administrador

Administrator
Staff
6 Junho 2016
2,125
1,035
Conquistas
2
  • Campeão Nacional 19/20
  • Taça de Portugal 19/20
Foi polémica, mas plenamente acertada. A transferência de João Moutinho para o FC Porto deu-se há precisamente uma década.



O jogador algarvio, então com 23 anos, chegou à Invicta num verão quente e durante três épocas consecutivas aqueceu a alma dos portistas. Como prenunciava a música que os adeptos lhe criaram, jogou e ganhou muito de azul e branco.



Entre 2010 e 2013, esteve em campo em 83 das 90 jornadas da Liga e só numa delas sentiu o sabor da derrota. Neste período, em todas as competições, fez 140 jogos e, ainda que tenha nas assistências a especialidade, marcou dez golos.



Quanto a títulos, foram sete ao todo: três campeonatos, uma Taça de Portugal, duas Supertaças e uma Liga Europa.









Neste momento João Moutinho é jogador do Wolves, de Inglaterra, após uma passagem pelo Mónaco, para onde foi transferido pelo FC Porto em 2013 (num negócio que também envolveu James Rodriguez, numa verba a rondar os 70 milhões de euros).
Continue lendo...


 

Calabote

Tribuna Presidencial
30 Junho 2016
6,012
2,177
Conquistas
4
  • Rodolfo Reis
  • Rui Filipe
  • Paulinho Santos
  • Artur Jorge
Felizmente não se aleijou, tal como o Costinha desejou.
E felizmente também não precisou de sorte, porque aqui não se ganha com sorte.
 

incrivelhulk

Tribuna
2 Março 2020
3,308
8,136
Conquistas
3
Arouca
  • Campeão Nacional 19/20
  • André Villas-Boas
  • Hulk
Este é o tipo de jogador que torna uma boa equipa numa grande equipa. Que maquina de jogar futebol.

Tu aqui vais jogar
Tu aqui vais jogar
Para ganhar
Ser campeão, ser campeão
João Moutinho, João Moutinho
 

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
16,503
2,565
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
A maçã podre que nos soube tão bem que nos enviem mais desses.
 

Roberto_FCP

Tribuna
9 Março 2012
4,892
3,123
33
10 anos... Não há-de uma pessoa estar velha.. Parece que foi ontem. A melhor maçã podre de sempre. Aqui jogou e aqui ganhou. Não foi sempre mas será para sempre também um dos nossos.