Autor Tópico: Liga Europeia, 6ª J.: FC Porto-Reus 6-3  (Lida 1928 vezes)

Offline simao977

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 7.493
  • Desde: Jul 2015
Re: Liga Europeia, 6ª J.: FC Porto-Reus
10/Mar/19, 19:30 • #44058
A jogar assim, vamos ver se chega para ganharmos ao Sporting.
Jogo horrível em Tomar.
De resto, adormecemos em Saint Omer e 3 vitórias construídas muito mais pelo desempenho individual do que colectivo (orcs, Oliveirense e Reus).
Hélder sempre a ser decisivo (não o foi em Tomar, mas marcou 2 dos nossos 3 golos).
Rafa a espaços, mas vai marcando golos importantes.
Cocco mal se vê, onde está o criativo que víamos a jogar na net?
Gonçalo, desaparecido até ontem.
Reinaldo começa a mostrar sinais da idade que tem.
Grau muito longe da enorme “forma” em que estava nos momentos decisivos da época passada.
Filipão a ser a espaços melhor do que o Grau (leia-se mais fiável).
Boas notícias só mesmo o “regresso” do Gonçalo.
Esperemos que seja para se manter, bem vamos precisar.
O Sporting chega a esta altura em forma bem melhor do que a nossa, além de que têm opções para todos os gostos (único plantel com 12 jogadores, só estão mais desequilibrados com os GR, se lhes falta o Girão…).
Mas até nisto, castigo mais do que merecido (até deveria ter sido maior), volta (cirurgicamente?) para jogar connosco.
Confesso que estou apreensivo para este final de época.
Espero que o Cabestany consiga “dar a volta” já este ano, pois para o ano com Maliàn e Di Benedetto (caso se confirmem as contratações) a conversa tem tudo para ser outra.
Principalmente se o Hélder não for para o Barça e, então, se vier o Sergi Miras…
Há, sequer, a hipótese do Hélder não sair?

Offline bluevertigo

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 5.173
  • Desde: Mai 2014
Re: Liga Europeia, 6ª J.: FC Porto-Reus
10/Mar/19, 23:03 • #47033
Coletivamente não tem sido tão seguro e confiante. Mais no aparecimento individual.
Mas os jogos são sempre diferentes. Os jogadores são também diferentes. Momentos de forma!?
Vou mais pelo menos volátil. Para o bem ou para o mal. Cocco por exemplo, até pode aparecer pontualmente, mas nota-se que está continuamente tímido, apagado.

O Hélder nem discuto. É um portento. O Rafa muito bem tecnicamente e com veneno. O Gonçalo pode surgir outra vez bem claramente. Não será difícil. O Nalo não acho nada o peso da idade. Nada mesmo. Que velocidade e que rins ainda. Confio em todos eles para poderem aparecer em grande. Mas pela qualidade que todos têm, podemos elaborar ainda melhorar para chegar em melhores condições em situações mais favoráveis e facilitar finalização. Meia distância sim, mas com mais critério. Depois a recolher podemos apertar mais. Ser mais férreo estruturalmente aí. Temos permitido recuperações demasiado rápidas após vantagens nossas.

Para facilitar tudo isto em jogo, treinar sem “preguiça”. Mental e física. Porque taticamente Cabestany terá que já saber “tudo”.