Campeonato de Portugal 1924/25

mega_dragon

Tribuna
24 Junho 2012
2,869
42
Neste dia, há 95 anos, o FC Porto conquistou pela segunda vez o Campeonato de Portugal. Liderados pelo húngaro Ákos Teszler, os Dragões disputaram a final com o Sporting no Campo de Monserrate, em Viana do Castelo. Norman Hall e Coelho da Costa marcaram os tentos da vitória (2-1).

Em 4 edições da prova, o FC Porto havia conquistado 2 Títulos em 3 finais disputadas, destacando-se assim como o Clube mais bem sucedido no período da Primeira República Portuguesa.
 
  • Like
Reações: Moreira e Morais

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
14,212
380
53
Porto
Neste dia, há 95 anos, o FC Porto conquistou pela segunda vez o Campeonato de Portugal. Liderados pelo húngaro Ákos Teszler, os Dragões disputaram a final com o Sporting no Campo de Monserrate, em Viana do Castelo. Norman Hall e Coelho da Costa marcaram os tentos da vitória (2-1).

Em 4 edições da prova, o FC Porto havia conquistado 2 Títulos em 3 finais disputadas, destacando-se assim como o Clube mais bem sucedido no período da Primeira República Portuguesa.
Por falar nisso e aquela comissão criada para investigar se a petição de Bruno de Carvalho tinha sentido ou não dos campeonatos de Portugal valerem como títulos nacionais,como anda é que faz tempo e nada mais li a respeito.
 

mega_dragon

Tribuna
24 Junho 2012
2,869
42
Por falar nisso e aquela comissão criada para investigar se a petição de Bruno de Carvalho tinha sentido ou não dos campeonatos de Portugal valerem como títulos nacionais,como anda é que faz tempo e nada mais li a respeito.
A ideia do Sporting era contarem no período total (1921/1938) e ignorava-se o Campeonato da Liga no período 1934/1938. Não concordo na íntegra.

Na minha opinião devia contabilizar-se o Campeonato de Portugal pelo menos até 1934 (período em que era a única prova nacional) e a partir de 1934 esses títulos seriam anexados à Taça de Portugal, porque com a criação da Liga, a prova perdeu o destaque até então.

De qualquer forma, como no período 1934/1938 o nosso Clube conquistou um Título em cada prova, as contas são indiferentes para nós.

Somamos neste momento com certeza 31 Títulos de Campeão de Portugal (28 da Liga + 3 do Campeonato de Portugal até 1934).

Pelo mesmo critério lógico, o regime soma 39 (37+2) e os lagartos 20 (18+2).

O nosso Clube devia tomar uma posição mas ao que parece até agora estão a marimbar-se para tal.
 
Última edição:

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
14,212
380
53
Porto
A ideia do Sporting era contarem no período total (1921/1938) e ignorava-se o Campeonato da Liga no período 1934/1938. Não concordo na íntegra.

Na minha opinião devia contabilizar-se o Campeonato de Portugal pelo menos até 1934 (período em que era a única prova nacional) e a partir de 1934 esses títulos seriam anexados à Taça de Portugal, porque com a criação da Liga, a prova perdeu o destaque até então.

De qualquer forma, como no período 1934/1938 o nosso Clube conquistou um Título em cada prova, as contas são indiferentes para nós.

Somamos neste momento com certeza 31 Títulos de Campeão de Portugal (28 da Liga + 3 do Campeonato de Portugal até 1934).

Pelo mesmo critério lógico, o regime soma 39 (37+2) e os lagartos 20 (18+2).
Sim mas a questão é que formaram uma vasta equipa para averiguarem isso e darem um parecer mas até agora nada aconteceu nem que a reivindicação teria sentido ou sentido algum.De repente nada mais se escreveu sobre o caso apenas questionei isso e confesso que tinha curiosidade em saber até porque tenho uma opinião sobre o assunto e gostaria de confrontar.
 

mega_dragon

Tribuna
24 Junho 2012
2,869
42
Sim mas a questão é que formaram uma vasta equipa para averiguarem isso e darem um parecer mas até agora nada aconteceu nem que a reivindicação teria sentido ou sentido algum.De repente nada mais se escreveu sobre o caso apenas questionei isso e confesso que tinha curiosidade em saber até porque tenho uma opinião sobre o assunto e gostaria de confrontar.
Qual é a tua tese ?
 

Fil

Tribuna
30 Maio 2016
4,515
86
A ideia do Sporting era contarem no período total (1921/1938) e ignorava-se o Campeonato da Liga no período 1934/1938. Não concordo na íntegra.

Na minha opinião devia contabilizar-se o Campeonato de Portugal pelo menos até 1934 (período em que era a única prova nacional) e a partir de 1934 esses títulos seriam anexados à Taça de Portugal, porque com a criação da Liga, a prova perdeu o destaque até então.

De qualquer forma, como no período 1934/1938 o nosso Clube conquistou um Título em cada prova, as contas são indiferentes para nós.

Somamos neste momento com certeza 31 Títulos de Campeão de Portugal (28 da Liga + 3 do Campeonato de Portugal até 1934).

Pelo mesmo critério lógico, o regime soma 39 (37+2) e os lagartos 20 (18+2).

O nosso Clube devia tomar uma posição mas ao que parece até agora estão a marimbar-se para tal.
A ideia do Sporting faz sentido na minha opinião. E por uma razão muito simples.

Quer se queira quer não, quer fosse muito ou pouco popular, o que é certo é que a competição que determinava o Campeão de Portugal entre 1921 e 1938 era o Campeonato de Portugal. Apesar desta ser uma competição que estava em decadência, e os relatos atestam essa tese, principalmente pelo seu formato, a verdade é que era a competição oficial. A única.

Pela Europa fora o formato das ligas já estava implementado e era muito popular. A Liga aparece em Portugal em 1934, não só pela sua popularidade mas também porque Portugal perde por 9-0 com a Espanha num jogo a contar para a qualificação para o Mundial de 1934, o que levou a um debate sobre a competitividade do futebol português. Liga implementada em 1934 mas apenas em modo experimental. E isso quer dizer que não era oficial, algo que só passou a ser a partir de 1938/39.

Ora, o que é que isto significa? Nada mais nada menos que, os 4 campeonatos entre 34 e 38 (1 nosso e 3 do benfica) não podem ser contabilizados oficialmente.

Julgo que com a criação do campeonato da liga as equipas apostaram mais nesse novo formato, e o campeonato de Portugal passou a ser visto como uma competição menor, mas isso não retira o carácter de oficial ao CP e de experimental ao CL. Isto é indesmentível e deveria ser o factor primordial para se determinar sem dúvidas a prova que apurava o campeão em Portugal, apesar do CL ter ganho grande popularidade junto de todos, popularidade essa que levou a que se contassem os 4 primeiros CP como oficiais apesar de não o serem.

Aliás, apenas num congresso realizado em Agosto de 1938 a FPF fez alterações nos estatutos e regulamentos das suas provas e passa a designar o campeonato da liga, de campeonato nacional, e o campeonato de Portugal, de taça de Portugal. Curiosamente os vencedores dos campeonatos da liga passaram a ser campeões nacionais, mas os vencedores dos campeonatos de Portugal não foram declarados vencedores da Taça de Portugal.

Ficou estabelecido substituir o Campeonato de Portugal das jornadas em sucessivas eliminações, por um campeonato de maior rigor e regularidade, pelo sistema de "poule" em duas voltas. Isto no tal congresso em 1938...

Portanto, para concluir,
O que deveria acontecer, na minha óptica, para restabelecer a realidade dos factos, seria,

- retirar 1 titulo ao FC Porto (o da Liga de 1934/35) e somar 4 Campeonatos de Portugal (28-1+4=31)
- retirar os 3 conquistados pelo benfica na Liga experimental e somar 3 que eles venceram do CP, o que deixaria as contas deles iguais (37-3+3=37)
- já o sporting era o que lucraria mais porque somaria 4 CP ao seu curriculo (18+4=22).
 

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
14,212
380
53
Porto
A ideia do Sporting faz sentido na minha opinião. E por uma razão muito simples.

Quer se queira quer não, quer fosse muito ou pouco popular, o que é certo é que a competição que determinava o Campeão de Portugal entre 1921 e 1938 era o Campeonato de Portugal. Apesar desta ser uma competição que estava em decadência, e os relatos atestam essa tese, principalmente pelo seu formato, a verdade é que era a competição oficial. A única.

Pela Europa fora o formato das ligas já estava implementado e era muito popular. A Liga aparece em Portugal em 1934, não só pela sua popularidade mas também porque Portugal perde por 9-0 com a Espanha num jogo a contar para a qualificação para o Mundial de 1934, o que levou a um debate sobre a competitividade do futebol português. Liga implementada em 1934 mas apenas em modo experimental. E isso quer dizer que não era oficial, algo que só passou a ser a partir de 1938/39.

Ora, o que é que isto significa? Nada mais nada menos que, os 4 campeonatos entre 34 e 38 (1 nosso e 3 do benfica) não podem ser contabilizados oficialmente.

Julgo que com a criação do campeonato da liga as equipas apostaram mais nesse novo formato, e o campeonato de Portugal passou a ser visto como uma competição menor, mas isso não retira o carácter de oficial ao CP e de experimental ao CL. Isto é indesmentível e deveria ser o factor primordial para se determinar sem dúvidas a prova que apurava o campeão em Portugal, apesar do CL ter ganho grande popularidade junto de todos, popularidade essa que levou a que se contassem os 4 primeiros CP como oficiais apesar de não o serem.

Aliás, apenas num congresso realizado em Agosto de 1938 a FPF fez alterações nos estatutos e regulamentos das suas provas e passa a designar o campeonato da liga, de campeonato nacional, e o campeonato de Portugal, de taça de Portugal. Curiosamente os vencedores dos campeonatos da liga passaram a ser campeões nacionais, mas os vencedores dos campeonatos de Portugal não foram declarados vencedores da Taça de Portugal.

Ficou estabelecido substituir o Campeonato de Portugal das jornadas em sucessivas eliminações, por um campeonato de maior rigor e regularidade, pelo sistema de "poule" em duas voltas. Isto no tal congresso em 1938...

Portanto, para concluir,
O que deveria acontecer, na minha óptica, para restabelecer a realidade dos factos, seria,

- retirar 1 titulo ao FC Porto (o da Liga de 1934/35) e somar 4 Campeonatos de Portugal (28-1+4=31)
- retirar os 3 conquistados pelo benfica na Liga experimental e somar 3 que eles venceram do CP, o que deixaria as contas deles iguais (37-3+3=37)
- já o sporting era o que lucraria mais porque somaria 4 CP ao seu curriculo (18+4=22).
É esse meu entendimento também sobre o assunto.Campeonato de Portugal de 1921 a 1938 equiparados a campeonatos nacionais e anulação de 1934 a 1938 pois na verdade era uma liga nada mais que experimental é o que entendi de tudo o que li na altura e li bastantes coisas por sinal,agora essa tal de comissão é que tem de dizer algo e nada diz.Se não dor issi então que fique tudo na mesma.
 

mega_dragon

Tribuna
24 Junho 2012
2,869
42
A ideia do Sporting faz sentido na minha opinião. E por uma razão muito simples.

Quer se queira quer não, quer fosse muito ou pouco popular, o que é certo é que a competição que determinava o Campeão de Portugal entre 1921 e 1938 era o Campeonato de Portugal. Apesar desta ser uma competição que estava em decadência, e os relatos atestam essa tese, principalmente pelo seu formato, a verdade é que era a competição oficial. A única.

Pela Europa fora o formato das ligas já estava implementado e era muito popular. A Liga aparece em Portugal em 1934, não só pela sua popularidade mas também porque Portugal perde por 9-0 com a Espanha num jogo a contar para a qualificação para o Mundial de 1934, o que levou a um debate sobre a competitividade do futebol português. Liga implementada em 1934 mas apenas em modo experimental. E isso quer dizer que não era oficial, algo que só passou a ser a partir de 1938/39.

Ora, o que é que isto significa? Nada mais nada menos que, os 4 campeonatos entre 34 e 38 (1 nosso e 3 do benfica) não podem ser contabilizados oficialmente.

Julgo que com a criação do campeonato da liga as equipas apostaram mais nesse novo formato, e o campeonato de Portugal passou a ser visto como uma competição menor, mas isso não retira o carácter de oficial ao CP e de experimental ao CL. Isto é indesmentível e deveria ser o factor primordial para se determinar sem dúvidas a prova que apurava o campeão em Portugal, apesar do CL ter ganho grande popularidade junto de todos, popularidade essa que levou a que se contassem os 4 primeiros CP como oficiais apesar de não o serem.

Aliás, apenas num congresso realizado em Agosto de 1938 a FPF fez alterações nos estatutos e regulamentos das suas provas e passa a designar o campeonato da liga, de campeonato nacional, e o campeonato de Portugal, de taça de Portugal. Curiosamente os vencedores dos campeonatos da liga passaram a ser campeões nacionais, mas os vencedores dos campeonatos de Portugal não foram declarados vencedores da Taça de Portugal.

Ficou estabelecido substituir o Campeonato de Portugal das jornadas em sucessivas eliminações, por um campeonato de maior rigor e regularidade, pelo sistema de "poule" em duas voltas. Isto no tal congresso em 1938...

Portanto, para concluir,
O que deveria acontecer, na minha óptica, para restabelecer a realidade dos factos, seria,

- retirar 1 titulo ao FC Porto (o da Liga de 1934/35) e somar 4 Campeonatos de Portugal (28-1+4=31)
- retirar os 3 conquistados pelo benfica na Liga experimental e somar 3 que eles venceram do CP, o que deixaria as contas deles iguais (37-3+3=37)
- já o sporting era o que lucraria mais porque somaria 4 CP ao seu curriculo (18+4=22).
Havendo provas concretas de todo esse relato histórico, sou obrigado a concordar. Como disse, para nós a nível de contabilidade final vai dar ao mesmo. E o nosso Clube devia tomar uma posição e assumir os 31 Títulos... E até nos beneficiava na aproximação ao regime.
 
  • Like
Reações: Moreira

Fil

Tribuna
30 Maio 2016
4,515
86
Havendo provas concretas de todo esse relato histórico, sou obrigado a concordar. Como disse, para nós a nível de contabilidade final vai dar ao mesmo. E o nosso Clube devia tomar uma posição e assumir os 31 Títulos... E até nos beneficiava na aproximação ao regime.

Pode-se ler muita informação sobre o assunto, nestes 2 links abaixo,


 

Dragao_man

Tribuna Presidencial
1 Março 2007
6,520
256
28
Maia, 1991
É ridículo como esta situação da contabilidade dos campeonatos continua a arrastar-se por décadas sem solução à vista! Toda a gente sabe que eram a competição máxima do futebol nacional com vista a consagrar um campeão nacional, no entanto a única oficialização que aconteceu foram os títulos da Liga Experimental com o único propósito de beneficiar o clube do regime quando viu a sua supremacia de títulos nacionais ser ameaçada. Por isso é que em 1994 celebraram o 27º título e quando 11 anos depois voltaram a ser campeões já era o 30º.

Não tem jeito nenhum continuar a observar o nosso palmarés nacional e ter aqueles 4 campeonatos de portugal à parte como se de uma competição não-oficial ou distinta se tratasse!
fc porto_palmarés nacional.PNG