Portal dos Dragões

Arquibancada
14 Maio 2017
191
203
A oposição em relação às datas previstas para o sufrágio (6 e 7 de junho) não desviam o foco de José Fernando Rio em vencer as eleições para a presidência do FC Porto e, para isso, tem um projeto para apresentar aos sócios que assenta em três pilares.



“O primeiro tem que ver com o equilíbrio das contas, porque sem as contas equilibradas não há performance desportiva ou dinheiro para o clube embarcar noutros projetos. O segundo é a formação, porque o FC Porto tem de apostar fortemente nesta área e dar-lhe condições para ela se desenvolver como principal fornecedora da equipa principal de futebol. O terceiro está ligado às modalidades, porque o FC Porto tem menos modalidades e infraestruturas do que tinha no início do mandato de Jorge Nuno Pinto da Costa, em 1982, e a nossa vontade e determinação é aumentá-las”, enumera ao jornal O JOGO o candidato à presidência pela Lista C.



Para alcançar o equilíbrio financeiro, José Fernando Rio considera que é necessário “colocar um travão...
Continue lendo...