Como viveram os títulos mundiais no Japão?

admin

Tribuna Presidencial
14 Julho 2006
38,239
5
Cascais, 1966
Esta 2ª vez, apesar da emoção dos penalties, foi a brincar! Na de Tóquio o pessoal teve de acordar às 3 da matina para acompanhar o jogo.
 
A

Azul 77

Guest
Faz esta madrugada, 20 anos em que vencemos a Taça Intercontinental. O meu obrigado aos Herois:

Mlynarczyk
João Pinto
Geraldão
Inácio
Lima Pereira
André
Sousa
Jaime Magalhães
Rabah Madjer
Fernando Gomes
Rui Barros
Quim

http://www.zerozero.pt/video.php?id=755

Foi a primeira vez que utilizei um despertador:)
 

jsm

Tribuna
29 Abril 2007
3,318
4
Duas finais diferentes! Claro que a de Tóquio em 1987 foi mais épica! Ainda hoje fico arrepiado ao recordar aquela leda madrugada! O golo do Madjer já no prolongamento foi um must! A segunda leva-me inevitavelmente aos pontapés da marca de grande penalidade e ao olhar killer do Pedro Emanuel!Dois grandes momentos em que o meu coração explodiu de alegria depois de tanto sofrimento!
 

Dragao_man

Tribuna Presidencial
1 Março 2007
6,962
988
Conquistas
5
29
Maia
  • Campeão Nacional 19/20
  • Taça de Portugal 19/20
  • Hulk
  • Madjer
Só nasci em 91, portanto só posso falar sobre a final de 2004.

No dia anterior ao do jogo (sábado, 11 de dezembro) lembro-me de me ter deitado mais cedo do que o costume (meia-noite), sobretudo, porque ao sábado à noite deito-me sempre tarde.
Para adormecer pus-me a ver a final de viena, para ver se acalmava o nervosismo e também para me preparar psicológicamente (lool) para mais uma final, até porque esta era a 1ª vez que iria ver o FC Porto a jogar a Taça Intercontinental.

Pus o despertador para as 09:40, mas acordei às 09:00 por causa do nervosismo. Fui à cozinha peguei no pequeno-almoço e levei-o para a sala já para \"ocupar lugar na bancada\" para ver o jogo. Era o único que já andava a pé, os meus velhotes e o meu irmão ainda dormiam. Até ao jogo começar limitei-me a ver a publicidade.
Quando o jogo começou, lá estava eu todo nervoso, mas depressa o FC Porto tomou controlo do jogo e logo aos 7 minutos dei o 1º grito (e que grito!), de tal forma que acordei toda a gente em casa... LOL, mas infelizmente foi anulado. Apartir daí já o meu pai fez-me companhia, enquanto o meu irmão via o jogo no quarto e a minha mãe já preparava o almoço.
A 1ª parte não trouxe assim mais nada de interessante, a não ser aquela jogada aos 37 minutos, em que a bola sobrevoa toda a grande área do Once Caldas e vai ao poste, depois à barra e depois o McCarthy manda-a para fora.
Na 2ª parte foi mais do mesmo: o FC Porto sempre a atacar, mas sem concretizar, com mais um golo anulado, mas desta vez injustamente!
Depois no prolongamento já eu o estava a ver o jogo de pé, não conseguia estar sentado, até porque já estava com o receio de que iriamos perder contra aqueles tones. E depois foi só roer as unhas com os penalties, onde os colombianos eram bastante eficazes. Quando o Maniche falhou eu insultei-o de caraças, já pensava que estava tudo perdido, tinha pegado no comando e já estava mesmo preparado para desligar a TV, até que o Fabbro fêz-nos o favor de também falhar, e então lá continuei a ver o jogo.
Quando o Garcia falhou vi logo que esta já não nos escapava... . O Pedro Emanuel marcou e ganhámos!!
Fêz-se justiça no futebol! Tava a ver que uma equipa que só fazia anti-jogo ia ser Campeão do Mundo...
E depois, quando estava a almoçar, vi os jogadores a levantarem os canecos.

De facto o Lima Pereira bem tinha razão quando disse para o meu irmão \"Se o Porto não ganha a estes gajos, mais vale desistirem do futebol.\"
Ele que tinha sido enviado pelo FC Porto para espiar o Once Caldas, umas semanas antes do jogo.
 

Paulo S.

Bancada central
23 Maio 2007
1,010
0
Sta Maria da Feira, 1971
> sandrosilva Comentou:

> Em 1987, e com apenas 11 anos pus o despertador, e lá fui para a sala vibrar com o meu Porto.
Lembro-me do meu Pai ter acordado e dito \"Se fosse para a escola, não ponhas despertador\".
A 1ª vez que chorei pelo Porto, foi a quando do 2 º golo do Madjer, tive que ir para a casa de banho para não dar a parte fraca ao meu Pai. Valeu a pena ter acordado tão cedo.
Em 2004, e já na minha casa, 09h30 já estavam 3 amigos meus Portistas a bater à campainha e já com a cervejinha na mão...Um jogo de nervos, ingrato que levou-me muitas vezes quase ao desespero. Os penalties foi a \"explosão final\".
Amo o Porto!
--------------------------

É curioso. Faço esta citação ao teu post caro SandroSilva porque vivemos situações parecidas. Em 1987 era uns anitos mais velho (tinha 16) mas a reacção dos meus pais, apesar de serem portistas, foi a mesma: \"Se fosse para ires para a escola não punhas despertador, de certeza!!\".
Já em 2004, a festarola foi também na minha casa... e já não me lembrava de entrar na cerveja, num domingo de manha a seguir ao café. :)
Grande MADJER... grande PEDRO E .... Grande GRANDE FCP!!!!!!!!!!!!!!!

FCPORTO, sempre FCPORTO