Autor Tópico: Liga 3ª J.: FC Porto-Terceira Basket 75-86  (Lida 5904 vezes)

Offline Ninja67

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 194
  • Desde: Nov 2015
É um cinco de muita qualidade? Sem dúvida que estamos de acordo. No entanto temos vários problemas com este 5, já deu para perceber que Barac não é agressivo a defender, Sheehey e Sasa idem aspas. Sheehey não é SG e nessa posição tem ainda mais dificuldade a defender pois defronta jogadores muito mais móveis e rápidos.

O Sheehey tem vindo a ser preparado para jogar a 2 e concordo que defender é o seu lado menos bom.
Por acaso até acho que o Barac ( desde que acorde, repito) defende bem pelo menos em um ou outro jogo incluindo a pré epoca, que vi. Falta-lhe raiva e agressividade porque a qualidade da escola croata está lá. Não deve ter desaprendido nestes 2 meses que está em Portugal.

Offline Invicta_SD

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 3.316
  • Desde: Fev 2015
Moncho e a trupe de incompetentes que o rodeia tem de ir embora. Barac saiu uma grande barraca. Miguel Queiroz, Ferran e Pedro Pinto podem fazer-lhe companhia!

Offline FCPORTO2016

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 232
  • Desde: Jul 2016
O Sheehey tem vindo a ser preparado para jogar a 2 e concordo que defender é o seu lado menos bom.
Por acaso até acho que o Barac ( desde que acorde, repito) defende bem pelo menos em um ou outro jogo incluindo a pré epoca, que vi. Falta-lhe raiva e agressividade porque a qualidade da escola croata está lá. Não deve ter desaprendido nestes 2 meses que está em Portugal.

Barac defende bem? Desculpe mas até me custa ler esse nome. Respeito a sua opinião. Mas foi completamente amassado nos jogos das competições europeias e fez o melhor jogo com o Terceira Basket, o que é excelente para um estrangeiro. Na linha de lance livre esteve péssimo e fez vários turnovers mas pronto continuem a dar mais oportunidades.


Offline Devenish

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 12.795
  • Desde: Out 2006
  • Membro do Mês Março/2019
Falta falar de um, creio que se falou de todos os restantes, o Monteiro. No 4º período my god...mas já sabemos isso há muito tempo - quem dá o que sabe a mais não é obrigado.

Lembro-me de 72 (um dia conto a história aqui) era o Dale Dover, Fernando Gomes (o Presidente da FPF) e 6,7 "mancos" mas o Dover era tão bom que alguns até brilhavam.
Na década de 80 tivemos um treinador chamado Jorge Araújo que não gostava de "Dovers" ou seja jogadores que brilhavam individualmente mas eram esses que enchiam pavilhões e o resto é conversa. Curiosamente foi campeão em 2 anos que teve um americano brilhante que só ele ganhava jogos (não recordo agora o nome mas num jogo que fui a Ovar ver marcou 50 e tal pontos). Sem ele nunca mais foi campeão mas para ele esses jogadores não "interessavam".
Poucos anos atrás por um azar de um americano que estava cá e que se lesionou tivemos um Troy que fez voltar "a romaria" ao pavilhão do FC Porto - e a romaria desfez-se ou não engrossou porque foi embora.
Anteriormente tivemos aquela fornada de americanos bons nos anos 90 com os portugueses Paulo Pinto (meu amigo que teve aquela morte abrupta), Marçal e mais alguns.

Desabafos...

Offline Pombal

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 12.533
  • Desde: Abr 2010
  • Membro do Mês Setembro/16
É um cinco de muita qualidade? Sem dúvida que estamos de acordo. No entanto temos vários problemas com este 5, já deu para perceber que Barac não é agressivo a defender, Sheehey e Sasa idem aspas. Sheehey não é SG e nessa posição tem ainda mais dificuldade a defender pois defronta jogadores muito mais móveis e rápidos.

O mismatch funciona dos dois lados.

Se tem problemas em defender jogadores mais baixos, esses mesmos jogadores tem dificuldades de o defender a ele.


O problema dele é mesmo defender, sejam altos ou baixos.

Offline fridolfresberg

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 251
  • Desde: Set 2015
Falta falar de um, creio que se falou de todos os restantes, o Monteiro. No 4º período my god...mas já sabemos isso há muito tempo - quem dá o que sabe a mais não é obrigado.

Lembro-me de 72 (um dia conto a história aqui) era o Dale Dover, Fernando Gomes (o Presidente da FPF) e 6,7 "mancos" mas o Dover era tão bom que alguns até brilhavam.
Na década de 80 tivemos um treinador chamado Jorge Araújo que não gostava de "Dovers" ou seja jogadores que brilhavam individualmente mas eram esses que enchiam pavilhões e o resto é conversa. Curiosamente foi campeão em 2 anos que teve um americano brilhante que só ele ganhava jogos (não recordo agora o nome mas num jogo que fui a Ovar ver marcou 50 e tal pontos). Sem ele nunca mais foi campeão mas para ele esses jogadores não "interessavam".
Poucos anos atrás por um azar de um americano que estava cá e que se lesionou tivemos um Troy que fez voltar "a romaria" ao pavilhão do FC Porto - e a romaria desfez-se ou não engrossou porque foi embora.
Anteriormente tivemos aquela fornada de americanos bons nos anos 90 com os portugueses Paulo Pinto (meu amigo que teve aquela morte abrupta), Marçal e mais alguns.

Desabafos...
__________________________


Henry Crawford.


Offline lucho

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 11.740
  • Desde: Abr 2008
O que dizer desta derrota?

Inaceitável. O FC Porto não é isto. Não houve atitude. Não houve raça. Não houve nada.

Um FC Porto candidato ao título não pode agarrar-se a um barrete e ocupar a vaga de um estrangeiro com um jogador que não é bom em nenhum capítulo (Barac). E isso aconteceu nas duas últimas épocas com Jeff e Gilbert.

É tempo de reflexão. Muita mesmo, de todos.



Offline pavlovdoorman

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 1.293
  • Desde: Abr 2007
Se são melhores têm que jogar mais, prefiro estrangeiros a jogar 30 minutos por jogo e ganhar do que estrangeiros a jogar 20 e perder jogos.

Concordo perfeitamente, o problema é que temos um treinador que não gosta que os jogadores brilhem de mais...
O mais importante é sempre a equipa, nem que para isso se perca tudo.

Offline lucho

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 11.740
  • Desde: Abr 2008
A questão é que entre os melhores e o banco há uma grande diferença. E neste jogo Moncho deveria ter posto os melhores de início para depois se existisse um bom avanço (e acho q iria acontecer) então sim rodar e gerir. Assim foi tudo ao contrário e depois veio o nervosismo e do outro lado o começar a acreditar.

Depois há outras coisas, o Queiroz perdeu nível e faz borradas seguidas de borradas e é difícil compreender como é que o Ferran (outro elemento que estagnou, aliás nunca me convenceu sequer) tem 30 minutos no somatório destes 2 últimos jogos. Mas eu acredito que o Moncho vai puxar para que o melhor Soares apareça e a estrutura vai contratar um americano (sai barac) para que esta época termine melhor do que começou.

Offline joaoalvercafcp

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 21.523
  • Desde: Mar 2012

Offline LimaPereira

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 1.488
  • Desde: Jul 2015
Concordo com muito do que se disse. É difícil haver tanta unanimidade no forum num tópico onde existem tantos users com comentários de qualidade que vão muito para além do bom quando se ganha e mau quando se perde. Aliás muitas das vezes dei por mim a refletir a minha opinião pelo que ouvi.
Apenas mais um oftopic: jogo de grande intensidade o Oli vs Ovarense. Ou muito me engano ou esta Oliveirense vai ser ainda mais dura de roer. Muita entrega, qualidade e uma capacidade física difícil de igualar a nível interno. Possuem um jogo rápido e agressivo tanto no ataque como na defesa. Com atitudes displicentes e sem faca nos dentes vamos passar um mau bocado.