Portal dos Dragões

FC Porto B e escalões de formação => Escalões de formação => Tópico iniciado por: admin em 27/Mar/12, 22:18

Título: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:18
Tópico iniciado pelo nosso colega Esquerdinha, e que não tinha sido migrado pelo processo de migração. Contamos com muitos contributos novos neste espectacular tópico.

Pedro Mil-Homens, que esteve dez anos à frente da Academia do Sporting, defende que a Federação Portuguesa de Futebol deve elaborar um plano para desenvolver o futebol jovem.
Em entrevista ao PÚBLICO, este professor de treino desportivo na Faculdade de Motricidade Humana defende o regresso das equipas B, a alteração dos quadros competitivos para os mais jovens e uma formação de treinadores que seja mais focada no futebol juvenil. E alerta também para a necessidade de os pais serem educados e de nos escalões mais baixos a modalidade ser vista como uma festa.

PÚBLICO: Portugal tem um dos melhores jogadores do mundo, continua a colocar futebolistas nas melhores ligas e foi vice-campeão mundial sub-20. Mas, por outro lado, olhamos para os plantéis dos clubes e vemos cada vez menos espaço para os jovens portugueses. Para si, qual é o ponto da situação da formação em Portugal?

PEDRO MIL-HOMENS:O nosso maior desafio na formação de futebolistas jovens é a ausência de um modelo de transição entre o futebol jovem e o chamado futebol profissional.

Qual a consequência dessa ausência de um modelo de transição?
A ausência de um modelo conduz à ausência de prontidão competitiva. Não temos esses jovens preparados, também porque o que está a montante, antes dos sub-19, é pouco exigente. As competições são pouco homogéneas, o critério de agrupamento de equipas é meramente geográfico. E voltando à questão inicial, num contexto como este, as excepções confirmam a regra. Jogadores que são excepcionalmente dotados, que singraram numa equipa sénior aos 16 ou 17 anos, como Cristiano Ronaldo, não têm problemas. Mas essa não é a regra, é a excepção.

Isso quer dizer que a formação em Portugal não é boa? Que esses jogadores excepcionais tiveram sucesso por causa do talento próprio e não das condições que lhes foram dadas na formação?
Não. Temos de olhar para a nossa dimensão, com um campo de recrutamento reduzido. Há um número considerável de treinadores portugueses que trabalham no estrangeiro. O trabalho que é feito não é de, forma alguma, mau. Mas temos assistido nos últimos anos a dificuldades, que são naturais com a maior abertura à circulação de jogadores. Deveríamos ter prevenido os efeitos da lei Bosman, porque as políticas de quem tem de regular não têm de ser coincidentes, com as políticas do clube A, B ou C. Os clubes não têm de resolver os problemas globais do futebol português, nem das selecções, nem dos jogadores jovens. Obviamente que têm preocupações dessa natureza, mas tem de haver uma ideia condutora do que vamos fazer.

Conhece alguma ideia?
Eu não. Nos últimos anos, nomeadamente na Federação Portuguesa de Futebol, a gestão desportiva tem estado muito centrada no calendário da selecção A, que é naturalmente uma bandeira importantíssima, mas não pode ser a única preocupação.

Resto da entrevista em:
ttp://desporto.publico.pt/noticia.aspx?id=1510448
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:19
Julgo que esta enJulgo que esta entrevista pode dar o mote para uma discussão profícua e interessante aqui no fórum.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:19
Muito bom Esquerdinha, já haviam discussões espalhadas por outros tópicos sobre o tema, assim torna-se mais simples e organizado.

Concordo com muita coisa referida na entrevista, muita experiência e senso comum no discurso e ideias.

Só houve algo que nao concordei a 100% e já o referi algumas vezes no fórum, a ideia que se os jovens portugueses tivessem sotaque davam-lhes mais valor...ele respondeu assim:

'A formação tem sido muito boa. Essa preferência pelo estrangeiro talvez aconteça porque acreditamos menos no que é nosso. Se alguns jovens portugueses dessa idade jogassem num clube sul-americano, se calhar os clubes portugueses não tinham dinheiro para os ir buscar. Em redor da vinda de um jovem de outro clube, há uma actividade económica. Em alguns casos, haverá certamente também interesses dessa natureza. '

Acho que já tinha respondido em parte com algo que concordo mais:

'PEDRO MIL-HOMENS:O nosso maior desafio na formação de futebolistas jovens é a ausência de um modelo de transição entre o futebol jovem e o chamado futebol profissional.


Qual a consequência dessa ausência de um modelo de transição?
A ausência de um modelo conduz à ausência de prontidão competitiva. Não temos esses jovens preparados, também porque o que está a montante, antes dos sub-19, é pouco exigente. As competições são pouco homogéneas, o critério de agrupamento de equipas é meramente geográfico. E voltando à questão inicial, num contexto como este, as excepções confirmam a regra. Jogadores que são excepcionalmente dotados, que singraram numa equipa sénior aos 16 ou 17 anos, como Cristiano Ronaldo, não têm problemas. Mas essa não é a regra, é a excepção. '
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:19
Ainda só consegui ler a entrevista por alto. Há pontos que concordo bastante, há outros que não concordo nada, ou então a explicação não foi suficientemente clara.

Acho que a questão dos estrangeiros é uma falsa questão. Não é por isso que o futebol de formação não está bem. Talvez seja uma consequência dele não estar bem, mas nunca o principal motivo, como alguns tentam fazer crer, sabendo que o problema é um pouco mais complexo.

Concordo em absoluto com a parte dos pais, e ainda mais com a dos treinadores. Não faz sentido que o mesmo curso sirva para eu poder treinar Seniores e Benjamins, e quem disser que é a mesma coisa nunca lidou com estes dois grupos. Já para não falar no facilitismo que existe nesses cursos, onde só se reprova por faltas e mesmo assim nem sempre. E não pensem que com esta opinião quero apenas mostrar que há demasiados "broncos", pessoas sem qualquer tipo de pedagogia, a treinar escalões de formação (e, mais grave, de iniciação). Existem, é um facto, mas também existem "novos Mourinhos" que querem fazer de uma equipa de Benjamins um mini-Barcelona, debitando conhecimento táctico a atletas que amanhã já não se lembrarão de quase nada, quando nem sequer têm qualidade técnica suficiente para realizar um passe e uma recepção em condições.

A questão das equipas B parece-me que é opinião geral que poderão trazer muita coisa de positivo. Reforço também que servirá para que se possa ir buscar atletas jovens de outras divisões que, não havendo equipa B, os clubes não arriscariam em contratar para depois terem que emprestar, já que nunca teriam espaço nem paciência para serem trabalhados na equipa principal. Atletas com potencial que deverão ser moldados internamente, pelos nossos técnicos, coisa que não aconteceria se fossem emprestados a uma qualquer equipa com um qualquer treinador, que só tem que estar preocupado em ganhar ao fim-de-semana.

Incluindo a questão dos árbitros oficiais, jogos semanais/quinzenais, futebol de rua vs escola de futebol, etc., acho que falta dinâmica aos clubes para organizar provas que complementem as competições oficiais. Os próprios clubes deviam criar formas para os atletas que não são convocados poderem competir, e isto aumentaria também o número de jogadores por plantel e, por consequência, o número de praticantes.

Dentro do mesmo ponto, não vejo qualquer mal em haver campeões e grande espírito competitivo nos escalões mais jovens. A ideia de assemelhar o futebol a uma brincadeira e depois falarem no futebol de rua como a melhor forma de educar as crianças para o futebol faz-me confusão. Eu quando jogava na rua detestava que os meus colegas sequer facilitassem, que se rissem/brincassem enquanto jogavam ou que dispersassem a sua atenção. O futebol de rua era, para mim, o maior exemplo de competitividade. Nunca joguei por brincadeira na rua e ficava "cego" quando perdia. Era assim comigo e acredito que tenha sido assim com a maioria. Quem jogava na rua tinha que ser hiper-competitivo. Por isso, para mim é um contra-senso dizer que futebol de rua é brincadeira. Futebol de rua é competição, é dureza, é espírito de sacrifício. Se a ideia é assemelhar o futebol dos mais jovens ao futebol de rua dos velhos tempos então não lhe queiram tirar a competitividade que sempre fez parte.

Por fim, agradeço ao Esquerdinha por ter trazido esta discussão até cá, que muita falta faz ao Fórum e não só.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:19
... uma das ideias parece ser a de ter campeonatos nacionais jovens para todos os anos a partir dos sub13, não sei onde clubes pequenos vão arranjar dinheiro para suportar isso, posso estar enganado mas nesses clubes o orçamento da formação deve pesar, no entanto se fosse possível era muito bom, com quadros competitivos adequados e limites aos estrangeiros, davam 7 campeonatos nacionais jovens a ser disputados todos os anos, mas o mais importante são mesmo as equipas, B, se estas tiverem presença fixa na orangina podem finalmente fechar o buraco entre futebol profissonal e formação ...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:20
GUTO o teu comentário está excelente. Concordo em absoluto.

Os problemas do futebol jovem em Portugal são essencialmente de organização. A fpf nunca estabeleceu um plano para o desenvolvimento do futebol jovem em Portugal, bem pelo contrário. Basta olhar para o calendário por exemplo dos sub-19 este ano e vamos ter entre 24 de Setembro e 19 de Novembro apenas 4 jornadas. Ou seja em dois meses de  competição os quase séniores/profissionais vão ter 4 jogos. Como é que estes jovens poderão estar bem preparados para o futebol profissional? E isto não é só este ano mas sim todos os anos. Mas os clubes também têm culpa desta situação.

A questão das equipas B é essencial e peca por tardia. Mas acho que não chega. Essencialmente acho que os escalões etários deveriam ser mudados. Deveriam ser criados nacionais de sub-14, sub-16, sub-18 e sub-20 em vez dos actuais 3 escalões. Se existe uma competição mundial de sub-20 porque não pode existir um competição nacional do mesmo escalão? Nos campeonatos regionais ficariam os escalões sub-13, 15,17 e 19.

Para além disso os modelos competitivos, dos vários escalões, está mais que visto que estão ultrapassados. O ano passado com 30 anos de atraso foi mudado o figurino dos juniores e apesar de ter gostado acho que já não serve e deveria ser criado apenas uma série para o escalão que precede o futebol profissional. Não podem as equipas candidatas ao titulo andarem a fazerem "jogos de preparação" na 1ª fase e começaram a verdadeira competição a faltarem dois meses para acabar a época.
Nos juvenis duas séries e duas fazes chegavam e aqui o modelo actual dos juniores seria o ideal. Nos iniciados 2 fases e 3/4 séries seria o ideal. Quanto mais se apertar o acesso aos nacionais mais o nivel das equipas/atletas poderão subir.

Sobre os treinadores sou da opinião que devem ter uma formação especifica para treinarem jovens. Deveria ser mesmo obrigatória essa formação.

Não sendo nenhum expert da matéria deixo aqui as minhas opiniões de quem há muitos anos acompanha como espectador e adepto o futebol jovem.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:20
Outro grande problema sao os pais. Quantas vezes vemos os pais na bancada a dar instrucoes ao atletas, a criticar miudos de 10 anos como se tivessem a obrigacao de nunca falhar um passe, a criticar opcoes de treinadores, etc?  So quem nao segue o futebol de formacao e' que nao ve isso mesmo.
------------------------------------------------------------------
Isso não é um problema do futebol jovem mas sim de falta de educação.
-------

Precisamente por ter visto pais com comportamentos completamente fanatizados em miúdos muito novos é que o meu filho nao vai jogar para as escolas. Optei pelo basquete, e inacreditável o que se passa no comportamento dos pais.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:21
Olha que eu também já vi coisas no basquete...
Mas sim, tenho ideia que no futebol é pior.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:21
E calculo que haja em todo lado... Mas no futebol é um exagero uma data de gajos frustrados a pensarem que o filho e o novo messi, quer dizer o novo hulk :-)
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:21
Os pais são um problema e nunca vi nenhum clube onde esse problema não se verificasse. Há formas de o atenuar mas haverá sempre um ou outro que tentará destabilizar. Diria que é um problema social. Acho que é nesse prisma que o Pedro Mil-Homens fala em transformar o futebol de iniciação numa brincadeira, de forma a que não haja tanta "pressão" sobre os atletas. No entanto, em vez disso preferia que se optasse por um caminho de consciencialização dos pais, em vez de tentarmos tirar "pressão" (e consequentemente competitividade) aos atletas destas idades. É um caminho muito mais longo e talvez utópico, mas parece-me o caminho mais correcto.

O Francisco fala e muito bem na questão dos modelos competitivos. Ao exemplo que ele deu eu junto o das equipas de Juvenis e Iniciados que não se apuram para a 2ª Fase. A competição destes atletas resume-se a 22 jogos, de Agosto/Setembro até Fevereiro, e depois ficam parados até à Prova Extra da sua Associação Distrital (sendo que algumas Associações nem têm estas provas). Mas isto faz algum sentido? A verdade é que a nossa Federação está acomodada, não evoluiu e está enterrada num imenso comodismo onde a preocupação pela formação do jovem atleta é nula. Que tipo de debate promove a FPF em termos de futebol de formação? Eventos, congressos, workshops... já alguma vez a FPF realizou alguma iniciativa do género sobre o futebol de formação? Que apoio/acompanhamento recebem os treinadores que pagam (e muito bem) pelos cursos tirados através da FPF nas respectivas Associações?

Há muito para fazer pelo futebol de formação e algumas coisas nem dão assim tanto trabalho, mas essas coisas implicam discussão, troca de ideias, dinâmica, capacidade de inovar, e para isso a FPF não parece estar muito interessada. Vão continuar a defender que as nossas selecções jovens estão fracas porque há muitos estrangeiros, sempre serve para sacudir a água do capote.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:22
É uma entrevista boa, mas que não trás nada de novo. É até uma entrevista meio artificial porque muitos do pontos aflorados não eram postos em prática pelo 5por7ing calimero quando o senhor lá estava. Agora que saiu, parece ter havido uma assimilação de ideias, algumas das quais já passadas por este fórum. Quanto à personagem, tenho o PMH um homem aparentemente competente, mas demasiadamente teórico. Muito gabinete, muita tribuna, muita feira de vaidade, pouco sol e pouca chuva.
Vou passar a entrevista ponto por ponto:

1) Ausência de modelo de transição entre o futebol jovem e futebol profissional - Já muitas vezes referido no fórum, os quadros competitivos estão desajustados à necessidade competitiva que se exige no futebol sénior. Deu-se um primeiro passo nos juniores que é manifestamente insuficiente. É preciso qualificar e tornar mais exigentes os quadros competitivos, não só nos juniores, mas até aos iniciados. Acabar com esta quadro de "fases" e passar a um campeonato nacional único e competitivo. Duas segundas divisões (Norte e Sul) e acaba-se com o CRIME de equipas acabarem de competir em Fevereiro em juniores, juvenis e iniciados.
Não esquecer que na base do problema da transição para o futebol sénior está um problema de exigência física. A vasta maioria dos juniores de último ano não estão preparados para aguentar 90 mins de futebol sénior ao nível de primeira liga.
2) Campo de recrutamento reduzido - Uma das falácias que mais oiço nos últimos tempos. O mercado não é reduzido a prospecção é que é reduzida e tacanha. Basta ver o número de jogadores que são internacionais A que NUNCA passaram pelos escalões de formação dos grandes clubes e/ou nunca passaram pelas selecções jovens. E são só a ponta do icebergue. Os clubes não têm uma política de aposta ou de teste. Os escalões de formação estão fechados em centros de estágio e tornaram-se quase herméticos. A prospecção procura o talento imediato que se evidencia pela velocidade ou pela capacidade física entre os seus pares e não pelo talento, pelo potencial de crescimento ou capacidade de adaptabilidade a novas posições em campo.
3) Equipas B - Concordo em absoluto. Equipas B sem reduzir plantel na equipa A não faz sentido. Equipa B para mandar para lá Pandurus de castigo não faz sentido. Equipas B sem aumentar a exigência em pirâmide pelos escalões secundários não faz sentido. Ter uma equipa júnior extensa, com jogadores impreparados fisicamente para afrontar uma competição profissional e, muitas vezes, sem talento suficiente para jogarem em competições profissionais é dar má matéria prima à equipa B e diminuir o projecto. A "peneira" tem que ser mais apertada e mais exigente. E tem que doer logo após os iniciados.
Acrescento que uma equipa B, embora já sendo uma equipa (ou escalão) competitiva e não formativa, tem que ser um espaço aberto. Chamar jogadores à experiência, a teste, não só na pré-época, mas ao longo do ano, dos nossos campeonatos e de fora.

Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:23
4) Novos escalões (s-17, s-15, etc) - DISCORDÂNCIA ABSOLUTA. É uma matéria que interessa a uma mão cheia de clubes. TODOS os outros (que é preciso defender, pois são a base formativa em Portugal) 3 equipas (Juniores, juvenis e iniciados) já é um esforço financeiro tremendo. Dobrar a exigência é rebentar com os clubes e diminuir o nível formativo. É uma proposta ABSURDA. Diminui o nível formativo porque é útil que existam s-17 a jogarem com s-18 nos juniores e s-15 a jogarem com s-16 nos juvenis. A ESMAGADORA maioria dos clubes tem um base de recrutamento, quanto muito, regional, portanto, cabe aos treinadores escolherem os melhores desse biénio, o que só promove o nível formativo. Para clubes com base de recrutamento mais abrangente (que não passam de uma mão cheia!) uma solução como o Dragon Force e Padroense resolve imediatamente o problema. Não é necessário suavizar nada, pelo contrário, é necessário é promover a exigência. Puxar os melhores para escalões a acima, promover o aperfeiçoamento, diminuir quantitativamente e aumentar qualitativamente.
O projecto Dragon Force num clube como o FC Porto (embora a prospecção nacional ainda tenha muito que melhorar) faz sentido. Faz sentido ter  duas equipas CURTAS no mesmo escalão. Equipas que permitam a passagem de elementos entre si consoante a evolução. Aliás, o projecto Dragon Force já deveria ter sido alargado aos juvenis e é um dos projectos no sector da formação do FC Porto que mais me entusiasmam. Só tenho pena é do raio do nome, o anglicismo é escusado e só tenho pena que o projecto não tenha um nome mais consonante com o espaço histórico que ocupa (assim como o seu símbolo e equipamento). Detalhes... :)

5) Idades falsas - Não deixa de ser curioso ver tão eloquente falante, sobretudo quando sob a sua regência o 5por7ing calimero se encheu de "onças". Laguns que já saíram e muitos que ainda lá andam. Adiante...
Está bem informado sobre o rigor do teste. É mais preditivo que confirmativo. Embora tenha errado que os 19 anos seja o limite. De qualquer das formas, o que ressalta daqui é que os clubes SABEM e que QUEREM. Querem porque há quem ganhe com isso e porque dá jeito para ganhar uns torneios.

6) Jogador estrangeiro - Obviamente sim, quando é uma clara MAIS VALIA CLARA e um talento que se projecta para a equipa principal. Tudo o que cai fora disto (e é muito) é um erro crasso. Os custos envolvidos, sobretudo dentro do contexto financeiro do futebol de formação exigem que esses jogadores sejam, caso contratados, de uma valia inquestionável.
A FIFA e a FPF nunca na vida irão controlar nada. Isso é música para boi dormir. Não tem nem capacidade logística nem capacidade legislativa para tal.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:23

7) Treinadores da formação - É algo sobre o qual já aqui escrevi muita vezes. Isto não é feudo para ex-jogadores (nada contra se provarem competência), nem é pasto para teóricos saídos da faculdade. Um treinador de formação de excelência, mede-se por resultados. Tal qual um treinador de futebol profissional. Os resultados é que não são só meramente desportivos (embora estes também contem! Atenção!). A evolução dos jogadores é decisiva. Um treinador que perceba que um determinado rapaz não tem futuro a extremo, mas que pode dar um excelente lateral....e que tenha razão, vale ouro. Um treinador que coloque um PdL a perceber que uma recepção orientada vale 6 vezes mais que uma recepção simples seguida de um bom drible...vale ouro. É neste detalhe que está a verdadeira diferença. Ensinar a arte. Os truques de chegar lá mais rápido, mais seguro e mais eficaz.
É por isso que eu acho que ter bons treinadores de FORMAÇÃO é decisivo no projecto. E devem ser pagos e respeitados pelos méritos que têm. Não é uma arte fácil e não é para qualquer um.

8) Futebol de iniciação - Já aqui o defendi, tudo deve ter uma diminuição de escala. Para infantis (com excepção do último ano), escolas e benjamins acho que o campo deve ser reduzido, as balizas também, o número de jogadores (sobretudo nos escalões etários menores), tempo de jogo e até o diâmetro da bola! Defendo que os treinos devem ser "livres", no sentido de mimetizar ao máximo o "futebol de rua", para que os miúdos sejam livres de explorar o jogo e as suas capacidades. Devem ser pouco mais que "peladinhas" orientadas. O treinador corrige aspectos maiores e orienta um treino livre. Concordo que só faz sentido haver torneios curtos de 15 em 15 dias para escalões mais baixos (escolinhas e afins) e com substituições livres (tipo futsal), mas para infantis já acho que uma competição distrital durante o ano faz todo o sentido e com um número alargado de substituições.
Quanto ao árbitro, acho que é uma questão cultural. Joguei rugby e via que nos escalões de iniciação (que não frequentei), menino que ousasse fazer birra perante um árbitro (justa ou injustamente) saía IMEDIATAMENTE, não jogava no próximo jogo e era até apontado pelos próprios colegas. Excessivo? Talvez, mas resultava. E o respeito pelo árbitro é um dos pilares do jogo.
Acho que a figura de árbitro é excessiva em torneios rápidos de escolinhas, mas já acho útil serem introduzidos a nível de competição distrital.

9) Pais - É umas das partes mais difíceis do problema. Não estão na abrangência do clube, mas não podem ser excluídos, como é óbvio. Acho que um regulamento claro e rígido e reuniões periódicas com os pais podem atenuar o problema. Mas serão sempre um dos principais focos de desestabilizarão.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:23
"É por isso que vemos jovens que se destacam nas camadas jovens e depois se eclipsam?

Não digo sempre, mas algumas vezes isso deve-se a esse desfasamento entre a idade cronológica e a idade biológica. Também é preciso ter alguma atenção, embora não haja método nenhum para determinar a idade exacta. Até aos 16/17 anos, ainda se consegue dizer onde está a idade motricional do atleta."
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:23
A propósito deste tema muito bem introduzido pelo ESQUERDINHA vimos neste fim-de-semana os nossos sub-15 a ganharem por 14-0 um jogo para o campeonato nacional (!). Este, na minha opinião, é que é o grande problema da formação - a falta de competividade motivada pelo figurino dos campeonatos jovens. Quantos mais "esmagamentos" temos de assistir para mudarem os modelos competitivos?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:24
Estas goleadas mostram-nos vários erros. Em primeiro lugar o que o Francisco refere e muito bem, a questão dos quadros competitivos. Mas o clube goleado, neste caso o Famalicão mas pode ser qualquer outro dentro das mesmas condições, tem responsabilidade. Não sei como funciona o departamento de futebol juvenil do Famalicão nem sei qual é o nível de aposta na sua formação, mas estamos a falar de uma zona com alguma população, não estamos a falar de um clube de "nenhures", com uma população jovem de meia dúzia. Não acredito que com um forte trabalho de prospecção e uma aposta efectiva nos seus escalões de iniciação não tivessem conseguido formar uma equipa que, pelo menos, não fosse "esmagada" desta forma. Isto mostra que a promoção para esta divisão foi um acaso e não fruto de um trabalho estruturado.

Sei bem que há clubes de algumas localidades onde é realmente difícil arranjar matéria-prima de qualidade dado o número reduzido de habitantes, e muitas vezes graças a "gerações espontâneas" esses clubes conseguem subir aos nacionais, servindo de bombo da festa nesse ano, mas não vejo o Famalicão como um desses casos. E quem diz o Famalicão diz mais uma mão cheia de clubes que nos últimos anos têm feito a mesma figura nos Nacionais.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:24
Guto, nem mencionei o Famalicão porque ontem foram eles "esmagados" amanhã é outro qualquer que lá apareça. Sem dúvida que tens toda a razão em questionar como é possível uma equipa entre Porto e Braga apresentar uma equipa com jovens que estão a 3/4 anos de poderem serem profissionais e perder por 14. Com todo o respeito por Freixo-de-Espada-a-Cinta, uma equipa desta região ou doutra que os nossos governantes colocaram isoladas, não aceitava mas entendia um resultado assim tão desnivelado.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:24
Artigo sobre o James de hoje no Ojogo:

"Sempre foi precoce, sempre andou à frente dos outros, mas teve de suar. Saía do campo e ia para o ginásio, porque era muito magrinho e baixinho, precisou de ganhar peso e altura para aguentar outro nível".


Enquanto por cá não se fizer o mesmo É PERDER TEMPO! Esta é a base da formação em qualquer clube. E um vergonha para nós.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:25
... pois mas aos 18, 19 eles saem do clube já não deve dar muito tempo para encher, se calhar isso será mais fácil de fazer em idades menores com um jogador que compense essa massa muscular com alguma altura, mas o perfil tipico do jogador português é um de um atleta virtuoso mas baixo talvez o problema seja esse, outra coisa que a posterior integração numa equipa B pode ajudar ...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:25
O trabalho "forte" de ginásio pode começar perfeitamente aos 15/16 anos.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:25
O Cristiano e o Nani encheram bastante no United.  E a maioria, nao todos, dos jogadores saídos de formações de clubes holandeses, franceses, ingleses têm essa massa muscular.
Acho que o nível físico será só um aspecto, e importante.  Há questões técnicas e claro de atitude.

O nosso VP falou sobre isso nesta recente visita à Dragon Force Vitalis.
Nao parece que ele fosse dizer o que disse só para justificar a situação do plantel, com muito poucos portugueses.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:25
> Dragão do Sul Comentou:

> O trabalho "forte" de ginásio pode começar perfeitamente aos 15/16 anos.
________________________

... ainda há muito míudo que ganha uns centímentros depois dessa idade, em principio já não serão muitos, mas todos os centimetros valem para os baixinhos, e musculação intensa nessa idade não ajuda ...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:26
Desculpem mas o problema de massa muscular nao e muito dificil de arranjar... simplesmente treino no ginasio durante uma hora todos  os dias depois do treino. A variar as partes do corpo: (como nao sou muito fluente em portuguese nestes termos vou utilizar os nomes em ingles)

Cardio segunda e quarta,
Upper body Terca e quinta,
Lower body sexta,
sabado e domingo ficam reservado para jogos e descanso. Se nao houver jogo no fim de semana, fazem circuits um dos dos dias.

Faco isto todos as semanas e os meus colegas que jogavam comigo tambem faziam isto, e digo-vos nao eramos "fraquinhos" em termos musculares como vejo uns a sairem da formacao....
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:26
A questao nao passa pelos produtos mas pela atitude do atleta.

Conheço meninas do ballet entre os 12 e 14 que têm mais potencia muscular que jogadores dos juniores, sabem porque?

Os ensaios sao todos os dias de seg a sabado pelo menos 4h 30.
Na disciplina de condiçaõ fisica a minha filha com 13 anos  chegava fazem cerca de 600 abdomnais diarios, flexoes de todas as especies.
Na natação conheço garotos que fazem um esforço de cargas fora de água para serem melhores atletas nos seus tempos livres.

O jogador de futebol em Portugal encara o Futebol como um fim e nao se sacrifica.
Quantos atletas fazem horas extraordinarias na sua carreira? Bater uns livres sózinho no final do treino, quem faz? Quem tenta ganhar massa Muscular?

O futebolista junior´ainda é muito mimado e a culpa nao é dos clubes e dos treinadores. Os papás, a boa imprensa, agentes e empresarios encarregam-se de destruir as carreiras.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:26
Encher não é só ginásio. Nem estamos a falar só em encher.

O James é um talento que foi trabalhado e apetrechado para render ao mais alto nível. Temos que perceber todo o TRABALHO (multidisciplinar) que isso implica.


Mais, o James, como grande talento que é, teve muitos momentos na sua carreira em que foi precocemente puxado para outros desafios. E isso também merece uma reflexão.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:26
O James é um fora-de-série e o que fizeram com ele não fizeram com outros de certeza. Acredito que o tratamento que lhe fizeram tenha sido uma excepção e não uma regra.

Sinceramente não me parece que seja a falta de treino o mal da formação. Que há coisas a melhorar, claro que há mas não é o problema principal.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:27
Não creio que seja uma excepção assim tão isolada.

Trabalha-se muito bem na formação na América do Sul.


Não tenho dúvidas que se o James tivesse nascido em Paranhos estava bem mais mirrado nesta altura...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:27
Pauleta

O futebol jovem e a mudança do chip

Durante a visita às instalações do Olival, Pauleta foi percebendo algumas das razões que têm levado o FC Porto a vencer regularmente em todos os escalões, mas para o antigo goleador português a questão da formação vai para além das condições que os jovens possam, ou não, ter à disposição: "O futebol jovem tem-me surpreendido pela grande qualidade dos seus jogadores. Mas se calhar o que falta é mudar a mentalidade e ter mais vontade de triunfar como profissionais. Se incutirmos uma mentalidade ganhadora o futebol vai crescer ainda mais."

http://www.ojogo.pt/27-261/artigo946710.asp (http://www.ojogo.pt/27-261/artigo946710.asp)
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:27
O Pauleta fala "politicamente" correcto. Deveria olhar para o calendário dos sub-19 e fazer uma critica a sério a quem organiza os campeonatos. Se fizessem isto na Liga o que se dizia?
próxima jornada 8ª dia 25/set,
9ª a 15/out
10ª a 22/out
11ª a 19/nov
Em praticamente 2 meses 4 jogos. Isto é criar mentalidade competitiva em quem? Andam todos a brincar com a formação e depois não querem argentinos, brasileiros, etc nos clubes.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:27
Sporting e Benfica estão a disputar Gabriel Carvalho, um miúdo de 7 anos que milita nas camadas de formação do Leixões, revela este sábado o jornal espanhol "Sport".

De acordo com a notícia, os grandes de Lisboa ficaram maravilhados com a técnica do jovem craque, que, com a camisola número 7 vestida, marca golos de todas as formas, é rápido e possui excelente condução de bola, o que já teve direito a vídeos no Youtube, como este que aqui mostramos.

Record.

Não sabia onde colocar isto.

Se é tão bom porque não vem para o Porto sendo do leixões, nós nao temos preferencia sobre os jovens do leixoes.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:28
Deve ter um pai bem relacionado

7 anos ? ainda há 3 andava de fraldas, deixem o miudo brincar
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: admin em 27/Mar/12, 22:28
ja jogou contra a minha equipa e realmente o miudo é bom jogador...mas so tem sete anos....
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 27/Mar/12, 22:41
Excelente recuperar este tópico que foi uma ideia também excelente do Esquerdinha.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: vitorrmvsilva em 28/Mar/12, 00:34
O trabalho "forte" de ginásio pode começar perfeitamente aos 15/16 anos.

Desculpem citar comentarios mais antigos,mas só vi este tópico hoje. Não concordo muito com o que foi dito, não sei se cargas muito altas ou intensas nesta idade seria benefico em termos de saúde, pois só a partir dos 18/19 é que a estrutura musculo-esquelética termina o desenvolvimento.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 28/Mar/12, 19:46
Vitorrmvsilva, este tópico foi recuperado da plataforma anterior e serve para cada um de nós dar uma opinião sobre os problemas do futebol de formação em Portugal. Estás no teu pleno direito de não concordares com isto ou aquilo.

Já agora gostava de ver a tua opinião assim como de todos os membros recentes do forum sobre os problemas da formação em Portugal e particularmente do nosso clube. Pessoalmente acho um tema muito interessante e há aqui novos membros com excelente capacidade de análise sobre a formação.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: PipoGonzalez em 28/Mar/12, 21:51
Este tópico tem tudo para ser um excelente tópico e com variadissimas opiniões. Na minha opinião , o grande problema da formação é quererem formar grandes equipas em vez de grandes jogadores. Depois no ano de sénior muitos jogam em equipas diferentes e certamente 2 ou 3% é que dão jogadores profissionais. A formação dos grandes vai por este caminho. Querem ser campeões de iniciados, juvenis, juniores, e depois nos seniores são dispensados, quando deveria haver um ano de transição onde pudessem jogar.Talvez as equipas B seriam uma grande ajuda.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 29/Mar/12, 17:30
As equipas B por si só não resolvem. Darão uma grande ajuda mas é preciso ir mais atrás. Reformular todos os campeonatos jovens é urgente. O planeamento do futebol jovem tem de ser feito de um modo não só a pensar nas selecções. É ridículo o calendário da federação para o futebol jovem. Se a selecção de juvenis se tivesse apurado para a fase decisiva do campeonato da Europa iríamos ter numa semana 3 jogos da fase final. Isto é brincar com os clubes e brincar com a formação dos miúdos.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Asafa87 em 30/Mar/12, 00:21
Nos últimos anos temos vindo a reparar que a aposta dos clubes portugueses em jogadores estrangeiros nas camadas jovens tem vindo a crescer. Não é estranho também que grande parte dos jogadores jovens promessas que temos não são portugueses.

Eu estive aqui a pensar que este facto talvez esteja relacionado com a crescente taxa de acesso ao ensino secundário e superior. Este situação é actualmente uma área de interesse para mim a nível académico e se tivesse possibilidade seria uma questão a desenvolver numa investigação.

De facto já alguns anos que não aparece um verdadeiro craque português do nível ronaldo, nani, r. carvalho, rui costa, figo, etc, etc...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Asafa87 em 30/Mar/12, 00:28
Julgo ainda que este problema acontece devido ao nosso país não estar, a nível legal, preparado para oferecer apoio aos jovens nos seus percursos quer académicos, quer desportivos. Há ainda muito trabalho a fazer no âmbito socio-educativo, apesar de termos estruturas (principalmente nos clubes grandes) de grande nível.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: jorgcastro em 30/Mar/12, 00:40
Em primeiro lugar, tenho de começar por afirmar que não sou um expert na matéria.
Contudo, deixo a minha opinião.
Parece-me que FPF e clubes têm interesses que não são, necessariamente, complementares.
Se há 20 anos, até o podiam ser, hoje, com a globalização do jogador, arriscam-se mesmo a ser conflituosos.
Em todo o caso, parece inequívoco que a calendarização é ridícula (já no ano passado, a fase final penso que dos sub-17 tinha jogos ao domingo-4ª-domingo). Por outro lado, os campeonatos são pouco competitivos e recordo o que dizia o nosso treinador Rui Gomes: os jogadores das camadas jovens do FCP passam 90% do seu tempo em processo ofensivo, pelo que a nível defensivo têm, naturalmente, lacunas. Nos sub-19, penso que o alargamento mitiga o problema, mas nos mais pequenos, concordo que será difícil, por $$$, seguir as mesma solução. Porém, sem mais jogos competitivos, a evolução dos miúdos será mais lenta, claro.
Muito mais haverá a dissertar sobre este tema, mas, por ora, fico-me por aqui.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: dragao da granja em 30/Mar/12, 11:32
As camadas jovens de um Clube são aquilo que o próprio Clube quer porque se há competição os jogadores são obrigados a aplicarem-se agora se é só para participarem aí o futebol é outro, hoje em dia os Clubes já trabalham de uma forma em que o aspecto fisico já é mais trabalhado e no nosso Clube já assim se trabalha e não é de agora, porque desde que o futebol passou a ser mais fisico do que trabalhado os jogadores tiveram que ser trabalhados para esse fim, porque ainda me lembro e com muitas saudades daquelas nossa equipas de juniores ainda no tempo do Campo de treinos das Antas, em que saía-mos de lá satisfeitos pela qualidade do futebol que era praticado, eramos campeões, mais, saíam de lá jogadores para os seniores, e agora o que se vê? quantos nos últimos anos subiram aos seniores? quantos temos no plantel senior? porque apesar de antigamente se trabalhar mal nos aspecto físico tinhamos mais qualidade no futebol praticado, ao passo que hoje há mais fisico e trato de bola só um outro jogador porque o resto é paisagem, vi isso no Olival contra o Guimarães, sofrer tres golos daquela maneira, é a minha opinião este ano a equipa nada tem a ver com a do ano passado. Temos lá tres jogadores que bem aproveitados podem ter futuro, central, médio e avançado.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Asafa87 em 30/Mar/12, 12:45
Em primeiro lugar, tenho de começar por afirmar que não sou um expert na matéria.
Contudo, deixo a minha opinião.
Parece-me que FPF e clubes têm interesses que não são, necessariamente, complementares.
Se há 20 anos, até o podiam ser, hoje, com a globalização do jogador, arriscam-se mesmo a ser conflituosos.
Em todo o caso, parece inequívoco que a calendarização é ridícula (já no ano passado, a fase final penso que dos sub-17 tinha jogos ao domingo-4ª-domingo). Por outro lado, os campeonatos são pouco competitivos e recordo o que dizia o nosso treinador Rui Gomes: os jogadores das camadas jovens do FCP passam 90% do seu tempo em processo ofensivo, pelo que a nível defensivo têm, naturalmente, lacunas. Nos sub-19, penso que o alargamento mitiga o problema, mas nos mais pequenos, concordo que será difícil, por $$$, seguir as mesma solução. Porém, sem mais jogos competitivos, a evolução dos miúdos será mais lenta, claro.
Muito mais haverá a dissertar sobre este tema, mas, por ora, fico-me por aqui.

Para além da falta de competitividade existente provocada pelas assimetrias a nível dos clubes, há ainda o que eu considero ser o período crítico do jovem, que é desde o início do escalão de júniores e na transição para séniores. Já se falou aqui das equipas B (o que me parece uma boa solução) embora faltem ainda respostas por forma a corresponder as expectativas formativas que hoje em dia se tem sobre os jovens e conciliar isso com a prática desportiva ao mais alto nível.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 31/Mar/12, 17:52
As camadas jovens de um Clube são aquilo que o próprio Clube quer porque se há competição os jogadores são obrigados a aplicarem-se agora se é só para participarem aí o futebol é outro, hoje em dia os Clubes já trabalham de uma forma em que o aspecto fisico já é mais trabalhado e no nosso Clube já assim se trabalha e não é de agora, porque desde que o futebol passou a ser mais fisico do que trabalhado os jogadores tiveram que ser trabalhados para esse fim, porque ainda me lembro e com muitas saudades daquelas nossa equipas de juniores ainda no tempo do Campo de treinos das Antas, em que saía-mos de lá satisfeitos pela qualidade do futebol que era praticado, eramos campeões, mais, saíam de lá jogadores para os seniores, e agora o que se vê? quantos nos últimos anos subiram aos seniores? quantos temos no plantel senior? porque apesar de antigamente se trabalhar mal nos aspecto físico tinhamos mais qualidade no futebol praticado, ao passo que hoje há mais fisico e trato de bola só um outro jogador porque o resto é paisagem, vi isso no Olival contra o Guimarães, sofrer tres golos daquela maneira, é a minha opinião este ano a equipa nada tem a ver com a do ano passado. Temos lá tres jogadores que bem aproveitados podem ter futuro, central, médio e avançado.

Caro Dragão da Granja. O não aparecimento de atletas formados no clube na equipa principal deve-se, na minha opinião a dois factores importantes:
1º o nivel competitivo do futebol senior subiu muito nos últimos anos ao passo que o futebol jovem estagnou. A nossa equipa principal particularmente atingiu um patamar muito elevado de competição que deixa poucas possibilidades a um junior entrar na equipa.
2º o futebol negócio e aqui digo apenas que neste negócio há comissões pelo meio. Acho que não vale a pena dizer muito mais porque todos entendem.
Voltando ao ponto 1º a fpf devia ha muito alterar os calendários  e reduzir séries e equipas dos nacionais. 
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Magic em 06/Abr/12, 20:19

Há vários problemas mas os principais são os quadros competitivos, uma verdadeira aberração, e a falta de cultura de formação por parte

dos clubes, associações e federação. Julgo que a maioria destes intervenientes não tem bem noção do que é/ para que serve/ como se faz.

Este é um tema que me interessa e espero quando tiver maior disponibilidade deixar a minha visão de uma forma mais aprofundada.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: FCP07 em 06/Abr/12, 22:03
uma das boas acções que se fez formação em muitos anos foi a mudança do modelo competitivo do camp. nacional juniores. grande mudança, que tb se devia estender pelo menos aos juvenis
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 06/Jul/12, 17:39
Sem dúvida que a mudança feita nos campeonato de sub-19 foi muito boa.

Com a entrada de Fernando Gomes para a presidência da FPF pensava-se que a reforma a efectuar nos campeonatos jovens iria ser o passo decisivo para tornar os mesmo competitivos e por consequência elevar o nivel competitivo do jovem jogador português e no caso que nos interessa os nossos jovens.

Este continua a ser o principal e o primeiro problema do fuebol jovem em Portugal. Os quadros competitivos vão continuar a ser fracos. Nem tudo é negativo nas novas alterações introduzidas e diga-se que finalmente alguém na federação reparou que grande parte das equipas que disputam os nacionais de sub-17 e sub-15 acabavam as épocas em finais de Janeiro principios de Fevereiro. Ao menos para essas equipas a épova vai continuar e os miúdos dessas equipas poderão continuar a evoluir e sentirem-se motivados.

Em relação ás nossas equipas as mudanças nos campeonatos de sub-17 e sub-15 vão ser básicamente ter menos 4 jogos na primeira fase e mais 4 jogos na 2ªfase. Vai trazer mais competividade? Infelizmente não.
As alterações efectuadas nestes dois escalões para as equipas que lutam pelos titulos e pelas fases finais, vai ser insignificamnte. Vão ter o mesmo nivel de competividade o que é lamentável. Era preciso ir muito mais além do pouco que foi feito. As fases finais destes dois escalões há muito que justifica um número maior que 4 equipas. Continuará a ser urgente aumentar o nivel competitivo dos escalões jovens.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 27/Jul/12, 03:28
Vou aproveitar este tópico para dar um bom exemplo de que um jogador não se mede aos palmos nem na massa muscular. Recentemente o Chelsea contratou um craque em potência chamado Oscar, franzeninho como uma pluma mas com muito futebol nos pés. Digo isto para que alguns foristas deixarem de dizer que este ou aquele jogador da formação pode não dar nada simplesmente porque vão ao zerozero e vêm o tal jogador com 60 e poucos quilos. Desculpem o OFFTOPIC mas acho importante as pessoas não tirarem conclusões de jogadores apenas pela sua estampa física.

PS:Mais uma vez desculpem o offtopic.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Larry David em 27/Jul/12, 22:43
Citação de: João Lucho \"2\" em 27/Jul/12, 03:28
Vou aproveitar este tópico para dar um bom exemplo de que um jogador não se mede aos palmos nem na massa muscular. Recentemente o Chelsea contratou um craque em potência chamado Oscar, franzeninho como uma pluma mas com muito futebol nos pés. Digo isto para que alguns foristas deixarem de dizer que este ou aquele jogador da formação pode não dar nada simplesmente porque vão ao zerozero e vêm o tal jogador com 60 e poucos quilos. Desculpem o OFFTOPIC mas acho importante as pessoas não tirarem conclusões de jogadores apenas pela sua estampa física.

PS:Mais uma vez desculpem o offtopic.

Não acho que seja offtopic.

Um dos «problemas» do futebol jovem em Portugal parece-me que continua a ser ou é precisamente esse, o da marginalização de jogadores mais talentosos e dotados tecnicamente. Com os treinadores a usarem jogadores mais fortes fisicamente que lhes possibilitam resultados mais imediatos ou que permitem jogar de forma mais directa. Sendo que dessa forma dá menos trabalho a montar uma equipa. Temos de pensar que estamos a formar jogadores para daqui a 10 ou 5 anos. O objectivo não é ganhar por ganhar. É criar raízes nos jogadores que os guiem no futuro.

Por exemplo, Mundial sub-20 do ano passado. Tudo bem que é uma competição para ganhar, mas sabíamos perfeitamente que daquela equipa poucos iriam/vão dar jogadores. O modelo de jogo baseava-se apenas na destruição e não na construção de jogo. Jogadores como Danilo e Pelé já nem sei onde andam. A filosofia era única e exclusivamente resultadista. Eu não demonizo o que foi feito na competição em si... no entanto, o plano de fundo das equipas Portuguesas deveria ser uma aposta diferente. Não é por acaso que a Inglaterra nunca teve grande sucesso. Têm jogadores muito fortes fisicamente, mas pobres técnica e tacticamente.

Qual a mentalidade dos treinadores em Portugal? Ainda há muitos 'mentecapos'. Não deve ser necessariamente fácil discernir que certos jogadores têm pouco potencial para lá da presença física. Mesmo assim - e eu escrevo de forma algo idealista - gostava de ver os melhores jovens, os mais talentosos a serem incentivados e terem espaço para crescer. A "mecanização" deveria passar pelos conceitos de futebol a incutir aos jogadores, pela parte mental... e não necessariamente pela parte física. Os principios chave têm de ser os da posse de bola, do jogo técnico e colectivo. Basicamente aquilo que vemos quando os Espanhois em quase todas as gerações apresentam jogadores super evoluídos em campo... e falo em serem evoluídos técnica, tactica e mentalmente.

Eu não sou expert, nem estudioso e debitei uns quantos clichés. Mas até creio que chega a ser um paradoxo que com a melhoria substancial das condições de trabalho nos clubes, temos menos jogadores de qualidade a saírem da formação... ou pelo menos a serem aproveitados. Os resultados das selecções jovens são piores do que eram antes dos centros de estágio. Das duas uma, ou lá fora o nível subiu(provável) e aqui estagnou... ou aqui simplesmente piorou.

Gostei muito de ver os Juvenis do Porto do ano passado. Do que vi(que infelizmente não foi mais que uns quatro jogos da fase final), surpreendeu-me a forma como jogavam e a abordagem que tinham ao jogo. Parece-me que tinham a tal 'mentalidade' que eu idealizo.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Nathan Muir em 28/Jul/12, 00:38
É necessária uma mudança séria de paradigma, ou seja é preciso entender o quão errados podemos estar ao não aproveitar o lado positivo do nosso futebol e a desperdiçar uma formação reconhecida apenas pelos resultados, onde o individual supera o colectivo, onde se contrata a pensar demasiadas vezes no rendimento e onde o jogo é colocado de parte em função dos valores individuais de jovens bombas que podem explodir e desaparecem muito antes da entrada no futebol sénior, pois caso contrario estaremos sempre um passo atrás.

Para ultrapassar esta questão será preciso muita paciência, pois a formação não é um momento mas um processo, que deverá ter continuidade no futebol sénior, para isso os clubes devem estar preparados em centrar o seu nosso foco noutras prioridades, ou seja em formar pessoas e sustentar a equipa principal.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 28/Jul/12, 09:07
Citação de: João Lucho \"2\" em 27/Jul/12, 03:28
Vou aproveitar este tópico para dar um bom exemplo de que um jogador não se mede aos palmos nem na massa muscular. Recentemente o Chelsea contratou um craque em potência chamado Oscar, franzeninho como uma pluma mas com muito futebol nos pés. Digo isto para que alguns foristas deixarem de dizer que este ou aquele jogador da formação pode não dar nada simplesmente porque vão ao zerozero e vêm o tal jogador com 60 e poucos quilos. Desculpem o OFFTOPIC mas acho importante as pessoas não tirarem conclusões de jogadores apenas pela sua estampa física.

PS:Mais uma vez desculpem o offtopic.
De maneira nenhuma é um offtopic. Este é o local ideal para se falar sobre o que escreves. Tens toda a razão no que dizes. Já várias vezes me insurgi contra a "falta" dos cms dos nossos jogadores. Recentemente alguém (não me lembro nem interessa quem) disse que ao David falta fisico. Por acaso tem o mesmo fisico e altura de Falcao. No entanto os 15M dados pelo Barcelona por Jordi são muito bem empregues. O Jordi tem menos uns 6/7 cms que o David. Este é só um exemplo da incoerência que resulta em falta de apoio aos nossos jovens.

Talvez não conheças Paulinho nosso jogador da formação.
http://www.zerozero.pt/jogador.php?id=216236&epoca_id=141 (http://www.zerozero.pt/jogador.php?id=216236&epoca_id=141)
Este é um exemplo de um prodigio. Tecnicamente é um fora-de-série mas para muitos tem o "defeito" de ser pequenino. Para cúmulo nesta época que vai começar vai para os sub-16 com 14 anos. Por 5 dias não continua nos sub-15. Como é muito baixo olha-se para ele de soslaio e não com olhos de que temos ali um diamente que precisa de ser lapidado de forma muito especial. Pelo que percebi Folha tem por esse miúdo uma enorme admiração. Espero que não seja só o Folha mas todo o departamento de formação. Os adeptos como sempre quando o veem jogar o discurso do costume "tem muita habiliade mas com aquela altura não tem hipóteses". Na minha opinião tem e muitas. É preciso apenas bons ourives para o lapidarem.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 28/Jul/12, 09:47

.... Mas até creio que chega a ser um paradoxo que com a melhoria substancial das condições de trabalho nos clubes, temos menos jogadores de qualidade a saírem da formação... ou pelo menos a serem aproveitados. Os resultados das selecções jovens são piores do que eram antes dos centros de estágio. Das duas uma, ou lá fora o nível subiu(provável) e aqui estagnou... ou aqui simplesmente piorou.

Nem mais. É realmente um paradoxo haver melhores e excelentes condições para os jovens evoluirem e haver menos qualidade ou menos quantidade de craques que acho que é mais correcto dizer-se.

Mas repara que o nosso futebol jovem continua com o mesmo problema de sempre. A falta de competividade dos campeonatos. Nos sub-19 há duas épocas fez-se uma mudança com cerca de 25 anos de atraso. Mais vale tarde que nunca mas já não chega.

Esta época para os sub-17 e sub-15 fez-se uma grande e boa alteração para as equipas do meio da tabela para baixo mas para as que estão em cima a competividade irá ser a mesma. As equipas de topo terão menos 4 jogos chamados faceis e mais 4 jogos de grau dificulade médio. É muito pouco.
Até há época que acabou tinhamos centenas de miúdos nos sub-17 e sub-15 que chegavam a Fevereiro e acabavam a época porque as suas equipas não passavam há 2ªfase. Completamente desmotivante para essas centenas de miúdos. Por outro lado e no oposto temos 4/5 equipas habituais nas fases finais que entram em competição proprimanete dita nessa fase final que disputam em 6 jornadas onde aí sim os jogos são de grande competividade. Que formação é esta que vemos centenas de miúdos em meados de Fevereiro a deixarem de competir e 4 equipas que "começam" a competir a sério? Com este nivel de competividade não podem os nossos jogadores terem um grau de competividade muito alto. Por isso é cada vez mais dificil a sua entrada no futebol profissional. Não podem depois chegarem a fases finais de competições de selecções e terem atitude altamente competitiva porque em 4 anos de formação tiveram apenas 3 fases finais (mês e meio de competição) com jogos de competividade elevada?

Aquilo que a FPF fez para esta época foi muito pouco para aumentar a competividade dos campeonatos jovens. Se para as do meio da tabela para baixo resolveu um problema para as do meio da tabela para cima vai continuar tudo igual.

Por outro lado a FPF preocupa-se em demasia com as selecções porque tem o plantel que quer á sua disposição sem fazer nada para melhorar a competividade desse plantel. São muitos estágios para as selecções jovens e ainda por cima com treinadores fracos. Na época que passou por exemplo em dois meses de competição, entre meados de Setembro e meados de Novembro os sub-19 disputaram 4 (!!!) jornadas da 1ªfase. Estão a ver a nossa equipa profissonal jogar por volta de 20 Setembro uma jornada, duas por volta de 20 de Outubro e depois outra em 20 de Novembro? Com estas condições é dificil para qualquer jovem entrar no futebol profissional. 
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 28/Jul/12, 09:50

..., pois a formação não é um momento mas um processo, que deverá ter continuidade no futebol sénior, para isso os clubes devem estar preparados em centrar o seu nosso foco noutras prioridades, ou seja em formar pessoas e sustentar a equipa principal.
Para a FPF é sempre um momento. O momento que antecede os estágios e o momento que antecede as competições das selecções.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 20/Set/12, 13:54
Tantos...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 20/Set/12, 14:39
Como se coloca fotos aqui no forum?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Erre Pe em 20/Set/12, 23:15
Para mim, o problema de fundo que existe no desporto jovem em Portugal tem que ver com a falta de cultura desportiva que existe neste país.

O facto de sermos um país pobre não pode justificar sermos um pobre país.

Em Portugal, em determinada altura, associou-se suor a sinónimo de pobreza. Erro histórico.

Nas escolas, as aulas de educação física foram esvaziadas de importância e passaram a representar intervalos mais longos. Os professores passaram disso mesmo para algo pouco melhor que figuras de estilo.

A verdade é que pelo desporto se aprende disciplina, sacrifício, rigor, auto-controlo e valores de colectividade. E ter boa Educação física levaria certamente até a melhores resultados nas outras áreas de aprendizagem.

Lá está, como noutras áreas da nossa sociedade, fomos atacados por um novo-riquismo snob que nos fez chegar a onde estamos hoje.

Antes formavam-se jogadores porque o desporto era um potencial escape de situações de vida pauperrimas; não era o ponto de partida ideal mas servia os fins. Após, começamos a formar miúdos sem bases culturais que apenas praticam desporto enquanto têm ilusões sobre um dia poderem vir a ser novos Cristianos Ronaldos.

O desporto é uma ferramenta, não uma filosofia.

PS: Os miúdos são, obviamente, quem menos culpa tem.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 22/Set/12, 16:30
Certissimo Erre Pe.
Apenas uma "alteração" que concordas e percebes o que quero dizer. Não há aulas e Ed.Fisica mas sim de ginástica.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 22/Set/12, 17:56
Uma pergunta sobre um tema que me pus a pensar estes dias.
Será uma equipa C uma boa montra para trazer outro nível de competitividade aos nossos miúdos?

Hipoteticamente pensando, apresentaríamos ao fim de semana uma equipa na II Divisão Nacional com não convocados da B, alguns sub19 e um ou outro sub17. Que benificios e
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 22/Set/12, 17:59
Citação de: João Lucho \"2\" em 22/Set/12, 17:56
Uma pergunta sobre um tema que me pus a pensar estes dias.
Será uma equipa C uma boa montra para trazer outro nível de competitividade aos nossos miúdos?

Hipoteticamente pensando, apresentaríamos ao fim de semana uma equipa na II Divisão Nacional com não convocados da B, alguns sub19 e um ou outro sub17. Que benificios e

Isso era muito bom mas devia ter alguns custos que o nosso clube não quer ter.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 22/Set/12, 18:01
Penso que os principais custos seriam com instalações e viagens do que propriamente jogadores
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 22/Set/12, 18:08
Citação de: João Lucho \"2\" em 22/Set/12, 18:01
Penso que os principais custos seriam com instalações e viagens do que propriamente jogadores

Tínhamos de "comprar" uma equipa nesse escalão e a inscrição também tem custos. Claro que uma equipa da dimensão do nosso Porto poderia fazer isso mas tinha que assumir um claro investimento na formação e, infelizmente, não acredito nisso.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 22/Set/12, 19:33
Em lugar de ter uma equipa C preferia ter uma equipa sub-19 muito mais forte. Não se podem fazer planteis tão grandes como temos tido.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 22/Set/12, 19:45
Ter uma equipa Sub19 muito mais forte, tudo bem. Mas continuaríamos a ter o tal problema da competitividade.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: FCP07 em 22/Set/12, 20:00
na minha opinião deviamos ser muito mais agressivos nas contratações do nosso futebol jovem, alargar os olheiros a todos os paises e ter uma base olheiros ou colaborações internacional.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Erre Pe em 23/Set/12, 03:01
A nova parceria entre a Dragon Force e o colégio do Rosário parece-me algo de muito bom, se não for apenas com o objectivo de ir sacar uns cobres ao pais ricos...

Acho que o modelo a ser seguido deveria incluir um desenvolvimento muito mais acompanhado do processo de crescimento intelectual dos jogadores.

A escola do FCPorto tem que se tornar uma Escola onde o programa seja ajustado tendo em perspectiva o desenvolvimento de miúdos especialmente vocacionados para o desporto competitivo.

Tem que se fechar o circulo da formação.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 23/Set/12, 12:41
A nova parceria entre a Dragon Force e o colégio do Rosário parece-me algo de muito bom, se não for apenas com o objectivo de ir sacar uns cobres ao pais ricos...

Acho que o modelo a ser seguido deveria incluir um desenvolvimento muito mais acompanhado do processo de crescimento intelectual dos jogadores.

A escola do FCPorto tem que se tornar uma Escola onde o programa seja ajustado tendo em perspectiva o desenvolvimento de miúdos especialmente vocacionados para o desporto competitivo.

Tem que se fechar o circulo da formação.

Que parceria é?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Erre Pe em 23/Set/12, 12:49
"15/09/2012
ESCOLA DO COLÉGIO DO ROSÁRIO ARRANCA NA SEGUNDA-FEIRA

Esta segunda-feira, a Dragon Force abre as portas da 14.ª escola de futebol, em parceria com o Colégio do Rosário. A aposta em recursos humanos qualificados, em métodos de trabalho FC Porto e em instalações de referência, situadas num local privilegiado do Porto, fazem da escola mais um pólo extremamente atractivo para as crianças.

As inscrições estão abertas na secretaria do Colégio do Rosário, para jovens com idade compreendida entre os 4 e os 14 anos. Aqui, poderão desenvolver competências para jogar futebol e evoluir como cidadãos atentos a tudo o que os rodeia. Mais informações aqui."

In FCPorto
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 23/Set/12, 12:57
Excelente noticia. A Dragon Force em Famalicão tem sido um sucesso. Um dia destes vi um jogo deles.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 23/Set/12, 13:32
na minha opinião deviamos ser muito mais agressivos nas contratações do nosso futebol jovem, alargar os olheiros a todos os paises e ter uma base olheiros ou colaborações internacional.
Penso que isso já existe. Mas dizes e bem que se devia ser mais "agressivos". Este ano para os sub-16 fizeram-se 2 boas contratações e para os sub-17 fez-se regressar um atleta que não devia ter saido. O sub-18 César do varzim deveria ter sido uma contratação para os sub-19.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: FCP07 em 23/Set/12, 14:51
na minha opinião essas contratações deviam-se dar dos sub16 para baixo, depois bastariam algumas contratações cirúrgicas mas deviamos estar muito atentos aos torneios interassociações sub 15 e sub 14. Por exemplo fazer uma equipa sub 15/14 só com contratações.

Alguem sabe quais foram as contratações da nossa equipa sub 15 deste ano
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 23/Set/12, 17:22
Claro que deviamos ser mais agressivos no mercado. Não podemos ver miúdos dos "arredores" do Porto a escapar para Lisboa. Temos de atacar os melhores em força. Muita qualidade, traz mais qualidade porque o nível é outroe quem quer jogar dará mais de si.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 24/Set/12, 00:12
Voces devem saber como eu sei de papás que deixaram o emprego para se armarem em managers de crianças. Eu sei de dois que queriam extorquir umas massas ao nosso clube, tendo o filho apenas 12, depois foi parar ao scp, depois voltou a tentar a mesm a pratica aos 14 anos, agora o minino está nos orcs, o papá nao trabalha e passa temporadas nas lisbonas. O outro garoto perdi o rasto mas saiu do nosso clube porque quer o minino quer o papá era um exemplo de "boas maneiras" e deseducaçao.

Quando se juntam na mesma pessoa papá e empresario de uma criança está tudo estragado.

Grande Porto, isso é um problema não do nosso clube mas sim dos pais que enviam empresários para negociar contratos de miúdos. Felizmente a prática do nosso clube até hoje foi sempre "corrê-los". Já no final dos anos 90 aconteceu com três internacionais sub-19 que Pinto da Costa os mandou embora porque os pais entregaram a um empresário a missão de negociar contratos. Não me recordo é do nome desses três em que um era um guarda-redes muito promissor. Nisto apoio a 200% o clube. Os bons pais devem-se preocupar em que os filhos sejam bons alunos e que tenham bom aproveitamento na escola que o nosso clube também apoia. Na escola António Nobre existe uma das melhores turmas dessa escola que é composta na sua maioria pelos actuais junores de 1ºano. Tomás e André Silva são um exemplo de grandes alunos.
 
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 24/Set/12, 00:52
Mingote (o GR), Sousa (médio defensivo) e Amândio Ramos (central).


Assinaram pelo Veiga, com patrocínio do filho do PdC.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dragão da Beira em 24/Set/12, 02:37
O slmerda está a apostar forte na formação, têm feito torneios com algumas das melhores equipas da europa e do mundo, ainda agora fizeram um no centro de produção de merda.
Penso que este tipo de torneios são importantes para o crescimento futebolístico dos miúdos. Não sei como fazem, mas estão com boas equipas e bons jogadores.

Tenho um amigo que era olheiro dos lagartos ( apenas lhe pagavam deslocações ) e a função dele era passar fins de semana a ver jogos numa determinada região, se algum miúdo fosse bom era contactado e fazia testes. Disse-me que havia dezenas de olheiros no país a fazer o mesmo trabalho.

De longe, estamos um pouco afastados da realidade da formação do NGC, acompanhamos o pouco que passa no Porto Canal, pelo que tenho visto há muito trabalho a fazer, pelo menos nos"miúdos maiores".
Não sei se passa pelos treinadores, sistema de jogo, ou pela escolha que se faz dos jogadores, lembro-me de ver sair grandes jogadores da formação, e de repente  só 1 ou 2 razoáveis , e geralmente são emprestados e depois vendidos.



Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 24/Set/12, 12:13
O slmerda está a apostar forte na formação, têm feito torneios com algumas das melhores equipas da europa e do mundo, ainda agora fizeram um no centro de produção de merda.
Penso que este tipo de torneios são importantes para o crescimento futebolístico dos miúdos. Não sei como fazem, mas estão com boas equipas e bons jogadores.

Tenho um amigo que era olheiro dos lagartos ( apenas lhe pagavam deslocações ) e a função dele era passar fins de semana a ver jogos numa determinada região, se algum miúdo fosse bom era contactado e fazia testes. Disse-me que havia dezenas de olheiros no país a fazer o mesmo trabalho.

De longe, estamos um pouco afastados da realidade da formação do NGC, acompanhamos o pouco que passa no Porto Canal, pelo que tenho visto há muito trabalho a fazer, pelo menos nos"miúdos maiores".
Não sei se passa pelos treinadores, sistema de jogo, ou pela escolha que se faz dos jogadores, lembro-me de ver sair grandes jogadores da formação, e de repente  só 1 ou 2 razoáveis , e geralmente são emprestados e depois vendidos.

Não, estás enganado. Agora o problema da formação é dos "papás".
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 24/Set/12, 19:57
Mingote (o GR), Sousa (médio defensivo) e Amândio Ramos (central).

Assinaram pelo Veiga, com patrocínio do filho do PdC.
Certissimo Drago.
Do Mingote lembro-me bem dos outros dois já nem o nome.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 24/Set/12, 20:02

De longe, estamos um pouco afastados da realidade da formação do NGC, acompanhamos o pouco que passa no Porto Canal, pelo que tenho visto há muito trabalho a fazer, pelo menos nos"miúdos maiores".
Não sei se passa pelos treinadores, sistema de jogo, ou pela escolha que se faz dos jogadores, lembro-me de ver sair grandes jogadores da formação, e de repente  só 1 ou 2 razoáveis , e geralmente são emprestados e depois vendidos.
Os de perto não ligam nenhuma. No intervalo e no final do jogo da B com o Belenenses, na passada quarta-feira, foi anunciado o jogo de andebol com o Xico Andebol mas o jogo dos juniores no mesmo dia e duas horas mais cedo, alguém da estrutura se "esqueceu2 que havia um jogo de sub-19 no Olival com o Guimarães. Pormenores...
No Porto Canal formação quase não é tema. Vou dando uns resumos e uns jogos onde possa haver festa caso contrário é sempre preferivel mesmo depois de 72 horas repetir o resumo da equipa principal. Formação em Portugal quase não existe em tudo que é orgão de comunicação social. Poucos são os jornalistas que verdadeiramente acompanham a formação. Basta ver que o jornal (aquele que tem duas caras) que vive dependente do nosso clube frequentemente troca fotos e nomes de atletas da nossa formação. Quando até não os despreza como foi o caso do Eloi que só muito depois da época começar é que foi incluido por esse jornal no plantel da B.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 26/Set/12, 17:43
Estudo: Barcelona investe 20 milhões por ano na formação

Luís Gustavo, português da Equipa B, conduz o Maisfutebol numa visita a La Masia

Por Pedro Jorge da Cunha2012-09-26 17:08h


«Precisamos de qualidade e resultados. Triunfo sem qualidade é aborrecido; qualidade sem triunfo não faz sentido».

A observação é de Johan Cruyff e serve de farol a um exaustivo relatório sobre o trabalho exercido pelas Academias de Futebol de Formação. O estudo foi levado a cabo pela Associação dos Clubes Europeus, órgão presidido por Karl-Heinz Rummenigge, e revela dados bastante pertinentes.

O único clube português alvo de análise foi o Sporting e o Barcelona é o clube que mais investe nas estruturas de formação: cerca de 20 milhões de euros por ano.

Não é à toa que sete dos 11 jogadores utilizados na final da Liga dos Campeões de 2011 tenham saído dos laboratórios de La Masia. A aposta dos catalães na formatação dos seus aprendizes em futebolistas-tipo é fortíssima e inabalável. Há uma cultura, uma definição, uma cartilha religiosa.

Neste documento a que o Maisfutebol teve acesso, também se pode ler algumas das regras fundamentais de comportamento: piercings, brincos, tatuagens e cabelo pintado é absolutamente proibido. Jogar com a camisola por fora dos calções? Nem pensar.

Tudo isto faz sentido se olharmos para Iniesta, Xavi e Messi, por exemplo. Filhos de La Masia, filhos de um código de conduta rígido.

Aqui ficam algumas das diretrizes traçadas pelos catalães:

. Número de campos de treinos: 8 (5 de relva natural, 3 sintéticos);
. Número de scouts: 25;
. Elementos procurados: técnica, velocidade, visão de jogo;
. Números de equipas: 15;
. Número de jogadores: 250;
. Origem dos atletas: 70% da Catalunha; 20% de outras regiões de Espanha; 10% estrangeiros;
. Número de treinadores: 36;
. Tática idealizada: 4x3x3;
. Tipo de exercícios: sempre com bola e em ritmo altíssimo;

«Para nós o Barcelona não é um negócio, é um sentimento», afirma nesta pesquisa o presidente Sandro Rosell.

Luís Gustavo, português no Barça: «Isto é perfeito»

Luís Gustavo é português e joga na equipa B do Barcelona. Está há seis anos nos blaugrana e ajuda-nos a perceber melhor o dia-a-dia em La Masia.

«Cheguei com 13 anos e desde o início avisaram-me que o respeito, a educação e a responsabilidade são tão importantes como a capacidade técnica», diz o esquerdino, internacional sub-19, ao Maisfutebol.

«Temos reuniões semanais com ex-atletas do clube. Incentivam-nos a ter tempo também para os estudos. Eles sabem o que acontece quando o futebol acaba», explica Gugu, realizado por ter feito «a escolha certa» para a carreira.

«É impossível não dar o máximo aqui. Olhamos para o campo ao lado e vemos o Messi e o Xavi a correrem que nem loucos. Eles já ganharam tudo e treinam assim, por isso nós só temos de dar o dobro».

Adriano e Thiago Alcântara são os melhores amigos de Luís Gustavo. A eles juntaram-se Agostinho Cá e Edgar Ié, chegados do Sporting em julho.

«Tenho ajudado em tudo o que é possível. O Agostinho já está a jogar, o Edgar tem estado lesionado. Vieram para uma academia fabulosa, perfeita».

Luís Gustavo nasceu em Braga, mas viveu no Brasil entre os 5 e os 13 anos. O sonho de jogar o Mundial-2014 com a camisola da Seleção Nacional é «enorme».

«Já cheguei à equipa B, falta-me mais um passo para ser jogador do melhor conjunto do mundo. Este ano quero consolidar o meu lugar no plantel secundário, crescer e convencer o treinador Tito Vilanova a apostar em mim».

Os clubes analisados neste estudo foram os seguintes:

Barcelona, Sporting, Ajax, Arsenal, Bayern Munique, Inter Milão, Levadia Tallinn, Dínamo Zagreb, Lens, Standard Liège, Besiktas, Basileia, FC Honka, Schalke 04, Shakhtar, Teplice, Glentoran, Hearts, Helsingborgs e Panathinaikos.


Fonte: MaisFutebol
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marcos19 em 26/Set/12, 19:23
Já tinha visto,infelizmente não estamos nos clubes analisados :(
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 26/Set/12, 20:36
Pior que não ser analisado é sabermos que estamos a anos-luz da capacidade financeira do Barcelona. Mas mesmo com pouco dinheiro pode-se fazer muito mais do que se tem feito. Haja vontade. A equipa profissional também tem um orçamento muito reduzido comparado com os clubes mais ricos (não maiores, o nosso é dos maiores) tipo Barcelona e não deixa de ganhar competições internacionais.   

Com a B e uma CL-U19 no horizonte está na hora do nosso clube apostar a sério na formação.

Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marcos19 em 26/Set/12, 20:44
Pior que não ser analisado é sabermos que estamos a anos-luz da capacidade financeira do Barcelona. Mas mesmo com pouco dinheiro pode-se fazer muito mais do que se tem feito. Haja vontade. A equipa profissional também tem um orçamento muito reduzido comparado com os clubes mais ricos (não maiores, o nosso é dos maiores) tipo Barcelona e não deixa de ganhar competições internacionais.   

Com a B e uma CL-U19 no horizonte está na hora do nosso clube apostar a sério na formação.

Sim,felizmente fomos habituados a fazer muito com pouco e se o Sporting foi analisado,CARAMBA,nós também temos que ser!!
Temos jovens com qualidade,é preciso confiar neles.

Quanto á B e á CL-U19 espero que não aconteça como tens vindo a referir ao virem muitos estrangeiros.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 26/Set/12, 20:50
Antero Henrique, diretor-geral da SAD dos campeões nacionais, deixou críticas à decisão, por entender que a medida representa um “retrocesso” para o jogador português.

“É um atentado ao jogador português. É um grande retrocesso no que diz respeito à necessidade de desenvolver o jogador português que assim vê o seu espaço diminuído. As equipas B são uma excelente medida, mas é preciso um nível intermédio”, afirmou o dirigente em entrevista ao jornal ‘O Jogo’.

Estas declarações aquando da tentativa do idiota do prejidente da desliga em boicotar os empréstimos a clubes das mesmas divisões.

Deixo a pergunta: O director geral para o futebol estava-se a referir a quê?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 26/Set/12, 20:54

Quanto á B e á CL-U19 espero que não aconteça como tens vindo a referir ao virem muitos estrangeiros.
Se desde o defeso têm estado tantos á experiência nos juvenis (sub-17) são para quê e por causa de que competição?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marcos19 em 26/Set/12, 21:14
Se desde o defeso têm estado tantos á experiência nos juvenis (sub-17) são para quê e por causa de que competição?

Talvez rendam mais rápido em vez de apostarem nos portugueses que fervem pelo nosso clube e renderão a longo prazo :(
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 26/Set/12, 21:15
Sim,felizmente fomos habituados a fazer muito com pouco e se o Sporting foi analisado,CARAMBA,nós também temos que ser!!
Temos jovens com qualidade,é preciso confiar neles.

Quanto á B e á CL-U19 espero que não aconteça como tens vindo a referir ao virem muitos estrangeiros.

O Sporting mete-nos no bolso no que toca à formação.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marcos19 em 26/Set/12, 21:18
O Sporting mete-nos no bolso no que toca à formação.

O que eu estou a referir é isso,é que,enquanto clube maior que somos deveriamos ser nós a estar naquela lista em vez do Sporting.
Não estou a dizer que neste momento a nossa formação é melhor.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 26/Set/12, 21:22
O Sporting mete-nos no bolso no que toca à formação.
Qe parâmetros te referes?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marcos19 em 26/Set/12, 21:23
Qe parâmetros te referes?

Talvez á aposta nos da formação.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 26/Set/12, 21:27
Qe parâmetros te referes?

Na qualidade de jogadores que têm lançado. Não podemos comparar os jogadores que saem dos clubes vindo da formação. Nós somos bons, muito bons, a formar jogadores das acima dos 18/19 anos.

Não concordas?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 26/Set/12, 21:33
Na qualidade de jogadores que têm lançado. Não podemos comparar os jogadores que saem dos clubes vindo da formação. Nós somos bons, muito bons, a formar jogadores das acima dos 18/19 anos.

Não concordas?
Concordo mas a formação não acaba aos 18/19. Pelos menos até aos 21 um jogador está em formação. Se os tais craques do Sporting (Figo e Ronalda) tivessem ficado mais um ano apenas onde estavam hoje? Buscar um junior ao Sporting é extramamente fácil o que não acontece no nosso clube.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 26/Set/12, 21:41
Concordo mas a formação não acaba aos 18/19. Pelos menos até aos 21 um jogador está em formação. Se os tais craques do Sporting (Figo e Ronalda) tivessem ficado mais um ano apenas onde estavam hoje? Buscar um junior ao Sporting é extramamente fácil o que não acontece no nosso clube.

Pois, mas isso é porque é um clube que é fraco nos seniores e tem maus dirigentes. Eles formam miúdos com muita classe. O Figo e o Ronaldo se calhar não eram tão bons se tivessem ficado mais um ou dois anos no Sporting mas também podiam não ser ninguém se não tivessem ido para lá. Nós, com a capacidade de formar jogadores até os 18/19 anos que eles têm, com a nossa capacidade de formar daí para cima éramos fantásticos (mesmo assim somos). E eles não têm mais dinheiro do que nós, não é por aí que formam jogadores. Eles formaram Ronaldo, Quaresma, Figo, Moutinho, Nani, Veloso, Patrício entre tantos outros. Agora vejo lá jogadores com muito potencial como o Betinho, o Bruma, o João Mário e gostava muito do Agostinho.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 26/Set/12, 21:44
Agora vejo lá jogadores com muito potencial como o Betinho, o Bruma, o João Mário e gostava muito do Agostinho.
Betinho e João Mário acho que podem dar grandes jogadores mas se sairem de lá. Bruma dos jogos que vi dele nunca achei nada de especial. O Agostinho não tem idade que se diz que tem.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 26/Set/12, 21:47
Betinho e João Mário acho que podem dar grandes jogadores mas se sairem de lá. Bruma dos jogos que vi dele nunca achei nada de especial. O Agostinho não tem idade que se diz que tem.

Lá está. Mas o talento está lá e foram eles que os formaram, quer queiramos quer não. Eu gostava muito de os ver no Porto e, se calhar, não era preciso assim tanto dinheiro. O Bruma é muito imprevisível e forte, pode dar jogador. O Agostinho não sei mas eles no Barcelona não brincam e têm uma grande departamento médico, não sei se deixavam passar uma falha dessas.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Celta7 em 26/Set/12, 22:01
O Sporting não nos mete no bolso no que diz respeito à formação de jogadores.

Mas mete-nos no bolso noutro aspecto muito importante: na transição dos jogadores de juniores a seniores. Não têm problemas em apostar em jogadores de 18, 19 ou 20 anos. Fazem-no não por estratégia, mas sim por necessidade. Porque não têm a capacidade financeira do Porto ou slb que lhes permite comprar jogadores jovens com muito potencial. E como tal têm de "puxar" os jogadores da formação para o plantel  principal.

E isto é onde o Porto falha redondamente. Os miúdos da formação pura e simplesmente não têm oportunidades no plantel sénior, salvo raríssimas excepções. Jogadores com 18 anos, que já deviam estar a treinar \ jogar com seniores continuam a disputar campeonatos de juniores sem qualquer competitividade, salvo 3 ou 4 jogos por época. E quando chegam aos 19 \ 20 anos, vão "rodar" até aos 22 ou 23. Rodam em divisões secundárias, com jogadores fracos e treinadores de qualidade duvidosa. A evolução é lenta e nem sempre bem orientada.  Quantos e quantos jogadores muito promissores da nossa formação já se perderam??

A equipa B pode ser a tábua de salvação para esses jogadores. Vamos ver como vai ser aproveitada.

Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: COTADRAGÃO em 26/Set/12, 22:16
Betinho e João Mário acho que podem dar grandes jogadores mas se sairem de lá. Bruma dos jogos que vi dele nunca achei nada de especial. O Agostinho não tem idade que se diz que tem.

O João Mário era nosso ?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marcos19 em 26/Set/12, 22:18
Penso que sim.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 27/Set/12, 01:12
O João Mário era nosso ?
Sim era. Ele e o seu irmão Wilson Eduardo.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marcos19 em 27/Set/12, 11:09
Citação de: João Lucho \"2\" em 27/Set/12, 01:12
Sim era. Ele e o seu irmão Wilson Eduardo.

Foram para Lisboa porque a mãe mudou-se para lá.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: COTADRAGÃO em 27/Set/12, 12:16
Foram para Lisboa porque a mãe mudou-se para lá.

Ou os lagartos foram espertalhões ?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 27/Set/12, 12:42
O Sporting não nos mete no bolso no que diz respeito à formação de jogadores.

Mas mete-nos no bolso noutro aspecto muito importante: na transição dos jogadores de juniores a seniores. Não têm problemas em apostar em jogadores de 18, 19 ou 20 anos. Fazem-no não por estratégia, mas sim por necessidade. Porque não têm a capacidade financeira do Porto ou slb que lhes permite comprar jogadores jovens com muito potencial. E como tal têm de "puxar" os jogadores da formação para o plantel  principal.

E isto é onde o Porto falha redondamente. Os miúdos da formação pura e simplesmente não têm oportunidades no plantel sénior, salvo raríssimas excepções. Jogadores com 18 anos, que já deviam estar a treinar \ jogar com seniores continuam a disputar campeonatos de juniores sem qualquer competitividade, salvo 3 ou 4 jogos por época. E quando chegam aos 19 \ 20 anos, vão "rodar" até aos 22 ou 23. Rodam em divisões secundárias, com jogadores fracos e treinadores de qualidade duvidosa. A evolução é lenta e nem sempre bem orientada.  Quantos e quantos jogadores muito promissores da nossa formação já se perderam??

A equipa B pode ser a tábua de salvação para esses jogadores. Vamos ver como vai ser aproveitada.

Não concordo em quase nada do que dizes mas então como explicas que a equipa B do Sporting, que joga com 10 jogadores no 11 vindos da formação esteja em 3º com os mesmos pontos que o 2º e o Porto B, que em 11 joga com 4 jogadores da formação e esteja em 16º? Também é por necessidade?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Celta7 em 27/Set/12, 14:40
Não concordo em quase nada do que dizes mas então como explicas que a equipa B do Sporting, que joga com 10 jogadores no 11 vindos da formação esteja em 3º com os mesmos pontos que o 2º e o Porto B, que em 11 joga com 4 jogadores da formação e esteja em 16º? Também é por necessidade?

Não consigo perceber o que é que isso tem a ver com o que eu escrevi...

Eu falava dos anos anteriores... como o Sporting aproveitava jogadores saídos dos juniores... falava de Moutinhos, Quaresmas, Ronaldos, Custódios, Vianas, Rui Patricios, etc... jogadores que, por necessidade do Sporting, subiram imediatamente aos seniores... jogadores que, na minha opinião, evoluiram bastante precisamente por causa disso (para além do obvio talento que tinham).

Quem analisa o histórico dos campeonatos de formação, chega à conclusão que o Sporting não domina avassaladora mas no entanto, coloca mais jogadores nos seniores. A conclusão, para mim, parece óbvia.

Quanto à equipa B, so falei nela na ultima frase do meu post. Para dizer que pode ser uma bola solução para o Porto. E disse "vamos ver como vai ser aproveitada. E mais uma vez, parece que o Sporting está a fazer as coisas de forma diferente do Porto.

Espero ter sido mais claro desta vez...

PS: só mais uns dados sobre o histórico destes campeonatos:

Juniores - FC Porto (20 campeonatos), Sporting (16 campeonatos)
Juvenis  - FC Porto (20 Campeonatos), Sporting (11 campeonatos)
Iniciados - FC Porto (14 campeonatos), Sporting (10 campeonatos)
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: FCP07 em 27/Set/12, 15:35
uma coisa são campeonatos outra coisa é promover e potencializar jovens qualidade. Não será por acaso que c. ronaldo (madeira) , quaresma , figo, simão (trás montes ) etc... todos são dos escalões alvalade
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 27/Set/12, 15:55
Não consigo perceber o que é que isso tem a ver com o que eu escrevi...

Eu falava dos anos anteriores... como o Sporting aproveitava jogadores saídos dos juniores... falava de Moutinhos, Quaresmas, Ronaldos, Custódios, Vianas, Rui Patricios, etc... jogadores que, por necessidade do Sporting, subiram imediatamente aos seniores... jogadores que, na minha opinião, evoluiram bastante precisamente por causa disso (para além do obvio talento que tinham).

Quem analisa o histórico dos campeonatos de formação, chega à conclusão que o Sporting não domina avassaladora mas no entanto, coloca mais jogadores nos seniores. A conclusão, para mim, parece óbvia.

Quanto à equipa B, so falei nela na ultima frase do meu post. Para dizer que pode ser uma bola solução para o Porto. E disse "vamos ver como vai ser aproveitada. E mais uma vez, parece que o Sporting está a fazer as coisas de forma diferente do Porto.

Espero ter sido mais claro desta vez...

PS: só mais uns dados sobre o histórico destes campeonatos:

Juniores - FC Porto (20 campeonatos), Sporting (16 campeonatos)
Juvenis  - FC Porto (20 Campeonatos), Sporting (11 campeonatos)
Iniciados - FC Porto (14 campeonatos), Sporting (10 campeonatos)

Tem a ver que dizes que não nos mete num bolso na formação de jogadores mas mete. Basta olhar para os jogadores que já saíram de lá e que continuam a sair. A equipa B é o exemplo que a formação deles é melhor do que a nossa.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marcos19 em 27/Set/12, 16:22
Ou os lagartos foram espertalhões ?

A versão que circula é aquela.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Celta7 em 27/Set/12, 17:58
uma coisa são campeonatos outra coisa é promover e potencializar jovens qualidade. Não será por acaso que c. ronaldo (madeira) , quaresma , figo, simão (trás montes ) etc... todos são dos escalões alvalade

Só me estás a dar razão então. Foi o que eu escrevi no meu 1º post e é o que diferencia o Porto do Sporting.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Celta7 em 27/Set/12, 18:18
Tem a ver que dizes que não nos mete num bolso na formação de jogadores mas mete. Basta olhar para os jogadores que já saíram de lá e que continuam a sair. A equipa B é o exemplo que a formação deles é melhor do que a nossa.

Não estás a conseguir perceber onde eu quero chegar.

1 - O Sporting aproveitou a geração que foi campeã de juniores do ano passado. Uma excelente geração. E está a ter bons resultados na II liga. E por isso tem melhor formação do que nós? Desafio-te a comparar as respectivas gerações de sub 18, sub 17 e sub 16.  E depois diz-me as tuas conclusões, se tirares algumas.

2 -  Porto, Benfica e Sporting estão sensivelmente ao mesmo nível, no que concerne aos escalões de formação e à forma como se trabalha. Hoje em dia já não há segredos, todos trabalham da mesma  forma, todos têm excelentes condições de treino. O scouting já não é o ponto que diferencia o Sporting dos outros, estão ao mesmo nível. Basta ver os vencedores dos campeonatos, ou as convocatórias para as selecções. Ninguém mete os outros "no bolso". Uns anos tem o Porto a supremacia, outros tem o Sporting e mais recentemente, tem o Benfica.

3 - Pela 3ª vez (e ultima) o que diferencia o Sporting dos outros, é a forma como aproveita os jogadores quando estes estão nos seus 18 \ 19 \ 20 anos. Jogadores talentosos há nos 3 grandes. Mas só o Sporting tem tirado proveito deles. Por estratégia? Por necessidade? Não interessa. A forma como se define o destino destes jogadores nesta idade será tão importante para o seu futuro como foram todos os anos de formação que estiveram para trás. O Sporting aposta nos miúdos nestas idades. O Porto e o Benfica não. E os resultados estão à vista.

PS: A ultima vez que Portugal foi campeão nas camadas de formação, foi em sub 17 em Viseu. A base do meio campo era portista: Paulo Machado e Márcio Sousa. Esporadicamente, eram substituídos na parte final dos jogos, por um tal de João Moutinho. Nos 2 anos seguintes, os 2 portistas fizeram os 2 anos restantes de juniores e o JM subiu logo para os seniores. Vê onde está um (JM) e onde andam os outros... Podia dar mais exemplos mas este ilustra bem o meu ponto de vista.

 
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 27/Set/12, 19:31
Ou os lagartos foram espertalhões ?


Ou isso mesmo.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: COTADRAGÃO em 27/Set/12, 21:57

Ou isso mesmo.

Tenho de facto essa grande duvida se eles não foram uns  grandissimos espertalhões e nos um tanto inocentes.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 28/Set/12, 14:05
Tem a ver que dizes que não nos mete num bolso na formação de jogadores mas mete. Basta olhar para os jogadores que já saíram de lá e que continuam a sair. A equipa B é o exemplo que a formação deles é melhor do que a nossa.
Sou também da opinião, apesar de tudo, que temos uma formação melhor que a do Sporting. Temos mais titulos e o clube com mais atletas formados nos campeonatos profissionais segundo o estudo na época passada de um órgão de cs.
Aquilo que não fazemos é melhor aproveitamento quando passam a profissionais por vários motivos que são o contrário daquilo que o Sporting faz por motivos também contraditórios aos nossos.

1. Temos uma equipa senior muito mais forte que a do Sporting o que torna a qualquer junior entrar na mesma ao contrário do Sporting.

2. A nossa capacidade financeira é igualmente muito mais forte que a do Sporting o que origina mais facilmente contratar jogadores sejam elas ou boas contratações. O Sporting nesse aspecto está muito limitado e vira-se para o seu "mercado" interno.

3. Os atletas que emprestamos raramente ou nunca, nos ultimos anos (sob a vigência de Antero) tiveram boas escolhas de clubes e treinadores. Veja-se a excepção que confirma a regra- Christian Atsu.

Estes são os 3 principais factores, na minha opinião, pelo quase nulo aproveitamento de atletas oriundos da nossa formação.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: ribeirinho em 28/Set/12, 23:58
Tudo começa nos olheiros e o Sporting tem cerca de 150,o porto não sei.Depois na triagem e também na mentalidade e capacidade de lapidar os talentos.É obvio que o Sporting é claramente melhor,e exemplos não faltam,a nossa equipa senior é melhor mas(Figo,Nani,Simão,patricio,ronaldo,moutinho)e companhia cabiam no nosso clube.Nós agora temos um campo de recrutamento tão basto(dragon force)que espero no futuro,a nossa equipa melhorar individualmente e coletivamente.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marcos19 em 29/Set/12, 10:15
Tudo começa nos olheiros e o Sporting tem cerca de 150,o porto não sei.Depois na triagem e também na mentalidade e capacidade de lapidar os talentos.É obvio que o Sporting é claramente melhor,e exemplos não faltam,a nossa equipa senior é melhor mas(Figo,Nani,Simão,patricio,ronaldo,moutinho)e companhia cabiam no nosso clube.Nós agora temos um campo de recrutamento tão basto(dragon force)que espero no futuro,a nossa equipa melhorar individualmente e coletivamente.

Garanto-te que os olheiros do Porto são tão ou mais capazes do que os do Sporting.
E...Patricio cabia no nosso clube!?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 29/Set/12, 14:32
Garanto-te que os olheiros do Porto são tão ou mais capazes do que os do Sporting.
E...Patricio cabia no nosso clube!?
Ora aqui está uma pergunta muito oportuna e interessante.
Tirando as vedetas que passaram pelo Sporting pouco resta. Miguel Garcia foi titular no 1º de séniro e foi até o autor do golo que garantiu a final da uefa que tiveram e onde está? Ainda é profissional de futebol? Sem a publicidade que se faz á Academia pouco fica de real valor.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: rickz em 29/Set/12, 17:21
Bem como já fui um grande seguidor dos nossos jovens ( já não o sou tanto por falta de tempo) , venho aqui dar a minha opinião.
Focando-me na comparação feita acima entre as Academias de Porto e Sporting , efetivamente o Sporting , tem a melhor , mas isto deve-se a um Factor , ao Sporting ter formado 2 bolas de ouro , os jovens são influenciados por isso(pensam que por ser frmado lá um ou dois grandiosos jogadores eles também o vão ser)  , outro factor é claramente , as apostas que sporting faz nos jovens da formação ( se eu fosse um jovem promissor não viria para um clube que eu sei quase ou nada aposta nos da "casa" (como é caso Benfica e Porto)

2º Ponto - Treinadores- parece-me que o NGC quer ao mesmo tempo Jogadores e Treinadores , e para mim isso não resulta , na minha opinião pelo menos nos Sub 17 e 19 , os treinadores deviam ser verdadeiros formadores , com capacidades reconhecidas na formação e lapidação de jovens , e não treinadores que são treinadores á 1 ou 2 anos . Toda a gente sabe a importância de um Bom Treinador durante o processo de formação de um jogador(ATSU que o diga)

3º Ponto . Equipa B- Qual é a motivaão de um Sub 19 , de sabe que quando chegar á equipa B é muito provável que cheguem mais um camião de estrangeiros (alguns de qualidades duvidosas) para lhes tapar o Lugar?

Por último dar os Parabéns ao Francisco pelo seu trabalho no Forum no que a jovens diz respeito,  mantendo muita gente actualizada
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marcos19 em 30/Set/12, 15:37
Ora aqui está uma pergunta muito oportuna e interessante.
Tirando as vedetas que passaram pelo Sporting pouco resta. Miguel Garcia foi titular no 1º de séniro e foi até o autor do golo que garantiu a final da uefa que tiveram e onde está? Ainda é profissional de futebol? Sem a publicidade que se faz á Academia pouco fica de real valor.

O Miguel Garcia está num clube pequeno da Turquia,mas há outros,Carriço por exemplo é um dos piores centrais na nossa Liga e no entanto é um produto da formação do Sporting e um dos capitães!!
Patricio é mais um produto de não sei de onde porque não lhe vejo grandes capacidades para ser titular da Seleção...Beto,Eduardo,Quim são bem melhores.
Para mim o nosso principal erro é a transição de juniores para seniores.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: COTADRAGÃO em 02/Out/12, 13:50
29/09/2012
Arrancou projecto social

O projecto Dragon Force Social deu hoje o primeiro passo, no Vitalis Park, com a selecção das crianças das instituições convidadas. Esta iniciativa pretende oferecer a crianças desfavorecidas a pratica desportiva, com o carimbo de qualidade do FC Porto.

Entre as 15h00 e as 18h00, foi organizado um torneio na escola mãe Dragon Force, no Vitalis Park, envolvendo as 13 Instituições Particulares de Solidariedade Social convidadas e as mais de 100 crianças institucionalizadas.

As IPSS foram recebidas às 14h30 pelo responsável operacional da DF Porto Manuel Castro e pela mediadora socioeducativa Daniela Freitas. As crianças foram encaminhadas para os balneários e receberam uma t-shirt Dragon Force. Em cada balneário estavam águas Vitalis e um cesto de fruta.

Ao som do hino do FC Porto e acompanhadas pelos treinadores DF, foi realizada a entrada em campo de todas as crianças.

Os treinadores DF, juntamente com alguns elementos do departamento de scouting do FC Porto, estiveram atentos ao desenrolar dos jogos com o objectivo de seleccionarem as crianças mais talentosas. Esta selecção será alvo de análise da coordenação técnica e posteriormente divulgada às IPSS.

No final da tarde foi realizado um lanche convívio entre todos os envolvidos, crianças, educadores, responsáveis das instituições e treinadores.

As IPSS que participaram fora: Instituto Profissional do Terço, Colégio Barão Nova Sintra, Casa do Vale, Casa de Cedofeita, ACISJF, Aldeias SOS, Associação Protectora da Criança, Lar Juvenil dos Carvalhos, Tenda do Encontro, Centro de Acolhimento Mãe d`água, Lar Marista de Ermesinde, Fundação Lar Evangélico Português e Obra do Padre Grilo.
www.fcporto.pt (http://www.fcporto.pt)
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: miguel em 03/Out/12, 11:30
É um projecto aliciante, contudo espero que levem isto a serio e realmente formem jogadores e acima de tudo pessoas.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 13/Out/12, 17:26
Já alguém tentou falar com responsáveis pela formação do Porto para tentar ajudar e dar ideias?

Sei que, por exemplo, as galinhas são muito abertas a sugestões e respondem a mails e tudo. Lá nisso interagem muito com os adeptos e saem todos a ganhar.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Sangue Azul em 19/Out/12, 18:56
Francisco, na tua pinião porque é que o D. Viana não singra no futebol apesar das oportunidades inclusive no estangeiro ?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 20/Out/12, 12:21
Sangue Azul, não sou técnico nem especilaista, apenas acompanho a formação como adepto. Tenho as minhas ideias próprias que um jovem quando passa a sénior acaba um ciclo mas não a sua formação enquanto atleta. Ao entrar no futebol profissional entra num mundo completamente diferente daquele que estava habituado, num futebol muito mais competitivo (os dos 3 grandes sobretudo) e na maior parte da vezes em equipas que têm outros objectivos que não aqueles que estavam habituados desde miúdos.
É aqui que o nosso clube falha, sistemáticamente. Os clubes e treinadores a quem se emprestam devem ser muito bem escolhidos e não por dá cá aquela palha.
Vou-te dar um exemplo concreto do Sérgio Oliveira. Foi para o Beira-Mar, a coisa começou logo a correr mal, inclusivé mal recebido pelos colegas com o Hugo (fdp) á cabeça, andou mesmo "desaparecido" uns dias, quis voltar para os sub-19 em Janeiro ou para outro clube que o Porto entendesse mas um responsável do nosso clube entendeu que devia lá estar. É nestas alturas que o nosso presidente deveria intervir como fez com o Eloi este ano mas não pode estar omnipresente. No ano seguinte foi enviado para a Bélgica e outra vez a coisa correu mal. Felizmente veio para Portugal onde fez uma boa meia-época no Penafiel. Concluindo em relação ao S.Oliveira que se estreou aos 16 anos pela equipa principal teve já dois anos de futebol profissional muito mal preparados e acompanhdos por parte do nosso clube. É aqui que falhamos sistemáticamente ao contrário do Sporting. Bem sei e defendo que um atleta mostra qualiades em qualquer clube em qualquer equipa ou país. Mas um bom atleta se estiver nas melhores condições e nas melhores equipas mostra muito mais e mais depressa as suas qualidades. O Messi de certeza que nunca seria Bola de Ouro a jogar no Almeria nem o C.Ronaldo não passaria do muito razoável ou bom se tivesse continuado no Sporting como aconteceu com outros. Os bons e muito bons tem de ser em qualquer lado mas com as melhores condições e nas melhores equipas mostram de certeza muito mais qualidades. Temos o exemplo do Hulk que estava na 2ªdivisão japonesa. Se não viesse para o nosso clube alguma vez o iamos conhecer? E Hulk serve ambém de exemplo para que nem todos os atletas estão preprados para estar longe. Hulk desde muito novo esteve fora da familia o que o ajuda a adaptar-se melhor e mais rápido para onde vá.
No caso concreto do Diogo Viana na minha opinião mandá-lo para a Holanda foi "condená-lo". Com estas idades qualquer jovem precisa de ser controlado. Sem esse controlo e carteira recheada é fácil a qualquer um "perder" a cabeça. Não sei se o D.Viana a perdeu mas mandá-lo no seu 1º de sénior para longe não foi uma boa aposta de certeza. Os resultados estão á vista.
Não me parece que o Diogo Viana tenha caracteristicas para ter lugar na equipa principal mas os nossos jovens da formação não podem chegar a séniores e perderem-se. Já dei várias vezes os exemplos do Vieirinha e do Paulo Machado. Não servem para a nossa equipa principal mas servirm para o nosso clube encaixar os milhões e motivar qualquer miúdo que entra para as nossas equipas de formação. A formação também tem que ser vista por este lado. Se todos os anos se conseguisse encaixar com 2 ou 3 cerca de 3 milhões por cada um daria de certeza para todos os anos se "comprar" um Jackson Martinez.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Sangue Azul em 20/Out/12, 13:01
Obrigado Francisco pela tua pronta e completa resposta.

Podes não ser técnico mas és sem dúvida um especiaista e um estudioso do nosso futebol, sobretudo com grande contributo que dás no conhecimeno do futebol jovem

És uma das maiores valias deste Portal e leio sp com muita atenção aquilo que escreves

Continua assim a dar o teu precioso contributo

Um abraço
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 20/Out/12, 13:21
Obrigado pela parte que me toca. Como te digo acompanho as nossas equipas com muito gosto.

Podia te dar mais exemplos de má gestão dos nossos formados após serem séniores. Espero não ser repetitivo nem chato mas repara o que se faz com o g.redes Maia. Foi uma aposta sempre nas nossas equipas de formação. Chegou a sénior foi um autêntico fim-de-linha. Foi emprestado ao S.Clara onde não passou um bom ano. Ficou por opção própria sem clube e felizmente agora foi para a 2ªdivisão inglesa.
Com isto quero dizer/questionar o seguinte. Que sentido faz um clube apostar num jovem e num posto especifico de g.redes em todos os escalões e quando chega a sénior "abandona-o" á sua sorte?
Não bate a cara com a careta.
Falamos de um g.redes que defendeu sempre a baliza das selecções em todos os escalões.
Não estou com isto a defender que o Maia deveria estar na B ou ali ou acolá (antes que alguém faça a interpretação que seja mais conveniente). A minha opinião nem a coloco aqui. O que ponho em causa é a incoerência. Se um determinado jovem é aposta desde muito novo em sénior para sermos coerentes tem de continuar a ser aposta pelo menos nos dois primeiros anos para ver no que dá.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 20/Out/12, 17:19
Onde de facto discordo da sua opinião é na qualidade do futebol das camadas jovens.
Já nem falo no facto de há uns anos para cá os resultados das selecções de base estarem cada vez mais longe do que acontecia regularmente(presença nas fases finais e titulos),mas na qualidade de jogo e na observação de valor individual dos atletas.

Rafa, já várias referi que o futebol jovem estagnou em Portugal. Enquanto não se mudarem os figurinos  dos campeonatos desde os sub-15 as nossas selecções vou perder fulgor como têm perdido nos ultimos anos. No entanto continuamos a ter qualidade individual. A miudagem precisa com muita urgência de ter um nivel competitivo muito mais elevado. É uma estupidez num país taõ pequeno termos uma nacional de sub-15 com 70 equipas e o de sub-17 com 50. Temos assim tantos bons clubes para termos tantas equipas nos nacionais? obviamente que não e tem de começar pela redução drástica do número de clubes que disputam os nacionais para mmelhorar o nível competitivo do futebol jovem.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: FCP07 em 20/Out/12, 21:36
porque não investir forte na formação e não criar um verdadeiro projecto e nesse aspecto não era nada mau lerem a entrevista que o aurelio pereira do sporting deu  recentemente. Porque não pedir ajuda a todos portistas para serem olheiros ... ser uma paixão do clube
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 21/Out/12, 16:37
Já alguém tentou falar com responsáveis pela formação do Porto para tentar ajudar e dar ideias?

Sei que, por exemplo, as galinhas são muito abertas a sugestões e respondem a mails e tudo. Lá nisso interagem muito com os adeptos e saem todos a ganhar.
E podem não sair a ganhar sempre, mas nunca perdem nada em ouvir as opiniões dos adeptos. E de quando em vez pode sair uma luzinha para determinado tema de onde menos se espera.

Temos discutido aqui o futebol de formação, cada um com as suas opiniões, mas se juntar-mos tudo de uma forma racional penso que podemos escrever uma carta á direcção com as nossas ideias sobre o que está bem e mal. Sobre o que poderia mudar e como. Depois eles que façam o que entenderem, mas a nossa cabeça ficaria tranquila em relação ao termos feito o que podíamos para ajudar.
O que acham?

PS: Este tipo de coisa pode ser também para outros temas como Porto Canal, Site do F.C.Porto, etc.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 27/Out/12, 13:04
porque não investir forte na formação e não criar um verdadeiro projecto e nesse aspecto não era nada mau lerem a entrevista que o aurelio pereira do sporting deu  recentemente. Porque não pedir ajuda a todos portistas para serem olheiros ... ser uma paixão do clube
Não me acredito que o Sporting gaste mais que o nosso clube na formação.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: FCP07 em 27/Out/12, 21:26
vei um estudo há um mês no jogo que o sporting era o clube que mais gastava em portugal cerca de 5 -6 milhoeso barcelona gastava 20 milões na formalão mas com equipa B incluida.

Eu acho que deviamos ser mais fortes no mercado de formação
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 03/Fev/13, 14:35
A questão é, qual o figurino ideal?

Pessoalmente (e isto vale para qualquer modalidade), qualquer equipa, por mais pequena que seja, deve ter a possibilidade de disputar o apuramento para as fases finais, por mais remota que sejam as suas possibilidades.

E é por isso que, por exemplo, eu sou contra as despromoções. Porque se uma equipa desce de divisão num determinado ano, não vão ser os jogadores que desceram que vão sofrer as consequências dessa descida. São os miúdos que têm 1 ano a menos, que se calhar até têm qualidade para discutir o apuramento para a 2ª fase no ano seguinte, que perdem a possibilidade de jogar na 1ª divisão desse escalão.

Resultados desnivelados irão sempre existir. É preciso é que os modelos competitivos sejam o mais justos possivel para todas as equipas.
Depois de pensar e repensar acho que a solução para esse problema de descerem de divisão e outra geração de melhor qualidade sofrer as consequências se resolvia com uma liguilha no inicio ou final do campeonato.
Assim as equipas que ficassem nos lugares de despromoção e as que ficassem nos lugares de subida disputavam entre si uma liguilha para se apurarem as melhores equipas. Dava oportunidade a essas gerações melhores de se manterem na divisão que a geração anterior não teve capacidade para se manter.
Celta, parece-me um pouco confuso mas acho que percebes o que quero dizer.

Acho que podemos e devemos dar sugestões á FPF para mudar os figurinos dos campeonatos jovens. Conforme estão não nos levam a lado nenhum. Torna-se dificil a qualquer jovem adquirir ritmo competitivo para quando chegar a sénior não ter tantas dificuldades de adaptação. Sejam eles dos principais clubes ou dos mais fracos.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: André Dias em 03/Fev/13, 19:58
Depois de pensar e repensar acho que a solução para esse problema de descerem de divisão e outra geração de melhor qualidade sofrer as consequências se resolvia com uma liguilha no inicio ou final do campeonato.
Assim as equipas que ficassem nos lugares de despromoção e as que ficassem nos lugares de subida disputavam entre si uma liguilha para se apurarem as melhores equipas. Dava oportunidade a essas gerações melhores de se manterem na divisão que a geração anterior não teve capacidade para se manter.
Celta, parece-me um pouco confuso mas acho que percebes o que quero dizer.

Acho que podemos e devemos dar sugestões á FPF para mudar os figurinos dos campeonatos jovens. Conforme estão não nos levam a lado nenhum. Torna-se dificil a qualquer jovem adquirir ritmo competitivo para quando chegar a sénior não ter tantas dificuldades de adaptação. Sejam eles dos principais clubes ou dos mais fracos.

Mas teria que ser no início do campeonato para já jogarem as novas gerações. Se fosse no final, ainda estavam as anteriores que colocaram o clube em lugar de despromoção.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 03/Fev/13, 20:05
Sim teria que ser no inicio para ser mais correcto ou então no final com as novas gerações. Essa poderia ser uma solução para acabar com uma certa injustiça que o Celta levantou e que concordo.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Celta7 em 03/Fev/13, 20:24
Depois de pensar e repensar acho que a solução para esse problema de descerem de divisão e outra geração de melhor qualidade sofrer as consequências se resolvia com uma liguilha no inicio ou final do campeonato.
Assim as equipas que ficassem nos lugares de despromoção e as que ficassem nos lugares de subida disputavam entre si uma liguilha para se apurarem as melhores equipas. Dava oportunidade a essas gerações melhores de se manterem na divisão que a geração anterior não teve capacidade para se manter.
Celta, parece-me um pouco confuso mas acho que percebes o que quero dizer.

Acho que podemos e devemos dar sugestões á FPF para mudar os figurinos dos campeonatos jovens. Conforme estão não nos levam a lado nenhum. Torna-se dificil a qualquer jovem adquirir ritmo competitivo para quando chegar a sénior não ter tantas dificuldades de adaptação. Sejam eles dos principais clubes ou dos mais fracos.

É uma boa solução. Outra solução (de difícil implementação, dado o numero elevado de equipas por esse país fora), seria um sistema semelhante ao que se usa nas selecções: agrupamento das equipas em mini grupos de 4 equipas onde se apuravam 2 equipas para a ronda seguinte e assim sucessivamente até chegares a um numero razoável que permitisse realizar um campeonato nacional final (12 equipas? 14?) com as melhores equipas nacionais desse ano.

Eventualmente salvaguardar as equipas tradicionalmente mais fortes, evitando que se cruzassem nas fases de grupos (atribuindo o estatuto de cabeças de serie em função dos resultados do passado).

Este sistema de mini grupos, com poucos jogos, aumenta a competitividade porque não há grande margem de manobra para falhar e por outro lado, dá-se a oportunidade a todas as equipas de chegarem à fase final.

Mas é difícil implementar este sistema, reconheço.

Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 03/Fev/13, 20:32
Também é uma boa solução.

Tudo é dificil quando não se tem vontade.
As únicas dificuldades que vejo serão as monetárias. Mas como sempre devem tocar guitarra quem te unhas.

Não podem é os campeonatos jovens continuarem como estão.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 07/Fev/13, 17:53
Vamos lá ver no que dá estas reuniões da FPF com os clubes. Espero que se chegue a um consenso e que se crie um modelo excelente para os nossos jovens.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: mogli89 em 10/Abr/13, 00:02
http://bleacherreport.com/articles/1589510-gotze-reus-are-just-the-start-how-german-football-produces-talent-without-end (http://bleacherreport.com/articles/1589510-gotze-reus-are-just-the-start-how-german-football-produces-talent-without-end)

Pareceu-me ser um artigo bastante interessante, e um modelo a ter em conta para o futuro do futebol em Portugal, e claro, no Porto.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: ndre em 12/Abr/13, 11:18
http://bleacherreport.com/articles/1589510-gotze-reus-are-just-the-start-how-german-football-produces-talent-without-end (http://bleacherreport.com/articles/1589510-gotze-reus-are-just-the-start-how-german-football-produces-talent-without-end)

Pareceu-me ser um artigo bastante interessante, e um modelo a ter em conta para o futuro do futebol em Portugal, e claro, no Porto.

Muito interessante esse artigo, de onde retiro 2 coisas: organização e melhoria das condições de treino/jogo.

Algo que talvez fosse interessante pensar, apesar de ser muito controverso certamente, era a limitação ao número de clubes por número de habitantes. Parece-me ( e isto é apenas a opinião de um adepto que francamente não acompanha a formação como outros utilizadores deste espaço que certamente conhecem com muito mais propriedade esta realidade) que a existência de muitos clubes em espaços geográficos sem um número de pessoas considerável leva á diluição de esforços e de verbas. Mais valeria ter 1 clube com excelentes condições de treino do que 4 ou 5 com condições de treino muito precárias.

Como referi anteriormente será certamente controversa esta ideia mas aqui a deixo se acharem relevante para o tema em questão.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 12/Abr/13, 16:06
Muito interessante esse artigo, de onde retiro 2 coisas: organização e melhoria das condições de treino/jogo.

Algo que talvez fosse interessante pensar, apesar de ser muito controverso certamente, era a limitação ao número de clubes por número de habitantes. Parece-me ( e isto é apenas a opinião de um adepto que francamente não acompanha a formação como outros utilizadores deste espaço que certamente conhecem com muito mais propriedade esta realidade) que a existência de muitos clubes em espaços geográficos sem um número de pessoas considerável leva á diluição de esforços e de verbas. Mais valeria ter 1 clube com excelentes condições de treino do que 4 ou 5 com condições de treino muito precárias.

Como referi anteriormente será certamente controversa esta ideia mas aqui a deixo se acharem relevante para o tema em questão.
Falas da existência de Centros de Treino para 2/3 Equipas?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: ndre em 12/Abr/13, 18:58
Citação de: João Lucho \"2\" em 12/Abr/13, 16:06
Falas da existência de Centros de Treino para 2/3 Equipas?

Isso também podia ser muito interessante mas o que estava a dizer era mesmo fusão de clubes de forma a 3 ou 4 clubes com condições medianas pudessem ser 1 clube com boas/muito boas condições. Claro que isto é bonito na teoria bem sei que na prática não seria fácil fruto da forma apaixonada como se vive o futebol e das rivalidades entre clubes.

Por exemplo o concelho de Santa Maria da feira tem 14 clubes será que não se justificava existirem apenas 1/2 com excelentes condições?(neste caso o feirense já apresenta boas condições de treino para as camadas jovens)
O Concelho de Vila Nova de Gaia também tem para cima de 15 clubes.
E outros locais também serão semelhantes. Concentrar clubes poderia permitir melhores condições de trabalho e maiores bases de apoio social.
 
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 12/Abr/13, 19:50
Isso também podia ser muito interessante mas o que estava a dizer era mesmo fusão de clubes de forma a 3 ou 4 clubes com condições medianas pudessem ser 1 clube com boas/muito boas condições. Claro que isto é bonito na teoria bem sei que na prática não seria fácil fruto da forma apaixonada como se vive o futebol e das rivalidades entre clubes.

Por exemplo o concelho de Santa Maria da feira tem 14 clubes será que não se justificava existirem apenas 1/2 com excelentes condições?(neste caso o feirense já apresenta boas condições de treino para as camadas jovens)
O Concelho de Vila Nova de Gaia também tem para cima de 15 clubes.
E outros locais também serão semelhantes. Concentrar clubes poderia permitir melhores condições de trabalho e maiores bases de apoio social.
O futebol está no ADN do Português. Isso é impossível, ver um Clube 'extinguir' para ser melhor é uma coisa que fere a alma entendes.

Centros de Treinos partilhados é coisa que acho que já existe, penso que no Brasil o Botafogo e o Vasco da Gama vão ter um para os dois.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: ndre em 12/Abr/13, 21:51
Citação de: João Lucho \"2\" em 12/Abr/13, 19:50
O futebol está no ADN do Português. Isso é impossível, ver um Clube 'extinguir' para ser melhor é uma coisa que fere a alma entendes.

Centros de Treinos partilhados é coisa que acho que já existe, penso que no Brasil o Botafogo e o Vasco da Gama vão ter um para os dois.

Percebo perfeitamente, por isso é que digo que é muito difícil de implementar.
Os centros de treinos partilhados podem ser uma solução ideal para dar melhores condições as camadas jovens de clubes com menos recursos.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 13/Abr/13, 12:33
Isso também podia ser muito interessante mas o que estava a dizer era mesmo fusão de clubes de forma a 3 ou 4 clubes com condições medianas pudessem ser 1 clube com boas/muito boas condições. Claro que isto é bonito na teoria bem sei que na prática não seria fácil fruto da forma apaixonada como se vive o futebol e das rivalidades entre clubes.

Por exemplo o concelho de Santa Maria da feira tem 14 clubes será que não se justificava existirem apenas 1/2 com excelentes condições?(neste caso o feirense já apresenta boas condições de treino para as camadas jovens)
O Concelho de Vila Nova de Gaia também tem para cima de 15 clubes.
E outros locais também serão semelhantes. Concentrar clubes poderia permitir melhores condições de trabalho e maiores bases de apoio social.
Isto não é um problema do futebol de formação mas sim um problema do desporto geral em Portugal.
Gaia tem mais de vinte grupelhos que raramente algum disputa os nacionais desde séniores até os iniciados. Enquanto não se exigir aos clubes séniores condições financeiras para disputarem os campeonatos continuaremos a ter grupelhos a aspirar a clubes. Era preferivel sim haver 30 escolas de futebol em Gaia e ter 2 ou 3 clubes a sério.
Á uns anos atrás alguém tentou criar um clube só mas os grandes homens que dirigem os grupelhos fizeram exigências destas:
"nós alinhamos mas o equipamento tem que ser as nossas cores"
"concordámos com isso mas o presidente tem que ser o nosso"
"desde que os jogos sejam no nosso estádio vamos pra frente com isso"
e mais um chorrilho de disparates que a mesquinhez e pequenez do espirito português não deixa o desporto evoluir.
Mas repito que não é esse um dos principais problemas do futebol jovem em Portugal.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: ndre em 13/Abr/13, 12:39
Isto não é um problema do futebol de formação mas sim um problema do desporto geral em Portugal.
Gaia tem mais de vinte grupelhos que raramente algum disputa os nacionais desde séniores até os iniciados. Enquanto não se exigir aos clubes séniores condições financeiras para disputarem os campeonatos continuaremos a ter grupelhos a aspirar a clubes. Era preferivel sim haver 30 escolas de futebol em Gaia e ter 2 ou 3 clubes a sério.
Á uns anos atrás alguém tentou criar um clube só mas os grandes homens que dirigem os grupelhos fizeram exigências destas:
"nós alinhamos mas o equipamento tem que ser as nossas cores"
"concordámos com isso mas o presidente tem que ser o nosso"
"desde que os jogos sejam no nosso estádio vamos pra frente com isso"
e mais um chorrilho de disparates que a mesquinhez e pequenez do espirito português não deixa o desporto evoluir.
Mas repito que não é esse um dos principais problemas do futebol jovem em Portugal.

O principal problema será sobre tudo o número de jogos "pouco competitivos" que durante uma época uma equipa como o FC Porto faz até à fase final ?
Pelo que tenho lido do que escrevem parece ser esse o problema fundamental e a entrada de jogadores estrangeiros de qualidade igual/inferior que retiram por vezes espaço a jogadores nacionais. Estou correcto? ou existem outros factores mais gravosos?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 13/Abr/13, 13:14
Principal problema na minha opinião é a falta competividade dos escalões de formação. Já várias vezes disse aqui isso masnão me canso de repetir.
Temos bons clubes para termos um nacional de sub-15 com 70 equipas? Infelizmente não.
Temos bons clubes para termos um nacional de sub-17 com 50 equipas? infelizmente também não.
Temos bons clubes para um nacional de juniores com 24 equipas? O mesmo problema dos outros escalões.

Não é por acaso que os 3 maiores clubes estão em sintonia no que respeita á reformulação dos campeonatos jovens.

Temos o exemplo da fase fianl de sub-19 que todos os jogos são dificeis para qualquer equipa em qualquer recinto (casa ou fora). Não é este um bom exemplo de que o que se fez á dois anos atrás pecou apenas por ter um atraso de 20 anos pelo menos? Não seria melhor este campeonato ter 10 equipas a 4 voltas em lugar de nas primeiras fases andrem os nossos jovens a fazer jogos de preperação para a fase final durante 5/6 meses?

Os sub-17 esta época iam ter o mesmo figurino mas á ulima da hora um iluminado da fpf achou por bem não optar por esse figurino. Os 3 grandes querem jogos mais dificeis e já propuseram que as fases finais fossem a 4 voltas para que os seus miúdos tenham pelo menos mais jogos com maior competividade.

Quanto á entrada de jogadores estrangeiros venham todos os C.Atsu`s mas esse não é um problema estrutural do futebol jovem mas um problema que cada clube deve gerir como entender. Neste caso só me interessa o que se passa no nosso clube e aquilo que quero que venham os melhores sejam eles nascidos no Olival, Seixal, Marrocos, China, Guatemala, etc. Mas quem vier de fora que mostre realmente que é melhor do que os que já cá estão e não apenas uma troca de 6 por meia dúzia para adepto dizer ao fim de uns minutos que o robertinho ou o gimenez têm muito potencial.     
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: ndre em 13/Abr/13, 13:55
Obrigado Francisco pela resposta compreendo perfeitamente.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: JP em 13/Abr/13, 16:00
Acho que o formato do campeonato ingles de sub-21 é um bom exemplo. É composto por 3 fases. Na primeira e segunda fase os clubes são dividos em 3 grupos de 7-8 clubes cada. Os grupos da segunda fase são feitos com base nas classificações da primeira fase. A 3ª fase é um playoff. 
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: FCP07 em 24/Mai/13, 23:25
não sabia onde colocar esta noticia

http://desporto.sapo.pt/futebol/internacional/artigo/2013/05/18/talentos_de_futebol_impressionam.html (http://desporto.sapo.pt/futebol/internacional/artigo/2013/05/18/talentos_de_futebol_impressionam.html)
Não é referido FCPorto.
estranho ?

Na minha opinião a guiné bissau é o pais dos Palops com maior possibilidade de alteraçao idades no futebol jovem. Tantos jogadores que de lá saem e que são grandes achados na formação e depois nenhum dá cartas nao futebol sénior, mas é de participar sempre ....
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 12/Jul/13, 13:01
Segundo o JN, a formação agora vai funcionar de maneira diferente, havendo uma maior troca de jogadores entre escalões.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 12/Jul/13, 13:08
Se assim for digo apenas... finalmente.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 12/Jul/13, 13:57
Segundo o JN, a formação agora vai funcionar de maneira diferente, havendo uma maior troca de jogadores entre escalões.
Que assim seja. Já que pelos vistos nunca se conseguirá ter Campeonatos minimamente competitivos, fazemos à nossa maneira.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: André Dias em 12/Jul/13, 14:56
Ninguém consegue arranjar esse artigo que saiu no JN sobre a nossa Formação?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 12/Jul/13, 15:14
Citação de: João Lucho \"2\" em 12/Jul/13, 13:57
Que assim seja. Já que pelos vistos nunca se conseguirá ter Campeonatos minimamente competitivos, fazemos à nossa maneira.

É mesmo isso.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 12/Jul/13, 15:18
É mesmo isso.
É isso que diz na noticia? Que será a nossa maneira de combater a falta de competitividade?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 13/Jul/13, 12:55
Citação de: João Lucho \"2\" em 12/Jul/13, 15:18
É isso que diz na noticia? Que será a nossa maneira de combater a falta de competitividade?


Não, na noticia não diz nada. Mas suponho que seja isso.

No O Jogo também vinha a dizer que veio para a coordenação da formação um antigo scout do Sporting, Paulo Noga.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: João Lucho \"2\" em 22/Out/13, 15:23
Alguém sabe se há novidades em relação à possibilidade de haver nova reformulação dos quadros competitivos?

Concordo plenamente com o que diz o Francisco em cima.
- Os Nacionais de Sub19 têm 74(!) equipas, 24(!) na 1ª Divisão.
- Os Nacionais de Sub17 têm 50(!) equipas.
- Os Nacionais de Sub15 têm 70(!) equipas.

É um exagero. Acho que o caminho passa por reduzir o numero de equipas nos Nacionais. Se quiserem manter o numero de equipas? Tudo bem, criem mais divisões então.

Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: miguel em 03/Nov/13, 15:19
No norte existe muita qualidade nos jovens. Não percebo como o Porto não tem uma formação que alimente a equipa principal. Eu destaco o Barcelona que aposta na sua cantera. Assim se constrói o ADN dos clubes.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 26/Dez/13, 20:27
Interessante artigo que hoje no JN vem sobre os estrangeiros no futebol de formação em Portugal. São dados que merecem profunda reflexão de todos os dirigentes desde os clubes á fpf. Se alguém conseguir colocar aqui essa noticia seria muito interessante.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: 8Chilavert8 em 26/Dez/13, 20:38
Interessante artigo que hoje no JN vem sobre os estrangeiros no futebol de formação em Portugal. São dados que merecem profunda reflexão de todos os dirigentes desde os clubes á fpf. Se alguém conseguir colocar aqui essa noticia seria muito interessante.
Tens link para a noticia?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 26/Dez/13, 20:48
Tenho o pdf.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: 8Chilavert8 em 26/Dez/13, 21:01
Tenho o pdf.
Não é possivel colocares o artigo ou mesmo o pdf algures?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 26/Dez/13, 21:41
Não sei como colocar.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Martinovic em 29/Dez/13, 15:41
talvez vos lembre o tempo de miudo.talvez vos ajude a responder algumas coisas.
NO PRINCIPIO ERA BOLA (http://www.youtube.com/watch?v=OMazPs0ki4M#)
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 17/Abr/14, 00:31
Achei justo e bem teres referido que o Mikel é esforçado. Há uma ideia generalizada que o Mikel só joga como indiscutível por favores (300k/2 que o justifiquem), mas de uma coisa não se pode duvidar, o miúdo quer vingar no FC Porto, é esforçado e aplica-se. O Mikel, apesar de tudo, era chamado muitas vezes ao treinos da equipa A por VP e PF porque esforçava-se como um animal, está há 5 anos na sombra à procura da afirmação. Nunca podem pôr em causa o empenho e seriedade do jogador por motivos extra-futebol, seja para o bem ou para o mal.
O Mikel para além de ter a sua força natural tem uma força mental que impressiona. A vontade dele de vingar é de enaltecer. Nunca colocarei em causa o seu profissionalismo de dar tudo em campo e até nos treinos. Não são poucas as vezes que ouço desabafos de colegas a queixarem-se do Mikel nos treinos sobre as entradas que faz que digo também sem qualquer maldade. Desde que o acompanho desde os sub.19 nunca o vi a entrar sobre adversários de forma maldosa. Levou vermelhos e amarelos por entradas fora de tempo sem qualquer intenção de magoar adversários.
Mas será que isso tudo chega para se tornar num grande jogador? Melhorou mas tem pormenores básicos muito preocupantes.

Por outro lado, temos provavelmente o melhor 6 jovem do futebol português (Ruben Neves). Só peço que tenha metade das oportunidades que o Mikel já teve, apenas isso.

No Tiago Maia nunca revi grande potencial, daí que tenha ficado sem clube depois de ter sido suplente do... Stefanovic. Perdi-lhe o rasto, creio que está na II Divisão, mas está na linha de um Rui Sacramento, com todo o respeito. Revia mais potencial no Ventura, até.
É "apenas" isso que quero para o R.Neves - oportunidades verdadeiras.

Como disse nunca foi grande fã do Tiago Maia. Preferi sempre o Eloi. O Stefanovic é uma desilusão. Nunca percebi como veio cá parar. Willcoort era o responsável por todos os guarda-redes desde os sub.15 até aos da equipa principal e foi contra a vinda do Stefanovic. Por ele quemm ia ser o g.redes da B na época passada já era o Kadú ficando Andorinha nos sub.19 e Filipe com a baliza dos sub.17. A contratação desse jogador baralhou tudo.

Sobre o Ventura que fez uma grande época em Olhão nunca percebi porque na B nunca lhe deram oportunidades.

Bem mais uma vez a lembrar o caso do Tomás (miúdo inteligentíssimo e de maturidade acima da média), do Gonçalo já nem é necessário repetir (se estivesse noutro lado já era o novo Ibrahimovic). No caso do André Silva (consta que rejeitou uma grande proposta do AC Milan, saberás melhor que eu), não sei em que medida seria possível enquadrá-lo já na equipa A.

Nessa hierarquia, para mim, Gonçalo está acima. E antes do Gonçalo ter recuperado, tínhamos Ghilas que não jogava na A até janeiro. Apesar de tudo, a questão de um júnior/bê passar à frente de um suplente da equipa A não pode ser assim tão linear, sobretudo sendo um jovem (o Ghilas tem potencial - e não estou a falar do negócio, mas sim da qualidade futebolística). Pode sempre haver uma ou outra oportunidade (o Leonardo Jardim está a fazer isso muito bem no Sporting, fê-lo com o Mané, na próxima época vai ser o Iuri Medeiros), mas para isso o exemplo tinha que partir da raiz.
O André Silva tem muitos pretendentes. Talvez a maior proposta rejeitada tenha sido do ACMilan.

Quando digo que gostava de ver o Gonçalo a jogar já no próximo jogo não é passar á frente do Ghilas mas sim ver um trio atacante com Gonçalo, Ghilas (pode muito bem jogar a extremo) e Ricardo ou Quaresma. Temos de dar oportunidades ao nosso futuro.

Quanto ao Tomás estou preocupado com a época que está a fazer sobre o ponto de vista de minutos de jogo. Alguém se aproveitou da justa suspenção que o Capucho lhe deu para vermos menos Tomás em campo.

Promover jovens tem de ser forma faseada e não tudo de uma vez sob pena de se perderem.
Rafa na época passada devia já ter feito alguns jogos pela B. Esta época jogava na B e fazia alguns jogos pela A. Para daqui a 2 anos ser o nosso lateral esquerdo. É assim que vejo a formação e as oportunidades aos nossos melhores jovens. Mas para isso tinha sido necessário contratar um lateral esquerdo para os sub.19 o que não aconteceu. Deixar essa equipa orfã de um lateral de raíz de maneira nenhuma concordaria. Todas as nossas equipas de formação têm de ter atletas para todas as posições. Este é só um exemplo.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 17/Abr/14, 00:51
Digo: contratar no estrangeiro, óptimo, assim seja. Mas que sejam iguais ou melhores do que os jovens que cá temos. Contratar um Quiño para tapar um Rafa, por exemplo, não se justifica. Mas contratar um Quiño como alternativa ao Alex Sandro na A enquanto o Rafa evolui 1 a 2 anos na equipa B, subindo depois um degrau (já com a eventual transferência do Alex Sandro), aqui sim, é um modelo sólido, apetecível e que até seria capaz de sustentar o modelo de vendas. Mas neste momento, em termos de formação, há posições para a qual há falta de jogadores. Logo, a máquina não funciona assim.
Nada contra os estrangeiros. Nem me interessam as nacionalidades. Os que vieram terão que ser na minha opinião melhores dos que já cá temos. Só assim para mim faz sentido. Seja nos sub.15 ou na equipa principal.
De resto concordo inteiramente com esse modelo que é o que preconizo que se faça. Isso é fazer formação e trabalhar com verdadeiro planemaento e com objectivos bem definidos. Neste momento não se faz nada disso e a prova é que na época passada tivemos duas experiências: Victor e M`Bola (nunca fez mesmo nos sub.16 4 jogos consecutivos !!!) tapando Rafa. Quiñones veio para ser alternativa a Alex mas passada uma época já não o é. Isto é trabalhar em cima do joelho e a pensar unicamente em negociatas.

Depois, não subestimemos a importância que um empréstimo pode ter para um jogador. O Tozé, por exemplo, deitou literalmente um ano (numa fase importantíssima) da carreira dele fora esta época. E agora temos o caso da renovação do Pedro Moreira. Embora eu acredite (para não dizer certeza) que ele renovou para ser moeda de troca e não sair a custo zero (tinha ofertas minhotas), renovar com um jogador de 25 anos, sendo que só podemos usar 3 com mais de 23 na B, como se justifica? Que política é esta, se o Pedro Moreira nunca foi aposta na A?
Os empréstimos mesmo com a B terão que existir. Tem de haver um patamar entre a B e a equipa A. Tó-Zé já lá devia estar. Acho que o Arouca (Pedro Emanuel conhece e admira-o bastante) tinha sido uma óptima solução para a evolução do Tó-Zé. Mas não me canso de repetir tem um empresário que...

Aproveito a tua intervenção para te perguntar: Jorginho e Hélder Silva. Vamos ouvir falar deles daqui a 4 anos?
Espero bem que sim que daqui a 4 anos estejamos a falar sobre esta geração que tem optimos miúdos. Hélder na minha opinião é um talento puro. Jorginho, o melhor marcador da equipa que quando joga a pdl não rende tanto como a extremo sem o ser. Não gosto muito de nestas idades tirar grandes conclusões. São muito novos estando praticamente a começar a sua formação num plano já de competição mais a sério. Nesta equipa destaco também outros nomeadamente o lateral Dalot que impressiona. Vamos ver agora na fase final como se vão portar em jogos de elevado grau de dificuldade. Não estou com isto a dizer que depende a minha opinião dos resultados que a equipa vai obter na fase final. Quero sobretudo continuar a vê-los jogar bom futebol e por eles quero obviamente que sejam campeões.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 18/Abr/14, 21:13
Guto, o ex-nosso sub14 João Lulunzi vai para o seixal?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 19/Abr/14, 00:12
Esteve inicialmente num treino de observação no seixal e mais tarde esteve uma semana a treinar integrado, onde participou inclusivamente num jogo-treino, mas não houve mais desenvolvimentos desde então, apesar de o interesse ser real.
Aparentemente mais um que vão buscar ao nosso "caixote do lixo".
Sabes porque foi dispensado?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 19/Abr/14, 22:10
Creio que exclusivamente por opção técnica.
Ontem foi a primeira vez que o vi. Fiquei bem impressionado.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dracarys em 20/Abr/14, 10:40
Para mim o único problema da formação é que temos um director desportivo que diz que não precisámos da formação para termos uma boa equipa. Depois gastamos milhões em jogadores, temos percentagens reduzidas dos passes, somos humilhados por espanhois e lisboetas e ficamos em 3º no campeonato.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: barroselo em 24/Abr/14, 23:33
Hoje foi mais uma ocasião para chorar a perda de um jogador que saiu do nosso clube aos 14 anos.
Uma pergunta: quem é que pode afirmar que um miudo de 14 anos vai dar um grande jogador?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: FCP07 em 24/Abr/14, 23:36
Hoje foi mais uma ocasião para chorar a perda de um jogador que saiu do nosso clube aos 14 anos.
Uma pergunta: quem é que pode afirmar que um miudo de 14 anos vai dar um grande jogador?


não percebi
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: barroselo em 24/Abr/14, 23:44
é o caso do grande André Gomes, se o jesus pudesse, hoje dava-lhes uns cachaços.
Por ter feito um bom golo contra o Porto, já é o maior, aí se não fosse a complacência do consócio Pedro Proença na questão disciplinar
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Pelado em 25/Abr/14, 20:13
Hoje foi mais uma ocasião para chorar a perda de um jogador que saiu do nosso clube aos 14 anos.
Uma pergunta: quem é que pode afirmar que um miudo de 14 anos vai dar um grande jogador?

Um Director-Geral da formação tem que tomar dezenas, talvez centenas de decisões durante uma época desportiva. Umas correrão bem. Outras correrão mal. Faz parte do jogo. Faz parte da vida pelo que é natural que ocorram erros.

Mas isso é olhar apenas para a árvore.

Contemplemos agora o pomar.

E eu pergunto: após todos estes anos de Luíses Castros, Anteros Henriques e quejandos, será que temos um pomar viçoso, frutuoso e que gera rendimentos para o clube e para a SAD?

Essa é a pergunta sobre a qual deverias reflectir. A questão do André Gomes é apenas um detalhe ...........
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: miguel em 25/Abr/14, 20:35
Tantos que poderiam estar no Dragão...Vieirinha, Paulo Machado, Hugo Almeida, Bruno Gama, Ukra, Helder Barbosa, André Gomes, entre outros...Muitos até nem são "craques" mas para o campeonato português são mais que suficientes.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: FCP07 em 25/Abr/14, 22:25
podiamos olhar mais pelas jovens das nossas ex colonias cabo verde, giné, moçambique etc..
à quanto tempo não temos sessoes de recrutamento ou até dragon force nesses paises ?
O unico jovem que temos é o madi que mais uma vez não fomos nós a descobrir mas foi-nos trazido pelo bobó segundo afirmaram aqui.
corrijam-me se estiver enganado
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: André Dias em 03/Jun/14, 15:51
Alguem hoje ja leu a noticia do record que vao restruturar o nosso futebol de formaçao?

Também gostava de ler esse artigo, embora ache estranho. Uma notícia da Fomação, com todo este destaque, e ainda ser no rascord?...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Valverde em 16/Nov/14, 09:12
http://inspirefootballcoaching.com/pepijn-lijnders-fc-porto-youth-philosophy/ (http://inspirefootballcoaching.com/pepijn-lijnders-fc-porto-youth-philosophy/)

Isto não é um problema, mas à falta de melhor tópico aqui fica um video de um estudo do pepijn lijnders sobre o trabalho que desenvolveu no porto.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Vlk em 26/Jan/15, 11:48
Já não se escreve neste tópico à alguns meses e queria trazê-lo para cima para uma posição mais visível, isto porque há vários users que têm postado vários comentários sobre os estado da nossa formação mas estão dispersos por vários tópicos. Penso que seria produtivo discutirmos todos esses pontos num único tópico.


Relativamente ao tópico propriamente dito acho que um dos nossos principais problemas tem sido muito pouco referido e que é a prospecção de novos valores jovens. Este facto que já era evidente tornou-se indisfarçável na época passada em que os Campeões nacionais de sub17 e sub19 pertencem a uma região onde tínhamos obrigação de dominar a escolha dos melhores talentos, e onde historicamente isso sempre aconteceu.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 25/Fev/15, 00:14
Não acho que o nosso principal problema seja a prospecção de talentos porque temos tido gerações atrás de gerações muito talentosas. Para mim o principal problema continua a ser para além da passagem de junior a sénior a gestão da evolução de cada jogador a partir do 1ºano de junior. Começa logo com planteis demasiado extensos (isto também nos sub.17 e sub.15) o que dificulta a vida a qualquer treinador porque tem de "encostar" alguns. Não faz sentido que os de 1ºano estejam mais vezes no banco ou na bancada por causa de serem de 1ºano.

Deviamos ter um plano especifico para cada jogador que numa época teria de fazer um minimo de jogos no seu escalão e ao mesmo tempo outro minimo de jogos ou minutos num escalão acima ao da sua idade. Isto deva começar logo nos sub.15 e acontecer com todos ou quase todos e em todas as equipas de formação.

Temos campeonatos jovens pouco competitivos e cabe-nos a nós criar criar condições aos nossos jovens para terem mais jogos de maior grau de dificuldade. Que interessa ganhar ao Freamunde por 6-0 num jogo de sub.19. Se jogassemos esse tipo de jogos com 1 juvenil por sector ganhariamos na mesma mas em lugar de 6 seriam 2 ou 3 mas quem ganhavam seriam os nossos jovens.

Por mais jogos que veja tenho sempre muitas dificuldades em fazer qualquer comentário sobre os nossos g.redes quando são sub.15 porque os jogos em que são postos á prova resumem-se a 4 ou 5 por época. Isto já a contar com os 2 adversários de Lisboa nas fases finais que mesmo ás vezes no Olival quase são meros espectadores. Não seria melhor para os desenvolver mais rápido e melhor jogar com eles muitas vezes num escalão acima ao da sua idade?
Recentemente assistimos ao Diogo Costa sub.16 a jogar pelos sub.18 num torneio importante internacional em que não se notou qualquer diferença. Se tivesse jogado contra os Freamundes cá do sitio o que se perdia?
Com todo o respeito por esses Freamundes.

Cada vez mais me convenço que só assim se conseguirão nos dias de hoje tirar partido da formação. O futebol profissional cada vez é mais competitivo ao passo que o jovem mantém-se quase da mesma maneira como á 20 anos atrás. Não é por acaso que a UEFA está a criar uma competição internacional para sub.19 porque o problema da afirmação de qualquer jovem ao futebol profissional é cada vez mais dificil em todos os países.

Depois disto tudo há também o futebol-negócio com jovens que só atrapalha e atrasa a evolução de outros. Temos no nosso clube exemplos disso mesmo sem me estar a referir a esta época especifica.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Sergio7 em 25/Fev/15, 00:33
tambem acho, vejo nos sub 17 vários jogadores que já deviam estar nos sub 19 que por sua vez já deviam estar na equipa B que também tem jogadores que podiam estar emprestados a equipas da 1ªliga, dêem competitividade aos jogadores que eles vão responder dentro do campo
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Vlk em 25/Fev/15, 00:39
A questão é a pressão das vitórias imediatas. Para nós ou para os otarios de Carnide é igual. Por muito bons que sejam os nossos jovens dificilmente atingirão um nível aceitável para a nossa equipa principal antes dos 22/23 anos e até lá se andarem pelas equipas B só vão estagnar ou retroceder.
Vamos ter um exemplo disto já na próxima época que é o Gonçalo, é claramente um jogador a mais na B. Não atingiu a estabilidade e consistência para ser o nosso PL da A mas não pode fazer mais um ano na B. O que fazer? Jogar de vez em quando nos ultimos minutos dos jogos na A, que lhe vão dar no máximo uns 90 minutos por ano? Emprestá-lo, mas a quem?  O Gonçalo é PL de equipa grande que joga sempre em cima do adversário,  não foi feito para defender nem jogar em contra-ataque, e grandes em Portugal são só 2. Lá fora também não é fácil encontrar equipas com essas características que estejam dispostas a apostar nele como principal PL.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Alves em 25/Fev/15, 01:40
A questão é a pressão das vitórias imediatas. Para nós ou para os otarios de Carnide é igual. Por muito bons que sejam os nossos jovens dificilmente atingirão um nível aceitável para a nossa equipa principal antes dos 22/23 anos e até lá se andarem pelas equipas B só vão estagnar ou retroceder.
Vamos ter um exemplo disto já na próxima época que é o Gonçalo, é claramente um jogador a mais na B. Não atingiu a estabilidade e consistência para ser o nosso PL da A mas não pode fazer mais um ano na B. O que fazer? Jogar de vez em quando nos ultimos minutos dos jogos na A, que lhe vão dar no máximo uns 90 minutos por ano? Emprestá-lo, mas a quem?  O Gonçalo é PL de equipa grande que joga sempre em cima do adversário,  não foi feito para defender nem jogar em contra-ataque, e grandes em Portugal são só 2. Lá fora também não é fácil encontrar equipas com essas características que estejam dispostas a apostar nele como principal PL.

Um ano como suplente na A, fazendo uns minutos na taça e um ou outro jogo na B não vai fazer mal a ninguém, assim andaram o Alex Sandro e o Mangala quando vieram e hoje estão muito bem.

Não podem é ser suplentes toda a vida. Eu defendo que os jogadores da formação com qualidade, após o término do seu ciclo na B (ano e meio, dois anos máximo) devem ser integrados no plantel A ao invés de irmos contratar Samis, Djalmas, Ricardos Nunes, Serenos e afins. Se passados 2/3 anos não conseguirem agarrar um lugar, vão à sua vida e dão a oportunidade a outros (exemplo: Ukra, Castro).

Se um jogador que sai da B aos 21 anos não tiver qualidade para ser 2ª ou 3ª opção na A, dificilmente algum dia será titular na mesma.
Se um jogador da formação do Porto disser que não quer ser suplente do NGC aos 21 anos, também não é jogador que interesse. Um bom profissional teria toda a honra.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Philipp em 28/Fev/15, 10:08
Na minha visão um clube, onde exista uma SAD com controlo sobre o futebol, deve ser gerido como se de uma empresa se tratasse. Não como uma típica empresa onde a vertente financeira é o único foco do negocio mas sim como uma empresa com características especiais onde os objectivos financeiros têm uma relação de interdependência com os objectivos desportivos.

A partir daqui parece-me óbvio e indispensável que a formação poderá ter um papel crucial neste negocio. Um atleta que pertença à formação do clube desde logo representa menos encargos financeiros para o mesmo na hora de subir ao plantel principal. Isto porque a SAD do clube não terá que despender dinheiro nessa contratação e à partida, numa primeira etapa, os encargos com salários serão mais diminutos.

Também do ponto de vista desportivo esse atleta não precisará de um tempo de adaptação ao clube nem de adaptação ao futebol que se pratica no contexto desportivo em que está inserido esse mesmo clube.

Perante isto e num modelo de negocio que visa potencializar ao máximo as mais valias e onde a exportação do talento é crucial para que se verifica um retorno financeiro indispensável à saúde financeira do clube é para mim óbvio que o lucro económico será necessariamente maior quando a exportação é feita tendo como base um atleta que foi produzido pelo clube.

Isto porque quando estamos a falar de um atleta que anteriormente à exportação teve que ser importado essa importação acarretou custos financeiros, muitas vezes avultados, e que tornam os lucros com a posterior exportação menos assinaláveis.

Dito isto, é preciso ter em conta que neste modelo de negocio é indispensável que o atleta, seja ele contratado ou promovido desde os escalões jovens, apresente um grau de qualidade que lhe permita posteriormente poder ser exportado com lucro financeiro para o clube.

Se os escalões jovens não são tidos em conta e se neles não se procurar melhorar ao máximo o seu modo de funcionamento é óbvio que a qualidade dos atletas não permitirá, na maior parte dos casos, um aproveitamento desportivo que posteriormente se transforme numa exportação com lucro financeiro para o clube.

No caso dos atletas importados, também só poderá haver um aproveitamento desportivo e um posterior aproveitamento financeiro se o mesmo apresentar qualidade para atingir esses objectivos.

Neste segundo caso a SAD do FC Porto tem sido competente nestes últimos 10 anos pese embora os erros que se têm cometido e que na minha opinião poderiam ser perfeitamente evitados com maior rigor e competência.

No primeiro caso a SAD do FC Porto tem falhado em toda a linha mas o que mais me assusta é que o talento, embora na minha opinião não seja num numero alargado, até está lá mas simplesmente não é aproveitado como deveria ser e as razões para isso são neste momento mais obscuras do que transparentes.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 28/Fev/15, 12:36
Neste segundo caso a SAD do FC Porto tem sido competente nestes últimos 10 anos pese embora os erros que se têm cometido e que na minha opinião poderiam ser perfeitamente evitados com maior rigor e competência.

No primeiro caso a SAD do FC Porto tem falhado em toda a linha mas o que mais me assusta é que o talento, embora na minha opinião não seja num numero alargado, até está lá mas simplesmente não é aproveitado como deveria ser e as razões para isso são neste momento mais obscuras do que transparentes.
Bom post.

Tirei estes dois paragrafos porque neles estão o cerne da questão.
Que temos uma SAD com provas dadas a nivel de futebol profissional ninguém tem dúvidas.
Mas a mesma SAD gere o futebol de formação pior que o clube mais amador.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 28/Mar/15, 13:16
Interessante reportagem no JN de hoje sobre Ilidio Vale.
É caso para perguntar ao Sr.Antero Henrique porque motivo substituiu Ilidio Vale por Luis Castro?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Bruno94 em 28/Mar/15, 13:26
Interessante reportagem no JN de hoje sobre Ilidio Vale.
É caso para perguntar ao Sr.Antero Henrique porque motivo substituiu Ilidio Vale por Luis Castro?
O Luis castro é o nosso coordenador de formaçao porque o Antonio Oliveira meteu uma cunha por ele...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marco B em 03/Abr/15, 05:23
http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=539383 (http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=539383)

Um artigo muito interessante sobre formação e transição!
Leiam e digam o que acharam das conclusões
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 03/Abr/15, 12:57
O Luis castro é o nosso coordenador de formaçao porque o Antonio Oliveira meteu uma cunha por ele...
Em que te fundamentas para dizer uma coisa dessas?

Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Bruno94 em 04/Abr/15, 00:21
Em que te fundamentas para dizer uma coisa dessas?
Foi o Antonio Oliveira no programa Play off da sic noticias na epoca passada em que ele disse: " Quando o Luis saiu do Penafiel  fui eu que o indiquei  ao Porto"
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: grandeporto em 04/Abr/15, 01:09
É bem capaz de ser verdade, o Oliveira tem elevada % na sad e deve meter cunhas. Como essa cunha já foi metida há cerca de dez anos tem lógico porque nessa fase era tudo mel com o irmão e a sad, a olivedesportos.

Se for verdade isso diz tudo da competência do Oliveira para a função. É que em passado na formação academica e desportiva o Castro nada tem que se conheça, o Oliveira conheceu o por andamento em equipas da II divisão e por ser uma pessoa muito educada. É que no meu tempo um Licenciado em Física era um individuo muito acima da média e muito respeitado (julgo que ainda é assim apesar do grau de dificuldade nem ser comparavel, eu falo porque fiz cadeiras de Fisica e Matemática na Faculdade de Ciencias nos Leões e sei oq ue passei para sobreviver aqueles malucos).
Mas o Desporto de alta competição exige muito estudo e outros skills que o Castro não tem, embora respeite muito a pessoa. 
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 04/Abr/15, 10:10
http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=539383 (http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=539383)

Um artigo muito interessante sobre formação e transição!
Leiam e digam o que acharam das conclusões
Um artigo muito interessante que os grandes cérebros que andam aqui deviam ler para perceberem (esta parte é dificil eu sei mas tentem) porque é que um craque aos 17/18 anos se perde quando passa a senior.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 04/Abr/15, 15:06
Foi o Antonio Oliveira no programa Play off da sic noticias na epoca passada em que ele disse: " Quando o Luis saiu do Penafiel  fui eu que o indiquei  ao Porto"
O Oliveira pode ter dito isso, não ponho em causa, mas é assim que funciona a SAD?

Mesmo que tenha entrado por cunha a SAD já não viu que dali não se vai tirar nada de positivo?
Quantos mais anos são precisos?

Fazer a declaração pública que PC fez sobre a renovação de Luis Castro foi com a cunha de uma pessoa que PC já criticou mais que uma vez numa talvez tentativa de queimar Oliveira numa hipotética candidatura a presidente do clube?

Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Philipp em 04/Abr/15, 23:35
Problemas que afectam o futebol jovem?

Que belo tópico para inserir aqui a violência gratuita que se assistiu a seguir ao jogo de sexta. Sim, porque esse é um problema e bem grave que os principais agentes do futebol cobardemente não querem condenar.

FC Porto: Nada disse

Sporting: Nada disse

LPFP: Nada disse

FPF: Nada disse

E depois a imprensa desportiva. O Record em vez de colocar em relevo esta situação no sentido de tentar a sua erradicação prefere dar voz ao criminoso Mustafá e a sua luta na Juve Leo. Ou o Correio da Manhã que prefere dar relevo ao criminoso Fernando Madureira.

Em portugal são estes os heróis dos espectáculos desportivos.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: grandeporto em 04/Abr/15, 23:43
Problemas que afectam o futebol jovem?

Que belo tópico para inserir aqui a violência gratuita que se assistiu a seguir ao jogo de sexta. Sim, porque esse é um problema e bem grave que os principais agentes do futebol cobardemente não querem condenar.

FC Porto: Nada disse

Sporting: Nada disse

LPFP: Nada disse

FPF: Nada disse

E depois a imprensa desportiva. O Record em vez de colocar em relevo esta situação no sentido de tentar a sua erradicação prefere dar voz ao criminoso Mustafá e a sua luta na Juve Leo. Ou o Correio da Manhã que prefere dar relevo ao criminoso Fernando Madureira.

Em portugal são estes os heróis dos espectáculos desportivos.

------------------------------------------------

Philipp este post é sublime.
Na realidade somos um país que promove parasitas galãs, bem falantes, xico espertos mas é capaz de calar a violência sobre familias que querem ver e apoiar o seu clube (seja ele quem for) e os seus familiares.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 05/Abr/15, 12:30
Phillip a Liga nada tem a ver com o campeonato de sub.19 mas também temos a certeza que nesta altura estaria como a nossa direcção: muda e calada.

Quanto á cs o Jornal a Bolha foi o único que dedicou uma peça a esses momentos de terror vividos por familiares e adeptos no final do jogo em alvalodo.

O meu protesto com o silêncio do JN seguiu ontem para o mesmo com a certeza que vou ter resposta.
Refiro o JN porque ainda é aquele que da minha parte merece credibilidade. Depois de ler a peça deles sobre o jogo sem referência a esses momentos resolvi contactar o próprio JN. Deram-me a garantia que vou ter resposta em breve ao porquê do jornalista de serviço não ter feito qualquer referência aos incidentes do final do jogo.

 
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: AntonioTeixeira em 05/Abr/15, 19:29
É bem capaz de ser verdade, o Oliveira tem elevada % na sad e deve meter cunhas. Como essa cunha já foi metida há cerca de dez anos tem lógico porque nessa fase era tudo mel com o irmão e a sad, a olivedesportos.

Se for verdade isso diz tudo da competência do Oliveira para a função. É que em passado na formação academica e desportiva o Castro nada tem que se conheça, o Oliveira conheceu o por andamento em equipas da II divisão e por ser uma pessoa muito educada. É que no meu tempo um Licenciado em Física era um individuo muito acima da média e muito respeitado (julgo que ainda é assim apesar do grau de dificuldade nem ser comparavel, eu falo porque fiz cadeiras de Fisica e Matemática na Faculdade de Ciencias nos Leões e sei oq ue passei para sobreviver aqueles malucos).
Mas o Desporto de alta competição exige muito estudo e outros skills que o Castro não tem, embora respeite muito a pessoa.

Não têm? A sério?

Não estou a dizer que fez um bom ou mau trabalho, mas não tem?!
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marco B em 10/Abr/15, 18:46
Outro artigo interessante sobre formação
http://www.bolanarede.pt/?p=22654 (http://www.bolanarede.pt/?p=22654)
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marco B em 10/Abr/15, 18:50
E este otimo sobre ganhar e formar!
Aconselho a leitura para perceber porque ás vezes para ganhar forma se mal e para se formar bem ás vezes perde se!
http://www.bolanarede.pt/?p=23284 (http://www.bolanarede.pt/?p=23284)
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Philipp em 14/Abr/15, 18:11
Uma coisa ocorreu-me no outro dia. Não seria benéfico para os principais clubes formadores como FC Porto, Benfica, Sporting, Guimarães e Braga dada a pouca competitividade na primeira fase do campeonato de juniores colocarem as suas equipas a disputar o campeonato nacional de Seniores?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marco B em 14/Abr/15, 18:35
Uma coisa ocorreu-me no outro dia. Não seria benéfico para os principais clubes formadores como FC Porto, Benfica, Sporting, Guimarães e Braga dada a pouca competitividade na primeira fase do campeonato de juniores colocarem as suas equipas a disputar o campeonato nacional de Seniores?
Sinceramente não!Os jogadores aos 17/18/19 anos ainda estão em maturação tecnica e não devem ir para campeonato inferior onde as equipas são predominantemente fisicas.

Alem de que o campeonato de juniores na primeira fase não são assim tão pouco competitivivos.
O modelo actual é bom e a qualidade subiu bastante nos ultimos 3 /4 anos
O problema está nos iniciados e nos juvenis
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 14/Abr/15, 22:33
Uma coisa ocorreu-me no outro dia. Não seria benéfico para os principais clubes formadores como FC Porto, Benfica, Sporting, Guimarães e Braga dada a pouca competitividade na primeira fase do campeonato de juniores colocarem as suas equipas a disputar o campeonato nacional de Seniores?
Na época passada vi alguns jogos de preparação da equipa B contra equipas do CNS em que sub.17 predominavam na nossa B. Foram sempre superiores aos adversários sendo que um deles é o Freamunde que esta época está a disputar a subida á I Liga.

Com um departamento de formação bem estruturado e com o único objectivo de fazer formação séria e a sério seria muito bom a tal equipa C para sub.19/sub.17 disputarem o CNS. Mas como sei o que a casa gasta muito provavelmente seria para mais um contentor de experiências com banalidades que vinham para cá aprender a fazer passes com prejuízo dos talentosos que cá estivessem. Os beneficiados não seriam os jogadores nem o clube.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 14/Abr/15, 22:37
Alem de que o campeonato de juniores na primeira fase não são assim tão pouco competitivivos.
O modelo actual é bom e a qualidade subiu bastante nos ultimos 3 /4 anos
O problema está nos iniciados e nos juvenis
Um dos problemas de qualquer treinador nosso é motivar os jogadores que a meio das primeiras fases têm quase a passagem ás fases seguintes garantida.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marco B em 14/Abr/15, 23:44
Um dos problemas de qualquer treinador nosso é motivar os jogadores que a meio das primeiras fases têm quase a passagem ás fases seguintes garantida.
E como era a 10 anos atrás?Houve um ano qualquer que fomos campeões sem derrotas a dar 10 12 e 13!
Lembro me de uma fase final em que demos 6-0 ao SLB!!!!
Agora já se perdem jogos e empatas mesmo na primeira fase.
Já não é trigo limpo!
Tendo em conta que em 12 passam 4 é natural estar garantida para nós mas existem 5 ou 6 equipas que lutam todos os anos por 3 vagas e isso dificulta o nivel e aumenta a qualidade
O que interessa é que a qualidade media do campeonato nos ultimos 4 anos subiu 200% e isso ve se na qualidade dos jogadores que vão saindo
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 15/Abr/15, 10:56
E como era a 10 anos atrás?Houve um ano qualquer que fomos campeões sem derrotas a dar 10 12 e 13!
Lembro me de uma fase final em que demos 6-0 ao SLB!!!!
Agora já se perdem jogos e empatas mesmo na primeira fase.
Já não é trigo limpo!
Tendo em conta que em 12 passam 4 é natural estar garantida para nós mas existem 5 ou 6 equipas que lutam todos os anos por 3 vagas e isso dificulta o nivel e aumenta a qualidade
O que interessa é que a qualidade media do campeonato nos ultimos 4 anos subiu 200% e isso ve se na qualidade dos jogadores que vão saindo
Os outros evoluiram mas não chega infelizmente para se fazer uma época competitiva.

Os 6-0 numa fase final foi a geração do David Bruno que lhes ganhou numa fase final de sub.15.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: fcp79 em 15/Abr/15, 11:19
Os outros evoluiram mas não chega infelizmente para se fazer uma época competitiva.

Os 6-0 numa fase final foi a geração do David Bruno que lhes ganhou numa fase final de sub.15.

Já agora francisco num 6-0 aos lamps houve um jogador que marcou 5 golos mas já não me lembro quem foi, lembras-te quem era?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 15/Abr/15, 11:22

Já agora francisco num 6-0 aos lamps houve um jogador que marcou 5 golos mas já não me lembro quem foi, lembras-te quem era?
Pipo
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: tozequio em 15/Abr/15, 11:30
Também houve um 6-0 numa fase final de júniores, num jogo disputado nas Antas (em 2001 salvo erro) em que o Hugo Moreira marcou 5 golos, sendo no entanto a estrela da equipa um tal de Hélder Postiga...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: fcp79 em 15/Abr/15, 11:34
Pipo

Obrigado.

Anda perdido pelo CNS
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marco B em 17/Abr/15, 03:30
Francisco o 6-0 que me refiro era na altura do da dupla Postiga/Moreira na frente!Nascidos em 1982
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Philipp em 17/Abr/15, 20:08
"Roma perto de chegar a acordo com Romário Baldé".

PS: Em Itália também existem problemas graves com a formação.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Vlk em 17/Abr/15, 20:25
"Roma perto de chegar a acordo com Romário Baldé".

PS: Em Itália também existem problemas graves com a formação.

Essa notícia cabe realmente aqui no tópico dos "problemas que afectam o futebol jovem". Alguém querer o novo panenka, e dar mesmo dinheiro por ele, revela que algo vai mal na formação italiana.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Raba em 21/Abr/15, 10:50
Essa notícia cabe realmente aqui no tópico dos "problemas que afectam o futebol jovem". Alguém querer o novo panenka, e dar mesmo dinheiro por ele, revela que algo vai mal na formação italiana.

Recuso-me a dizer que aquilo foi um penalti à Panenka. É insultuoso...

Aquilo foi um penalte à Baldé
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Philipp em 08/Mai/15, 21:11
Olheiro do Liverpool destaca formação de Benfica e Sporting
MOSTRA DÚVIDAS QUANTO À DO FC PORTO

Olheiro do Liverpool para a Península Ibérica, onde se move na tentativa de encontrar futuros craques para os reds, o espanhol David Vizcaíno deixou elogios à forma como se trabalha a formação em Portugal, deixando elogios às "canteras" de Benfica e Sporting.

"São futebolistas com talento e competitivos. O Sporting trabalha muito bem a formação e tenho as minhas dúvidas quanto à do FC Porto. Costumam trazer jogadores sul-americanos e dão poucas oportunidades aos seus jovens. O Benfica, por seu turno, está a trabalhar muito bem nesse aspeto", começa por elogiar, em declarações à "Marca".

"Em Portugal estão a aperceber-se que o melhor negócio é produzir o produto na tua própria fábrica e depois vendê-lo, porque o custo é mínimo. A partir de agora vamos começar a ver mais jogadores portugueses em clubes importantes", vaticina o olheiro dos reds.

Fonte: Record
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Vlk em 08/Mai/15, 22:11
Gostava que o Lopetegui lê-se estas declarações do seu compatriota e mostrasse já na pré-época que se calhar as coisas estão a mudar.

De qualquer forma é um bocado ridículo apontar o dedo à formação quando ainda agora contrataram um jogador que fez a sua formação aqui. Se há alguém que merece críticas é quem deixa a fase final da formação e a integração no futebol sénior a meio caminho, e não é por isso que deixamos de ser um viveiro de grandes talentos.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Philipp em 08/Mai/15, 22:13
Gostava que o Lopetegui lê-se estas declarações do seu compatriota e mostrasse já na pré-época que se calhar as coisas estão a mudar.

De qualquer forma é um bocado ridículo apontar o dedo à formação quando ainda agora contrataram um jogador que fez a sua formação aqui. Se há alguém que merece críticas é quem deixa a fase final da formação e a integração no futebol sénior a meio caminho, e não é por isso que deixamos de ser um viveiro de grandes talentos.

As declarações desse tipo são ridículas. Então diz que tem duvidas em relação ao FC Porto porque contrata muitos sul-americanos e ao mesmo tempo diz que o Benfica está a trabalhar bem.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 08/Mai/15, 22:42
Desconfio sempre dessas declarações públicas porque essencialmente servem para distrair. Paulinho já lá está garantido. Não me espantará que outro(s) siga o mesmo caminho.

Pepjin conhece perfeitamente os nossos jovens de sub.13 para cima. Todos os nossos jovens tinham uma relação muito boa com ele.

No entanto essas declarações não deviam ser lidas por Lopetegui mas sim por quem comanda os destinos do clube e que nada faz pela formação.

Os elogios desse espanhol estão desfazadas do tempo porque em Alcochete não se trabalha assim tão bem como ele pensa. Um pormenor que ninguém liga. Moreto e Idrissa na época passada quando vieram para cá foram colocados em turmas do 7ºano ao passo que os seus colegas de equipa estavam no 10º. Isto não se vê no campo mas mais tarde acaba por se sentir.
No Seixal á 3 anos que digo que eles estão a trabalhar bem melhor.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: pedro89 em 08/Mai/15, 23:39
Os elogios desse espanhol estão desfazadas do tempo porque em Alcochete não se trabalha assim tão bem como ele pensa. Um pormenor que ninguém liga. Moreto e Idrissa na época passada quando vieram para cá foram colocados em turmas do 7ºano ao passo que os seus colegas de equipa estavam no 10º. Isto não se vê no campo mas mais tarde acaba por se sentir.

Incrível... isso é uma vergonha para a academia de viscondes. E andam de vez em quando a falar que se calhar têm de formar "melhores homens". Pois é...
Acho que o Ronaldo, neste aspecto, é um mau ídolo para os mais novos. Passam aquela imagem que se borrifava completamente para a escola. A chamada Geração de Ouro, pelo contrário, parece-me que produziu bastantes jogadores com outro tipo de atitude.
Francisco, tens ideia se eles pescam alguma coisa na escola ou nem por isso?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marco B em 08/Mai/15, 23:56
Epah o homem pode dizer o que quiser.Se calhar tá fazer um juizo muito limitado e redutor
Até porque há mais clubes em Portugal empenhados em fazer formação.

Acho que a abordagem dele foi um bocado de ignorante mas ele pode dizer bem e mal de quem quiser
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 08/Mai/15, 23:57
Desconfio sempre dessas declarações públicas porque essencialmente servem para distrair. Paulinho já lá está garantido. Não me espantará que outro(s) siga o mesmo caminho.

Pepjin conhece perfeitamente os nossos jovens de sub.13 para cima. Todos os nossos jovens tinham uma relação muito boa com ele.

Cléver?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 09/Mai/15, 00:36
Incrível... isso é uma vergonha para a academia de viscondes. E andam de vez em quando a falar que se calhar têm de formar "melhores homens". Pois é...
Acho que o Ronaldo, neste aspecto, é um mau ídolo para os mais novos. Passam aquela imagem que se borrifava completamente para a escola. A chamada Geração de Ouro, pelo contrário, parece-me que produziu bastantes jogadores com outro tipo de atitude.
Francisco, tens ideia se eles pescam alguma coisa na escola ou nem por isso?
Infelizmente não gostam da escola. Foram habituados em muito novos a não ligarem á escola. Nestas idades torna-se ainda mais dificil fazê-los quererem ir á escola. Nesse aspecto acho que serão casos perdidos.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 09/Mai/15, 00:41
Cléver?
Sinceramente não sei de nada.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Vlk em 09/Mai/15, 14:09
Essas declarações têm outra coisa ridícula, ele está a dizer que própria formação do clube dele é fraca, basta nas palavras dele substituir Porto por Liverpool e América do sul por Portugal e Espanha.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Mr. Blue em 31/Mai/15, 15:08
Atendendo que passaram mais de 24 horas e o caso Pedro Pinho não mereceu maiores esclarecimentos, provavelmente porque ninguém saberá, aproveito para mostrar preocupação com o nosso futuro noutra vertente.
A nossa formação e a sua coordenação merecem algum reparo de alguém?
Acham o rumo seguido, o correto?
A figura Paulo Noga/Pablo Sanz é consensual?
Quais as suas mais valias?
O que os recomendou para cá chegarem?
Quem os trouxe?


PS - Bem sei que fomos campeões de sub-19

Eu coloquei estas questões na zona da SAD mas até agora não obtive respostas daqueles que estão mais perto do dia a dia da formação.
Assim sendo, transfiro-as para aqui, na esperança de ser elucidado sobre as mais valias da Costa Rica e do Arcozelo...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 31/Mai/15, 23:21
Ganhe-se ou perca-se a nossa formação terá sempre um grande e grave problema que se chama SAD. Venha quem vier terão sempre limites de evolução.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Alves em 01/Jun/15, 10:36
Já que se falava em Liverpool ali atrás fica aqui um artigo do nosso antigo preparador, em inglês:

http://www.liverpoolfc.com/news/latest-news/181686-column-imagination-gets-you-everywhere (http://www.liverpoolfc.com/news/latest-news/181686-column-imagination-gets-you-everywhere)

Para mim a parte mais interessante é onde ele diz que a ambição e a paixão pelo jogo decidem 99% da evolução do jogador.

E acho que basta ver a diferença de rendimento e felicidade dos nossos jogadores na equipa B em relação à selecção para comprovar que ele tem razão.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Rafa em 10/Jun/15, 10:09
Alguém sabe qual (quais??) o(s) jogador(res) que o regime pescou na nossa formação??

Diz-se que pelo menos um será uma perda enorme..
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Nuno_Machado88 em 10/Jun/15, 10:36
Alguém sabe qual (quais??) o(s) jogador(res) que o regime pescou na nossa formação??

Diz-se que pelo menos um será uma perda enorme..

Não sei se é destes que estás a falar mas pelo que sei vão para o Benfica o Jorge Silva de 16 anos DC do Padroense e Fábio Silva de 13 anos PL do Porto
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Philipp em 10/Jun/15, 10:37
Não sei se é destes que estás a falar mas pelo que sei vão para o Benfica o Jorge Silva de 16 anos DC do Padroense e Fábio Silva de 13 anos PL do Porto

Esse Fábio Silva rejeitou o Benfica. Saiu uma noticia no JN em que dizia que ele rejeitou ir para lá.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Nuno_Machado88 em 10/Jun/15, 10:51
Esse Fábio Silva rejeitou o Benfica. Saiu uma noticia no JN em que dizia que ele rejeitou ir para lá.

Esse foi o Leandro Campos dos sub15
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Philipp em 10/Jun/15, 10:54
Esse foi o Leandro Campos dos sub15

Ok. Não me lembrava bem do nome. Esperemos então que isso não se concretize.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 10/Jun/15, 13:18
O Jorge Silva e Fábio Silva são irmãs, filhos do antigo jogador do Boavista Jorge Silva. Não sei de nada mas sinceramente não ficaria espantado se saíssem.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Rafa em 10/Jun/15, 13:33
Quanto ao Fábio Silva, Francisco, é mesmo uma pérola (dentro dos limites que a idade acarreta)??

Seria uma referencia dos sub-13?, o melhor jogador??
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 10/Jun/15, 13:36
A confirmar-se a saída será uma perda muito grande.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Rafa em 10/Jun/15, 13:40
Bolas, mesmo dando de barato que nem sempre a evolução de um jogador é exponencial, estas "perdas" de  jovens (de maior valor) deviam preocupar a quem de direito.

Os catanados, dispensados e segundas escolhas não aquecem nem arrefecem...

 
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 10/Jun/15, 14:25
Acabei de saber que quem já assinou pelo clube de seixal foram o sub.16 Félix e o seu irmão sub.12 ou sub.11.

Quanto aos filhos do Jorge Silva fui informado que realmente esse clube do magrebe está a tentar contratá-los.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: PedroL em 10/Jun/15, 14:27
Perde-se alguma coisa de extraordinário com o Félix e irmãos?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 10/Jun/15, 14:46
Perde-se alguma coisa de extraordinário com o Félix e irmãos?
O Félix é muito franzino mas tem uma técnica excelente. O irmão nunca vi jogar.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: PedroL em 10/Jun/15, 14:55
O Félix é muito franzino mas tem uma técnica excelente. O irmão nunca vi jogar.

Da geração sub-16 ouço falar melhor do Lameira, Estrela e do Helder Silva, além do Pl Leandro. E claro, do Dalot. Nunca tinha ouvido falar do Félix.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: DeepBlue em 10/Jun/15, 15:00

Quanto aos filhos do Jorge Silva fui informado que realmente esse clube do magrebe está a tentar contratá-los.

Péssimas notícias Francisco.

Ao menos estamos tudo o que é possível para os manter por cá? Há alguém de mangas arregaçadas e olhos abertos?

Principalmente o Fábio, pelo seu enorme potencial, tinha que ficar por cá!!! O irmão não conheço. É um bom central?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Nuno_Machado88 em 10/Jun/15, 15:00
Francisco e para nós não há contratações?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: DeepBlue em 10/Jun/15, 15:03
Também quero saudar o Pedro Marques pelo seu regresso aos campos. Parabéns pela força de vontade e dedição que teve para ultrapassar um problema de saúde complicado.

Força jovem!!
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: FCP07 em 10/Jun/15, 15:48
na bola  vem como contratações certas ....
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: DeepBlue em 10/Jun/15, 16:23
na bola  vem como contratações certas ....
Acabei de ver. Está bem escondido no fim de uma página, mas está lá.

Mas mesmo assim só acredito quando o Francisco confirmar, ou não. Até lá vou fazer figas.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drekas em 10/Jun/15, 22:34
é verdade, os irmãos Silva devem assinar com o Benfica infelizmente. O Porto anda a dormir, inclusive o pai já se deslocou ao Seixal para ver as instalações e reunir-se com dirigentes encornados.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 10/Jun/15, 23:25
Nisto aqui não culpo o nosso Porto porque não podemos dar contratos a jovens de 12 anos. Isso é absurdo.
Para mim é mais que obvio que o que alguns pais querem é dinheiro de imediato. Quem troca o nosso clube por dinheiro não vale a pena cá ficar.

Os exemplos do Leandro Campos é que devem ser destacados.

Está visto que a "a melhor formação do país" anda á pesca no Olival. Por algum motivo será.

Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: dragao famalicao em 10/Jun/15, 23:27
O que mais gostava é que fomos também agressivos na pesca nas outras escolas de formação em Portugal.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 10/Jun/15, 23:28
Quanto ao Fábio Silva, Francisco, é mesmo uma pérola (dentro dos limites que a idade acarreta)??

Seria uma referencia dos sub-13?, o melhor jogador??
Para o ano seria a "estrela" dos sub.14.

Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 10/Jun/15, 23:33
Péssimas notícias Francisco.

Ao menos estamos tudo o que é possível para os manter por cá? Há alguém de mangas arregaçadas e olhos abertos?

Principalmente o Fábio, pelo seu enorme potencial, tinha que ficar por cá!!! O irmão não conheço. É um bom central?
O Jorge era o capitão desta geração. É um bom central com boa margem de progressão. Penso que o objectivo deles é principalmente o Fábio.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: dragao famalicao em 10/Jun/15, 23:33
O Fábio foi o melhor marcador do Torneio da Pontinha 2015, alias nesse torneio fiquei impressionado com o Daniel Rodrigues dos lagartos, era bem pescado.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 10/Jun/15, 23:35
Francisco e para nós não há contratações?
Para já não sei de nenhuma.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: DeepBlue em 11/Jun/15, 01:28
O Jorge era o capitão desta geração. É um bom central com boa margem de progressão. Penso que o objectivo deles é principalmente o Fábio.

Obrigado pela info sobre o central, Francisco. Parece que também prometia.

Acontecimentos tristes destes não matam, mas lá que moem moem! Gostava muito de ter visto o Fábio jogar pelo NGC. Enfim...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: DeepBlue em 11/Jun/15, 01:42
Nisto aqui não culpo o nosso Porto porque não podemos dar contratos a jovens de 12 anos. Isso é absurdo.
Para mim é mais que obvio que o que alguns pais querem é dinheiro de imediato. Quem troca o nosso clube por dinheiro não vale a pena cá ficar.

Os exemplos do Leandro Campos é que devem ser destacados.

Está visto que a "a melhor formação do país" anda á pesca no Olival. Por algum motivo será.

Inteiramente de acordo contigo.

Mas ao menos sabes se falamos com o pai para sabermos as condições que lhes ofereceram e se nos interessava igualá-las?

Como teste ao "portismo" de ambos e do papá podíamos oferecer 20% a menos, para ver a reação. Se mesmo assim não quisessem conversa e preferissem os orcs tínhamos a nossa resposta clara como água. Eram "infiltrados" nas nossas escolas. Era desejar-lhes boa viagem e cumprimentos à esposa.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Rafa em 11/Jun/15, 09:04
Provavelmente no caso dos irmão Silva, pesou o facto de serem filhos do Jorge Silva, ex-boavista e sobrinhos do Nuno Gomes, sim, esse mesmo...

Nestes casos de jogadores tão jovens estou em sintonia com o Francisco, é "impossível" o Clube antecipar estas movimentações.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Valverde em 11/Jun/15, 13:42
O fábio silva é de facto uma perda enorme.
Tenho imensa pena que tenha ido embora, mas como não sei os contornos, não irei opinar. Mas fico furioso com estas notícias, onde jovens de enorme potencial com as nossas cores, nos escapam debaixo do nariz. Já para não falar de "capitães"!

Gostaria era que o nosso clube fosse tão agressivo como outros o são na "pesca da formação".
Ou pelo menos agressivos na manutenção dos que cá estão. Já me faziam feliz se fizessem só esta.

Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marmita em 11/Jun/15, 15:24
O Benfica agora deu para atacar a nossa formação e ninguém faz nada ? não me digam que o empresário é esse porra tonta que tentou levar o Leandro Campos.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 11/Jun/15, 20:20
Madiú, Kakuba fomos lá buscá-los. O que estão a fazer já era de esperar. Já na época passada levaram o sub.16 João Tavares. 

Não creio que vão ficar por aqui. Dois gémeos (sub.13) da equipa Dragon Force B já não fizeram os ultimos jogos da época porque o pai deles não deixou. Obviamente que se suspeita que seja o mesmo clube que esteja por trás dessa decisão mas pode até não ser.

Já agora o Rui Vitória aprecia muito o Cléver (acho que o próprio não sabe). Por isso não fiquem espantados se for para a equipa B deles.

"...o Porto deixou de ser o sonho para muitos jovens..."
"...alguns que vão ficar será por obrigação de contrato..."
Gostava muito de colocar o autor destas frases que ouvi no intervalo do jogo do titulo dos sub.19 em Barcelos mas não devo nem posso porque é uma pessoa conhecida. Pessoa essa várias vezes mencionada aqui no forúm.

O mais caricato disso tudo é que também as disse na SAD porque é muito próximo a AH mas pelos vistos não chegou.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Bruno94 em 11/Jun/15, 21:43


"...o Porto deixou de ser o sonho para muitos jovens..."
"
E o benfica é?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Feup em 11/Jun/15, 22:06
Sim porque o regime aposta muito na formação.. Que o digam nelson oliveira, bernardo, cavaleiro, etc..

Os miúdos que trocam a nossa formação pelo a do regime só têm uma motivação.. Dinheiro que muitos vezes até vai é para os papás...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: PedroL em 11/Jun/15, 22:11
O Benfica neste momento é visto como um "clube" mais seguro para os jovens do que o Porto. Na minha opinião, essa ideia é errada mas porque é que essa imagem passa para os jovens? Vejamos :

- As vendas ficticias de Bernardo/Cancelo. Os jovens olham para isto e pensam : " Bem, estes gajos não jogam na equipa A, mas são vendidos a bons clubes". Também quero isso!

- A CS. Há ANOS! que proletam que vamos ter um benfica made in seixal blá blá blá. Ate agora nada. Mas a verdade é que água mole em pedra dura tanto bate...E nos jovens a pedra nunca é tão dura. Portanto, há esta ideia de que é no Benfica que eles vão jogar. Por outro lado, e peço desculpa pela linguagem o "lamber os tomates" da CS a qualquer jovem do Benfica. Passa a ideia de que é no Benfica que os melhores jogadores estão. Ora o Guedes é o Ronaldo, ora o Sanches é isto e aquilo. Bom, eles tem muito talento, indiscutivel. No entanto, para sermos verdadeiros, temos o melhor sub-19( neves ), o melhor sub-17 ( R. Pedro) e o melhor sub-15 a par dos miudos do Sporting Brás e Sousa ( L.Campos). Mas vêm a CS a fazer capas com estes? NÃO!

- Não nos podemos esquecer do falhanço também do nosso clube. A verdade é que não apostamos nos nossos miudos. Eles também não, é verdade, mas nós também não. O Neves é visto como um caso excepcional. É preciso continuidade. Nós também temos obviamente culpas no cartório.

Posto isto vocês pensam : " Mas então porque é que eles vão para lá " . Porque tem melhor imprensa, e porque embora estes argumentos que vocês acabaram de ler não fossem suficientes para vocês a verdade é que em jovens susceptiveis acaba por entrar...e já agora nos papás. E depois...o dinheiro. E aqui entra os papás. Hoje em dia 90% dos pais é querem dinheiro na mesa a partir dos 12 anos.
Não concordo, por exemplo, que se o benfica se chegasse a frente com 1000 euros mês ao F.Silva ( não faço ideia quanto oferece) que se cubra a proposta. É um miudo de 13 anos!! Não se paga 1000 euros a um miudo de 13 anos, por muito bom que aparente ser. Porque a seguir a esse vem os outros. E porque 1000 euross x 20, sao 20 000. X 3 equipas são 60 000. E depois os sub-15 querem ganhar mais...etc etc.

A solução?

- Apostar nos miúdos aos poucos e dentro das capacidades deles. Temos o Neves que pode ser o estandarte desta aposta. Mas é preciso mais 3/4/5 miudos na equipa principal para ser encarado como uma aposta efectiva. Quem? Isso deixo para pessoas mais capazes na avaliação individual. Para mim claramente Gonçalo e Rafa. MAS NÃO PARA TITULARES. Para fazerem parte do plantel, e irem jogando aqui e ali. E além disso : " Tratá-los bem! Apoiá.los, sentir que estão de olho neles, que são observados, que sabem que eles existem. Isto é talvez o mais importante. O feedback dos diretores, dos treinadores, dos jogadores da equipa principal. Gostaria muito por exemplo, que cada jovem a partir dos sub-17/sub-19 tivesse um "mentor" da equipa A e B. Para o apoiar, para falar com ele, para os aproximar do profissionalismo. Penso que resultaria muito bem.
Para mim, é a unica alternativa. Como sempre, não teremos a CS connosco, e não concordo que paguemos balurdios a incógnitas, portanto este é o caminho...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 11/Jun/15, 22:19
Não nos devemos preocupar com o que se passa na casa dos outros. È o primeiro erro para não percebemos o que se passa na nossa.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Alves em 11/Jun/15, 22:21
Eu também gostava que fôssemos agressivos nas contratações para a formação, mas para quê se eles chegam a seniores e não jogam?

Para um jovem formado no Porto ser aposta tem que ter um talento do outro mundo, e mesmo assim foi preciso vir um treinador estrangeiro.

Por isso, se não for o novo Messi não vale a pena chatearmo-nos muito com a prospecção na formação porque eles não ver ser rentabilizados. Temos jogadores que estão entre os melhores do mundo de geração sub-21 e sub-20 e que mesmo assim não chega. Só mesmo um Messi.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: hadeskabir em 11/Jun/15, 22:21
para que estar preocupado com a formaçao no FCP ?? o porto nao aposta em ninguem o ruben neves foi um achado .. daqui a 10 anos apostam em outro
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: PedroL em 11/Jun/15, 22:23
Não nos devemos preocupar com o que se passa na casa dos outros. È o primeiro erro para não percebemos o que se passa na nossa.

Tenho a opinião contrária à tua. Acho que nos devemos preocupar sim. Pode não ser o nosso foco, mas temos de ver o que eles fazem bem, e fazer melhor! Um olho no burro e outro no cigano.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 11/Jun/15, 22:25
Eu também gostava que fôssemos agressivos nas contratações para a formação, mas para quê se eles chegam a seniores e não jogam?

Para um jovem formado no Porto ser aposta tem que ter um talento do outro mundo, e mesmo assim foi preciso vir um treinador estrangeiro.

Por isso, se não for o novo Messi não vale a pena chatearmo-nos muito com a prospecção na formação porque eles não ver ser rentabilizados. Temos jogadores que estão entre os melhores do mundo de geração sub-21 e sub-20 e que mesmo assim não chega. Só mesmo um Messi.
Por isso é que entre olheiros já se trocam mensagens com este teor:
"para quê um relatório? o miúdo não é colombiano."
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Blackadder em 11/Jun/15, 22:48
para que estar preocupado com a formaçao no FCP ?? o porto nao aposta em ninguem o ruben neves foi um achado .. daqui a 10 anos apostam em outro

O Ruben Neves foi um achado porque o Mikel se lesionou senão a esta hora o Ruben era campeão de sub 19!!!
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Bruno94 em 11/Jun/15, 22:50
O Ruben Neves foi um achado porque o Mikel se lesionou senão a esta hora o Ruben era campeão de sub 19!!!
Ruben neves fez o primeiro treino da epoca passada, por tanto quando o Mikel se lesionou ele já lá estava.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: andre_silva em 11/Jun/15, 22:55
Vou dar a minha opinião pessoal : falta os clubes apostarem nos jovens jogadores..falta mudar alguns formatos dentro das proprias competições..nas camadas jovens houve anos em que não se pagava para jogar e aí para se fazer parte dos clubes muitas vezes não era fácil. .agora qualquer jovem vale uma mensalidade e isso é que importa...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Vlk em 11/Jun/15, 23:42
Nem consigo comentar bem estas notícias da rapinagem que aqueles FDP nos andam a fazer, mas tenho um comentário a deixar: é nesta altura que devemos dar muito mais valor aos nossos que um dia disseram não aquele clube de merd@ e de  sanguessugas por amor ao nosso (o exemplo mais recente destes herois é o Leandro Campos).
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: fcportoinvictafans em 12/Jun/15, 07:25
so com uma direcçao nova e que prevejo uma mudança. esta ja deu o que tinha a dar
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: ferporto em 12/Jun/15, 09:40
E o benfica é?

Se fosses jovem, não era? Vão 5 jovens para a equipa principal do benfica, no ano passado tinham 5 juniores na equipa B, quantos juniores tivemos na equipa B, por essas questões o Benfica teve 11 jogadore na seleção.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Francisco Oliveira em 12/Jun/15, 10:37
Ruben neves fez o primeiro treino da epoca passada, por tanto quando o Mikel se lesionou ele já lá estava.
Obviamente que o Rúben foi escolha de Lopetegui desde o primeiro minuto. Criou-se esse "mito" de que o Rúben só foi para a equipa A porque o Mikel se lesionou mas é completamente falso porque quem substituiu o Mikel no estágio da pré-época foi o Graça.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: RXavier10 em 12/Jun/15, 17:04
Deixo-vos aqui a entrevista dum antigo treinador meu, que este ano voltou a colocar os iniciados do Taboeira nos nacionais e que aborda alguns problemas do futebol de formação, pelo menos da realidade a que está habituado.

http://www.desportoaveiro.pt/?pg=noticia&n=3625#.VXqAvght0vc.facebook (http://www.desportoaveiro.pt/?pg=noticia&n=3625#.VXqAvght0vc.facebook)
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Bruno94 em 12/Jun/15, 18:20
Se fosses jovem, não era? Vão 5 jovens para a equipa principal do benfica, no ano passado tinham 5 juniores na equipa B, quantos juniores tivemos na equipa B, por essas questões o Benfica teve 11 jogadore na seleção.
Ahahah mas qual 5 jovens?  Zivkovic? Tarabaht? carcela?  Diego lopes? Hassan? Marçal? Ederson? o Porto se quiser tambem pode ter 5 jovens no Plantel o problema é que eles nao jogam...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: ferporto em 13/Jun/15, 20:25
Ahahah mas qual 5 jovens?  Zivkovic? Tarabaht? carcela?  Diego lopes? Hassan? Marçal? Ederson? o Porto se quiser tambem pode ter 5 jovens no Plantel o problema é que eles nao jogam...
[/quote

4 juniores do primeiro ano,  Diogo Gonçalves,  Renato Sanchez,  João. Carvalho e Michael,  do segundo ano Gonçalo Guedes,  jovens que jogaram várias vezes e Gonçalo Guedes foi titular em todos os jogos. 

Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 05/Jul/18, 12:32
Na sequência da última goleada sofrida pelos Sub17, que ditou o afastamento com estrondo do título, e à falta de melhor tópico, decidi fazer uma reflexão mais a frio.

Primeiro, factos:

Sub 15

15/16
o FC Porto não chegou à fase final.

16/17
Casa: Derrota com o regime e calimeros (com goleada do regime).
Fora: Derrota com regime e calimeros.

17/18
Casa: derrota com regime e empate com calimeros
Fora: derrota com regime e empate com calimeros

Conclusão: o FC Porto não ganha um jogo aos de Lisboa há mais de 3 anos.



Sub 17

15/16
Casa: Vitória com o calimeros e empate com o regime.
Fora: Derrota com regime e calimeros.


16/17
Casa: Vitória com o regime e empate com os calimeros.
Fora: Derrota com regime e calimeros.

17/18
Casa: derrota com regime e vitória com calimeros. (goleada frente ao calimeros)
Fora: derrota com regime e empate com calimeros. (goleada sofrida frente ao regime)

Conclusão: o FC Porto não ganha um jogo fora aos de Lisboa há mais de 3 anos. Em casa, continua a evidenciar dificuldades, embora some alguma vitórias, algumas sofridas. A excepção é a goleada desta época frente aos calimeros, que apresentaram uma das equipas mais fracas da sua formação, ainda assim, o FC Porto não foi além de um empate em alcochete, onde Braga e Belenenses ganharam.



Sub 19

15/16
Casa: Vitória com o calimeros e regime. (goleada frente aos calimeros)
Fora: Derrota com calimeros e empate frente ao regime.


16/17
Casa: Vitória com o regime e empate com os calimeros.
Fora: Derrota com regime e calimeros.

17/18
Casa: derrota com regime e empate com calimeros.
Fora: derrota com regime e vitória com calimeros. (goleada sofrida frente ao regime)

Conclusão: Mais dominantes em casa, embora ainda permeáveis. Fora, ligeira melhoria, mas longe de equilibrar os jogos perdidos ou empatados em casa.


Resumindo tudo, o FC Porto obtém melhores resultados directos à medida que o escalão etário sobe, o que indica um nivelamento físico e táctico progressivo.

Ainda assim, há um factor psicológico da "ponte" claro e inequívoco. Na minha opinião, há três explicações. Primeira, é de ordem psicológica. Há uma "deferência" quando o FC Porto joga fora, que não é recíproca. Segundo, há um problema de maturidade táctica, que pode ser explicada por condições de treino, mais valias dos treinadores (com ênfase na capacidade empática com o grupo) e disponibilidade/capacidade de sacrifício dos jogadores. Terceira, qualidade média dos jogadores (resultante da prospecção e da capacidade de atracção).

Posto isto, há duas vias de resolução, ou há trabalho árduo e tenta-se melhorar todos os pontos anteriores, ou vai-se pelo caminho fácil e há abertura a prodígios da Guiné que assegurem logo uma capacidade física desde os escalões inferiores.
Se é para ir pela segunda via, acho preferível manter esta situação. Quem olha para os resultados percebe que há um nivelamento progressivo proporcional à maturidade física e táctica.

Por isso, a recente goleada não me choca. Simplesmente, deveria ser mais um alerta para tentar subir o nível médio na formação e trabalhar o fenómeno da "ponte". O que interessa é o talento e isso há, felizmente.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: meireles em 06/Jul/18, 10:16
Concordo com o que foi dito. Há claramente um défice em relação aos outros que ficou evidente nessa goleada. Há uma maior clarividência tática e capacidade física no regime nos escalões mais baixos, mas que não se reflete no potencial dos jogadores como demonstra o nivelamento nos sub19.

Quase parece que é nos sub19 que começamos a levar a sério o potencial dos jovens jogadores e que antes desse patamar é uma coisa mais relaxada, pois as qualidades dos jogadores estão lá mas não são tão evidentes.

Pergunto-me se não será por isso que algumas das estrelas em potência que já perdemos prosseguiram a evolução noutro lado.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Ablon em 06/Set/18, 09:14
O Seedorf partilhou recentemente algo que eu concordo e que é a imagem do nosso clube:  ele disse que ia problemas na formação no Ajax começaram quando começaram a meter ex jogadores a treinar, que se preocupam mais com os resultados e com a sua potencial ascensão a treinar a equipa principal.


Curiosamente o nosso modelo recente é aposta em ex jogadores e andam a ser promovidos enquanto que o regime, que está muito melhor do que nós neste ponto, tem a aposta em treinadores com muitos anos de casa e não ex jogadores.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 06/Set/18, 09:39
Tendo a não concordar.

A prioridade é o crescimento do jogador, mas o resultado não é acessório. O resultado é uma forma de medir o trabalho efectuado. É excêntrico passar a ideia que se está a fazer um bom trabalho e os resultados não o reflectirem.

Os treinadores não ex-jogadores também querem chegar lá em cima. Não é por aí, creio.

O problema dos treinadores ex-jogadores é outro: vocação e preparação. Trabalhar no futebol jovem exige vocação e preparação técnica. Ser ex-jogador não é garante de nenhuma delas, mas há muitos ex-jogadores que seguem esta via, porque, finda a carreira, é a alternativa que lhes resta ou "não se vêem fora do futebol".
O facto de ter uma passado no futebol, enquanto jogador, é uma vantagem. Mas é só isso, uma vantagem. Não é garantia de competência.

Por fim, o problema do Ajax, no meu entender, é outro. Enquanto aquela academia teve o seu foco no mercado do Benelux e nas ex-colónias das Caraíbas (Antilhas e Suriname), foram muito poderosos. Quando as pressões do mercado fizeram abrir a academia, o critério e o rigor baixaram e tornou-se mais complicado trabalhar num caldo de cultura cada vez mais heterogéneo. Por fim, a lei Bosman tem o seu peso. O Ajax não retém talentos na sua equipa principal e é preciso tempo para fazer as equipas crescerem.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Morais em 06/Set/18, 09:57

Por fim, o problema do Ajax, no meu entender, é outro. Enquanto aquela academia teve o seu foco no mercado do Benelux e nas ex-colónias das Caraíbas (Antilhas e Suriname), foram muito poderosos. Quando as pressões do mercado fizeram abrir a academia, o critério e o rigor baixaram e tornou-se mais complicado trabalhar num caldo de cultura cada vez mais heterogéneo. Por fim, a lei Bosman tem o seu peso. O Ajax não retém talentos na sua equipa principal e é preciso tempo para fazer as equipas crescerem.

Eu acrescentaria a isso no caso do Ajax uma certa ilusão e romantismo que a formação daria para grandes conquistas,um pouco do que vimos no Sporting para dar um exemplo nacional.
Só formação não chega para times que querem ser top a verdade é essa agora que é uma excelente muleta para clubes com fraco poder financeiro isso ninguém duvida.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Ablon em 06/Set/18, 10:26
Tendo a não concordar.

A prioridade é o crescimento do jogador, mas o resultado não é acessório. O resultado é uma forma de medir o trabalho efectuado. É excêntrico passar a ideia que se está a fazer um bom trabalho e os resultados não o reflectirem.

Os treinadores não ex-jogadores também querem chegar lá em cima. Não é por aí, creio.

O problema dos treinadores ex-jogadores é outro: vocação e preparação. Trabalhar no futebol jovem exige vocação e preparação técnica. Ser ex-jogador não é garante de nenhuma delas, mas há muitos ex-jogadores que seguem esta via, porque, finda a carreira, é a alternativa que lhes resta ou "não se vêem fora do futebol".
O facto de ter uma passado no futebol, enquanto jogador, é uma vantagem. Mas é só isso, uma vantagem. Não é garantia de competência.

Por fim, o problema do Ajax, no meu entender, é outro. Enquanto aquela academia teve o seu foco no mercado do Benelux e nas ex-colónias das Caraíbas (Antilhas e Suriname), foram muito poderosos. Quando as pressões do mercado fizeram abrir a academia, o critério e o rigor baixaram e tornou-se mais complicado trabalhar num caldo de cultura cada vez mais heterogéneo. Por fim, a lei Bosman tem o seu peso. O Ajax não retém talentos na sua equipa principal e é preciso tempo para fazer as equipas crescerem.

E será que os treinadores que temos são competentes? Como é que sabes se eram bons se fomos os primeiros a apostar neles?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Ablon em 06/Set/18, 11:07
Eu acrescentaria a isso no caso do Ajax uma certa ilusão e romantismo que a formação daria para grandes conquistas,um pouco do que vimos no Sporting para dar um exemplo nacional.
Só formação não chega para times que querem ser top a verdade é essa agora que é uma excelente muleta para clubes com fraco poder financeiro isso ninguém duvida.

Não me parece que o problema do Sporting tenha sido a aposta na formação mas sim os maus jogadores que compraram.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Morais em 06/Set/18, 11:24
Não me parece que o problema do Sporting tenha sido a aposta na formação mas sim os maus jogadores que compraram.

Isso é verdade mas houve um periodo em que eles contratavam muito pouco basicamente eram jogadores saídos da formação,quando Bruno de Carvalho assume é que começaram a investir mais.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: miguel1000 em 07/Set/18, 12:38
Isso é verdade mas houve um periodo em que eles contratavam muito pouco basicamente eram jogadores saídos da formação,quando Bruno de Carvalho assume é que começaram a investir mais.

Mas concordo com ele, Rui Patrício, João Mário, William Carvalho, Gelson Martins foram a salvação...problemas são os treinadores e craques como Doumbia, Acuna, Wendel, etc. basicamente só contrataram o Bas Dost e Bruno Fernandes. E aqui o problema não são o Rúben e André concerteza.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Morais em 07/Set/18, 12:46
Mas concordo com ele, Rui Patrício, João Mário, William Carvalho, Gelson Martins foram a salvação...problemas são os treinadores e craques como Doumbia, Acuna, Wendel, etc. basicamente só contrataram o Bas Dost e Bruno Fernandes. E aqui o problema não são o Rúben e André concerteza.

Isso é mais recente estou-me a referir ao periodo Paulo Bento,Jesualdo,Carvalhal ,Paulo Sérgio aó eram basicamente ex juniores até porque não tinham recursos para grandes contratações até que acordaram quando ficaram em sextos num campeonato e entrou o Bruno de Carvalho que no inicio também manteve esse projeto mas teve a sorte de ir juntando bons jovens ao longo de alguns anos e com Leonardo Jardim começam a dar nas vistas.
São periodos distintos no Sporting.
Lembro que o Jesualdo entrou uma vez em campo parecia uma equipa B.Dessa forma não arrumariam nada.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: miguel1000 em 07/Set/18, 12:51
Isso é mais recente estou-me a referir ao periodo Paulo Bento,Jesualdo,Carvalhal ,Paulo Sérgio aó eram basicamente ex juniores até porque não tinham recursos para grandes contratações até que acordaram quando ficaram em sextos num campeonato e entrou o Bruno de Carvalho que no inicio também manteve esse projeto mas teve a sorte de ir juntando bons jovens ao longo de alguns anos e com Leonardo Jardim começam a dar nas vistas.
São periodos distintos no Sporting.
Lembro que o Jesualdo entrou uma vez em campo parecia uma equipa B.Dessa forma não arrumariam nada.

Claro que não era com Pereirinhas que iam lá...mas a qualidade dos treinadores era pouca...mas também é verdade que cheguei a ver um André Santos ou algo assim como a last big thing
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Morais em 07/Set/18, 12:57
Claro que não era com Pereirinhas que iam lá...mas a qualidade dos treinadores era pouca...mas também é verdade que cheguei a ver um André Santos ou algo assim como a last big thing

Claro que não e não disse isso mas o modelo do Sporting era sua formação até porque não tinham recursos para muito mais foi apenas isso que quis dizer.
Sim também tiveram treinadores abaixo do expectável mas para a qualidade dos planteis que tinham também não daria para grandes coisas.
E basta vermos que depois do Liedson não me lembro de um jogador de qualidade que tivesse jogado no Sporting até a chegada de Bruno de Carvalho.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 23/Fev/19, 17:46
Excelente iniciativa da FPF.

Convocou um estágio especial S15/S16 só com atletas que jogam no estrangeiro. Espero que o FC Porto esteja atento. É uma oportunidade de recrutamento, direi eu, única, num mercado muito interessante: a diáspora.
Jogadores com passaporte português, muitos deles a jogarem em clubes "acessíveis" ao FC Porto, embora no estrangeiro.

Fica a lista:

AAS Sarcelles: Lois Martins
AC Ajaccio: Vitor Lebas e Paolo Lebas
Arsenal FC: Pedro Virgínia
AS Monaco: João Oliveira
FC Luzern: Ronaldo Fernandes e Ruben Fernandes
FC Metz: Jordan Monteiro
FC Nantes: Rayan Gonçalves
FC Nuremberg: Benjamim Siga
FC Schwamendingen: Fernando Costa e Leonel Costa
FC Sion: Gerson Rebelo; Nathan dos Santos, Jason Nunes e David Melo
FC Zurique: Martin Cardoso
Manchester City FC: Carlos Borges
OGC Nice: André Lopes
Standard Liège: Diego Moreira
Tours FC: Mathis Lopes
VfL Wolfsburg: Jaime Marques
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 24/Abr/19, 00:05
https://tribunaexpresso.pt/entrevistas-tribuna/2019-04-21-Joao-Couto-a-velha-raposa-que-ajudou-a-construir-Cristiano-Um-campeonato-nacional-vale-muito-menos-do-que-uma-formacao-como-deve-ser
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Marmita em 24/Abr/19, 10:07
O que é feito deste miúdo Gazuza Jr. ?

https://www.youtube.com/watch?v=QO_HWhgyEHU (https://www.youtube.com/watch?v=QO_HWhgyEHU)
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Vlk em 24/Abr/19, 10:20
O que é feito deste miúdo Gazuza Jr. ?

https://www.youtube.com/watch?v=QO_HWhgyEHU (https://www.youtube.com/watch?v=QO_HWhgyEHU)

Teve muitas dificuldades nos escalões mais novos saiu para Braga, desapareceu e está num sítio perigoso agora.

http://www.zerozero.pt/player.php?id=534022 (http://www.zerozero.pt/player.php?id=534022)
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Treinador de Bancada em 24/Abr/19, 10:38
Eu acho que o futuro desse jogador será no futsal.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Vlk em 12/Mai/19, 15:26
Isto nem é bem um problema, mas nesta semana vinha uma notícia na capa do Sol a dizer que estavam no Seixal vários filhos de ex-jogadores nossos. Para além do filho do Conceição, alguém sabe quem são os outros?

@Paul Ashworth (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=1517), @DeepBlue (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=13831), @jmj (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=15019), @Drago (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=171)
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 12/Mai/19, 15:46
Um tal de Vasco Paciência, que falta faz agora, com o Fábio retido na lota fedorenta do peixe da Nazaré, e vamos ver se ainda não faz uma graçola, agora que anda a meter uns golos por lá.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Vlk em 12/Mai/19, 15:50
Um tal de Vasco Paciência, que falta faz agora, com o Fábio retido na lota fedorenta do peixe da Nazaré, e vamos ver se ainda não faz uma graçola, agora que anda a meter uns golos por lá.

Já não me lembrava do Vasco. Mas fazem uma notícia de capa num generalista por 2 jogadores?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 12/Mai/19, 17:03
Não garanto que não existam mais.

Mas para propaganda, 2 já chega e sobra.


De qualquer forma, é um sintoma. Não me recordo de outro caso semelhante.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: jmj em 12/Mai/19, 21:42
Vamos lá recapitular. O Paciência saiu do nosso clube, porque percebeu que com o Fábio iria aquecer muitas vezes o banco. Se até com o irresponsável do Leandro Campos era suplente, quanto mais com o Fábio. Vai para o Boavista e faz meia-dúzia de jogos e em Janeiro muda-se para a margem sul, suponho eu, porque lá os bancos são mais confortáveis, especialmente no final de cada mês.
Pessoalmente, preferia que tivesse sido possível aproveitar o Leo. Era capaz de fazer coisas geniais. Mas a falta de responsabilidade daquela criatura era assustadora, até dentro de campo, tinham de ser os próprios colegas a chamá-lo à atenção. Chegava a ser desesperante. Um Leo empenhado e comprometido com a equipa, a jogar ao lado de Fábio Silva, Fábio Vieira, J. Mário, Sousa, Romário, Vítor, etc., seria algo de memorável.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 12/Mai/19, 22:05
Entre nkeng, perea e duarte moreira, prefiro meio Vasco Paciência.


Mas isso, cada um com a sua preferência.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: jmj em 12/Mai/19, 22:14
Entre nkeng, perea e duarte moreira, prefiro meio Vasco Paciência.

Nada do que disse contraria essa afirmação. Mas volto à questão inicial, será que o Paciência aceitaria desempenhar o mesmo papel que o Nkeng e o Perea estão a fazer?
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 12/Mai/19, 22:49
Nada do que disse contraria essa afirmação. Mas volto à questão inicial, será que o Paciência aceitaria desempenhar o mesmo papel que o Nkeng e o Perea estão a fazer?

Pelo que eu sei, o Paciência tinha contracto até ao final deste ano. Teve que rescindir com o FC Porto.

Se ia aceitar ser suplente do Fábio? Não sei responder a isso, mas como mero espectador, imagino muita maior rotação na posição 9 entre os dois do que o Fábio e os outros todos que lá estão. Não haveria uma quase hecatombe de qualidade. O Vasco pode ser mole, algo desligado do jogo, fugir da luta com os centrais, mas sabe ter uma bola nos pés.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: jmj em 12/Mai/19, 23:13
Pelo que eu sei, o Paciência tinha contracto até ao final deste ano. Teve que rescindir com o FC Porto.

Se ia aceitar ser suplente do Fábio? Não sei responder a isso, mas como mero espectador, imagino muita maior rotação na posição 9 entre os dois do que o Fábio e os outros todos que lá estão. Não haveria uma quase hecatombe de qualidade. O Vasco pode ser mole, algo desligado do jogo, fugir da luta com os centrais, mas sabe ter uma bola nos pés.

Concordo que com o Paciência haveria espaço para maior rotação. Mas a saída para o Boavista, uma equipa que curiosamente está em vias de descer de divisão, leva-me a crer que o que ele queria era jogar o máximo de tempo possível e como tal, um regime de rotação com o Fábio era insuficiente, principalmente no seu último ano de júnior.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 12/Mai/19, 23:24
Concordo, que com o Paciência haveria espaço para maior rotação. Mas a saída sair para o Boavista, uma equipa que curiosamente está em vias de descer de divisão, leva-me a crer que o que ele queria era jogar o máximo de tempo possível e como tal, um regime de rotação com o Fábio era insuficiente, principalmente no seu último ano de júnior.

Se fosse assim, teria continuado na rotunda.

E no regime não tem jogado assim tanto. Embora, 6 jogos 3 golos.

Algo se passou. E não é coincidência Gonçalo sair e Vasco também.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: FCP07 em 12/Mai/19, 23:28
acho que uma epoca na B podera fazer bem ao nkeng. e um típico jogador de area, das poucas vezes que jogou vai quase sempre marcando. se tiver 18anos...
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: jmj em 12/Mai/19, 23:34
Se fosse assim, teria continuado na rotunda.

E no regime não tem jogado assim tanto. Embora, 6 jogos 3 golos.

Algo se passou. E não é coincidência Gonçalo sair e Vasco também.

É possível que sim.
Em relação à ida para o Seixal, acho que se enquadra na política de terra queimada encetada por aquele clube. Provavelmente, ofereceu-lhe um contrato muito acima do que alguém lhe ofereceria e ele aceitou.
Se o Paciência não resultar, não há problema. Aguenta-se com o prejuízo financeiro. Se ele der alguma coisa, exibem-no como troféu de guerra.
Não tenho dúvidas, principalmente após a nossa conquista da YL e com a eventual conquista do campeonato, que este tipo de acções se irão intensificar e o conflito vai escalar ainda mais. 
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Roberto_FCP em 17/Jun/19, 14:33
Convivendo eu bem de perto com a realidade do futebol de formação vai para 10 anos, não tenho dúvidas em afirmar que um dos grandes problemas que afecta o futebol jovem e os jovens são os pais... Temos para todos os gostos, os que gostam de ir para o campo debitar tácticas sem perceber nada, os que pensam que o seu filho é o novo Ronaldo, os frustrados por o seu clube do coração não ter ganho por causa dos árbitros e vão achincalhar estes no jogo do filho, os bêbados que só querem arranjar confusão, as mães que parecem peixeiras e não gostam que toquem no seu menino, os que não gostam do treinador porque substitui o seu filho, os que querem à força que o seu filho jogue porque pagam como os outros, enfim...

Fica aqui este vídeos onde os miúdos e os treinadores do Málaga estiveram muito bem. Aplausos!

https://www.ojogo.pt/multimedia/videos/interior/miudos-param-jogo-contra-o-sporting-para-recriminar-os-pais-11016965.html (https://www.ojogo.pt/multimedia/videos/interior/miudos-param-jogo-contra-o-sporting-para-recriminar-os-pais-11016965.html)
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Vlk em 19/Jun/19, 11:28
Só uma curiosidade para quem me saiba responder ( @DeepBlue (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=13831) , @jmj (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=15019), @Paul Ashworth (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=1517), @Treinador de Bancada (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=4608), @Draco (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=4991) ....):

o Felix era Capitão de equipa?!?! Numa equipa com o Queiroz, o Leite o DCosta, o Dalot, etc... o capitão era o Félix?!

https://www.iol.pt/multimedia/oratvi/multimedia/imagem/id/5bad3f5f0cf22e5fe0755f76/

Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Drago em 19/Jun/19, 11:33
Não percebo o espanto...

Toda a gente refere o rapaz como um bom amigo. Felizmente, nestas idades ainda não há "política" nesta tomada de decisão. É escolhido entre os pares, normalmente, por ser o mais "fixe".

O André Gomes também era capitão no FC Porto.

O Paciência também foi em alguns jogos.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Vlk em 19/Jun/19, 11:50
Não percebo o espanto...

Toda a gente refere o rapaz como um bom amigo. Felizmente, nestas idades ainda não há "política" nesta tomada de decisão. É escolhido entre os pares, normalmente, por ser o mais "fixe".

O André Gomes também era capitão no FC Porto.

O Paciência também foi em alguns jogos.

Não sabia. Pensava que eram os treinadores e que a escolha já era um bocado mais a sério.

Quanto a ser "fixe" ou bom amigo, por várias atitudes recentes, ou mudou muito ou tenho sérias dúvidas disso. É um míudo petulante com a manía, nada a ver com a postura quer do André Gomes quer do Vasco.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Barrigana em 19/Jun/19, 11:50
Só uma curiosidade para quem me saiba responder ( @DeepBlue (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=13831) , @jmj (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=15019), @Paul Ashworth (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=1517), @Treinador de Bancada (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=4608), @Draco (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=4991) ....):

o Felix era Capitão de equipa?!?! Numa equipa com o Queiroz, o Leite o DCosta, o Dalot, etc... o capitão era o Félix?!

https://www.iol.pt/multimedia/oratvi/multimedia/imagem/id/5bad3f5f0cf22e5fe0755f76/

Pior do que isso. O que estava a fazer o filho do Bruno Lage na equipa do Porto (5º a contar da esquerda, na fila de baixo, sentado)?!
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Vlk em 19/Jun/19, 11:54
Pior do que isso. O que estava a fazer o filho do Bruno Lage na equipa do Porto (5º a contar da esquerda, na fila de baixo, sentado)?!

Eu acho que não é o filho. É mesmo o próprio Laje e já andava a retirar informações dos treinos dos nossos sub14.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: jmj em 19/Jun/19, 12:26
Só uma curiosidade para quem me saiba responder ( @DeepBlue (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=13831) , @jmj (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=15019), @Paul Ashworth (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=1517), @Treinador de Bancada (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=4608), @Draco (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=4991) ....):

o Felix era Capitão de equipa?!?! Numa equipa com o Queiroz, o Leite o DCosta, o Dalot, etc... o capitão era o Félix?!

https://www.iol.pt/multimedia/oratvi/multimedia/imagem/id/5bad3f5f0cf22e5fe0755f76/

Se a memória não me falha, normalmente, o capitão era o Queirós. O sub-capitão era o J. Silva, irmão do Fábio.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Ivganovich em 19/Jun/19, 15:22
Só uma curiosidade para quem me saiba responder ( @DeepBlue (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=13831) , @jmj (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=15019), @Paul Ashworth (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=1517), @Treinador de Bancada (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=4608), @Draco (https://www.fcporto.ws/index.php?action=profile;u=4991) ....):

o Felix era Capitão de equipa?!?! Numa equipa com o Queiroz, o Leite o DCosta, o Dalot, etc... o capitão era o Félix?!

https://www.iol.pt/multimedia/oratvi/multimedia/imagem/id/5bad3f5f0cf22e5fe0755f76/
Tínhamos aí uma equipa "interessante". A ver quantos vão ser jogadores efectivos na A.
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Dragão da Beira em 19/Jun/19, 16:14
Náo sei onde colocar isto, mas há um puto no SC Covilhã que é um craque...penso que é sobrinho do Cesar Brito, vamos ver onde vai parar....como se processa o nosso scouting ? não têm ninguém para estes lados ? já agora chama-se Pedro Brito...:) abraço a todos
Título: Re: Os problemas que afectam o futebol jovem
Enviado por: Bruno 99 em 19/Jun/19, 22:45
Não sabia. Pensava que eram os treinadores e que a escolha já era um bocado mais a sério.

Quanto a ser "fixe" ou bom amigo, por várias atitudes recentes, ou mudou muito ou tenho sérias dúvidas disso. É um míudo petulante com a manía, nada a ver com a postura quer do André Gomes quer do Vasco.
No FC Porto, os guarda-redes não podem ser capitães de equipa.