#Basquetebol Play-off, Final, Jogo 1: Sporting-FC Porto 74-72

Estado
Não está aberto para novas respostas.

otilious

Moderator
21 Março 2007
61,545
5,215
Conquistas
7
Horta
  • Alfredo Quintana
  • Campeão Nacional 19/20
  • Taça de Portugal 19/20
  • Supertaça 19/20
O treinador Luís Magalhães conta com os seguintes jogadores:

Bases:

- Francisco Amiel, Shakir Smith e Diogo Ventura;

Bases/Extremos:

- Pedro Catarino e James Ellisor;

Extremos:

- Travante Williams, Jorge Embaló, Diogo Araújo e Micah Downs;

Extremos/Postes:

- João Fernandes;

Postes:

- John Fields, Cândido Sá, Jeremias Manjate e Cláudio Fonseca.



O jogo disputa-se no dia 21 de Maio, no Pavilhão João Rocha, pelas 17h00 e conta com transmissão na RTP 2.
 
Última edição:

LimaPereira

Ser do Porto é um estado de alma
14 Julho 2015
2,173
589
Conquistas
5
43
Porto
  • Alfredo Quintana
  • Fernando "Bibota" Gomes
  • Madjer
  • Vítor Hugo
Ora vamos lá.
Ponto prévio: gostava que existisse uma reunião das equipas de arbitragem para aplicarem um critério uniforme que fosse elucidado aos treinadores.
Quem não deve não treme, e todos saiamos a ganhar.
Para começar neste primeiro jogo deixaria de fora o Riley. E explico: Tanner, Eric e Gordon tem de jogar senão somos comidos na luta das tabelas que ainda assim, vai ser problemática. Nevels é o mais completo dos restantes. A minha dúvida seria entre Tinsley (que faz bons jogos contra os lagartos) ou Riley que ofensivamente é melhor arma. Opto pelo primeiro.
Jogando Eric, Tanner, Gordon, Tinsley e Nevels conseguimos ter bases fisicamente capazes de segurar o Ventura, sendo que a meu ver Gordon teria de ser sacrificado com o Travante ficando Nevels para o Ellisor. A defesa a Ellisor e Travante poderia incluir J. Soares e Vlad que assegurariam alguma vantagem física.
Depois temos o problema do Fields e do JP. Aqui precisamos que o Eric seja mais intimidante e que o velho Tanner apareça. Os lagartos jogam muito no 1x1 à procura de vantagens, mas do que se tem visto das vezes que não a conseguem o poder na tabela ofensiva tem feito estragos.
Ofensivamente penso que a nossa melhor arma é a burrice de alguns jogadores do Sporting, sejam as faltas marcadas. Tanto Fields como Travante são jogadores muito físicos no ataque mas que convivem mal quando defensivamente são fisicamente importunados. Deveríamos procurar situações de 1x1 nesses dois jogadores para além de uma obvia vantagem que Tanner tem sobre qualquer 4 rival.
Acima de tudo, estes vão ser jogos de controlo emcional. Nunca deixar vantagens, que vão acontecer, ter efeito no planeamento.
Estou confiante q.b. Não me parece que isto acabe 3-0 seja para quem for, mas a ganhar um jogo fora este seria o melhor.
 

inot1982

Tribuna Presidencial
28 Agosto 2013
5,680
2,255
Surpreendam.me. Para sermos campeoes temos de obrigatóriamemte de ganhar um jogo lá.
Força equipa
 

Ninja67

Bancada lateral
12 Novembro 2015
977
1,026
Ora vamos lá.
Ponto prévio: gostava que existisse uma reunião das equipas de arbitragem para aplicarem um critério uniforme que fosse elucidado aos treinadores.
Quem não deve não treme, e todos saiamos a ganhar.
Para começar neste primeiro jogo deixaria de fora o Riley. E explico: Tanner, Eric e Gordon tem de jogar senão somos comidos na luta das tabelas que ainda assim, vai ser problemática. Nevels é o mais completo dos restantes. A minha dúvida seria entre Tinsley (que faz bons jogos contra os lagartos) ou Riley que ofensivamente é melhor arma. Opto pelo primeiro.
Jogando Eric, Tanner, Gordon, Tinsley e Nevels conseguimos ter bases fisicamente capazes de segurar o Ventura, sendo que a meu ver Gordon teria de ser sacrificado com o Travante ficando Nevels para o Ellisor. A defesa a Ellisor e Travante poderia incluir J. Soares e Vlad que assegurariam alguma vantagem física.
Depois temos o problema do Fields e do JP. Aqui precisamos que o Eric seja mais intimidante e que o velho Tanner apareça. Os lagartos jogam muito no 1x1 à procura de vantagens, mas do que se tem visto das vezes que não a conseguem o poder na tabela ofensiva tem feito estragos.
Ofensivamente penso que a nossa melhor arma é a burrice de alguns jogadores do Sporting, sejam as faltas marcadas. Tanto Fields como Travante são jogadores muito físicos no ataque mas que convivem mal quando defensivamente são fisicamente importunados. Deveríamos procurar situações de 1x1 nesses dois jogadores para além de uma obvia vantagem que Tanner tem sobre qualquer 4 rival.
Acima de tudo, estes vão ser jogos de controlo emcional. Nunca deixar vantagens, que vão acontecer, ter efeito no planeamento.
Estou confiante q.b. Não me parece que isto acabe 3-0 seja para quem for, mas a ganhar um jogo fora este seria o melhor.
Boa análise.
Só mudava a equipa para ataque ao 1º jogo: Nevells, Riley,Tinsley, Gordon e Eric., para tentar surpreender com o jogo exterior.
Claro que tinhamos logo problemas se o exterior não sair mas é uma ideia.
Deviamos tentar tudo para sacar logo este 1º jogo; acho que deixava o scp um pouco mais desconfortável, até porque oficialmente nunca perderam em alvalade , porque tinham mesmo de ganhar o 2º , caso contrário seria algo inédito para eles.
 

Pombal

Tribuna Presidencial
3 Abril 2010
16,185
3,832
Conquistas
1
  • Setembro/16
O Sporting joga um jogo muito simples, mas eficaz. Procura vantagens, e dá muita liberdade aos seus americanos extremos para jogarem 1x1. Os meus destaques:

Ellisor - é um jogador muito eficiente. Exímio na meia distância, dificilmente falha um tiro. Forte no 1x1, mesmo a jogar de costas para o cesto. Pontos mais fracos, tiro exterior, e as defesas mais físicas.

Williams - Jogador empolgante e decisivo de ambos os lados do campo. O segredo passa por entrar na cabeça dele, onde facilmente começa a errar. O problema é que ele mais facilmente entra na tua, do que tu na dele;

João - Jogador mais perigoso defensivamente. Boas mãos, veloz e atleta. Trazê-lo para bloqueios é sempre meio caminho andado para perder a bola, seja nas trocas, seja no 2x2;

Ventura - Jogador muito espremido, o Magalhães fez dele um jogador muito forte. Forte na penetração, e razoável no tiro. Jogador algo complicado de defender, o Amarante aqui pode fazer um bom trabalho devido ao físico que tem;

Fields - Jogador muito forte, mas muito pouco inteligente. Muito fácil fazê-lo perder a cabeça, temos é que ser inteligentes e ir picando aqui e ali. Queiroz pode fazer um bom trabalho neste capitulo.

Em relação ao banco não destacaria ninguém em especial, tem jogadores que podem contribuir, e váo contribuir, mas ninguém se destaca a meu ver.


Por fim, e como já foi falado à exaustão, o critério arbitral vai ser decisivo nesta série. Ventura e Catarino defendem com as mãos. Sempre. Travante é uma mistura de provocações e teatro. Fields é agressivo, verbaliza e usa cotovelos. Se ninguém fizer executar as leis de jogo, o Sporting amplia significativamente o favoritismo que já tem.
 

Pombal

Tribuna Presidencial
3 Abril 2010
16,185
3,832
Conquistas
1
  • Setembro/16
Do nosso lado, vamos ter problemas.

A primeira coisa que quero dizer, que me irrita profundamente, é PROIBIR o Gordon de driblar. Todos os jogos perde bolas no drible. Contra o Sporting mais vai perder, se insistir.

Do Eric não posso pedir algo, que ele não é. Vai sofrer. Era preciso alguém mais forte, mais duro, e mais manhoso. É bom jogador, mas é meter um bom rapaz a competir com rufias.

Gordon vai/tem que ser decisivo em ambos os lados do campo. Sem ele não temos hipótese. Os jogadores portugueses vão ter um papel decisivo defensivamente.

Defensivamente oferecer o João Fernandes, e por o Ellisor a jogar fora, e o Fields afastado do cesto. Desafiar que lancem. Travante não pode ter espaço, e era importante sacar faltas cedo.

Ofensivamente temos soluções que cheguem para nos batermos. Tiro exterior fundamental, embora o Eric vá fazer os seus estragos. Tudo que sejam jogadas de confusão, 2x1, saimos SEMPRE a perder. O nosso jogo colectivo aqui não funcionará tão bem. Forçar 1x1. Esperar que as equipas de arbitragem façam o su trabalho.

Por fim, espero que caso a tendência arbitral se mantenha, subamos os niveis de agressividade ATÉ ONDE FOR PRECISO. Nem que seja ao ponto ridiculo, de expor quem apita. As vezes com uma derrota, começa-se a ganhar o jogo seguinte.
 

LimaPereira

Ser do Porto é um estado de alma
14 Julho 2015
2,173
589
Conquistas
5
43
Porto
  • Alfredo Quintana
  • Fernando "Bibota" Gomes
  • Madjer
  • Vítor Hugo
Também julgo, e já o disse, que o Gordon é o jogador americano mais manhoso que temos e mais capaz de entrar na cabeça do adversário. Não se deixa abater mas era preciso que o lançamento exterior estivesse bom porque vai ter espaço para o usar.
Agora o Eric sendo ligeiramente mais baixo que o Fields mas mais movel e com bom tiro precisa de se impor. Quem jogou na Argentina e Israel devia ser mais agressivo. Desculpem mas parece ser daqueles jogadores que precisam de levar umas lambadas para acordar. Porque capacidade ele tem e já no jogo da Final da Taça, embora sem o Fields, ele fez miséria mas recordo um lance em que redeado por Travante, JP e outro que bateram em tudo num ressalto, ainda assim não esboçou vontade de usar os cotovelos.
Aqui estamos um pouco como o Benfica. Falta um jogador mais fisico. Daí o meu receio em jogar small ball. E também a convicção que este Sporting contra uma UDO que tinha o Carter piava nesse aspecto mais fino.
 
Última edição:

Ninja67

Bancada lateral
12 Novembro 2015
977
1,026
Excelentes análises e contribuição para os amantes desta modalidade dos users Lima Pereira e Pombal.
Estou de acordo que a chave desta final passará pelo Gordon e seu momento em cada jogo. Desde que não drible muito a querer passar pelos adversários:)
Na motivação para ganhar eles não a têm maior que a nossa.
Ponto chave: parar Travante e Ellisor; um contagia a equipa e a si próprio fazendo exibições espetaculares mas perdendo facilmente a cabeça; outro , para mim, é o cérebro da equipa. Se anularmos estes 2 ,algo que é extremamente dificil, eles ficam "amputados" e decerto a confusão ficará instalada, mesmo com um grande treinador no seu banco.
Fundamental, para mim, meter logo o triunfo neste jogo 1.Gostava de os ver jogar Domingo com pressão.
Eu gostava de ver um critério apertado, ou digamos normal, para esta final, mas decerto será mais do mesmo.
 

fernandoneves9

Arquibancada
3 Setembro 2013
311
147
Matosinhos
Excelente análise dos colegas.

Como já disseram por aqui, penso que a eliminatória seja uma maratona e não acabe 3-0 seja para quem for.

O jogo das osgas depende muito de momentos de jogo e em como conseguem capitalizar emocionalmente desses momentos. São uma equipa muito dura nisso e apesar de serem bastante temperamentais, possuam uma estranha capacidade de manter esse temperamento controlado - mérito para o Magalhães por esse trabalho.
No jogo jogado, não são equipa de muitas invenções, aproveitam muito bem a capacidade de 1x1 dos seus jogadores e tirando motions básicas e pick and rolls pouco conseguem produzir. Temos de ser os "agressores" a nível defensivo e nunca dar cestos fáceis. Tudo isto parece cliché mas contra equipas como as do sporting não vamos ganhar com finess, até porque na minha opinião eles têm melhores executantes.

Vai ser uma boa eliminatória, tenho a certeza... Mas quero muito bater estes fdps. Há que entrar com tudo e acredito que ganhando o jogo 1 podemos ter um Edge emocional para o resto da eliminatória.
 

Emanujor

Tribuna Presidencial
9 Março 2012
12,409
3,272
59
Aveiro
É pacífico e unânime que seria fundamental entrar a ganhar, por todos os motivos e mais algum.
Para o conseguirmos penso que temos, acima de tudo, de estar muito fortes nos triplos, que é por aí que me parece que poderemos ter vantagem.
No ataque temos de saber contornar a competência e a agressividade defensiva deles, muitas vezes com a complacência dos árbitros. O nosso jogo interior terá muitas dificuldades perante Fields, J. Fernandes e Travante.
Na defesa, temos de tentar contrariar os 4 jogadores que neles fazem a diferença: Fields nas 2 tabelas, Ellisor, jogador discreto, a jogar de pantufas, mas que quando é necessário assume o jogo e é de uma eficácia brutal, o D. Ventura actualmente o melhor base português e o Travante que faz a diferença na defesa e no ataque e é o jogador da liga mais desequilibrador.
Espero um Anderson com mais "nervo" para contrariar o Fields.
Entre Tinsley, Riley e Nevels poderá haver rotação para ver quem fica de fora.
O Nevels parece-me um excelente defensor e apostaria mais nele do que no Gordon para tentar parar o Travante.
Precisamos de todos em bom nível para sermos campeões. A chave parece-me ser a forma em que se vai apresentar o McGrew, pela sua visão de jogo, pelo que joga e faz jogar. Se estiver a 80/90% do que era antes da lesão, penso que temos armas suficientes para poder sonhar com o título.
 
Última edição:

Pombal

Tribuna Presidencial
3 Abril 2010
16,185
3,832
Conquistas
1
  • Setembro/16
É pacífico e unânime que seria fundamental entrar a ganhar, por todos os motivos e mais algum.
Para o conseguirmos penso que temos, acima de tudo, de estar muito fortes nos triplos, que é por aí que me parece que poderemos ter vantagem.
No ataque temos de saber contornar a competência e a agressividade defensiva deles, muitas vezes com a complacência dos árbitros. O nosso jogo interior terá muitas dificuldades perante Fields, J. Fernandes e Travante.
Na defesa, temos de tentar contrariar os 4 jogadores que neles fazem a diferença: Fields nas 2 tabelas, Ellisor, jogador discreto, a jogar de pantufas, mas que quando é necessário assume o jogo e é de uma eficácia brutal, o D. Ventura actualmente o melhor base português e o Travante que faz a deferença na defesa e no ataque e é o jogador da liga mais desequilibrador.
Espero um Anderson com mais "nervo" para contrariar o Fields.
Entre Tinsley, Riley e Nevels poderá haver rotação para ver quem fica de fora.
O Nevels parece-me um excelente defensor e apostaria mais nele do que no Gordon para tentar parar o Travante.
Precisamos de todos em bom nível para sermos campeões. A chave parece-me ser a forma em que se vai apresentar o McGrew, pela sua visão de jogo, pelo que joga e faz jogar. Se estiver a 80/90% do que era antes da lesão, penso que temos armas suficientes para poder sonhar com o título.
Ha um grande mismatch de altura entre o Nevels e o Travante
 

Emanujor

Tribuna Presidencial
9 Março 2012
12,409
3,272
59
Aveiro
Ha um grande mismatch de altura entre o Nevels e o Travante
3 ou 4 cm?
O Travante com seu bom tempo de salto disfarça a pouca altura. O Travante é da altura ou mais baixo que o base Diogo Ventura. Já estive ao pé deles e também fiquei admirado porque pensei que era mais alto. As alturas noticiadas do jogadores americanos são sempre inflaccionadas.
Diria que o Travante anda pelos 1,91/1,92m e o Nevels terá 1,87/1,88m.
 

Pombal

Tribuna Presidencial
3 Abril 2010
16,185
3,832
Conquistas
1
  • Setembro/16
3 ou 4 cm?
O Travante com seu bom tempo de salto disfarça a pouca altura. O Travante é da altura ou mais baixo que o base Diogo Ventura. Já estive ao pé deles e também fiquei admirado porque pensei que era mais alto. As alturas noticiadas do jogadores americanos são sempre inflaccionadas.
Diria que o Travante anda pelos 1,91/1,92m e o Nevels terá 1,87/1,88m.
Julgo que devem ser bem mais que isso.

O Nevels não tem 1.90 sequer. O Travante deve ter bem mais.
 

Emanujor

Tribuna Presidencial
9 Março 2012
12,409
3,272
59
Aveiro
Julgo que devem ser bem mais que isso.

O Nevels não tem 1.90 sequer. O Travante deve ter bem mais.
Pois, também tinha essa ideia.
É vê-los lado a lado no próximo jogo.
Serve também p.ex para a altura do Gordon que é da mesma altura do Amarante, cerca de 1,94/1,95m
 
Última edição:

Pombal

Tribuna Presidencial
3 Abril 2010
16,185
3,832
Conquistas
1
  • Setembro/16
Pelo site oficial do Sporting, o Travante tem 1.95

Na wikipedia 1.97
 

jferreira20

Bancada central
30 Junho 2017
1,215
496
Onde, na minha opinião temos enorme vantagem é no banco. Eu sei que não temos um 5 fixo, ao contrário do SCP, mas somos muito mais fortes na rotação. O Micah Downs está cá de férias, o base americano é fracote, e os portugueses do banco também não são brilhantes. Se os conseguirmos carregar com faltas ou se os conseguirmos por a correr atrás da bola e rebentar com eles fisicamente, teremos muito mais hipóteses. Não dá para pedir ao Marega para os vir cansar?
 

onurB

Bancada central
8 Agosto 2015
1,408
963
39
Porto
Onde, na minha opinião temos enorme vantagem é no banco. Eu sei que não temos um 5 fixo, ao contrário do SCP, mas somos muito mais fortes na rotação. O Micah Downs está cá de férias, o base americano é fracote, e os portugueses do banco também não são brilhantes. Se os conseguirmos carregar com faltas ou se os conseguirmos por a correr atrás da bola e rebentar com eles fisicamente, teremos muito mais hipóteses. Não dá para pedir ao Marega para os vir cansar?
Se há coisa que duvido que aconteça, muito honestamente, é superiorizarmo-nos fisicamente à equipa do Sporting.
Já onde não tenho qualquer dúvida é que iremos lutar pelo título contra a melhor equipa do campeonato.

São um osso verdadeiramente duro de roer mas já mostramos que é possível vencê-los num jogo...o grande problema aqui é que para sermos campeões teremos de o fazer 3 vezes e é esta a principal razão para o meu pouco optimismo.

Juntando a isso, vêm de umas meias-finais "limpas", algo que eu não previa ser possível pois a equipa do Benfica vinha em crescendo, para além de ser constituída por excelentes jogadores.

Por outro lado, ouvir o Moncho a dizer com muita confiança que íamos ser campeões...vale o que vale, mas eu gostei.

Temos que acreditar!
 
Estado
Não está aberto para novas respostas.