Autor Tópico: Exercício sobre 14 anos de formação-»equipa principal  (Lida 1437 vezes)

Offline Martinovic

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 14.631
  • Desde: Mar 2012
falando do aproveitamento das equipas B's e camadas jovens.hoje enquanto lia ojogo,reparei num exercicio interessante que eles fizeram a proposito da possivel estreia do tobias figueiredo na equipa principal do sporting pro campeonato.esse exercicio mostra a passagem formaçao-»equipa A ao longo dos ultimos 14 anos.
pensei entao olhar para nós esse mesmo periodo e o resultado foi:

2000/01-candido costa(nao fez formaçao mas veio da equipa B)
2001/02-helder postiga,ricardo costa,joca,pedro nuno
2002/03-hugo luz,reinaldo,manuel jose,elias,hugo almeida
2003/04-bruno vale,pedro ribeiro,evaldo(equipa B),andre vilas boas(equipa B)
2004/05-paulo machado,ivanildo,bruno gama(equipa B)
2005/06-bruno alves(equipa B),helder barbosa
2006/07-vieirinha(equipa B)
2007/08-ventura,castro,rui pedro
2008/09-tengarrinha,ivo pinto,josue,candeias,diogo viana
2009/10-nuno andre coelho(ex equipa B de 06 e apos vaios emprestimos),sergio oliveira,yero
2010/11-ukra
2011/12-kadu
2012/13-abdoulaye ba,toze,atsu
2013/14-vitor garcia(equipaB),kayembe(equipaB)
2014/15-ruben neves,ivo rodrigues

nota: relembrar que o exercicio sobre o sporting que o jornal fez foi sobre jogadores que se estrearam pla equipa principal em jogos do campeonato.no nosso caso tive que abrir o leque a todas as competiçoes apenas por curiosidade e caso nao o fizesse muitos dos nomes nas estariam nesta lista.
nao diferenciamos muito do sporting em termos de numero mas em qualidade e principalmente aproveitamento ficamos um pouco atras.
« Última modificação: 01/Mar/18, 23:59 por apocalypto »

Offline Alves

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 1.240
  • Desde: Abr 2013
O Alex e o Ricardo Dias jogaram para a taça em 09/10.

Offline Roberto_FCP

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 2.238
  • Desde: Mar 2012
Penso que este tópico podia ser editado e aproveitado de uma outra forma.

Algo do género: "Aproveitamento da Formação » Equipa Principal do FCP".

O primeiro post iria sendo actualizado ao longo dos tempos e tornava-o mais geral.


Offline MVB

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 1.766
  • Desde: Jun 2017
Penso que este tópico podia ser editado e aproveitado de uma outra forma.

Algo do género: "Aproveitamento da Formação » Equipa Principal do FCP".

O primeiro post iria sendo actualizado ao longo dos tempos e tornava-o mais geral.

Por favor, alguém que o consiga fazer que faça isso.

Offline MVB

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 1.766
  • Desde: Jun 2017
Se chegarem em média 1,5 jogadores por ano à equipa A de qualidade igual ou superior à média dos já existentes, que acho que deve ser o nosso alvo (apesar de ser praticamente impossível), teríamos basicamente das melhores formações do mundo, e se comprássemos em média 0,5 jogadores por ano e vendêssemos 2, ao fim de algum tempo teríamos 75% de jogadores da formação no clube de qualidade sempre igual ou superior (irrealista, mas um bom alvo).

Basta vermos o valor de mercado do Bilbau + Real Sociedade, que formam jogadores de uma população mínima de ~2 milhões de pessoas, para percebermos que o futuro do clube passa pela formação de jogadores e cada vez mais cedo na nossa cantera. Secar no mínimo todos os talentos do país + Galiza. No mínimo.

E por estruturas de scouting de miúdos desde a mais tenra idade, até mesmo de fora, com olheiros, relações, e analítica. É adaptar ou ficar para trás.

Por algum motivo é isso que o mercado valoriza e é disso que precisamos. Para além do boost que dá à massa adepta.

Offline SUPERMLY

  • Bancada lateral
  • **
  • Mensagens: 858
  • Desde: Set 2017
Muito muito pouco...

Offline MVB

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 1.766
  • Desde: Jun 2017
Muito muito pouco...

Ruben Neves, Sérgio Oliveira, Ricardo Pereira e ainda André Silva e André Pereira, André André, Gonçalo Paciência que não sendo titulares seriam sempre óptimos suplentes...

Nem todos os jogadores da formação precisam de chegar a titulares para serem um sucesso na A, e nem todos precisam de ser jogadores de Champions com sucesso lá fora, se formarmos o banco de suplentes inteiro poupamos imenso dinheiro em passes de jogadores que ainda por cima por serem suplentes nunca vão valorizar muito.

Offline miguel1000

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 2.516
  • Desde: Ago 2017
Ruben Neves, Sérgio Oliveira, Ricardo Pereira e ainda André Silva e André Pereira, André André, Gonçalo Paciência que não sendo titulares seriam sempre óptimos suplentes...

Nem todos os jogadores da formação precisam de chegar a titulares para serem um sucesso na A, e nem todos precisam de ser jogadores de Champions com sucesso lá fora, se formarmos o banco de suplentes inteiro poupamos imenso dinheiro em passes de jogadores que ainda por cima por serem suplentes nunca vão valorizar muito.

Só digo, vejam o exemplo do Atlético...meio campo da casa e suplentes igual...temos é de manter os craques em casa em vez de comprar jogadores de qualidade duvidosa.

Rúben Neves, Danilo Pereira e Sérgio Oliveira...acham que isto é fraco? poupem-me.

Offline MVB

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 1.766
  • Desde: Jun 2017
Só digo, vejam o exemplo do Atlético...meio campo da casa e suplentes igual...temos é de manter os craques em casa em vez de comprar jogadores de qualidade duvidosa.

Rúben Neves, Danilo Pereira e Sérgio Oliveira...acham que isto é fraco? poupem-me.

No mínimo dos mínimos, seriam suplentes de luxo. Se compreendo que ter mais de 50% jogadores da formação no clube em campo é um alvo demasiado ambicioso, não há motivo para gastarmos dinheiro em jogadores que venham para ser suplentes.

E no clube, quando temos gastos geralmente é com suplentes, porque os titulares da A por norma apreciam de valor e quando são comprados por 10M saem por 30M.

Mais, o Bilbau forma apenas duma piscina de 2 milhões de pessoas e deve ter um valor de mercado que anda na ordem do do nosso clube, e ainda tem que competir com o Real Sociedade e outros clubes com políticas semelhantes embora não tão fortemente aplicadas.

O valor de mercado total de todos os jogadores formados dessa piscina de 2 milhões de pessoas (Bilbau + RSociedade + ... ) excede o do nosso clube. Só no distrito do Porto há mais de 2 milhões de pessoas.

Não há desculpa para não montarmos uma operação em Portugal, Galiza, e Leão igual à que o Bilbau tem no País Basco mas a uma escala muito superior.

Olhem se tivéssemos só para a equipa A a jogar por nós neste preciso momento algo como André Silva, Ricardo, Danilo, William, Ruben, Gelson, Andre^2, Adrien, Nelson Semedo, Quaresma, João Mário (este ainda por cima é literalmente portuense foda-se), Bruno Fernandes (outro que o clube deixou partir), Sérgio Oliveira entre muitos outros. Isto seria tudo a custo zero. Zero.

Para além do mais, imaginem os talentos que já passaram por todas as formações de Portugal que partiram, e da Galiza, e de Leão...

E imaginem todas as promessas que aí vêm em todas as formações.

Banco da formação e ~50% (5 ou 6) dos jogadores em campo da formação a titulares, e teríamos dinheiro para contratações cirúrgicas que não formamos. Para além do mais, não teriamos os problemas de cashflow e de contratações estúpidas que vêm para o clube não se sabe fazer o quê, e não compraríamos entulho nem daríamos reformas douradas.


O problema das formações é quando se sobem demasiados para a A ao mesmo tempo. A média de idades da equipa A deve ser de 27,5 anos que é o que os estudos mostram ser ideal inclusive no plano da Champions, portanto temos que jogar com isso.
« Última modificação: 01/Mar/18, 19:41 por MVB »

Offline SUPERMLY

  • Bancada lateral
  • **
  • Mensagens: 858
  • Desde: Set 2017
O problema da formação é que durante mto tempo negligenciou se porque se achava que os jogadores de topo apareciam apenas porque sim...
Era algo natural em que havia um ou outro que volta e meia florescia.

O processo espanhol desmontou essa visão toda quando em 8 anos limpou tudo com um trabalho de base feito desde 1992(e só colheram os frutos de expoente maximo 16 anos depois)-

Só a partir daí levamos a formação mais a serio(nós e os outros)

O peculio geral é pobre pelo aproveitamento na equipa principal mas formamos varios jogadores de 1o escalao (Vieirinha, Castro, Postiga,Sergio Oliveira)
Alguns deles espalhados pela primeira liga e outras primeiras ligas da europa


Offline JORGE ARAUJO

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 6.676
  • Desde: Set 2006
A visão 611 foi uma palhaçada de todo o tamanho,era altura das vacas gordas e do lugar comum de que os jogadores da casa não ganham títulos ... veio o aperto e obrigatoriamente teve que se olhar de outra forma para o que fazemos em casa.Provavelmente o parco numero de jogadores que nestes últimos anos chegaram à A deve-se à falta de oportunidades para serem postos à prova,quer-me parecer que finalmente acordamos para a realidade.Não tenho a menor dúvida que muitos Sérgios Oliveiras,Dalots,Neves,Andrés Silvas se seguirão,haja vontade de lhes dar palco ... e há um a pedir urgentemente!(Bruno costa).

Offline TennantWho

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 379
  • Desde: Dez 2014
Posts muito lúcidos sem balbuciar muito sobre a importância do jogador português, ou formado localmente, mas a pegar na perspetiva mundial, com ótimos exemplos, competitivos e de ótima gestão.

Que, no fundo, é o que nos lesa em todo o campo, a gestão que fazemos dos nossos ativos e dinheiro.

Offline Treinador de Bancada

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 9.932
  • Desde: Mar 2012
PAra mim se daqui a 10 anos não tivermos aproveitado:

-Dalot/Diogo Costa/Diogo Leite/Diogo Queirós/Romário Baró/ Fábio Silva/

Sentirei um amargo de boca terrível. Apenas falo dos casos mais óbvios de talento inato e de desenvolvimento acelerado dos jogadores. Poderia ainda citar o Bruno Costa, o Moreto, o Rui Pedro, o Gonçalo  Borges, o Candal entre outros.

Offline grandeporto

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 18.652
  • Desde: Ago 2006
PAra mim se daqui a 10 anos não tivermos aproveitado:

-Dalot/Diogo Costa/Diogo Leite/Diogo Queirós/Romário Baró/ Fábio Silva/

Sentirei um amargo de boca terrível. Apenas falo dos casos mais óbvios de talento inato e de desenvolvimento acelerado dos jogadores. Poderia ainda citar o Bruno Costa, o Moreto, o Rui Pedro, o Gonçalo  Borges, o Candal entre outros.

------------------------

Desculpem mas não conheço esse Candal, quem é?

Offline pensador

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 4.093
  • Desde: Mai 2015
------------------------

Desculpem mas não conheço esse Candal, quem é?
Dos sub-15. Talvez o melhor jogador dessa geração. Faz lembrar salvo as devidas proporções o Deco se bem que costuma actuar mais como falso ala.