Votação

Em que partido vais votar?

Bloco de Esquerda (BE)
44 (11.6%)
Aliança
2 (0.5%)
Partido Trabalhista Português (PTP)
0 (0%)
Livre
22 (5.8%)
Partido Nacional Renovador (PNR)
3 (0.8%)
Pessoas-Animais-Natureza (PAN)
27 (7.1%)
Partido Socialista (PS)
29 (7.7%)
Partido Unico dos Reformados e Pensionistas (PURP)
1 (0.3%)
CDU - Coligação Democrática Unitária (PCP)
10 (2.6%)
Juntos pelo Povo (JPP)
1 (0.3%)
Nós, Cidadãos! (NC)
4 (1.1%)
Partido Popular Monárquico (PPM)
4 (1.1%)
Reagir Incluir Reciclar (R.I.R)
8 (2.1%)
Partido Social Democrata (PSD)
81 (21.4%)
Chega
9 (2.4%)
CDS - Partido Popular (CDS-PP)
9 (2.4%)
Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (MRPP)
1 (0.3%)
Partido da Terra (MPT)
0 (0%)
Partido Democrático Republicano (PDR)
1 (0.3%)
Iniciativa Liberal (IL)
72 (19%)
Voto em branco
20 (5.3%)
Voto nulo
7 (1.9%)
Abstenção
23 (6.1%)

Votos totais: 378

Autor Tópico: Sondagem Eleições Legislativas 2019  (Lida 28065 vezes)

Offline slowboy

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 11.932
  • Desde: Jul 2006
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 01:07 • #22018
Por falar em mericrotacia, quotas e no facto das mulheres se queixarem que são descriminadas e os homens acharem que não

http://cite.gov.pt/pt/acite/disparidadessalariais_05.html

As mulheres auferem em média menos 16,7% do que os homens, no que se refere à remuneração mensal base, mas a diferença salarial é ainda mais acentuada quando se considera o ganho médio mensal.

De uma forma generalizada, as mulheres ganham menos que os homens para realizarem trabalho igual ou de valor igual. As causas para as disparidades salariais entre homens e mulheres são múltiplas, complexas e muitas vezes interligadas, podendo incluir fatores estruturais, legais, sociais, culturais e económicos, como sejam as escolhas e as qualificações escolares e profissionais, a ocupação profissional, o setor de atividade, as interrupções na carreira, a dimensão da empresa onde se trabalha, bem como o tipo de contrato de trabalho e a duração da jornada.

As mulheres encontram-se sub-representadas em determinadas profissões e setores de atividade, bem como nas áreas de gestão e em cargos de decisão onde os níveis salariais são mais altos (mesmo em setores nos quais estão relativamente bem representadas). Frequentemente, quer os setores de atividade, quer os empregos nos quais as mulheres predominam caracterizam-se por serem menos valorizados e mais mal remunerados.

Mas vamos acreditar que as coisas estão muito bem como estão e são os melhores a ser escolhidos para determinados cargos porque o achismo substitui as análises académicas e eu não vou deixar que factos alterem as minhas convicções. É um azar do caralho os melhores serem homens brancos.

De uma forma generalizada, as mulheres ganham menos que os homens para realizarem trabalho igual ou de valor igual


Existem exemplos concretos disto? Ou fica-se pela banalidade de uma afirmação genérica sem prova?

Offline LordFCP

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 3.657
  • Desde: Mar 2016
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 01:07 • #13044
É um azar do caralho os melhores serem homens brancos.
És um homem branco?

Offline TiagoV

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 5.533
  • Desde: Mar 2016
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 01:13 • #43042
É a opinião do autor, no entanto vejo muita confusão entre meritocracia e fisiologismo. Mas como disse nada é perfeito.
Ele apresentou estudos científicos.


Offline tripeiro_de_gema

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 5.117
  • Desde: Mai 2014
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 01:40 • #71036
Ele apresentou estudos científicos.

Não deixa de ser uma opinião fundamentada em trabalhos, pesquisas, artigos, etc...
Mas como volto a dizer o autor faz muita confusão entre meritocracia e casos de fisiologismo, a não ser que o auto ache que não existe meritocracia sem fisiologismo.

Autor realmente apresenta muitos dados rigorosos com muito mais conhecimentos que tenho, mas não quer dizer que o seu artigo me convence de todo, o problema é que ele não sugere soluções ou alternativas que sejam melhores.
Talvez tenhamos visões definições diferentes sobre a meritocracia, para mim a meritocracia é recompensar as pessoas por aquilo que produzem ou é capaz de produzir e é que acho que deve ser aplicado em cargos públicos, visto que actualmente as pessoas são nomeadas pela proximidade que têm com as pessoas que ocupam os cargos de poder ou de relevância, condicionando a imparcialidade, a independência e transparência de certas instituições pública, tal como o MP, a PGR, a SS, etc.

Por exemplo se eu decidir abrir concursos públicos(independentes) para esses cargos que mencionei anteriormente, acharias má ideia?

É um assunto discutível, que pode não ser consensual.

Há mais artigos com estudos além deste? Vou procurar.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Meritocracia
« Última modificação: 10/Out/19, 02:29 por tripeiro_de_gema »

Offline Blue Dragon

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 2.469
  • Desde: Mar 2016
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 02:56 • #78067
Por falar em mericrotacia, quotas e no facto das mulheres se queixarem que são descriminadas e os homens acharem que não

http://cite.gov.pt/pt/acite/disparidadessalariais_05.html

As mulheres auferem em média menos 16,7% do que os homens, no que se refere à remuneração mensal base, mas a diferença salarial é ainda mais acentuada quando se considera o ganho médio mensal.

De uma forma generalizada, as mulheres ganham menos que os homens para realizarem trabalho igual ou de valor igual. As causas para as disparidades salariais entre homens e mulheres são múltiplas, complexas e muitas vezes interligadas, podendo incluir fatores estruturais, legais, sociais, culturais e económicos, como sejam as escolhas e as qualificações escolares e profissionais, a ocupação profissional, o setor de atividade, as interrupções na carreira, a dimensão da empresa onde se trabalha, bem como o tipo de contrato de trabalho e a duração da jornada.

As mulheres encontram-se sub-representadas em determinadas profissões e setores de atividade, bem como nas áreas de gestão e em cargos de decisão onde os níveis salariais são mais altos (mesmo em setores nos quais estão relativamente bem representadas). Frequentemente, quer os setores de atividade, quer os empregos nos quais as mulheres predominam caracterizam-se por serem menos valorizados e mais mal remunerados.

Mas vamos acreditar que as coisas estão muito bem como estão e são os melhores a ser escolhidos para determinados cargos porque o achismo substitui as análises académicas e eu não vou deixar que factos alterem as minhas convicções. É um azar do caralho os melhores serem homens brancos.
Que falta de noção

Haveria desigualdade se fosse exatamente o mesmo trabalho, horário, competência,etc e um salário diferente.


As análises académicas ainda não fizeram uma estatística de mulheres a trabalhar em minas ou construção civil?
« Última modificação: 10/Out/19, 02:59 por Blue Dragon »

Offline Manageiro de futból

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 2.094
  • Desde: Jul 2007
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 07:37 • #12097
De uma forma generalizada, as mulheres ganham menos que os homens para realizarem trabalho igual ou de valor igual


Existem exemplos concretos disto? Ou fica-se pela banalidade de uma afirmação genérica sem prova?

A fonte é o ministério de trabalho e segurança social. E há exemplos concretos, por exemplo, ao nível dos “quadros superiores”, a remuneração média mensal de base das mulheres representava 73,6% da remuneração dos homens.

Offline Manageiro de futból

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 2.094
  • Desde: Jul 2007
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 07:39 • #31022
És um homem branco?

O que é que isso interessa? Precisas de ter sido violado em miúdo para perceber o que sente uma vítima de pedofilia? Ou precisas de ser treinador de futebol para ter o direito de comentar o trabalho do Sérgio Conceição?
« Última modificação: 10/Out/19, 07:39 por Manageiro de futból »

Offline Manageiro de futból

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 2.094
  • Desde: Jul 2007
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 07:41 • #43084
Que falta de noção

Haveria desigualdade se fosse exatamente o mesmo trabalho, horário, competência,etc e um salário diferente.


As análises académicas ainda não fizeram uma estatística de mulheres a trabalhar em minas ou construção civil?

Falta de noção é comentar sem saber que o estudo era sobre pessoas com cargos semelhantes e níveis de escolaridade igual.

Por exemplo,a diferença salarial de género é mais acentuada nos níveis de escolaridade mais elevados, diminuindo nos níveis de escolaridade mais baixos. Assim, no grupo com habilitações ao nível do 1.º ciclo do ensino básico, a remuneração média mensal de base das mulheres representava, em 2015, 87,5% da remuneração média mensal de base dos homens e o ganho médio mensal das mulheres representava 82,8% do ganho dos homens, enquanto no grupo dos licenciados, esta diferença aumenta para 71,7% e 70,7%, respetivamente.

Offline Manageiro de futból

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 2.094
  • Desde: Jul 2007
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 07:43 • #11018
Rita Ferro Rodrigues és tu?

Também não é preciso insultar, Pedro Arroja.

Offline Paredes5

  • Lugar Anual
  • Tribuna
  • *****
  • Mensagens: 4.787
  • Desde: Jan 2013
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 08:53 • #35015
Tenho uma dúvida.
Num hipotético sistema de quotas raciais nos quadros de uma empresa, um dos empregados amarelos sai por questões profissionais e é necessário colmatar a sua saída para manter o índice de quotas. O anúncio deve referir-se à cor amarela como requisito para o preenchimento da vaga?
« Última modificação: 10/Out/19, 09:49 por Paredes5 »

Offline Maximus

  • Bancada lateral
  • **
  • Mensagens: 798
  • Desde: Ago 2016
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 08:57 • #15013
Quotas raciais ? Ainda sou do tempo em que o candidato ao emprego era escolhido pelo seu CV e pelo mérito / experiência que tinha para o cargo. Agora , pelos vistos, querem impor as tais quotas mesmo que quem fica de fora até percebe mais da coisa ...

Não diria ridículo , diria pior ...

Enviado do meu VFD 820 através do Tapatalk


Offline ixnay

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 2.859
  • Desde: Jul 2006
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 09:07 • #35028


O que é que esta gente da política e da televisão tem contra serem tratados na segunda pessoa do singular?


Offline Manageiro de futból

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 2.094
  • Desde: Jul 2007
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 09:16 • #12024
É curioso como existe em Portugal uma legislação que impõe quotas de emprego no setor privado para deficientes e ninguém vê problema com isso, mas ui ui quotas para mulheres, negros ou ciganos, isso é que não pode ser.

https://www.dn.pt/lusa/promulgado-diploma-que-impoe-quotas-de-emprego-no-setor-privado-para-deficientes-10340148.html

https://observador.pt/2019/02/01/medias-e-grandes-empresas-obrigadas-a-contratar-pessoas-com-deficiencia/

Outra coisa, apresentei atrás um estudo da comissão portuguesa para a desigualdade baseado em números do ministério do trabalho e da segurança social que demonstra que, para cargos iguais e com formação igual, as mulheres ganham em média cerca de 3/4 daquilo que um homem ganha. Se quiserem também podemos falar da falta de representatividade das mulheres em cargos de gestão de empresas e da discrepância entre esses números e o número de mulheres com formação académica. Ou da falta de representatividade de minorias raciais nas nossas universidades, muito abaixo da representatividade que essas pessoas têm na nossa sociedade.
Não deixem que estudos estatisticos fundamentados perturbem as vossas percepções

Offline ruipsousa8

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 3.534
  • Desde: Jul 2013
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 10:52 • #83098
Já cá faltava o clássico mito do wage gap


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk

Offline PDuarte

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 2.824
  • Desde: Mai 2017
Re: Sondagem Eleições Legislativas 2019
10/Out/19, 11:04 • #20062


O que é que esta gente da política e da televisão tem contra serem tratados na segunda pessoa do singular?



O you, se é a isso que ela se refere , é a segunda pessoa do singular e do plural, vós, por norma utilizado em situações de formalismo (não confundir com o você).

Portanto, se é a isso que ela se refere, tiro ao lado.