Clássica da Arrábida - Troféu Liberty Seguros 1.2

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
A nossa equipa será:

- amaro Antunes
- Samuel caldeira
- Angel rebollido
- antonio Carvalho
- rui vinhas
- joaquim silva
- joao Rodrigues
- Tiago ferreira

Dorsais 121 a 128.
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
Samuel caldeira integrou a fuga do dia sendo um dos 5 elementos presentes.

Km82,8 meta volante
1º Samuel caldeira

Samuel caldeira ou Alexandre evtushenko(lokosphinx) estão empatados na classificação das metas volantes, quem dos dois fizer melhor na etapa subirá ao pódio como vencedor desta classificação.
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
Km 121,5 seguem dois na frente da corrida, um outro a perseguir a 15 seg.

Pelotao a 1:40(comandado pela nossa equipa).

Há pouco ainda o Samuel caldeira ia numa posição intermediária, mas no presente é possível que já tenha sido alcançado.
 

Pedro R.

Tribuna Presidencial
26 Julho 2015
5,511
0
27
Porto
Esta prova bem trabalhada e com uma data bem escolhida pode ganhar algum relevo a nível internacional, pois tem um traçado muito bem escolhido com um final espetacular
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
25km para o fim...
Seguem com 25 segundos de vantagem do pelotao Logan Owen da axeon e trond trondsen da team sparebanken
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
Classificação Clássica da Arrábida
1.º Amaro Antunes (W52-FC Porto<9, 4h36m34s
2.º Sérgio Paulinho (Efapel), a 2s
3.º Andreas Vangstad (Team Sparebanken Sor), mt
4.º Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), a 17s
5.º Edward Dunbar (Axeon Hagens Berman), a 19s
6.º Manuel Sola (Caja Rural-Seguros RGA), a 26s
7.º Joni Brandão (Sporting-Tavira), a 31s
8.º Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira), a 36s
9.º Igor Merino (Burgos BH), a 38s
10.º Mario González (Sporting-Tavira), a 41s
 

Valverde

Bancada central
31 Agosto 2012
1,319
0
Vitória previsível. E nem por isso deixa de ser saborosa.
É fantástico o Amaro neste tipo de traçados
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
Sem certezas dos restantes portistas há um ciclista a fazer 11º(pareceu joaquim silva) e outro a finalizar pra lá dos 30, mas esse já não consegui identificar.

Resta aguardar pelas classificações finais.
Sendo que Amaro antunes lidera com os mesmos pontos de Francisco campos a geral do troféu Liberty(fica a faltar uma prova - clássica aldeias do xisto a realizar dia 12 de março)
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
O algarvio Amaro Antunes (W52-FC Porto) conquistou hoje a Clássica da Arrábida, prova internacional que ligou Setúbal ao Castelo de Palmela, ao longo de 186,6 quilómetros. Esta corrida permitiu ao jovem Francisco Campos (Miranda/Mortágua) segurar o comando do Troféu Liberty Seguros.

A maior expectativa da Clássica da Arrábida estava guardada para os últimos 2,6 quilómetros, sempre a subir, primeiro em terra batida e depois em empedrado. Foi na zona de “sterrato” que Amaro Antunes atacou para não mais ser alcançado.

O algarvio repetiu o que já fizera na etapa rainha da Volta ao Algarve: disparou do grupo restrito que lutava pela vitória e triunfou em solitário. Sérgio Paulinho (Efapel) seguiu uma estratégia diferente. Manteve o próprio passo e foi-se aproximando de Amaro Antunes, mas não o suficiente para vencer. Acabou em segundo, a 2 segundos do corredor da W52-FC Porto. O terceiro, com o mesmo tempo, foi o norueguês Andreas Vangastad (Team Sparebanken Sor).

A Clássica da Arrábida teve duas fases distintas, ambas repletas de interesse. Os primeiros 110 quilómetros ficaram marcados pela velocidade elevadíssima, endurecendo a prova na sua fase mais plana. Foi nesse período que cinco homens se destacaram dos demais, pedalando em fuga: Logan Owen (Axeon Hagens Berman), Dmitrii Sokolov (Lokosphinx), Pierrick Naud (Rally Cycling), Trond Trondsen (Team Sparebanken Sor) e Samuel Caldeira (W52-FC Porto).

Logan Owen aproveitou para sagrar-se rei dos trepadores. A fuga foi perdendo elementos com a entrada nos últimos 70 quilómetros, onde se encontravam cinco contagens de montanha. O pelotão – ou o que dele restava – entrou compacto na zona de terra, onde se deu o ataque de Amaro Antunes, ao qual ninguém resistiu.

“Tal como acontecera na Volta ao Algarve, a equipa trabalhou desde muito cedo para que a vitória fosse possível. Depois da penúltima subida deu-se uma queda e eu acabei por ficar sozinho. Como o grupo já estava muito fracionado, ataquei de longe e, felizmente, consegui ganhar. Agradeço aos meus colegas do fundo do coração”, afirmou Amaro Antunes.

A vitória na Clássica da Arrábida deixou Amaro Antunes como grande favorito à conquista do Troféu Liberty Seguros. Está na segunda posição, em igualdade pontual com o jovem spinter Francisco Campos (Miranda/Mortágua), que continua a acumular os primeiros lugares absoluto e na juventude.

Classificação Clássica da Arrábida
1.º Amaro Antunes (W52-FC Porto<9, 4h36m34s
2.º Sérgio Paulinho (Efapel), a 2s
3.º Andreas Vangstad (Team Sparebanken Sor), mt
4.º Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), a 17s
5.º Edward Dunbar (Axeon Hagens Berman), a 19s
6.º Manuel Sola (Caja Rural-Seguros RGA), a 26s
7.º Joni Brandão (Sporting-Tavira), a 31s
8.º Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira), a 36s
9.º Igor Merino (Burgos BH), a 38s
10.º Mario González (Sporting-Tavira), a 41s

(em atualização)

In federação portuguesa de ciclismo
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne
1º Amaro Antunes
11º Joaquim Silva 0:41
35º Rui vinhas 1:36
62º António Carvalho 6:38
77º joao rodrigues 9:52
80º Samuel caldeira 10:50
88º Tiago Ferreira 18:51

DNF angel rebollido

Classificação por equipas
3º w52 fcporto 0:31

Classificação metas volantes
2º Samuel caldeira, com igual pontuação que o primeiro. No desempate prevaleceu a classificação na meta onde o portista terminou numa classificação inferior ao adversário.
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
7,858
3,479
Porto
O Amaro continua em grande forma.
Alguém sabe como é o traçado da clássica Aldeias do Xisto que se realiza para a semana?
Se for com chegada em alto, o Amaro deverá estar presente e poderá discutir a prova e ganhar o troféu Liberty Seguros.
 

Pipo21

Bancada central
12 Dezembro 2013
1,833
6
33
Lausanne

Pedro R.

Tribuna Presidencial
26 Julho 2015
5,511
0
27
Porto
Estás duas clássicas são melhores em traçado que grande parte das etapas da Volta.

O Amaro está num momento excelente e esta vitória não é surpresa nenhuma. Hoje atacou no sterrato de Palmela para o ano é no da Strade Bianchi
 

joaoalvercafcp

Tribuna Presidencial
13 Março 2012
21,523
0
http://www.fcporto.pt/pt/Pages/fc-porto.aspx

AMARO ANTUNES VENCE CLÁSSICA DA ARRÁBIDA

Portista foi o mais forte na chegada em alto ao miradouro de Palmela

Continua o bom momento do portista Amaro Antunes nas primeiras provas oficiais da temporada de 2017. Depois do quinto posto na Volta ao Algarve e do 20.º na Volta à Comunidade Valenciana, o algarvio venceu na tarde deste domingo a edição de 2017 da Clássica da Arrábida (2.ª prova pontuável para o troféu Liberty Seguros) impondo-se nos metros finais à concorrência de Sérgio Paulinho (Efapel) e Andreas Vangstad (Team Sparebanken).

O corredor da W52-FC Porto-Mestre da Cor concluiu em 4h36m34s os 186,6 quilómetros que ligaram Setúbal ao miradouro de Palmela, num percurso que contou com cinco contagens de montanha nos 70 quilómetros finais, entre as quais a meta (segunda categoria) no topo do miradouro de Palmela.

O portista acabou por fazer a diferença nos últimos metros, no troço de terra e gravilha que compunha a subida final, cavando uma vantagem de dois segundos para o duo perseguidor composto por Sérgio Paulinho e Andreas Vangstad, que juntamente com Amaro Antunes se destacou na derradeira dificuldade do dia.

Classificação

1.º - Amaro Antunes (W52-FC Porto-Mestre da Cor), 4h36m34s
2.º - Sérgio Paulinho (Efapel), a 2s
3.º - Andreas Vangstad (Team Sparebanken), mt
(...)
11.º - Joaquim Silva (W52-FC Porto-Mestre da Cor), a 41s
35.º - Rui Vinhas (W52-FC Porto-Mestre da Cor), a 1m36s
62.º - António Carvalho (W52-FC Porto-Mestre da Cor), a 6m38s
77.º - João Rodrigues (W52-FC Porto-Mestre da Cor), a 9m52s
80.º - Samuel Caldeira (W52-FC Porto-Mestre da Cor), a 10m50s
88.º - Tiago Ferreira (W52-FC Porto-Mestre da Cor), ?a 18m51s