A Emoção, os desmaios e o "Fanico" dos jogos antigos!

Neo

Tribuna Presidencial
8 Abril 2016
7,117
3,369
Agora mesmo, ao ver as imagens de um jogo do nosso clube nos anos 70, lembrei-me de uma realidade curiosa que acontecia muito no Estádio das Antas nos jogos grandes, e que eu testemunhei na década de 80 e também nos inícios dos anos 90.

Quem é desse tempo e assistiu a jogos no Estádio das Antas, nos anos 70, 80 e 90, lembra-se que, nos jogos grandes, por exemplo contra o Benfica, principalmente naqueles jogos mais renhidos, ou que não estavam a correr bem, era normal, e uma constante, andarem os bombeiros ou a Cruz Vermelha na bancada, com a maca, a retirar adeptos que se sentiam mal, por causa das incidências do jogo. Era uma autêntica imagem de marca desse jogos grandes!

E, mais uma vez digo, em jogos grandes, na década de 80, recordo-me que não eram situações esporádicas, lembro-me de um Porto-Benfica, onde seguramente, na 2ª parte, a maca levou para aí uns 20 adeptos.

Num desses jogos, estava eu na Superior Norte e assisti a um adepto a sentir-se mal devido às incidências do jogo ( que veio a ser levado de maca) e alguém ao meu lado disse com a maior normalidade: ESTÁ-LHE DAR O FANICO!”. A palavra “FANICO”, que caiu em completo desuso e que acredito que as novas gerações nem saibam o que significa, era uma palavra muito em voga nos anos 80 e que servia para descrever este tipo de situações.

Curiosamente, para aí desde os finais da década de 90, nunca mais existiram casos destes, ou pelo menos em tão grande quantidade. Já tivemos todo o tipo de jogos ultra-emocionantes como o Porto-Benfica do golo do Kelvin e este tipo de situações nunca mais voltou a suceder. É óbvio que fico muito satisfeito pela saúde das pessoas e que as mesmas não se sintam mal, mas uma vez que a emoção pelos jogos continua grande, o que é terá mudado para deixar de acontecer todos estes desmaios?