Campeonato de Portugal 1924/25

mega_dragon

Tribuna
24 Junho 2012
4,491
2,642
Neste dia, há 95 anos, o FC Porto conquistou pela segunda vez o Campeonato de Portugal. Liderados pelo húngaro Ákos Teszler, os Dragões disputaram a final com o Sporting no Campo de Monserrate, em Viana do Castelo. Norman Hall e Coelho da Costa marcaram os tentos da vitória (2-1).

Em 4 edições da prova, o FC Porto havia conquistado 2 Títulos em 3 finais disputadas, destacando-se assim como o Clube mais bem sucedido no período da Primeira República Portuguesa.
 
  • Like
Reações: Moreira e Morais

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
17,153
3,064
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
Neste dia, há 95 anos, o FC Porto conquistou pela segunda vez o Campeonato de Portugal. Liderados pelo húngaro Ákos Teszler, os Dragões disputaram a final com o Sporting no Campo de Monserrate, em Viana do Castelo. Norman Hall e Coelho da Costa marcaram os tentos da vitória (2-1).

Em 4 edições da prova, o FC Porto havia conquistado 2 Títulos em 3 finais disputadas, destacando-se assim como o Clube mais bem sucedido no período da Primeira República Portuguesa.
Por falar nisso e aquela comissão criada para investigar se a petição de Bruno de Carvalho tinha sentido ou não dos campeonatos de Portugal valerem como títulos nacionais,como anda é que faz tempo e nada mais li a respeito.
 

mega_dragon

Tribuna
24 Junho 2012
4,491
2,642
Por falar nisso e aquela comissão criada para investigar se a petição de Bruno de Carvalho tinha sentido ou não dos campeonatos de Portugal valerem como títulos nacionais,como anda é que faz tempo e nada mais li a respeito.
A ideia do Sporting era contarem no período total (1921/1938) e ignorava-se o Campeonato da Liga no período 1934/1938. Não concordo na íntegra.

Na minha opinião devia contabilizar-se o Campeonato de Portugal pelo menos até 1934 (período em que era a única prova nacional) e a partir de 1934 esses títulos seriam anexados à Taça de Portugal, porque com a criação da Liga, a prova perdeu o destaque até então.

De qualquer forma, como no período 1934/1938 o nosso Clube conquistou um Título em cada prova, as contas são indiferentes para nós.

Somamos neste momento com certeza 31 Títulos de Campeão de Portugal (28 da Liga + 3 do Campeonato de Portugal até 1934).

Pelo mesmo critério lógico, o regime soma 39 (37+2) e os lagartos 20 (18+2).

O nosso Clube devia tomar uma posição mas ao que parece até agora estão a marimbar-se para tal.
 
Última edição:

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
17,153
3,064
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
A ideia do Sporting era contarem no período total (1921/1938) e ignorava-se o Campeonato da Liga no período 1934/1938. Não concordo na íntegra.

Na minha opinião devia contabilizar-se o Campeonato de Portugal pelo menos até 1934 (período em que era a única prova nacional) e a partir de 1934 esses títulos seriam anexados à Taça de Portugal, porque com a criação da Liga, a prova perdeu o destaque até então.

De qualquer forma, como no período 1934/1938 o nosso Clube conquistou um Título em cada prova, as contas são indiferentes para nós.

Somamos neste momento com certeza 31 Títulos de Campeão de Portugal (28 da Liga + 3 do Campeonato de Portugal até 1934).

Pelo mesmo critério lógico, o regime soma 39 (37+2) e os lagartos 20 (18+2).
Sim mas a questão é que formaram uma vasta equipa para averiguarem isso e darem um parecer mas até agora nada aconteceu nem que a reivindicação teria sentido ou sentido algum.De repente nada mais se escreveu sobre o caso apenas questionei isso e confesso que tinha curiosidade em saber até porque tenho uma opinião sobre o assunto e gostaria de confrontar.
 

mega_dragon

Tribuna
24 Junho 2012
4,491
2,642
Sim mas a questão é que formaram uma vasta equipa para averiguarem isso e darem um parecer mas até agora nada aconteceu nem que a reivindicação teria sentido ou sentido algum.De repente nada mais se escreveu sobre o caso apenas questionei isso e confesso que tinha curiosidade em saber até porque tenho uma opinião sobre o assunto e gostaria de confrontar.
Qual é a tua tese ?
 

Fil

Tribuna Presidencial
30 Maio 2016
5,412
1,460
Conquistas
5
  • José Maria Pedroto
  • Alfredo Quintana
  • Janeiro/21
A ideia do Sporting era contarem no período total (1921/1938) e ignorava-se o Campeonato da Liga no período 1934/1938. Não concordo na íntegra.

Na minha opinião devia contabilizar-se o Campeonato de Portugal pelo menos até 1934 (período em que era a única prova nacional) e a partir de 1934 esses títulos seriam anexados à Taça de Portugal, porque com a criação da Liga, a prova perdeu o destaque até então.

De qualquer forma, como no período 1934/1938 o nosso Clube conquistou um Título em cada prova, as contas são indiferentes para nós.

Somamos neste momento com certeza 31 Títulos de Campeão de Portugal (28 da Liga + 3 do Campeonato de Portugal até 1934).

Pelo mesmo critério lógico, o regime soma 39 (37+2) e os lagartos 20 (18+2).

O nosso Clube devia tomar uma posição mas ao que parece até agora estão a marimbar-se para tal.
A ideia do Sporting faz sentido na minha opinião. E por uma razão muito simples.

Quer se queira quer não, quer fosse muito ou pouco popular, o que é certo é que a competição que determinava o Campeão de Portugal entre 1921 e 1938 era o Campeonato de Portugal. Apesar desta ser uma competição que estava em decadência, e os relatos atestam essa tese, principalmente pelo seu formato, a verdade é que era a competição oficial. A única.

Pela Europa fora o formato das ligas já estava implementado e era muito popular. A Liga aparece em Portugal em 1934, não só pela sua popularidade mas também porque Portugal perde por 9-0 com a Espanha num jogo a contar para a qualificação para o Mundial de 1934, o que levou a um debate sobre a competitividade do futebol português. Liga implementada em 1934 mas apenas em modo experimental. E isso quer dizer que não era oficial, algo que só passou a ser a partir de 1938/39.

Ora, o que é que isto significa? Nada mais nada menos que, os 4 campeonatos entre 34 e 38 (1 nosso e 3 do benfica) não podem ser contabilizados oficialmente como campeonatos nacionais, mas apenas como campeonatos da 1ª e 2ª Liga e cujos vencedores eram campeões da 1ªe 2ª Liga.

O apuramento para o CP era feito através dos campeonatos distritais (CD). Após a sua criação em 1934, esse apuramento era feito via CL onde participavam os quatro primeiros classificados de Lisboa, os dois primeiros do Porto e os campeões de Coimbra e de Setúbal. Os campeões dos restantes distritos ficavam na 2ª Liga, com outros clubes das Associações maiores, sendo divididos geograficamente por zonas.

No CP participavam os oito clubes da 1ª Liga, os seis melhores da 2ª Liga mais o apurado das Ilhas, o que perfazia o total de 15 clubes.”

Fica aqui atestada mais uma vez a prova de qual era a competição mais importante e cujo carácter oficial enquanto prova que apurava o campeão nacional é indesmentível.

Aliás, apenas num congresso realizado em Agosto de 1938 a FPF fez alterações nos estatutos e regulamentos das suas provas e passa a designar o campeonato da liga, de campeonato nacional, e o campeonato de Portugal, de taça de Portugal. Visto de outra forma, inverteu-se a importância hierárquica das competições e apenas a partir desta data pode-se atribuir ao campeonato nacional a forma como se apuravam os campeões nacionais.

Curiosamente os vencedores dos campeonatos da liga passaram a ser campeões nacionais, mas os vencedores dos campeonatos de Portugal não foram declarados vencedores da Taça de Portugal.

Ficou estabelecido substituir o Campeonato de Portugal das jornadas em sucessivas eliminações, por um campeonato de maior rigor e regularidade, pelo sistema de "poule" em duas voltas. Isto no tal congresso em 1938...

Portanto, para concluir,
O que deveria acontecer, na minha óptica, para restabelecer a realidade dos factos, seria,

- retirar 1 titulo ao FC Porto (o da Liga de 1934/35) e somar 4 Campeonatos de Portugal (28-1+4=31)
- retirar os 3 conquistados pelo benfica na Liga experimental e somar 3 que eles venceram do CP, o que deixaria as contas deles iguais (37-3+3=37)
- já o sporting era o que lucraria mais porque somaria 4 CP ao seu curriculo (18+4=22).
 
Última edição:

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
17,153
3,064
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
A ideia do Sporting faz sentido na minha opinião. E por uma razão muito simples.

Quer se queira quer não, quer fosse muito ou pouco popular, o que é certo é que a competição que determinava o Campeão de Portugal entre 1921 e 1938 era o Campeonato de Portugal. Apesar desta ser uma competição que estava em decadência, e os relatos atestam essa tese, principalmente pelo seu formato, a verdade é que era a competição oficial. A única.

Pela Europa fora o formato das ligas já estava implementado e era muito popular. A Liga aparece em Portugal em 1934, não só pela sua popularidade mas também porque Portugal perde por 9-0 com a Espanha num jogo a contar para a qualificação para o Mundial de 1934, o que levou a um debate sobre a competitividade do futebol português. Liga implementada em 1934 mas apenas em modo experimental. E isso quer dizer que não era oficial, algo que só passou a ser a partir de 1938/39.

Ora, o que é que isto significa? Nada mais nada menos que, os 4 campeonatos entre 34 e 38 (1 nosso e 3 do benfica) não podem ser contabilizados oficialmente.

Julgo que com a criação do campeonato da liga as equipas apostaram mais nesse novo formato, e o campeonato de Portugal passou a ser visto como uma competição menor, mas isso não retira o carácter de oficial ao CP e de experimental ao CL. Isto é indesmentível e deveria ser o factor primordial para se determinar sem dúvidas a prova que apurava o campeão em Portugal, apesar do CL ter ganho grande popularidade junto de todos, popularidade essa que levou a que se contassem os 4 primeiros CP como oficiais apesar de não o serem.

Aliás, apenas num congresso realizado em Agosto de 1938 a FPF fez alterações nos estatutos e regulamentos das suas provas e passa a designar o campeonato da liga, de campeonato nacional, e o campeonato de Portugal, de taça de Portugal. Curiosamente os vencedores dos campeonatos da liga passaram a ser campeões nacionais, mas os vencedores dos campeonatos de Portugal não foram declarados vencedores da Taça de Portugal.

Ficou estabelecido substituir o Campeonato de Portugal das jornadas em sucessivas eliminações, por um campeonato de maior rigor e regularidade, pelo sistema de "poule" em duas voltas. Isto no tal congresso em 1938...

Portanto, para concluir,
O que deveria acontecer, na minha óptica, para restabelecer a realidade dos factos, seria,

- retirar 1 titulo ao FC Porto (o da Liga de 1934/35) e somar 4 Campeonatos de Portugal (28-1+4=31)
- retirar os 3 conquistados pelo benfica na Liga experimental e somar 3 que eles venceram do CP, o que deixaria as contas deles iguais (37-3+3=37)
- já o sporting era o que lucraria mais porque somaria 4 CP ao seu curriculo (18+4=22).
É esse meu entendimento também sobre o assunto.Campeonato de Portugal de 1921 a 1938 equiparados a campeonatos nacionais e anulação de 1934 a 1938 pois na verdade era uma liga nada mais que experimental é o que entendi de tudo o que li na altura e li bastantes coisas por sinal,agora essa tal de comissão é que tem de dizer algo e nada diz.Se não dor issi então que fique tudo na mesma.
 

mega_dragon

Tribuna
24 Junho 2012
4,491
2,642
A ideia do Sporting faz sentido na minha opinião. E por uma razão muito simples.

Quer se queira quer não, quer fosse muito ou pouco popular, o que é certo é que a competição que determinava o Campeão de Portugal entre 1921 e 1938 era o Campeonato de Portugal. Apesar desta ser uma competição que estava em decadência, e os relatos atestam essa tese, principalmente pelo seu formato, a verdade é que era a competição oficial. A única.

Pela Europa fora o formato das ligas já estava implementado e era muito popular. A Liga aparece em Portugal em 1934, não só pela sua popularidade mas também porque Portugal perde por 9-0 com a Espanha num jogo a contar para a qualificação para o Mundial de 1934, o que levou a um debate sobre a competitividade do futebol português. Liga implementada em 1934 mas apenas em modo experimental. E isso quer dizer que não era oficial, algo que só passou a ser a partir de 1938/39.

Ora, o que é que isto significa? Nada mais nada menos que, os 4 campeonatos entre 34 e 38 (1 nosso e 3 do benfica) não podem ser contabilizados oficialmente.

Julgo que com a criação do campeonato da liga as equipas apostaram mais nesse novo formato, e o campeonato de Portugal passou a ser visto como uma competição menor, mas isso não retira o carácter de oficial ao CP e de experimental ao CL. Isto é indesmentível e deveria ser o factor primordial para se determinar sem dúvidas a prova que apurava o campeão em Portugal, apesar do CL ter ganho grande popularidade junto de todos, popularidade essa que levou a que se contassem os 4 primeiros CP como oficiais apesar de não o serem.

Aliás, apenas num congresso realizado em Agosto de 1938 a FPF fez alterações nos estatutos e regulamentos das suas provas e passa a designar o campeonato da liga, de campeonato nacional, e o campeonato de Portugal, de taça de Portugal. Curiosamente os vencedores dos campeonatos da liga passaram a ser campeões nacionais, mas os vencedores dos campeonatos de Portugal não foram declarados vencedores da Taça de Portugal.

Ficou estabelecido substituir o Campeonato de Portugal das jornadas em sucessivas eliminações, por um campeonato de maior rigor e regularidade, pelo sistema de "poule" em duas voltas. Isto no tal congresso em 1938...

Portanto, para concluir,
O que deveria acontecer, na minha óptica, para restabelecer a realidade dos factos, seria,

- retirar 1 titulo ao FC Porto (o da Liga de 1934/35) e somar 4 Campeonatos de Portugal (28-1+4=31)
- retirar os 3 conquistados pelo benfica na Liga experimental e somar 3 que eles venceram do CP, o que deixaria as contas deles iguais (37-3+3=37)
- já o sporting era o que lucraria mais porque somaria 4 CP ao seu curriculo (18+4=22).
Havendo provas concretas de todo esse relato histórico, sou obrigado a concordar. Como disse, para nós a nível de contabilidade final vai dar ao mesmo. E o nosso Clube devia tomar uma posição e assumir os 31 Títulos... E até nos beneficiava na aproximação ao regime.
 
  • Like
Reações: Moreira

Fil

Tribuna Presidencial
30 Maio 2016
5,412
1,460
Conquistas
5
  • José Maria Pedroto
  • Alfredo Quintana
  • Janeiro/21
Havendo provas concretas de todo esse relato histórico, sou obrigado a concordar. Como disse, para nós a nível de contabilidade final vai dar ao mesmo. E o nosso Clube devia tomar uma posição e assumir os 31 Títulos... E até nos beneficiava na aproximação ao regime.

Pode-se ler muita informação sobre o assunto, nestes 2 links abaixo,


 

Dragao_man

Tribuna Presidencial
1 Março 2007
8,474
3,084
Conquistas
16
30
Maia
  • Alfredo Quintana
  • Campeão Nacional 19/20
  • Taça de Portugal 19/20
  • Supertaça 19/20
É ridículo como esta situação da contabilidade dos campeonatos continua a arrastar-se por décadas sem solução à vista! Toda a gente sabe que eram a competição máxima do futebol nacional com vista a consagrar um campeão nacional, no entanto a única oficialização que aconteceu foram os títulos da Liga Experimental com o único propósito de beneficiar o clube do regime quando viu a sua supremacia de títulos nacionais ser ameaçada. Por isso é que em 1994 celebraram o 27º título e quando 11 anos depois voltaram a ser campeões já era o 30º.

Não tem jeito nenhum continuar a observar o nosso palmarés nacional e ter aqueles 4 campeonatos de portugal à parte como se de uma competição não-oficial ou distinta se tratasse!
fc porto_palmarés nacional.PNG
 

jorgcastro

Bancada lateral
19 Agosto 2016
801
961
O texto do Paulo Claro no fabuloso blog Recordes da Bola, é o melhor é mais fundamentado texto sobre este tema dos Campeonatos de Portugal!
E é inequívoco!
Aliás, é obtuso que a primeira prova nacional de clubes disputada em Portugal, seja quase apagada da história!
Com o centenário da primeira edição tão perto, seria o mínimo repor a verdade histórica e a importância desta prova pioneira!
Uma história reescrita, como tantas outras, pelos "historiadores" da ABola, que marcavam a história que queriam e como queriam...
 

Dragao_man

Tribuna Presidencial
1 Março 2007
8,474
3,084
Conquistas
16
30
Maia
  • Alfredo Quintana
  • Campeão Nacional 19/20
  • Taça de Portugal 19/20
  • Supertaça 19/20
Na verdade além dos títulos nacionais que melhor conhecemos também é importante incluir a 2ª Liga que conquistamos com a nossa equipa B! São competições do mesmo escalão por isso entram nas mesmas contas. Portanto podemos concluir que já fomos campeões nacionais da 1ª e 2ª divisão!
FC Porto B_títulos.PNG
 

Dragao_man

Tribuna Presidencial
1 Março 2007
8,474
3,084
Conquistas
16
30
Maia
  • Alfredo Quintana
  • Campeão Nacional 19/20
  • Taça de Portugal 19/20
  • Supertaça 19/20
Relativamente à conquista deste campeonato de Portugal de 1925 descobri uma situação algo caricata divulgada numa notícia relativamente à oficina onde são fabricados os troféus da FPF. Aparentemente quando o nosso clube fazia a transição de todos os seus troféus de futebol para o novo museu, demos pela falta de 2 troféus do Campeonato de Portugal (1922 e 1925 respectivamente) sendo que o clube solicitou a estes artesões a criação de duas réplicas desses trofeús para colmatar o desaparecimento dos originais :rolleyes:

 
  • Like
Reações: Kandinsky