Autor Tópico: Doping: arquivamento do caso Nuno Assis violou a lei  (Lida 5454 vezes)

Offline BrunoSousa

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 4.138
  • Desde: Jul 2006
Doping: arquivamento do caso Nuno Assis violou a lei, diz PGR

O parecer consultivo da Procuradoria Geral da República sobre o caso de doping de Nuno Assis defende que o Conselho de Justiça da FPF violou a lei ao arquivar o processo. Diz ainda, segundo a agência Lusa, que a decisão deve ser revogada e se isso não acontecer a Federação pode ver o estatuto de Utilidade Pública Desportiva suspenso.

Segundo a Lusa, que revela ter tido acesso a «linhas do parecer consultivo», a FPF pode ver igualmente suspensos os contratos-programa celebrados com o Estado actualmente em execução, que ascendem a mais de 500 mil euros.

O parecer foi pedido pelo secretário de Estado da Juventude e Desporto, que contestou a decisão desportiva sobre o processo. Laurentino Dias defendeu que o acórdão do CJ violava «grosseiramente as normas e regulamentos nacionais e internacionais da luta contra o doping». O governante revelou ainda que iria expor o caso à UEFA, à FIFA e à Agência Mundial Antidopagem. Esta última remeteu o caso para o Tribunal Arbitral de Desporto (TAS), que solicitou a audição do jogador do Benfica, a qual estará marcada para segunda-feira, 11 de Dezembro.

Nuno Assis acusou positivo por 19 norandrosterona a 3 de Dezembro de 2005, após o Marítimo-Benfica. Foi suspenso por seis meses pela Liga, os quais devia acabar de cumprir em Agosto, mas o clube recorreu e o caso foi arquivado pelo Conselho de Justiça em Julho, antes de cumprida integralmente a pena.


In Maisfutebol

xFiz_a_tropa_com_o_Baía

  • Visitante
Tudo feito com a maior das transparências, como o Zé dos Plásticos bem gosta.

Offline fcporto56

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 7.173
  • Desde: Jul 2006
> BrunoSousa Comentou:

> Doping: arquivamento do caso Nuno Assis violou a lei, diz PGR

O parecer consultivo da Procuradoria Geral da República sobre o caso de doping de Nuno Assis defende que o Conselho de Justiça da FPF violou a lei ao arquivar o processo. Diz ainda, segundo a agência Lusa, que a decisão deve ser revogada e se isso não acontecer a Federação pode ver o estatuto de Utilidade Pública Desportiva suspenso.

Segundo a Lusa, que revela ter tido acesso a «linhas do parecer consultivo», a FPF pode ver igualmente suspensos os contratos-programa celebrados com o Estado actualmente em execução, que ascendem a mais de 500 mil euros.

O parecer foi pedido pelo secretário de Estado da Juventude e Desporto, que contestou a decisão desportiva sobre o processo. Laurentino Dias defendeu que o acórdão do CJ violava «grosseiramente as normas e regulamentos nacionais e internacionais da luta contra o doping». O governante revelou ainda que iria expor o caso à UEFA, à FIFA e à Agência Mundial Antidopagem. Esta última remeteu o caso para o Tribunal Arbitral de Desporto (TAS), que solicitou a audição do jogador do Benfica, a qual estará marcada para segunda-feira, 11 de Dezembro.

Nuno Assis acusou positivo por 19 norandrosterona a 3 de Dezembro de 2005, após o Marítimo-Benfica. Foi suspenso por seis meses pela Liga, os quais devia acabar de cumprir em Agosto, mas o clube recorreu e o caso foi arquivado pelo Conselho de Justiça em Julho, antes de cumprida integralmente a pena.


In Maisfutebol

......................................................
Qual e a opiniao do bigodes sobre isto?O gajo tem andado muito caladinho depois dos incidentes do Veiga e da recusa do Sporting para fazer aliancas.


xFiz_a_tropa_com_o_Baía

  • Visitante
Alguem ainda se lembra do caso de doping do Hernâni? Nunca ficou provado mas havia fortes suspeitas que ele sacrificou a carreira para bem do Enfique. O verdadeiro atleta apanhado nas malhas do doping foi o Mozer mas o Hernâni é que foi ao altar dos sacrifícios.

Offline roq

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 355
  • Desde: Jul 2006
> Fiz_a_tropa_com_o_Baía Comentou:

> Alguem ainda se lembra do caso de doping do Hernâni? Nunca ficou provado mas havia fortes suspeitas que ele sacrificou a carreira para bem do Enfique. O verdadeiro atleta apanhado nas malhas do doping foi o Mozer mas o Hernâni é que foi ao altar dos sacrifícios.


E o caso do Calado, apanhado com excesso de testosterona e a jogar como nunca jogou nem nunca mais voltou a jogar? Aí logo vieram justificar como causa fisiológica normal do jogador que autoproduzia testosterona em excesso.

Roq

Offline fcporto56

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 7.173
  • Desde: Jul 2006
> Fiz_a_tropa_com_o_Baía Comentou:

> Alguem ainda se lembra do caso de doping do Hernâni? Nunca ficou provado mas havia fortes suspeitas que ele sacrificou a carreira para bem do Enfique. O verdadeiro atleta apanhado nas malhas do doping foi o Mozer mas o Hernâni é que foi ao altar dos sacrifícios.


.................................................

Se bem me lembro esse Hernani,(nao confundir com o grande Hernani que jogou umas decadas antes deste no FCPorto)veio do Setubal e era muito tendencioso a lesoes e tomava drogas para ajudar as lesoes.Nunca foi bem claro de onde vinham as drogas.Ja agora penso que e, ou ja foi jogador de praia futebol pela seleccao de Portugal.

Offline BrunoSousa

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 4.138
  • Desde: Jul 2006
Nuno Assis suspenso um ano pelo Tribunal Arbitral do Desporto
04.01.2007 - 15h22   Duarte Ladeiras - Público.pt

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) puniu Nuno Assis por doping, aplicando-lhe uma suspensão de um ano. A decisão, que não é passível de recurso, significa que o futebolista do Benfica ficará sem jogar durante quase sete meses, depois de descontados os 161 dias que já esteve afastado dos relvados.

xFiz_a_tropa_com_o_Baía

  • Visitante
Enterra-se o jogador, safa-se o clube.

xFiz_a_tropa_com_o_Baía

  • Visitante
Tanta palmadinha nas costas a um gajo que se limitou a fazer o seu trabalho.

kilkus

  • Visitante
> João Branco Comentou:

> Só uma pergunta «inocente»:

- O clube que utilizou indevidamente o jogador não devia ser penalizado, naqueles jogos onde o rapaz deu uns toques na bola?

Já estou a ver o filme se isto fosse com um jogador do FCPorto!

Abraço

-----------------------------------------------------------------------------

Acontece que o jogador não foi utilizado indevidamente, porque houve uma decisão que anulou/arquivou a pena. Por isso podia jogar.

Se esse arquivamento não tinha bases legais, então quem tem de ser punido é o Conselho de Justiça de FPF, e não o clube.

xFiz_a_tropa_com_o_Baía

  • Visitante
O Gaspar esta a referir-se ao Semedo?

olduser-1

  • Visitante
Acho espantoso a forma como LFV e a sua trupe debitam barbaridades (conferência de imprensa de ontem) e são levados a sério pelos meios de comunicação social que lhes dão grande cobertura.

Se:
- O jogador em causa acusou positivo numa análise de controlo de doping no final de um jogo Marítimo-Benfica.
- O jogador se diz inocente; e o departamento médico do clube acredita na inocência do jogador.

Então:
- O responsável pela dopagem do jogador é o departamento médico (o que não seria nenhuma novidade no clube em questão).

Se vêm todos defender o jogador com base no argumento (ridículo) de que ele não tinha a intenção de se dopar, então também estão a admitir tacitamente que ele de facto estava dopado. No entanto vem clube, presidente, dirigente, jogador dar uma conferência de imprensa a ameaçar com \"guerra aberta\" o secretário de Estado por este se ter limitado a enviar o caso, que tinha sido indevidamente arquivado pela FPF, para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) na Suíça que acabou por culpar o jogador e condená-lo a 1 ano de suspensão de actividade. O secretário de Estado não fez mais do que a sua obrigação e o TAD deu-lhe razão. Portanto, aquilo que LFV e sua trupe defendem é que o governante devia ter pactuado com a decisão irregular da FPF, beneficiando um clube em relação a todos os outros que jogam sem jogadores dopados.

Se este caso tivesse ocorrido com o FC Porto, estariam agora as televisões com programas de opinião a lançar perguntas do tipo: \"Deveria o clube ser também punido desportivamente em casos de doping?\". Como o clube em questão é o slb, os media pactuam e deixam o assunto morrer.

Temos as instâncias futebolísticas nacionais corruptas para com o slb e os media, sem respeitarem códigos de conduta profissional, a (não) darem cobertura às batotas do costume do slb: doping, arbitragens tendenciosas, castigos aos seus e aos jogadores dos outros clubes, fugas ao fisco, etc, etc, etc.

olduser-1

  • Visitante
Quando for lançado o II volume do livro da prostituta, esta ainda virá dizer que um dia foi passar um fim de semana à Madeira e que, depois do jogo Marítimo-slb entrou no balneário do slb substituindo a urina saudável do Assis por uma com nandrolona.

olduser-1

  • Visitante
A mando do Pinto da Costa.

Offline Dragon Lonis

  • Bancada lateral
  • **
  • Mensagens: 913
  • Desde: Jul 2006
> diego10 Comentou:

> Apesar das cores que o Nuno Assis usa, o rapaz até pode ser inocente no meio disto tudo não? Se isto um dia acontecer com um jogador nosso a reacção será a mesma (Nós adeptos)??

---

Inocente como? A análise e a contra-análise deram positivo!

Dopou-se, castigo. Ponto final.

Se por acaso o que queres dizer é que a culpa foi do departamento médico do Benfica que o dopou sem ele saber, então também aí é justo que o Benfica não o possa utilizar. Só poderia haver injustiça nessa situação se o atleta tivesse contrato aquém do fim do castigo, o que não é o caso.


Este caso representa uma derrota clara do presidente do Benfica que, perante um castigo de pena mínima (6 meses), e com a época terminada, insistiu num recurso só para fins propagandísticos, e o tiro saiu-lhe pela culatra: viu o castigo ser aumentado e com a agravante de apanhar a época a decorrer.

Também foi anedótica a intervenção do vice-presidente do Benfica aparentemente encarregue da área jurídica que afirmou que ia recorrer, tendo logo a seguir dito que não conhecia o conteúdo da decisão nem tinha a certeza se tal seria possível. Mas \"já estavam a trabalhar\"! :)

Ridículo o ataque do presidente do Benfica ao Secretário de Estado do Desporto por este, pura e simplesmente não ter fechado os olhos a uma ilegalidade do tamanho do mundo que era a decisão do CJ da FPF. Estão mal habituados...