Clássica Aldeias do Xisto - Cyclin'Portugal (1.2) 25 de Março

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,966
3,635
Porto



É já no dia 25 de março que a segunda edição da Clássica Aldeias do Xisto arranca, pelas 12h00, na Aldeia do Xisto de Álvaro com destino à Aldeia das Dez. A chegada está prevista para cerca das 15h50. Com um total de 145 quilómetros, a prova passa ainda pelas Aldeias do Xisto de Janeiro de Baixo, Janeiro de Cima, Fajão e Vila Cova de Alva.

À semelhança do ano passado, esta será a etapa que decidirá os vencedores do Troféu Liberty Seguros. A meta coincide com uma contagem de montanha de terceira categoria. A viagem do pelotão conta com mais duas subidas pontuáveis para a classificação dos trepadores.
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,966
3,635
Porto
A segunda edição da Clássica Aldeias do Xisto, evento do projeto Cyclin’Portugal, vai realizar-se no domingo, 25 de março. A prova, que encerra o Troféu Liberty Seguros, terá 145 quilómetros, iniciando-se às 12h00 na Aldeia de Álvaro, concelho de Oleiros, e terminando na Aldeia das Dez, concelho de Oliveira do Hospital, cerca das 16h00.

Mantendo a caraterística que dá nome à prova, a Clássica leva o colorido do pelotão a seis Aldeias do Xisto. Além dos locais de partida e de chegada, a caravana velocipédica vai atravessar as aldeias de Janeiro de Baixo, Janeiro de Cima, Fajão e Vila Cova de Alva. A meta coincide com uma contagem de montanha de terceira categoria.

O Troféu Liberty Seguros, série de três provas de um dia, termina com a Clássica Aldeias do Xisto. Na categoria de elite, o Troféu é comandado pelo espanhol Óscar Hernández (Aviludo-Louletano-Uli), com 90 pontos, mais 15 do que os dois perseguidores mais diretos, Tiago Machado (Equipa Portugal) e Dmitrii Strakhov (Lokosphinx), que estarão ausentes da corrida de domingo. Assim, o perseguidor mais direto de Hernández é o colega de equipa Luís Mendonça, que tem 67 pontos. A vitória na Aldeia das Dez garante 75 pontos, pelo que, matematicamente, ainda há quase uma dezena de ciclistas com aspirações à camisola amarela do Troféu Liberty Seguros.

Entre os sub-23 comanda André Carvalho (Liberty Seguros-Carglass), com 100 pontos. Seguem-se dois ciclistas com 75 pontos que não vão disputar a Clássica Aldeias do Xisto, Rui Oliveira (Equipa Portugal) e James Fouche (Team Wiggins), pelo que o rival mais próximo do comandante é André Ramalho (Jorbi/Team José Maria Nicolau), que soma 70 pontos.

In Federação Portuguesa de Ciclismo
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,966
3,635
Porto
Equipas Participantes:

Continental: Aviludo-Louletano, Efapel, LA Alumínios, Liberty Seguros-Carglass, Miranda-Mortágua, RP-Boavista,  Sporting-Tavira, Vito-Feirense-Blackjack, W52-FC Porto.

Equipas de Clube / Amadoras: ACDC Trofense, FGP-Cube-Bombarral, Jorbi-Team José Maria Nicolau, Fortunna-Maia, Sicasal-Constantinos-Delta Cafés, Aluminios Cortizo-Anova, Bicicletas Rodríguez/Extremadura, Caja Rural-Seguros RGA, CC Rías Baixas e Supermercados Froiz.
 

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
16,757
2,750
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
Pedrix77 disse:
Equipas Participantes:

Continental: Aviludo-Louletano, Efapel, LA Alumínios, Liberty Seguros-Carglass, Miranda-Mortágua, RP-Boavista,  Sporting-Tavira, Vito-Feirense-Blackjack, W52-FC Porto.

Equipas de Clube / Amadoras: ACDC Trofense, FGP-Cube-Bombarral, Jorbi-Team José Maria Nicolau, Fortunna-Maia, Sicasal-Constantinos-Delta Cafés, Aluminios Cortizo-Anova, Bicicletas Rodríguez/Extremadura, Caja Rural-Seguros RGA, CC Rías Baixas e Supermercados Froiz.
Uma pergunta algo descabida ou de repente não...essa equipa que é uma marca galega e com interesses comerciais em Portugal sobretudo no Norte falo mais concretamente dos Supermercados Froiz não poderia ser um potencial patrocinador da W52-FC Porto?Espero não ser metralhado.rsrsrsrrsrsrsr
 

Pedro R.

Tribuna Presidencial
26 Julho 2015
5,511
0
27
Porto
Morais disse:
Uma pergunta algo descabida ou de repente não...essa equipa que é uma marca galega e com interesses comerciais em Portugal sobretudo no Norte falo mais concretamente dos Supermercados Froiz não poderia ser um potencial patrocinador da W52-FC Porto?Espero não ser metralhado.rsrsrsrrsrsrsr
Não é descabido por causa desses mesmos interesses comerciais. Mas convenhamos, eles não investem o suficiente para formar uma equipa continental espanhola, portanto acho que não teriam interesse em entrar com dinheiro suficiente para alavancar um projecto PCT.
 

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
16,757
2,750
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
Pedro R. disse:
Não é descabido por causa desses mesmos interesses comerciais. Mas convenhamos, eles não investem o suficiente para formar uma equipa continental espanhola, portanto acho que não teriam interesse em entrar com dinheiro suficiente para alavancar um projecto PCT.
Isso é verdade mas nem pensei por esse lado.De repente com o que nós investimos somado ao que eles gastam possivelmente já daria para uma equipa PCT com grande enfoque no mercado ibérico por exemplo.Dificilmente arrumamos uma empresa que banque a totalidade do projeto penso eu.
 

K92

Tribuna
4 Junho 2014
3,097
232
Morais disse:
Isso é verdade mas nem pensei por esse lado.De repente com o que nós investimos somado ao que eles gastam possivelmente já daria para uma equipa PCT com grande enfoque no mercado ibérico por exemplo.Dificilmente arrumamos uma empresa que banque a totalidade do projeto penso eu.
Não me parece totalmente descabido.
Na verdade, andamos a partir a cabeça tentando imaginar/descobrir quem poderia nos acompanhar e a resposta até poderia estar na Galiza, por exemplo.



 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,966
3,635
Porto
A nossa equipa para a Clássica Aldeias do Xisto:

Gustavo César Veloso
Raúl Alarcón
Ricardo Mestre
António Carvalho
Ángel Sánchez
Daniel Freitas
José Neves
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,966
3,635
Porto
Vitória na Clássica Aldeias do Xisto para o Daniel Mestre da Efapel.

Vitória no Troféu Liberty Seguros para Óscar Hernández da Aviludo-Louletano.
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,966
3,635
Porto
Top 10:

1.º Daniel Mestre (Efapel), 3h51m27s
2.º Joni Brandão (Sporting-Tavira), a 1s
3.º Raúl Alarcón (W52-FC Porto), a 2s
4.º Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), a 40s
5.º Óscar Hernández (Aviludo-Louletano-Uli), a 1m07s
6.º Gustavo César Veloso (W52-FC Porto), a 2m40s
7.º Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira), a 2m44s
8.º Sérgio Paulinho (Efapel), a 2m52s
9.º Óscar González (Supermercados Froiz), a 2m55s
10.º David de la Fuente (Aviludo-Louletano-Uli), mt
 

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
16,757
2,750
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
Pedrix77 disse:
Top 10:

1.º Daniel Mestre (Efapel), 3h51m27s
2.º Joni Brandão (Sporting-Tavira), a 1s
3.º Raúl Alarcón (W52-FC Porto), a 2s
4.º Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), a 40s
5.º Óscar Hernández (Aviludo-Louletano-Uli), a 1m07s
6.º Gustavo César Veloso (W52-FC Porto), a 2m40s
7.º Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira), a 2m44s
8.º Sérgio Paulinho (Efapel), a 2m52s
9.º Óscar González (Supermercados Froiz), a 2m55s
10.º David de la Fuente (Aviludo-Louletano-Uli), mt
Muito bom e obrigado.
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,966
3,635
Porto
O português Daniel Mestre (Efapel) conquistou hoje a Clássica Aldeias do Xisto, prova que uniu Álvaro, Oleiros, à Aldeia das Dez, Oliveira do Hospital. A prova deste domingo encerrou o Troféu Liberty Seguros, ganho pelo espanhol Óscar Hernández (Aviludo-Louletano-Uli).

A corrida de 145 quilómetros foi atacada desde o quilómetro zero, altura em que 16 ciclistas saíram do pelotão para discutir a prova. A entrada na zona mais montanhosa da viagem consolidou a vantagem dos fugitivos, que chegou perto dos 4 minutos.

Tendo em conta a diferença para o pelotão e a qualidade dos corredores presentes na dianteira, cedo se percebeu que sairia de entre os escapados o vencedor da segunda edição das Aldeias do Xisto. Daí que se sucederam os ataques na frente, desmembrando a numerosa escapada.

Já dentro dos 20 quilómetros finais, destacaram-se cinco corredores: Óscar Hernández (Aviludo-Louletano-Uli), Daniel Mestre (Efapel), Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), Joni Brandão (Sporting-Tavira) e Raúl Alarcón (W52-FC Porto).

A meta estava colocada no topo de uma subida de terceira categoria com 3,2 quilómetros de extensão e com as últimas centenas de metros em empedrado. Foi nesta subida que se adiantaram Daniel Mestre, Joni Brandão e Raúl Alarcón, que viriam a cortar a meta por esta ordem, depois de Daniel Mestre impor a sua conhecida ponta final.

“As coisas não estavam a correr bem à Efapel neste início de temporada. Apesar de sermos uma equipa aguerrida e ambiciosa e de sairmos de cada corrida de cabeça erguida, a vitória ainda não tinha chegado. Depois de ter trabalhado muito para estar bem na Volta ao Alentejo e de não ter correspondido, hoje prometi a mim e aos meus colegas que iria ganhar”, afirmou Daniel Mestre, após o final da Clássica Aldeias do Xisto.

Se Daniel Mestre entrou na fuga para chegar ao triunfo na corrida deste domingo, o Aviludo-Louletano-Uli intrometeu-se na iniciativa para defender o primeiro lugar de Óscar Hernández na geral do Troféu Liberty Seguros. O objetivo foi alcançado e ainda teve como bónus a vitória de Luís Fernandes na classificação da montanha.

“Na Clássica da Arrábida coloquei-me em boa posição para ganhar o Troféu Liberty Seguros, mas também tínhamos o Luís Mendonça em boas condições para discutir essa vitória. A equipa trabalhou bem e eu pude ser o primeiro na classificação geral do Troféu, o que me deixa muito feliz”, confessa Óscar Hernández.

André Carvalho (Liberty Seguros-Carglass) venceu a classificação da juventude do Troféu Liberty Seguros. “Era um importante objetivo da equipa, tanto mais que se trata de uma competição com o nome do nosso patrocinador. Os meus companheiros ajudaram-me a alcançar este resultado e só tenho de agradecer-lhes”, salienta o jovem minhoto.

Nas classificações por equipas do Troféu Liberty Seguros impuseram-se as formações do Aviludo-Louletano-Uli, na geral absoluta, e dos Aluminios-Cortizo-Anova, na tabela das equipas de clube.

A Clássica Aldeias do Xisto é uma prova internacional que visa divulgar e promover as Aldeias do Xisto como território ideal para a prática de todas as vertentes de ciclismo. Além da Clássica, a Aldeia das Dez recebeu neste domingo a chegada do Passeio da Primavera, que juntou cerca de cem participantes, numa manifestação que contribuiu para dinamizar e colorir uma região que está a dar a volta por cima, depois dos trágicos incêndios do ano passado.

Clássica Aldeias do Xisto
Aldeia de Álvaro - Aldeia das Dez, 145 km
1.º Daniel Mestre (Efapel), 3h51m27s
2.º Joni Brandão (Sporting-Tavira), a 1s
3.º Raúl Alarcón (W52-FC Porto), a 2s
4.º Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), a 40s
5.º Óscar Hernández (Aviludo-Louletano-Uli), a 1m07s
6.º Gustavo César Veloso (W52-FC Porto), a 2m40s
7.º Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira), a 2m44s
8.º Sérgio Paulinho (Efapel), a 2m52s
9.º Óscar González (Supermercados Froiz), a 2m55s
10.º David de la Fuente (Aviludo-Louletano-Uli), mt

In Federação Portuguesa de Ciclismo
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,966
3,635
Porto
Classificação Portista:

Etapa:
3º Raul Alarcon a 2s
6º Gustavo Veloso a 2:40
15º José Neves a 06:24
25º Ricardo Mestre a 06:56
61º António Carvalho a 08:55
62º Daniel Freitas mt
66º Angel Rebollido mt

Geral Equipas:
3º W52/FCPorto a 02:59

Geral Montanha:
6º Raul Alarcon 2 pts