Autor Tópico: Euro Sub 17 Azerbaijão 2016  (Lida 21199 vezes)

Offline panenka

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 1.585
  • Desde: Fev 2015
Re: Euro Sub 17 Azerbaijão 2016
25/Mai/16, 01:06 • #99024
Já sabia que o Diogo Leite iria estar nessa lista, uns posts atrás tinha dito que neste torneio ele esteve melhor que o Queirós. Não que o Queirós tenha estado mal, bem pelo contrário mas porque o Leite jogou realmente muito bem, fortíssimo de cabeça e um jogador muito forte fisicamente pelo ar e pelo chão.

Deu bastante nas vistas, bem mais que o Queirós.

O Queiros foi sobretudo certinho. O Leite acrescentou jogo aereo.

Offline elnino_diogo

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 6.828
  • Desde: Jun 2012
Re: Euro Sub 17 Azerbaijão 2016
25/Mai/16, 10:30 • #68049
O Queiros foi sobretudo certinho. O Leite acrescentou jogo aereo.

Exactamente.

Offline Alves

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 1.260
  • Desde: Abr 2013
Re: Euro Sub 17 Azerbaijão 2016
25/Mai/16, 11:36 • #36045
Infelizmente só fazemos bonito no Euro sub17 nos anos em que não há mundial. Gostava de ver como esta equipa se safava contra as Nigérias e os Malis.

Devia haver todos os anos, é uma injustiça para as gerações que não têm oportunidade de o disputar.

E nos sub-20 igual. Se há competições continentais todos os anos, não ia ser difícil fazer também um mundial anual.


Online joaoalvercafcp

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 21.523
  • Desde: Mar 2012
Re: Euro Sub 17 Azerbaijão 2016
25/Mai/16, 13:56 • #96093
Assistencias

Gedson Fernandes (Portugal) 3
Ruben Vinagre        (Portugal) 3
Manu Morlanes        (Espanha) 3

Online joaoalvercafcp

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 21.523
  • Desde: Mar 2012
Re: Euro Sub 17 Azerbaijão 2016
31/Mai/16, 14:19 • #21062
CAMPEÕES EUROPEUS DE SUB-17 DISTINGUIDOS

Diogo Costa, Diogo Dalot, Diogo Queirós, Diogo Leite e João Lameira receberam medalhas das mãos de Pinto da Costa

Os cinco Dragões que se sagraram campeões europeus de Sub-17, ao serviço da seleção portuguesa, estiveram esta segunda-feira no Museu FC Porto, onde foram distinguidos por Pinto da Costa. O presidente portista, que entregou uma medalha a cada um dos atletas, não poupou nos elogios ao feito alcançado por Diogo Costa, Diogo Dalot, Diogo Queirós, Diogo Leite e João Lameira.

“É uma grande honra para o FC Porto, pois é muito difícil vencer-se um título europeu. Eles começam a habituar-se desde muito cedo a alcançarem esses feitos e isso é muito importante. Ter cinco jogadores nessa seleção é, para nós, motivo de grande orgulho. Esta homenagem visa também reconhecer o ADN Porto que existe dentro deles. É com estes jovens, com este talento e com este crer que queremos construir o futuro. Os nossos parabéns não vão só para eles, mas também para as famílias e para todos aqueles que estão envolvidos na sua formação. O nosso objetivo é formar homens, atletas e vencedores”, afirmou Pinto da Costa.

Os cinco campeões europeus de Sub-17 sublinharam o “privilégio” e a “honra” pela distinção que lhes foi atribuída pelo presidente do FC Porto, considerando-a uma “motivação” para um futuro que se quer risonho. Capitaneada por Diogo Queirós, o primeiro a erguer o troféu, a seleção portuguesa de Sub-17 conquistou o título europeu no Azerbaijão, no dia 21 de maio. Diogo Costa, Diogo Dalot, Diogo Queirós e Diogo Leite foram peças fulcrais na defesa menos batida da prova (um golo sofrido).

Diogo Costa (guarda-redes)
“Isto é uma motivação para o futuro e creio que é algo merecido. Agora só temos de continuar a trabalhar para continuar a ganhar e conseguirmos chegar a profissionais”.

Diogo Dalot (defesa)
“É um grande privilégio e uma grande honra receber esta distinção por parte do presidente. É gratificante para todos depois do trabalho que fizemos”.

Diogo Queirós (defesa)
“Já vi as imagens daquele momento vezes sem conta e não me canso de ver. É muito bom ser-se reconhecido pelo que se faz. É um grande incentivo para o futuro. Só posso agradecer ao FC Porto por nos dar todas as condições para treinar e trabalhar bem”.

Diogo Leite (defesa)
“É muito bom ver o nosso trabalho reconhecido, ainda mais pelo presidente. Só nos pode motivar para o futuro e para trabalharmos ainda mais e melhor”.

João Lameira (médio)
“Não joguei tantas vezes como os meus colegas, mas apoiei-os sempre e sei que também contribuí para aquela conquista. Espero que esta distinção seja a primeira de muitas”.