Sérgio Conceição

Estado
Não está aberto para novas respostas.

Kelvin87

Tribuna Presidencial
7 Maio 2007
21,876
247
GRANDE profissional, grande jogador, como este há poucos, apesar de não ter sido a meu ver bem \" tratado \" manteve sempre um postura de DRAGÂO, faz hhoje 33 anos, podia estar perfeitamente a jogar no Porto, no SEU PORTO, Quaresma, Lisandro e Sérgio, como seria, mas não quiseram dar uma oportunidade um dia a quem disse que renovava o contrato em branco, GRANDE ABRAÇO SÉRGIO.
FORÇA GRANDE PORTO.
 
D

Diogo Loureiro

Guest
depois daquela entrevista, ainda dá mais vontade de o recordar ;)
 

Paulo S.

Bancada central
23 Maio 2007
1,010
0
Sta Maria da Feira, 1971
\"Sérgio Conceição nasceu em Coimbra no dia 14 de Novembro de 1974.
Depois de ter vestido as camisolas do FC Penafiel, Leça FC e FC Felgueiras, Sérgio Conceição ingressou no plantel do Futebol Clube do Porto para a temporada de 1996/97 sob as ordens de António Oliveira. Jogador rápido que começou por jogar a lateral, depressa de afirmou como extremo podendo actuar tanto no lado direito como no lado esquerdo do ataque. Logo no seu primeiro ano de Dragão ao peito Sérgio Conceição sagrou-se Campeão Nacional tendo apontado um golo no campeonato. Na temporada seguinte a sua importância foi ainda mais evidente, e voltou a sagrar-se Campeão Nacional tendo apontado nove golos no campeonato, a isso juntou a vitória na Taça de Portugal ao derrotar o Braga por 3-1 no estádio do Jamor.
As boas exibições ao serviço do Futebol Clube do Porto valeram-lhe a transferência para a S.S. Lazio por 10 milhões de euros. Nas épocas de 1998/99 e 1999/2000 ao serviço do clube italiano venceu na primeira época a Taça dos Vencedores das Taças ao derrotar os espanhóis da Mallorca por 2-1, ao que juntou a conquista da Supertaça italiana. Na segunda época ao serviço dos italianos venceu o campeonato italiano, a Taça de Itália e a Supertaça Europeia. Na época seguinte ingressou no Parma FC onde manteve o estatuto de titular.
Na temporada de 2001/02 transferiu-se para o Inter de Milão clube que representou durante duas temporadas, mas que perdeu influencia e a titularidade na equipa. Regressou a Lazio na época de 2003/04 mas na reabertura do mercado de transferências rescindiu o contracto que o ligava ao clube italiano para regressar a Portugal e assinar pelo Futebol Clube do Porto até ao final da temporada. Mas o regresso ao clube do seu coração não foi o mais feliz e no final da época deixou os azuis e brancos e rumou à Bélgica para ingressar no Standard Liége. Na primeira temporada ao serviço dos belgas, foi considerado o melhor jogador da época 2004/05. No final da época de 2006/07 deixou o Standard para ir jogar no Kuwait na equipa Al-Qadsia SC onde permaneceu até ao final do ano de 2007. Já no mês de Janeiro deste ano de 2008 esteve muito perto de se transferir para a Académica de Coimbra mas acabou por rumar a Grécia para se juntar ao treinador Fernando Santos no PAOK de Salónica.
Pela Selecção Nacional estreou-se em 1996 no estádio das Antas num jogo contra a Ucrânia que Portugal venceu por 1-0, sendo na altura orientado por Artur Jorge. Esteve presente no Campeonato da Europa disputado na Bélgica/Holanda onde brilhou no jogo contra a Alemanha quando foi o autor dos três golos com que a Selecção de Portugal derrotou os alemães. Marcou também presença no Campeonato do Mundo da Coreia/Japão onde Portugal acabou por não ser feliz.

Palmarés:
3 campeonatos de Portugal
1 campeonato de Itália
1 Taça de Portugal
1 Taça de Itália
1 Supertaça de Portugal
1 Supertaça de Itália
1 Supertaça Europeia
1 Taça dos Vencedores das Taças\" - in http://estrelas-do-fcp...
 
T

Timofte 2-3

Guest
\"Estourou\" depressa demais, diria. Quando voltou, claramente já não era o mesmo, mas concordo que poderia ter sido tratado de outra forma.
 

canadian dragao

Tribuna Presidencial
12 Fevereiro 2007
9,378
508
Toronto
um dos meus jogadores favoritos ,num lote a seguir ao meu favorito domingos.

se houvesse um jogo que mais parecia uma guerra ou batalha este era um daqueles com quem se poderia contar e que todos os treinadores gostariam de ter do seu lado,na linha dos andres,joao pintos etc.
 

Jim

Bancada lateral
24 Julho 2006
638
1
> Bruno 99 Comentou:

> GRANDE profissional, grande jogador, como este há poucos, apesar de não ter sido a meu ver bem \" tratado \" manteve sempre um postura de DRAGÂO, faz hhoje 33 anos, podia estar perfeitamente a jogar no Porto, no SEU PORTO, Quaresma, Lisandro e Sérgio, como seria, mas não quiseram dar uma oportunidade um dia a quem disse que renovava o contrato em branco, GRANDE ABRAÇO SÉRGIO.
FORÇA GRANDE PORTO.
_____________________________________________________________________________________________________________
Renovava em branco mas na época do tetra quiz sair em Janeiro!!! No entanto acho que foi um atleta exemplar. Obrigado Sérgio
 
H

hast

Guest
Caro Jim, não me parece que tenha sido verdade que o Sérgio Conceição tenha querido sair em Janeiro, no ano do Tetra:

\"Sérgio Conceição foi uma peça vital na conquista do Tetra. Realizou um final de época 1997/98 notável, catapultando, graças à sua energia e à alegria do seu futebol, o FC Porto para o título. FOI SOBRETUDO POR TER RECUSADO UMA PROPOSTA MILIONÁRIA do D. da Corunha que Sérgio Conceição mais se fez notar, tornando-se, a par de Jardel e de Drulovic, um dos mais influentes jogadores de uma equipa que atravessou um período difícil, antes de arrancar definitivamente para a conquista do quarto campeonato consecutivo.
Numa temporada em que o FC Porto esteve sujeito a forte pressão, Sérgio Conceição viveu, igualmente, momentos de alguma tensão, envolvendo-se até nas opções técnicas. Em Leiria, num jogo respeitante à Taça de Portugal, Sérgio Conceição questionou as escolhas de António Oliveira, que o deixou de fora nesse jogo. “A continuar assim terei de falar com o presidente”, disse na altura. Dias depois, Sérgio Conceição retratou-se, desculpou-se junto do grupo de trabalho e o caso morreu aí.
No final da época, o Corunha apertou o cerco, mas Sérgio Conceição disse não, manifestando-se contra os empresários que circulam no futebol. “Quero o Tetra”, justificou. A partir desse momento, embalou para jogos inesquecíveis, marcando belíssimos golos e protagonizando assistências mortíferas que Jardel foi aproveitando. Depois o convite da Lázio, os milhões, o Cálcio e a fama. Sérgio Conceição teve, em 1997/98, a sua época de ouro que confirmou no criterioso campeonato italiano e também ao serviço da Selecção Nacional. Poderoso, com um pique fantástico, excelente leitura de jogo e muito carácter na forma como se desdobra no apoio defensivo foram itens fundamentais que encantaram Eriksson. Sempre com o FC Porto no coração, Sérgio Conceição é (foi), sem favor, um dos mais distintos futebolistas que o futebol português gerou\".
in «OJOGO» - Edição especial FC PORTO PENTACAMPEÃO
 

Jim

Bancada lateral
24 Julho 2006
638
1
Ok, pode ser, mas não foi isso que o presidente disse numa entrevista no final dessa época!!! Eles saõ todos portistas e têm muito amor à camisola mas basta que lhes acenem com mais $ e lá estão prontos para sair!!! Fazem pela vida...
 

Kelvin87

Tribuna Presidencial
7 Maio 2007
21,876
247
Sim Jim mas ele queria sair mas penso que foi convencido pelo Pinto da Costa a ficar porque algo melhor viria, tal aconteceu, ou seja acatou a decisão.
 
T

Timofte 2-3

Guest
ainda ontem via um dvd com a carreira do mancini e lá estava o nosso Conceição dos momentos áureos...nessa altura não era titular da lázio qualquer um, erea preciso ter grande qualidade e o Sérgio tinha

Ficou na história do FC Porto, a segunda época (97/98) não foi tão boa como a primeira, recordo que tínhamos Capucho e S. Conceição, o que motivou várias vezes a descida deste último para lateral ou a deslocação do Capucho para o meio.

Na passagem de 2004 não compreendi porque foi dispensado. Já não era o mesmo mas tinha dado muito jeito àquela equipa desbaratada.

Desejo as maiores felicidades ao Sérgio
 
A

Azul 77

Guest
Para além de um grande jogador era um grande portista. Era tambem o jogador do balneario do Oliveira. podia ter dado um grande defesa direito.
 
M

Mokiev

Guest
E um grande Homem, que sem fazer publicidade se fartou e farta de ajudar mtas pessoas desfavorecidas deste pais, é uma faceta quase secreta do Sergio e que valia a pena ser publicitada.
 
H

hast

Guest
> Timofte 2-3 Comentou:

> (...)

Na passagem de 2004 não compreendi porque foi dispensado. Já não era o mesmo mas tinha dado muito jeito àquela equipa desbaratada.

Desejo as maiores felicidades ao Sérgio

* * * * *

O treinador da altura teve que optar entre o Sérgio ou o Areias. É óbvio que optou pela melhor opção. :-(
 

mmmkk

Tribuna Presidencial
23 Fevereiro 2007
10,226
21
Porto
O Conceição, numa fase da sua carreira, quando foi do Porto para a Lazio, era para mim o melhor jogador Português. O que estava em melhor forma, o que estava mais inspirado e influente no jogo.
 
M

Mokiev

Guest
Frederico se o conheces pessoalmente és um previligiado, nem vou discutir o que valia como jogador que era imenso, aí ta a prova que o sr. Mourinho nao é infalivel, dispensou-o um pouco covardemente qdo ele tava a recuperar da lesao e ele voltou a ser grande na belgica, mas saliento o HOMEM nunca se vergou, sempre foi justo e nunca teve medo de dizer a verdade, Fred deves saber que o Sergio mesmo fora acompanhava a tv portuguesa e bastantes vezes publicitavam que algumas pessoas precisavam disto ou daquilo, como cadeiras de rodas por exemplo, e sei que o Sergio mtas vezes e anonimamente oferecia essa ajuda na totalidade suportando ele os custos, é uma pessoa que desde cedo se habituou a ter que ser adulto por infelicidade e isso toldou-lhe a personalidade fez dele um exemplo de Homem, ADMIRO-O.
 
M

Mokiev

Guest
> Velasquez Comentou:

> Exactamente Mokiev. Pai e salvo erro mãe. Era Criança, acho.

-------

Os dois, creio que num acidente de viação é a ideia que tenho posso estar errado na causa, o facto é que teve que se tornar Homem cedo e foi pela melhor das vias tornando-se uma pessoa de admirar e respeitar nos principios basicos
 
Estado
Não está aberto para novas respostas.