Autor Tópico: Taça Hugo dos Santos, 1/2 Final: Oliveirense-FC Porto 86-82  (Lida 5004 vezes)

Offline Draco Atlantis

  • Bancada lateral
  • **
  • Mensagens: 717
  • Desde: Ago 2015
Ainda não foi desta. Não está fácil degolar este borrego.
Foi o jogo que estivemos mais perto de ganhar pois estivemos muito bem nos ressaltos e nos LL, embora mal nos turnovers.
A diferença está mesmo na qualidade defensiva da Oliveirense e na garra com que disputam cada bola e também no facto de terem sempre algum jogador que, em determinado momento do jogo, assume e mantém a equipa dentro do resultado. Na 1ª parte foi o Thaey a sobressair, depois o J. Barbosa, a seguir apareceu o Elissor e finalmente o Williams que até então tinha estado apagado. Todos eles com mais de 15 pontos.
Da nossa parte o Sheehey como de costume foi o melhor. Sasa esteve bem na 2ª parte e os croatas menos mal, embora o Prostran tenha feito um turnover terrível no último minuto, que nos tirou qualquer veleidade de ainda discutir o resultado. Mas hoje faltou à chamada o J. Soares e mais alguém do banco. Temos lá vários jogadores que pouco acrescentam.
Foi mais uma competição perdida.
Não tenhamos grandes ilusões para esta época, com muita pena minha.

Concordo quase plenamente com tudo.
Menos com a questão do Prostran.
Ok, é um passe para o banco mas, nessa altura, só podíamos reduzir a diferença no resultado, mas já não escapávamos à derrota.
Pior, ou melhor, o mais influente, foi quando falhou o LL quando faltavam 19s para o final e que obrigou o Queiroz a fazer falta de imediato.
Agora, foi o 2.º LL falhado em 6, a pressão da importância do momento era enorme, aliás o Guerreiro, que é grande lançador, como todos sabemos, falhou logo a seguir o 1.º LL.
Tinha que ser perfeito, mas tinha sido épico se tínhamos virado (ou mesmo conseguido o prolongamento) a perder por 81-72 a 45s do final (Oliveirense com posse de bola).
Se tivéssemos ganho, muito ia gostar de ver a cara do Thaey depois da provocação para o nosso banco aos 79-72 a 1m 16s do final.
Aliás, no final, mesmo tendo ganho, pareceu-me que, com o susto final, esse momento veio-lhe à cabeça e tratou de sair “de fininho”.
Quanto ao futuro, continuamos a estar na 2.º linha da “pole”, no 3.º lugar, mas acho estamos bem mais perto dos primeiros do que estávamos há uns meses atrás e sempre em progressão, a encurtar distâncias.

Online Emanujor

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 7.011
  • Desde: Mar 2012
Os nossos jogadores do banco marcaram no total apenas 11 pontos, sendo que só 3 deles contribuiram.
Em termos de pontuação MVP os números são de fugir, pois todos tiveram pontuação negativa, excepto um.
P. Pinto: -0,5
Monteiro: -0,5
P. Bastos: -0,5
Queiroz: -0,5
Araújo: -3,5
Ferran: o único positivo com uns fantásticos 0,5...
Assim, como é que podemos ganhar algo?

Offline Madara

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 468
  • Desde: Jul 2018
Quantas vitórias tem o Moncho frente ao Norberto Alves? É sempre a mesma coisa quando jogamos contra a Oliveirense... Algo tem de mudar! São croatas a ocupar vagas que podiam ser úteis, são jogadores que parassem que jogam por favor, treinador com discurso que não motiva ninguém... É preciso acordar. Depois de uma exibição fantástica frente ao eterno rival não conseguimos matar um jogo frente à Oliveirense? Começamos sempre bem mas depois deixam de jogar...


Online Emanujor

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 7.011
  • Desde: Mar 2012
Concordo quase plenamente com tudo.
Menos com a questão do Prostran.
Ok, é um passe para o banco mas, nessa altura, só podíamos reduzir a diferença no resultado, mas já não escapávamos à derrota.
Pior, ou melhor, o mais influente, foi quando falhou o LL quando faltavam 19s para o final e que obrigou o Queiroz a fazer falta de imediato.
Agora, foi o 2.º LL falhado em 6, a pressão da importância do momento era enorme, aliás o Guerreiro, que é grande lançador, como todos sabemos, falhou logo a seguir o 1.º LL.
Tinha que ser perfeito, mas tinha sido épico se tínhamos virado (ou mesmo conseguido o prolongamento) a perder por 81-72 a 45s do final (Oliveirense com posse de bola).
Se tivéssemos ganho, muito ia gostar de ver a cara do Thaey depois da provocação para o nosso banco aos 79-72 a 1m 16s do final.
Aliás, no final, mesmo tendo ganho, pareceu-me que, com o susto final, esse momento veio-lhe à cabeça e tratou de sair “de fininho”.
Quanto ao futuro, continuamos a estar na 2.º linha da “pole”, no 3.º lugar, mas acho estamos bem mais perto dos primeiros do que estávamos há uns meses atrás e sempre em progressão, a encurtar distâncias.
Quando o Prostran faz aquele turnover no último minuto ( e fez 4 ao longo do jogo) faltavam cerca de 25s e estávamos a perder 83-79. Se marcamos rapidamente naquele ataque ainda ficava tudo em aberto.

Offline dragãotigre

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 1.228
  • Desde: Abr 2016
Isto devia fazer corar de vergonha dirigentes! 11-0 é uma página negra no clube! Absolutamente vergonhoso!
Parecemos uns coitados, sem dinheiro, projeto e alma! O descalabro financeiro no clube e a falta de visão e politica desportiva é triste. Não admito 11 derrotas contra qualquer equipa, ainda pra mais uma Oliveirense...
Obviamente só temos 1 grande jogador e um bom jogador - Sasa, o resto é demasiado fraco! Quem se lembrou de ir buscar 2 croatas e mante-los com exibições vulgaríssimas.

Offline Draco Atlantis

  • Bancada lateral
  • **
  • Mensagens: 717
  • Desde: Ago 2015
A ideia que tenho é que enquanto o Porto e a oliveirense tiverem estes treinadores será sempre assim.. Ate podem ter melhor plantel mas não justifica este numero de derrotas seguidas.. A maior diferença das equipa é o treinador.. Se o moncho fosse para a oliveirense e o norberto para nós mantendo exactamente os mesmos planteis gostaria de ver se iriamos ter esta quantidade de derrotas seguidas..

Penso que a Oliveirense teria continuado a ganhar, pois tem vários elementos treinadores dentro de campo, que interpretam melhor os diversos momentos de cada partida, sentem-se muito mais confortáveis ao longo dos jogos.
E são vários: Ellisor, Thaey, Barbosa, Williams, Coleman, Guerreiro, ou até mesmo o Loncovic, para já não falar do Bessa, que pode estar na fase final da carreira, mas que deve ser dos jogadores com mais jogos na LPB (mesmo a contar com os anos na Proliga, com a Dragon Force).
Sabem revezar-se, sabem muito bem alternar entre o jogo interior (defesa tipo Detroit Pistons do final dos anos 80, início dos 90) e o exterior (onde são muitas vezes letais, não porque atiram muitas vezes, mas pelo critério com que o fazem).
Assim, anulam Borovnjak e o Soares, dexam-nos muitas vezes Sheehey-dependentes.

Offline Dragon Warrior

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 399
  • Desde: Mai 2016
0-11 e a tendência é para aumentar.

Hoje tínhamos a melhor hipótese de ganhar tendo em conta que a Oliveirense basicamente só tinha 6 jogadores ( o cinco inicial mais o Loncovic. Bessa e Guerreiro foram a jogo lesionados e o Balseiro no hospital. O resto é para encher chouriços.) e nem assim conseguimos. Se não foi hoje duvido que seja tão cedo.

Estes 0-11 deviam dar que pensar a muita gente. Eles são assim tão superiores? Supostamente temos o melhor jogador do campeonato, o melhor jogador Português, o melhor Poste e ainda assim andamos à duas épocas a levar na pá forte e feio.

Relativamente aos treinadores nem vou comentar tal é a diferença.

Online Dragon_92

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 4.350
  • Desde: Jul 2018
0-11 e a tendência é para aumentar.

Hoje tínhamos a melhor hipótese de ganhar tendo em conta que a Oliveirense basicamente só tinha 6 jogadores ( o cinco inicial mais o Loncovic. Bessa e Guerreiro foram a jogo lesionados e o Balseiro no hospital. O resto é para encher chouriços.) e nem assim conseguimos. Se não foi hoje duvido que seja tão cedo.

Estes 0-11 deviam dar que pensar a muita gente. Eles são assim tão superiores? Supostamente temos o melhor jogador do campeonato, o melhor jogador Português, o melhor Poste e ainda assim andamos à duas épocas a levar na pá forte e feio.

Relativamente aos treinadores nem vou comentar tal é a diferença.

O problema é mesmo o treinador.

Nunca, mas mesmo nunca gostei do Moncho.

Offline Dragon Warrior

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 399
  • Desde: Mai 2016
O problema é mesmo o treinador.

Nunca, mas mesmo nunca gostei do Moncho.

Eu até o tinha em boa conta. Mas depois fui sabendo de algumas coisas e a minha opinião mudou drasticamente. Agradeço-lhe o que fez pelo Porto, mas na minha opinião está na hora de ir, independentemente de ser campeão ou não. Este ano tem de ser fim de ciclo.

Offline Draco Atlantis

  • Bancada lateral
  • **
  • Mensagens: 717
  • Desde: Ago 2015
Quando o Prostran faz aquele turnover no último minuto ( e fez 4 ao longo do jogo) faltavam cerca de 25s e estávamos a perder 83-79. Se marcamos rapidamente naquele ataque ainda ficava tudo em aberto.

Salvo o devido respeito por um “forista” que muito aprecio, sobretudo pelo grande amor que tem a esta modalidade.
84-80, 10s, bola na mão, 9s quando sai (deveria ter chegado ao João).
Ok, o Soares recebe, posiciona o corpo, não tem oposição, marca um triplo, ficam a faltar o quê?
6s, máximo dos máximos.
Acho que a Oliveirense, ao sair, não ia cair outra vez em uma antidesportiva em tão pouco tempo.
Até podiam lançar directamente para uma desmarcação no nosso meio-campo, ou até ao nosso cesto (com um pequeno toque de outro jogador, como é óbvio).
Falta nossa de imediato, 4s.
A Oliveirense falha os 2 LL, sobrava quanto tempo?
É a minha opinião, mas respeito as outras, obviamente.
As hipóteses de ganharmos, ou mesmo de ir para o prolongamento (2+2) eram muito muito residuais, para não dizer que era impossível.

Offline LimaPereira

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 1.501
  • Desde: Jul 2015
Penso que a Oliveirense teria continuado a ganhar, pois tem vários elementos treinadores dentro de campo, que interpretam melhor os diversos momentos de cada partida, sentem-se muito mais confortáveis ao longo dos jogos.
E são vários: Ellisor, Thaey, Barbosa, Williams, Coleman, Guerreiro, ou até mesmo o Loncovic, para já não falar do Bessa, que pode estar na fase final da carreira, mas que deve ser dos jogadores com mais jogos na LPB (mesmo a contar com os anos na Proliga, com a Dragon Force).
Sabem revezar-se, sabem muito bem alternar entre o jogo interior (defesa tipo Detroit Pistons do final dos anos 80, início dos 90) e o exterior (onde são muitas vezes letais, não porque atiram muitas vezes, mas pelo critério com que o fazem).
Assim, anulam Borovnjak e o Soares, dexam-nos muitas vezes Sheehey-dependentes.

Para começar com Moncho alguns desses jogadores não jogavam. Aliás a maioria. Coleman e Thaey não fazem o tipo de jogador interior do Moncho. Elissor esteve já há uns anos na calha, julgo, depois da primeira passagem pela UDO e não foi considerado.
Norberto Alves já no passado foi dito por mais de um user do forum, não só por mim, que era um excelente treinador e que a UDO ficou a ganhar com a saída do Ze Ricardo.
Gostava de poder trocar os croatas, apesar da subida de forma do Barac por 2 motivos.
Porque Prostan não é o base que controla e organiza o jogo que precisamos. Para o que faz o Pedro Pinto desenrasca e ate porque nao o Amarante. Preferia ocupar a vaga com um 2 que fizesse de 1 se necessário, mas um jogador de penetrações e forte no 1x1. Um Tinsley.
Barac trocaria não por um stretch four mas sim por um jogador mais forte no jogo de costas para o cesto e acima de tud bom defensor.
Se queremos vencer a liga temos de pensar como bater UDO e SLM e isso implica mais poder físico e mais defesa. Está visto que mesmo marcando bastantes pontos continuamos bastante permissivos.
Se não há guito e é com estes que vamos à guerra então é preparar melhor os jogos sem rede pois quem conhece a modalidade sabe que dado o nivel.da.competiçao são muito poucos os testes a sério.  Temos uma 2a volta inteira para isso. Contudo não vejo grandes hipóteses acredito que nestes 2 jogam deram o máximo que sabiam.

Online Emanujor

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 7.011
  • Desde: Mar 2012
Salvo o devido respeito por um “forista” que muito aprecio, sobretudo pelo grande amor que tem a esta modalidade.
84-80, 10s, bola na mão, 9s quando sai (deveria ter chegado ao João).
Ok, o Soares recebe, posiciona o corpo, não tem oposição, marca um triplo, ficam a faltar o quê?
6s, máximo dos máximos.
Acho que a Oliveirense, ao sair, não ia cair outra vez em uma antidesportiva em tão pouco tempo.
Até podiam lançar directamente para uma desmarcação no nosso meio-campo, ou até ao nosso cesto (com um pequeno toque de outro jogador, como é óbvio).
Falta nossa de imediato, 4s.
A Oliveirense falha os 2 LL, sobrava quanto tempo?
É a minha opinião, mas respeito as outras, obviamente.
As hipóteses de ganharmos, ou mesmo de ir para o prolongamento (2+2) eram muito muito residuais, para não dizer que era impossível.
É claro que seria sempre muito difícil, mas já vi "milagres" mais difíceis acontecerem.
Abraço!

Offline Draco Atlantis

  • Bancada lateral
  • **
  • Mensagens: 717
  • Desde: Ago 2015
Isto devia fazer corar de vergonha dirigentes! 11-0 é uma página negra no clube! Absolutamente vergonhoso!
Parecemos uns coitados, sem dinheiro, projeto e alma! O descalabro financeiro no clube e a falta de visão e politica desportiva é triste. Não admito 11 derrotas contra qualquer equipa, ainda pra mais uma Oliveirense...
Obviamente só temos 1 grande jogador e um bom jogador - Sasa, o resto é demasiado fraco! Quem se lembrou de ir buscar 2 croatas e mante-los com exibições vulgaríssimas.

Uma Oliveirense que é a actual Campeã Nacional.
Foi com os orcs na LPB, que não são parcos a investir, muito menos no basquetebol, em um ano em que se livraram do "dedo no c*" e tinham ido buscar o Treinador Maravilha exactamente à Oliveirense…

Offline Pedrix77

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 4.194
  • Desde: Out 2016
Para mim, este jogo é uma cópia do jogo da semana passada.

Entramos bem, conseguimos uma boa vantagem, mas quando a Oliveirense começa a defender a sério o nosso ataque não encontra soluções.

Este fosso tem tendência é para aumentar. Como já foi referido a Oliveirense estava condicionada no número de jogadores e nem assim ganhamos.

Esta época tem tudo para ser penosa.

Offline Madara

  • Arquibancada
  • *
  • Mensagens: 468
  • Desde: Jul 2018
Troy DeVries, Tinsley e Washburn ... Que saudades...

Desde então foi sempre em declínio. Jeff Xavier, Marcus Gilbert e agora... Barac e Prostran

À muito que a equipa precisa de um poste possante fisicamente mas como o Moncho não gosta deste tipo de jogador, não vem. Atirador nem vê-los Base que coordene a equipa idem

Já o digo à 2 anos. O Moncho deve continuar no Porto? Sim, sem sombra de dúvida. O Moncho deve continuar a ser treinador do Porto? Não! O futuro do Moncho, assim ele concorde, deve passar por diretor ou coordenador de basquetebol do Porto. É tempo de passar o testemunho