o texto é da federação portuguesa de ciclismo, está mencionado no post.

(Não tenho grande vocação para a escrita)
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
Segundo a organização o horário de partida de alguns favoritos...


17h18: José Neves (Liberty Seguros/Carglass)
17h31: Mario González (Sporting-Tavira)
17h38: Andreas Vangstad (Team Sparebanken Sor)
17h44: Alvaro Trueba (Efapel)
17h47: Jesús Ezquerra (Sporting-Tavira)
17h50: Gaspar Gonçalves (Liberty Seguros/Carglass)
18h03: Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira)
18h14: Ricardo Mestre (W52-FC Porto)
18h30: Amaro Antunes (W52-FC Porto)
18h33: Pedro Paulinho (Louletano-Hospital de Loulé)
18h34: Rui Sousa (RP-Boavista)
18h35: Alejandro Marque (Sporting-Tavira)
18h44: Raúl Alarcón (W52-FC Porto)
18h46: Henrique Casimiro (Efapel)
18h47: Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé)
18h48: Egor Silin (RP-Boavista)
18h49: Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira)
18h52: Tiago Antunes (Sicasal/Constantinos/Delta Cafés)
18h53: Jorge Magalhães (Miranda/Mortágua)
18h54: Edgar Pinto (LA Alumínios-Metalusa BlackJack)
18h56: Gustavo César Veloso (W52-FC Porto)
18h58: Sérgio Paulinho (Efapel)
19h00: João Benta (RP-Boavista)
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
Top 5 Provisório

Andreas Vangstad (Team Sparebanker Sor), 10m23s
Samuel Caldeira (W52-FC Porto), 10m45s
José Neves (Liberty Seguros/Carglass), 10m48s
Yannis Yssad (Armée de Terre), 10m54s
Pablo Guerrero (RP-Boavista), 11m01s
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
2º Samuel caldeira 10:45
5º Ricardo mestre 10:50

Ate agora sao os portistas que já chegaram e ficaram no top10
 

André Dias

Tribuna
22 Novembro 2012
2,858
1
Top 10 provisório

Andreas Vangstad (Team Sparebanker Sor), 10m23s
Daniel Mestre (Efapel), 10m43s
Samuel Caldeira (W52-FC Porto), 10m45s
José Neves (Liberty Seguros/Carglass), 10m48s
Jesús Ezquerra (Sporting-Tavira), 10m48s
Ricardo Mestre (W52-FC Porto), 10m50s
César Martingil (Liberty Seguros/Carglass), 10m51s
Alejandro Marque (Sporting-Tavira), 10m52s
Alvaro Trueba (Efapel), 10m53s
Yannis Yssad (Armée de Terre), 10m54s
 

Pedro R.

Tribuna Presidencial
26 Julho 2015
5,511
0
27
Porto
O Amaro no contra relógio também não é muito forte. Mas sim deve estar fora do pico. No Montejunto é que se tiram as teimas
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
Andreas Vangstad (Team Sparebanker Sor), 10m23s
Gustavo César Veloso (W52-FC Porto), 10m31s
Sérgio Paulinho (Efapel), 10m40s
Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), 10m42s
Daniel Mestre (Efapel), 10m43s
Pello Rodríguez (Euskadi Basque Country-Murias), 10m44s
Samuel Caldeira (W52-FC Porto), 10m45s
José Neves (Liberty Seguros/Carglass), 10m48s
Jesús Ezquerra (Sporting-Tavira), 10m48s
Raúl Alarcón (W52-FC Porto), 10m49s

Provisório top10
Apesar de já terem chegado todos