Futebol

«Saí de Liverpool convencido de que podemos estar nas meias-finais»

2019-04-12

Redação Portal dos Dragðes

Felipe foi subcapitão do FC Porto em Liverpool [Herrera não jogou e Danilo usou a braçadeira] e é, nesta altura e já desde há algum tempo a esta parte, uma das vozes mais respeitadas dos dragões a nível interno. O aviso é, por isso, mais importante: "Temos de vencer em Portimão. A malta sabe que tem de mudar o chip", alertou Felipe, logo após a derrota em Anfield Road, apontando as baterias à deslocação a Portimão, pouco depois de a equipa aterrar no Aeroporto Francisco Sá Carneiro.

O Liverpool está ainda bem presente na memória, mas não há tempo para lamentos, porque o campeonato é uma luta cerrada com o Benfica e não admite margem para mais erros nas seis "finais" que restam até ao fim. O Xerife concorda e repete o aviso à navegação. "É um jogo completamente diferente. Temos de mudar já o chip e saber que temos o Portimonense pela frente. Temos de vencer para nos mantermos na frente e conseguir dar esse passo até ao final", prosseguiu.

A cumprir o segundo de dois jogos de castigo (acumulara nove cartões amarelos e depois foi expulso na Taça, em Braga), Felipe vai estar a sofrer mas sem poder dar o seu contributo. "É difícil estar de fora, queria estar sempre a ajudar a equipa, mas são coisas que acontecem", lamentou, a propósito das sanções disciplinares. "É esperar passar esse jogo e a malta dar uma resposta com a vitória e depois eu estou de volta", sorriu, confiante naquilo que os colegas possam fazer na sua ausência. "A equipa está preparada para vencer em Portimão", confia.

No fim... o princípio. E isto porque o Liverpool, sendo o último adversário, deixou de ser o mais importante a partir do momento em que o jogo terminou. Novo jogo com os "reds" só na próxima quarta-feira e até lá há tempo para pensar e afinar estratégia, sobretudo depois da partida no Algarve. É obrigatório vencer, pelo menos, por 2-0. Possível? "Saio de Liverpool convencido de que podemos estar nas meias-finais, porque temos o jogo da segunda volta, no Dragão, onde somos muito fortes", justificou o central do FC Porto. "A intenção era fazer um golo em Anfield, mas como não conseguimos, agora é ir com tudo e tentar passar", concluiu, antes de deixar, nas redes sociais, uma mensagem para os milhares de seguidores. "Seguimos fortes", garantiu.

Últimas

Últimas mensagens no Fórum

Programa "Universo Porto da Bancada" por Portvscale
Hoje às 11:10 pm

Juvenis (Sub 17) - 2018/19 por Drago
Hoje às 11:05 pm

Óliver Torres por sirmister
Hoje às 11:05 pm

Selecção Sub 18 por Drago
Hoje às 11:01 pm

2ª Liga, 31ª J.: FC Porto B-Varzim 0-1 por Drago
Hoje às 10:48 pm

Cartel do regime (Organização Criminosa) por Portvscale
Hoje às 10:40 pm