#Andebol EHF Champions League, 6ª J.: FC Porto-Barcelona 33-33

Estado
Não está aberto para novas respostas.

otilious

Moderator
21 Março 2007
65,298
9,039
Conquistas
7
Horta
  • Alfredo Quintana
  • Campeão Nacional 19/20
  • Taça de Portugal 19/20
  • Supertaça 19/20
O treinador Carlos Ortega conta com os seguintes jogadores:

GR:

- Gonzalo Pérez de Vargas e Leonel Maciel;

PE:

- Aitor Ariño e Ángel Fernández;

LE:

- Thimothey N´Guessan, Thiagus Petrus, Haniel Langaro e Ali Zein;

C:

- Albert Pujol, Luka Cindric e Domen Makuc;

LD:

- Dika Mem e Melvyn Richardson;

PD:

- Aleksandar Cenic, Blaz Janc e Aleix Gómez;

PIVOT:

- Artur Parera, Ludovic Fabregas e Luís Frade.



O jogo disputa-se no dia 28 de Outubro, no Dragão Arena pelas 19h45 e conta com transmissão no Porto Canal.
 

arkeru

Bancada central
13 Dezembro 2013
1,543
769
Tendo em conta que quase 1/3 dos bilhetes vão para as mãos de quem sabemos, e excluíndo lugares anuais, não sobram muitos. Depois claro, quem realmente gosta de andebol e do clube, fica de fora para ir malta que só lá põe os pés porque fica bem tirar uma fotografia ao lado do Dr. Macaco.

Já agora, há uns tempos atrás (pré-Covid) a EHF não tinha lançado uma normativa de que na Liga dos Campeões os clubes eram obrigados a jogar em pavilhões com capacidade mínima de 5000 lugares? Lembro-me que se falou que teríamos de ir jogar no Rosa Mota por causa disso. Com tanta procura nestes jogos, não seria mal pensado pôr essa hipótese em cima da mesa. O Elverum, se não estou em erro, faz algo parecido.
 

mega_dragon

Tribuna Presidencial
24 Junho 2012
5,517
4,171
Tendo em conta que quase 1/3 dos bilhetes vão para as mãos de quem sabemos, e excluíndo lugares anuais, não sobram muitos. Depois claro, quem realmente gosta de andebol e do clube, fica de fora para ir malta que só lá põe os pés porque fica bem tirar uma fotografia ao lado do Dr. Macaco.

Já agora, há uns tempos atrás (pré-Covid) a EHF não tinha lançado uma normativa de que na Liga dos Campeões os clubes eram obrigados a jogar em pavilhões com capacidade mínima de 5000 lugares? Lembro-me que se falou que teríamos de ir jogar no Rosa Mota por causa disso. Com tanta procura nestes jogos, não seria mal pensado pôr essa hipótese em cima da mesa. O Elverum, se não estou em erro, faz algo parecido.
Não tenho dúvidas que bem planeado, com bom trabalho de promoção, tínhamos o Rosa Mota lotado neste jogo. Muita gente quer ir e já está esgotado. As próprias claques também mobilizavam mais elementos. Muita gente está identificada com a Nossa Grande Equipa de Andebol e claro o nome Barcelona desperta ainda mais curiosos do que contra qualquer outro adversário poderoso da Modalidade. E o Clube aproveitava para fazer uma receita recorde de bilheteira. Temos tudo a ganhar e nada a perder.
 
Última edição:
  • Like
Reações: K92

arkeru

Bancada central
13 Dezembro 2013
1,543
769
Não tenho dúvidas que bem planeado, com bom trabalho de promoção, tínhamos o Rosa Mota lotado neste jogo. Muita gente quer ir e já está esgotado. As próprias claques também mobilizavam mais elementos.
Nem era preciso muito trabalho de promoção. Para quem está por dentro da modalidade, é o campeão da europa; para quem não está, associa ao futebol. Este jogo tinha tudo para ser uma grande promoção da modalidade no clube, e no país, caso fosse no Rosa Mota.

A verdade é que este ano, os jogos da Liga dos Campeões têm tido muita procura. Já no jogo com o Veszprem houve muita gente a não conseguir bilhete.
 

mega_dragon

Tribuna Presidencial
24 Junho 2012
5,517
4,171
Nem era preciso muito trabalho de promoção. Para quem está por dentro da modalidade, é o campeão da europa; para quem não está, associa ao futebol. Este jogo tinha tudo para ser uma grande promoção da modalidade no clube, e no país, caso fosse no Rosa Mota.

A verdade é que este ano, os jogos da Liga dos Campeões têm tido muita procura. Já no jogo com o Veszprem houve muita gente a não conseguir bilhete.
Esta Grande Equipa merecia disto:

-

-
 

Pombal

Tribuna Presidencial
3 Abril 2010
17,463
6,392
Conquistas
3
  • Setembro/16
  • Alfredo Quintana
  • Outubro/21
Tendo em conta que quase 1/3 dos bilhetes vão para as mãos de quem sabemos, e excluíndo lugares anuais, não sobram muitos. Depois claro, quem realmente gosta de andebol e do clube, fica de fora para ir malta que só lá põe os pés porque fica bem tirar uma fotografia ao lado do Dr. Macaco.

Já agora, há uns tempos atrás (pré-Covid) a EHF não tinha lançado uma normativa de que na Liga dos Campeões os clubes eram obrigados a jogar em pavilhões com capacidade mínima de 5000 lugares? Lembro-me que se falou que teríamos de ir jogar no Rosa Mota por causa disso. Com tanta procura nestes jogos, não seria mal pensado pôr essa hipótese em cima da mesa. O Elverum, se não estou em erro, faz algo parecido.
Infelizmente no sábado, dia de homenagem a um grande treinador que por cá passou, sobraram centenas de bilhetes
 

mega_dragon

Tribuna Presidencial
24 Junho 2012
5,517
4,171
Infelizmente no sábado, dia de homenagem a um grande treinador que por cá passou, sobraram centenas de bilhetes
Já sabes como funciona. O pessoal já encara esses jogos como treinos. Não há grande cultura desportiva. Mas sem dúvida que não aproveitar um jogo deste cartaz para promover ao máximo num Grande Palco esta Grande Equipa considero uma falha amadora. Acho que muita gente que raramente vai ao Dragão Arena ou até que nunca lá foi, ia a este e começava a seguir os nossos rapazes com outra atenção.
 

Pombal

Tribuna Presidencial
3 Abril 2010
17,463
6,392
Conquistas
3
  • Setembro/16
  • Alfredo Quintana
  • Outubro/21
Ora lá está. E com certeza alguns dos que estiveram lá no sábado, como eu, não vão ter a oportunidade de estar quinta. Enquanto que outros, que chamam penalti a um livre de 7m, irão estar.
A questão aqui é sempre a mesma.

Se queremos um pavilhão de 4 mil lugares ou mais, para encher em meia dúzia de jogos, e ficar os restantes com 200 a 400 pessoas (10%), ou um pavilhão pequeno que, ainda mais facilmente encherá, mas nos restantes jogos fica menos exposto.

Levando ao exagero, é o pavilhão do Barça, que parece um estádio de futebol com 200 pessoas dentro.

Por fim, e compreendendo perfeitamente a tua frustração, isso vai sempre acontecer. Em menor escala, claro, em pavilhões grandes. Ja contei aqui, mas recordo, que da ultima vez que fomos campeões em basquetebol assisti a todos os jogos da temporada no pavilhão, com excepção do jogo do titulo. Por isso sei bem o que estás a dizer.

Alias já defendi um sistema de preferência no acesso a ingressos para adeptos, com base na assiduidade. Tinha várias vantagens para todos, menos para a candonga.
 

arkeru

Bancada central
13 Dezembro 2013
1,543
769
A questão aqui é sempre a mesma.

Se queremos um pavilhão de 4 mil lugares ou mais, para encher em meia dúzia de jogos, e ficar os restantes com 200 a 400 pessoas (10%), ou um pavilhão pequeno que, ainda mais facilmente encherá, mas nos restantes jogos fica menos exposto.

Levando ao exagero, é o pavilhão do Barça, que parece um estádio de futebol com 200 pessoas dentro.

Por fim, e compreendendo perfeitamente a tua frustração, isso vai sempre acontecer. Em menor escala, claro, em pavilhões grandes. Ja contei aqui, mas recordo, que da ultima vez que fomos campeões em basquetebol assisti a todos os jogos da temporada no pavilhão, com excepção do jogo do titulo. Por isso sei bem o que estás a dizer.

Alias já defendi um sistema de preferência no acesso a ingressos para adeptos, com base na assiduidade. Tinha várias vantagens para todos, menos para a candonga.
Compreendo o que dizes, e de certa forma concordo. Seria desanimador termos um pavilhão enorme praticamente vazio em cerca de 80% dos nossos jogos. O do Barça é o exemplo paradigmático disso mesmo.

No entanto, poderíamos adotar a mesma medida que o Elverum adotou há dois ano atrás: os jogos domésticos jogaram no seu pavilhão, a Terningen Arena, com capacidade para 2500 lugares, e os jogos europeus jogaram no Håkons Hall, com 12000 lugares, e que ficava a 80km de Elverum.

Todos têm direito a assistir aos jogos que bem entenderem. Mas é frustrante quando muitas das pessoas que não conseguem ingresso deve-se, também, ao menor número de lugares disponíveis porque quase uma bancada está nas mãos da candonga. E pela tua última frase é que isto não irá mudar.
 

jferreira20

Bancada central
30 Junho 2017
1,452
772
A maior parte dos adeptos não tem vida para ir ver os jogos todos. É o meu caso. E 90% dos jogos de andebol para o campeonato são treinos.
Evidentemente que quem vai ver o Avanca tem prioridade sobre quem não vai. Quem vai para a porta do pavilhão ganhar dinheiro com o Avanca e não entra no pavilhão devia ser expulso de sócio.
 

mega_dragon

Tribuna Presidencial
24 Junho 2012
5,517
4,171
A maior parte dos adeptos não tem vida para ir ver os jogos todos. É o meu caso. E 90% dos jogos de andebol para o campeonato são treinos.
Evidentemente que quem vai ver o Avanca tem prioridade sobre quem não vai. Quem vai para a porta do pavilhão ganhar dinheiro com o Avanca e não entra no pavilhão devia ser expulso de sócio.
É impossível porque nem sequer é sócio.
 
  • Like
Reações: pedromanuelmorei

Ivganovich

Tribuna
29 Junho 2017
3,359
1,208
Conquistas
1
  • Alfredo Quintana
E ainda faltam todas as borlas que são dadas em jogos deste nível e que não são para os reis da candonga, são para o "social".
 

Pombal

Tribuna Presidencial
3 Abril 2010
17,463
6,392
Conquistas
3
  • Setembro/16
  • Alfredo Quintana
  • Outubro/21
Compreendo o que dizes, e de certa forma concordo. Seria desanimador termos um pavilhão enorme praticamente vazio em cerca de 80% dos nossos jogos. O do Barça é o exemplo paradigmático disso mesmo.

No entanto, poderíamos adotar a mesma medida que o Elverum adotou há dois ano atrás: os jogos domésticos jogaram no seu pavilhão, a Terningen Arena, com capacidade para 2500 lugares, e os jogos europeus jogaram no Håkons Hall, com 12000 lugares, e que ficava a 80km de Elverum.

Todos têm direito a assistir aos jogos que bem entenderem. Mas é frustrante quando muitas das pessoas que não conseguem ingresso deve-se, também, ao menor número de lugares disponíveis porque quase uma bancada está nas mãos da candonga. E pela tua última frase é que isto não irá mudar.
O direito de todos irem assistir aos jogos que entenderem, é igual ao direito de quem vai sempre ter um lugar nos jogos decisivos. Sempre fui a favor da discriminação positiva, em tudo.

Se formos pelo direito, e já excluindo os não sócios, o Clube tem cerca de 100k associados que tem direitos semelhantes. Se o jogo for num pavilhão de 10k lugares, só 10% (ser simpático) terão acesso.
 
  • Like
Reações: K92

Pombal

Tribuna Presidencial
3 Abril 2010
17,463
6,392
Conquistas
3
  • Setembro/16
  • Alfredo Quintana
  • Outubro/21
A maior parte dos adeptos não tem vida para ir ver os jogos todos. É o meu caso. E 90% dos jogos de andebol para o campeonato são treinos.
Evidentemente que quem vai ver o Avanca tem prioridade sobre quem não vai. Quem vai para a porta do pavilhão ganhar dinheiro com o Avanca e não entra no pavilhão devia ser expulso de sócio.
De acordo.

O meu ponto é que ha uma minoria (100/200 adeptos?) que vão aos jogos todos, excluindo os lugares anuais naturalmente, mas esses não correm riscos.

Não tem peso nenhum, a discriminação positiva destes adeptos.
 

arkeru

Bancada central
13 Dezembro 2013
1,543
769
O direito de todos irem assistir aos jogos que entenderem, é igual ao direito de quem vai sempre ter um lugar nos jogos decisivos. Sempre fui a favor da discriminação positiva, em tudo.

Se formos pelo direito, e já excluindo os não sócios, o Clube tem cerca de 100k associados que tem direitos semelhantes. Se o jogo for num pavilhão de 10k lugares, só 10% (ser simpático) terão acesso.
A questão é que, apesar do direito semelhante, o interesse não é comum aos 100 mil associados, e uma grande parte desses não teria interesse em ir. E num pavilhão maior, a probabilidade de todos os que tinham muito interesse em estar presentes de facto estarem era elevada.

Mas percebo perfeitamente o teu ponto de vista, e tendo a concordar também.
 
Estado
Não está aberto para novas respostas.