Dragão vai ter planeamento contra catástrofes

Kelvin87

Tribuna Presidencial
7 Maio 2007
21,872
245
Dragão vai ter planeamento contra catástrofes

O Estádio do Dragão vai reforçar as suas valências em matéria de segurança com a definição de um plano de emergência capaz de responder a qualquer cenário de catástrofe. Neste sentido, uma comitiva do F.C. Porto viajou esta segunda-feira para Manchester, a fim de reunir com os responsáveis de Old Trafford e estabilizar, a partir dessa troca de experiências, os contornos para o novo enquadramento.

Alexandre Costa, em representação da PortoEstádio, Nelson Puga, do Departamento Médico do F.C. Porto, José Policarpo da Rocha, comandante dos Bombeiros Portuenses, entidade que colabora com o clube, Filipe Serralva, responsável pelo sistema de assistência médica do Estádio do Dragão, e Rui Araújo, consultor especializado do F.C. Porto na qualidade de presidente do Conselho Português de Ressuscitação, constituíram a comitiva azul e branca presente em Inglaterra.

Face às boas relações entre o F.C. Porto e o Manchester United, os emissários dos Dragões foram recebidos por Peter Driscoll, que visitou recentemente o Palco de Emoções, mostrando-se impressionado com a qualidade de gestão inerente à casa dos portistas.

Tendo como objectivo a elaboração do plano de catástrofe, os representantes azuis e brancos trocaram experiências com o dirigente do Manchester United e procuraram recolher informações válidas acerca do (bom) exemplo de Old Trafford. Para isso, vão marcar igualmente presença no jogo desta noite entre a equipa da casa e o Fulham, da liga inglesa, e perceber, in loco, de que forma é que o modelo é aplicado.

Este plano de catástrofe será um upgrade aos planos existentes no Estádio do Dragão e que já são inéditos em Portugal. O serviço de emergência médica actual do Palco de Emoções é ímpar e tem provas dadas. Agora, todavia, o F.C. Porto quer ser ainda mais inovador e reforçar a sua capacidade de resposta para situações imprevistas.

Actualmente, o Estádio do Dragão tem cinco equipas de emergência médica em cada jogo do Estádio do Dragão. Cada uma delas tem responsabilidade sobre uma das bancadas (Nascente, Poente, Norte e Sul) e a quinta está destacada em exclusivo para o jogo de futebol e ao relvado.

Este esquema, de resto, tem provas dadas. Ainda recentemente, no F.C. Porto-Marselha, da UEFA Champions League, um adepto portista sofreu uma paragem cardio-respiratória, tendo sido salvo pela pronta activação do plano de emergência médica do Estádio do Dragão que, depois de ter permitido reanimar o adepto, promoveu o seu reencaminhamento para o hospital, já num quadro clínico estabilizado

Não há dúvida que os Dragões estão sempre à frente, pensam em tudo e é assim que tem que ser, bem jogado.
 

admin

Tribuna Presidencial
14 Julho 2006
38,239
5
Cascais, 1966
Quando penso que há por aí estádios de 5 estrelas onde existem questões de acesso (quem diz polícia, diz socorristas, digo eu...) por causa de fossos e outras coisas bem planeadas...
 

fire

Tribuna
14 Maio 2007
4,274
13
44
Espinho,1975
Sempre a liderar,em todos os aspectos, já que aqui não se aprende nada a nível de inovação o melhor é mesmo aprender com os melhores, para podermos proporcionar o melhor aos nossos adeptos e estarmos ao nível daqueles que jogam no nosso campeonato(Liga dos Campeões)