#HóqueiEmPatins Campeonato Nacional 1ª Divisão 2020/2021

otilious

Moderator
21 Março 2007
61,542
5,208
Conquistas
7
Horta
  • Alfredo Quintana
  • Campeão Nacional 19/20
  • Taça de Portugal 19/20
  • Supertaça 19/20
Sporting na final.

Aquela entrada na segunda parte acabou por ser determinante para este desfecho, com os dois golos do Toni Perez.
Na primeira parte, muito equilíbrio, mas provavelmente o Barcelos criou as melhores oportunidades, no entanto foi o Sporting a marcar pelo Platero.
O Zé Diogo voltou a entrar no LD - depois cometeu penalidade sobre o Giménez - uma estratégia que o Paulo Freitas aplicou no segundo e terceiro jogo.

Os dois golos do Querido foram insuficientes.


Enviado do meu SM-A515F através do Tapatalk
 
  • Like
Reações: eljoni

otilious

Moderator
21 Março 2007
61,542
5,208
Conquistas
7
Horta
  • Alfredo Quintana
  • Campeão Nacional 19/20
  • Taça de Portugal 19/20
  • Supertaça 19/20
Por onde andam os teus olhos...Alguém que espreite mais de perto esta 2ª divisão.
Tu, pela proximidade das origens deves torcer Candelária?!

Já tinha escrito atrás que, aqui mais a sul, gostava que subissem vários...para poder ir ver-nos, às vezes mais próximo.
Parede, aqui, mesmo colado, parece óbvio. Paço D'Arcos, até sentimentalmente pelo que lá pratiquei, também gostava. Mas nem sei se conseguem ir ao PO de subida?! Não estou a par de como será disputado.
Depois Oeiras, Sintra, Física e mesmo quase todos os outros estão "perto".

Na Norte, o Marinhense, seria outro que daria para ir e vir nas calmas. Só está um pouco acima da linha de Tomar. Com São Pedro de Moel, Pedra de Ouro como praias logo ali ao lado. Acima da Nazaré! Zona a "fundir" emoções e boas sensações.
Eu torcer, só pelo FC Porto :)

Mas também dá gosto ver equipas açorianas no mais alto patamar de qualquer modalidade. No que ao hóquei diz respeito, houve ali anos que o União Micaelense andou pelos Nacionais, mas andou longe de uma Primeira Divisão.
O Santa Clara chegou a fazer um plantel interessante e a tentar outros voos, mas também não conseguiu.

O Candelária, localizado numa freguesia de 500 habitantes da ilha do Pico, já esteve 12 vezes no escalão maior da modalidade. E nesses 12 anos, houve momentos memoráveis para o clube, que fez um investimento muito forte e teve excelentes prestações e inclusive houve um ano que terminou em terceiro lugar.
Inclusive nessa temporada teve um momento incrível que foi vencer o Barcelona - jogadores como o João Miguel, Tiago Resende, Tiago Rafael ou mesmo o Jorge Silva e o Montivero estiveram em grande.
Nesse ano ficaram pelos quartos da Liga Europeia, mas em 2010/2011 atingiram a final-four da competição. Nessa altura, base do plantel já era muito do que vimos em 2011/2012 (se bem que saiu o Sérgio Silva que era um atleta muito importante).
Mas esses pergaminhos europeus começaram bem antes, com o Candelária a atingir a final da Taça CERS, nessa altura outros jogadores se destacavam (Paulo Matos, Carrais, Mauro Fernandez ou Tomba).
Diria que os picarotos começam a perder qualidade para andar nos primeiros lugares a partir de 2013 e as aquisições feitas já não eram de todo do mesmo nível. A descida ocorreu com naturalidade em 2017.

E se o Candelária hoje em dia está a reerguer-se há muito mérito do Pedro Afonso e do Tiago Resende que fizeram parte da CA do clube e não permitiram que fossem fechadas as portas.
Os dois primeiros anos de 2ª Divisão basicamente o objectivo era a manutenção, se bem que nessa segunda temporada o campeonato já foi acima das expectativas, muito devido aos veteranos que lá andavam.
Na época passada antes da interrupção, o Candelária já lutava com outros argumentos pela subida e acabou a um ponto do Parede. Está a dar continuidade em 2020/2021, estando a fazer até ao momento um bom campeonato.
Além do Parede que continua muito forte, terá ali uma disputa intensa com o Paço de Arcos - não acredito que a Biblioteca lá chegue e o HC Sintra.

Nos Açores não há muitos clubes de hóquei, mas na 3ª Divisão também há dois. Um é o Marítimo SC que até nos tem habituado a andar pela 2ª Divisão - o Júlio Soares já está a alguns anos assumir o cargo de treinador/jogador, ele que é um brilhante executante de LD.
Candidato fortíssimo a regressar ao segundo escalão. O HC Ponta Delgada treinada pelo Carlos Guimarães (outro treinador/jogador) tem como objectivo a manutenção e vai conseguir sem problemas.
 

eljoni

Bancada lateral
7 Julho 2019
897
489
Conquistas
5
  • Alfredo Quintana
  • Reinaldo Teles
  • Sérgio Conceição
  • Lucho González
Eu torcer, só pelo FC Porto :)

Mas também dá gosto ver equipas açorianas no mais alto patamar de qualquer modalidade. No que ao hóquei diz respeito, houve ali anos que o União Micaelense andou pelos Nacionais, mas andou longe de uma Primeira Divisão.
O Santa Clara chegou a fazer um plantel interessante e a tentar outros voos, mas também não conseguiu.

O Candelária, localizado numa freguesia de 500 habitantes da ilha do Pico, já esteve 12 vezes no escalão maior da modalidade. E nesses 12 anos, houve momentos memoráveis para o clube, que fez um investimento muito forte e teve excelentes prestações e inclusive houve um ano que terminou em terceiro lugar.
Inclusive nessa temporada teve um momento incrível que foi vencer o Barcelona - jogadores como o João Miguel, Tiago Resende, Tiago Rafael ou mesmo o Jorge Silva e o Montivero estiveram em grande.
Nesse ano ficaram pelos quartos da Liga Europeia, mas em 2010/2011 atingiram a final-four da competição. Nessa altura, base do plantel já era muito do que vimos em 2011/2012 (se bem que saiu o Sérgio Silva que era um atleta muito importante).
Mas esses pergaminhos europeus começaram bem antes, com o Candelária a atingir a final da Taça CERS, nessa altura outros jogadores se destacavam (Paulo Matos, Carrais, Mauro Fernandez ou Tomba).
Diria que os picarotos começam a perder qualidade para andar nos primeiros lugares a partir de 2013 e as aquisições feitas já não eram de todo do mesmo nível. A descida ocorreu com naturalidade em 2017.

E se o Candelária hoje em dia está a reerguer-se há muito mérito do Pedro Afonso e do Tiago Resende que fizeram parte da CA do clube e não permitiram que fossem fechadas as portas.
Os dois primeiros anos de 2ª Divisão basicamente o objectivo era a manutenção, se bem que nessa segunda temporada o campeonato já foi acima das expectativas, muito devido aos veteranos que lá andavam.
Na época passada antes da interrupção, o Candelária já lutava com outros argumentos pela subida e acabou a um ponto do Parede. Está a dar continuidade em 2020/2021, estando a fazer até ao momento um bom campeonato.
Além do Parede que continua muito forte, terá ali uma disputa intensa com o Paço de Arcos - não acredito que a Biblioteca lá chegue e o HC Sintra.

Nos Açores não há muitos clubes de hóquei, mas na 3ª Divisão também há dois. Um é o Marítimo SC que até nos tem habituado a andar pela 2ª Divisão - o Júlio Soares já está a alguns anos assumir o cargo de treinador/jogador, ele que é um brilhante executante de LD.
Candidato fortíssimo a regressar ao segundo escalão. O HC Ponta Delgada treinada pelo Carlos Guimarães (outro treinador/jogador) tem como objectivo a manutenção e vai conseguir sem problemas.
Muito interessante conhecer outras realidades. Obrigado pela contribuição!

Sent from my Mi 9T using Tapatalk
 
  • Like
Reações: otilious

bluevertigo

Tribuna Presidencial
26 Maio 2014
7,270
1,278
Conquistas
1
Lisboa
  • Fevereiro/20
Eu torcer, só pelo FC Porto :)

Mas também dá gosto ver equipas açorianas no mais alto patamar de qualquer modalidade. No que ao hóquei diz respeito, houve ali anos que o União Micaelense andou pelos Nacionais, mas andou longe de uma Primeira Divisão.
O Santa Clara chegou a fazer um plantel interessante e a tentar outros voos, mas também não conseguiu.

O Candelária, localizado numa freguesia de 500 habitantes da ilha do Pico, já esteve 12 vezes no escalão maior da modalidade. E nesses 12 anos, houve momentos memoráveis para o clube, que fez um investimento muito forte e teve excelentes prestações e inclusive houve um ano que terminou em terceiro lugar.
Inclusive nessa temporada teve um momento incrível que foi vencer o Barcelona - jogadores como o João Miguel, Tiago Resende, Tiago Rafael ou mesmo o Jorge Silva e o Montivero estiveram em grande.
Nesse ano ficaram pelos quartos da Liga Europeia, mas em 2010/2011 atingiram a final-four da competição. Nessa altura, base do plantel já era muito do que vimos em 2011/2012 (se bem que saiu o Sérgio Silva que era um atleta muito importante).
Mas esses pergaminhos europeus começaram bem antes, com o Candelária a atingir a final da Taça CERS, nessa altura outros jogadores se destacavam (Paulo Matos, Carrais, Mauro Fernandez ou Tomba).
Diria que os picarotos começam a perder qualidade para andar nos primeiros lugares a partir de 2013 e as aquisições feitas já não eram de todo do mesmo nível. A descida ocorreu com naturalidade em 2017.

E se o Candelária hoje em dia está a reerguer-se há muito mérito do Pedro Afonso e do Tiago Resende que fizeram parte da CA do clube e não permitiram que fossem fechadas as portas.
Os dois primeiros anos de 2ª Divisão basicamente o objectivo era a manutenção, se bem que nessa segunda temporada o campeonato já foi acima das expectativas, muito devido aos veteranos que lá andavam.
Na época passada antes da interrupção, o Candelária já lutava com outros argumentos pela subida e acabou a um ponto do Parede. Está a dar continuidade em 2020/2021, estando a fazer até ao momento um bom campeonato.
Além do Parede que continua muito forte, terá ali uma disputa intensa com o Paço de Arcos - não acredito que a Biblioteca lá chegue e o HC Sintra.

Nos Açores não há muitos clubes de hóquei, mas na 3ª Divisão também há dois. Um é o Marítimo SC que até nos tem habituado a andar pela 2ª Divisão - o Júlio Soares já está a alguns anos assumir o cargo de treinador/jogador, ele que é um brilhante executante de LD.
Candidato fortíssimo a regressar ao segundo escalão. O HC Ponta Delgada treinada pelo Carlos Guimarães (outro treinador/jogador) tem como objectivo a manutenção e vai conseguir sem problemas.
O trazer dessa grande, "curta" história do Candelária. Lembro bem.
Viagem fascinante ao "desconhecido menor".
Houvesse mais tempo...
 
  • Like
Reações: otilious

bluevertigo

Tribuna Presidencial
26 Maio 2014
7,270
1,278
Conquistas
1
Lisboa
  • Fevereiro/20
Sporting na final.

Aquela entrada na segunda parte acabou por ser determinante para este desfecho, com os dois golos do Toni Perez.
Na primeira parte, muito equilíbrio, mas provavelmente o Barcelos criou as melhores oportunidades, no entanto foi o Sporting a marcar pelo Platero.
O Zé Diogo voltou a entrar no LD - depois cometeu penalidade sobre o Giménez - uma estratégia que o Paulo Freitas aplicou no segundo e terceiro jogo.

Os dois golos do Querido foram insuficientes.


Enviado do meu SM-A515F através do Tapatalk
Sporting, otimização e auto-validação do estilo preferido. Autoridade do pragmatismo e do oportunismo. Abrem vantagem, repetem avolumar no arranque frio da 2ª parte. Cozinham em fogo lento. Circular básico em posse e trocas à espera da aberta. Golos a papel vegetal. Já na final.
Comandam e gerem a gosto, mas têm vindo a conceder mais no defender o interior, mais do que o seu guião faria prever.

Barcelos mais cauteloso nas marcações, mais atento a não ir com tantos, querer reter posse só que a falhar vários passes. Mas defendem dormentes, mais no seguir. Depois, já em desvantagem, no limbo de ter que ir a pressionar mas conter-se para não abrir demasiado. Ainda assim, boa resposta no sempre acreditar.
Ajustaram abordagem mas perderam de várias formas.

Bom método de Neto, boa perceção e ajuste ao que teve, resposta de equipa, mas talvez precise de outros perfis para defender maleável e férreo e conseguir estar mais tempo mais atento, mais equilibrado.
 

eljoni

Bancada lateral
7 Julho 2019
897
489
Conquistas
5
  • Alfredo Quintana
  • Reinaldo Teles
  • Sérgio Conceição
  • Lucho González
A Elite Cup vai ser oficial a partir da próxima época.

Sent from my Mi 9T using Tapatalk
 

Philipp

Tribuna Presidencial
25 Janeiro 2015
28,934
2,880
Conquistas
1
  • José Mourinho
O Valter Neves terminou a carreira. Um dos piores jogadores que já vi nesta modalidade e talvez aquele que mais saiu beneficiado pelos escândalos perpetrados pelo Miguel Guilherme, Luís Peixoto e o Ricardo Leão. Ainda assim termina a carreira com apenas 3 títulos nacionais. Diz bem da competência com que são geridas as nossas modalidades.

Agora é ele que vai actuar nos meandros dos bastidores do HP. Mais um para a rede mafiosa.
 
  • Haha
Reações: jpgm97

Ruben1893

Ninguém fala em perder, ninguém recua
24 Julho 2019
25,846
46,509
Conquistas
33
  • Reinaldo Teles
  • Alfredo Quintana
  • Fevereiro/21
O Valter Neves terminou a carreira. Um dos piores jogadores que já vi nesta modalidade e talvez aquele que mais saiu beneficiado pelos escândalos perpetrados pelo Miguel Guilherme, Luís Peixoto e o Ricardo Leão. Ainda assim termina a carreira com apenas 3 títulos nacionais. Diz bem da competência com que são geridas as nossas modalidades.

Agora é ele que vai actuar nos meandros dos bastidores do HP. Mais um para a rede mafiosa.
O Valter é um dos piores que viste? Só deves ver jogos de all star só com os melhores do mundo 😂😂
 
  • Haha
Reações: jpgm97

otilious

Moderator
21 Março 2007
61,542
5,208
Conquistas
7
Horta
  • Alfredo Quintana
  • Campeão Nacional 19/20
  • Taça de Portugal 19/20
  • Supertaça 19/20
Vão ficar com uma equipa diferente, mas com condições para alcançar a manutenção.

O Xavi Cardoso é baixa tremenda. Mesmo em condições normais não é jogador para estar num clube que lute apenas pela manutenção, mas devido a problemas extra ringue, vêm condicionando e de que a maneira a sua carreira.
O Facundo, Hugo Santos e o Mount eram importantes na rotação, mas dos "jogadores chave" a grande baixa será mesmo o Xavi.

Pedro Moreira vai trazer experiência e andamento, sendo um jogador que defensivamente vai acrescentar. Rafael Lourenço é um bom substituto do Hugo Santos, acredito que fará muitos golos na próxima época.
Quanto ao João Pereira, dificilmente ia voltar ao Sporting e por isso acaba por rumar à Sanjoanense. Jogador para a rotação, tal como o João Ramalho, é um avançado que tem algumas semelhanças ao Rafael Lourenço.