Crédito rápido

MiguelDeco

Tribuna Presidencial
2 Setembro 2013
23,748
4,126
Conquistas
9
  • Reinaldo Teles
  • Jardel
  • Madjer
  • Deco
Morais disse:
A questão é simples Banco precisa de vender dinheiro sem isso quebra.É a sua atividade básica.
Verdade, mas tem que ter alguma fundamentação na forma como esse dinheiro é vendido. Não adiantará muito andar a vender uma coisa a alguém que depois não poderá pagar. Mas esta gente também sabe que se falhar, o pai estado depois cobre qualquer desgraça que tenha sido efetuada por uma cambada de ignorantes. Veja-se quantos casos de bancos que faliram com cobertura estatal aconteceram nestes últimos tempos. Como pode ser possível? Como é possível ainda andarmos e ainda continuaremos a pagar a roubalheira desta gente..

Se fossemos um estado de pessoas civilizadas, toda esta situação da banca em Portugal tinha dado direito a mudanças significativas na sociedade. Em portugal o que deu? Alguns anormais, por exemplo benfiquistas, que ainda defendem animais como o lfv e afins.. E isto é algo que dificilmente mudaremos algum dia. E serenos vamos continuado a pagar tudo isto..
 

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
17,151
3,055
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
MiguelDeco disse:
Verdade, mas tem que ter alguma fundamentação na forma como esse dinheiro é vendido. Não adiantará muito andar a vender uma coisa a alguém que depois não poderá pagar. Mas esta gente também sabe que se falhar, o pai estado depois cobre qualquer desgraça que tenha sido efetuada por uma cambada de ignorantes. Veja-se quantos casos de bancos que faliram com cobertura estatal aconteceram nestes últimos tempos. Como pode ser possível? Como é possível ainda andarmos e ainda continuaremos a pagar a roubalheira desta gente..

Se fossemos um estado de pessoas civilizadas, toda esta situação da banca em Portugal tinha dado direito a mudanças significativas na sociedade. Em portugal o que deu? Alguns anormais, por exemplo benfiquistas, que ainda defendem animais como o lfv e afins.. E isto é algo que dificilmente mudaremos algum dia. E serenos vamos continuado a pagar tudo isto..
Eu entendo perfeitamente o que queres dizer mas essa situação tem duas faces e com toda a sinceridade essa do Estado intervir por incrivel que pareça pode ser a menos tenebrosa.
É que se não fizer ocorre uma situação de "corrida bancária" e o sistema financeiro num todo colapsa,imagina todo mundo ao mesmo tempo a sacar dinheiros dos Bancos,depois as demissões em massa que causa pela quebra do sistema e por aí vai,eu vi isso no Argentina e é um pânico total é mesmo cenário de terra arrasada.
Ah,mas na Islândia deu certo ,é verdade mas a Islândia é ima ilha remota,com pouquissima população,enfim é im caso algo particular mas não se assemelha à maioria dos países.
O melhor nestes casos é uma fiscalização séria,isenta e competente das autoridades que existem para essa finalidade,é difícil ver tudo ,claro que sim mas não ver nada e nada saber eu afirmo ser impossível.
 

MiguelDeco

Tribuna Presidencial
2 Setembro 2013
23,748
4,126
Conquistas
9
  • Reinaldo Teles
  • Jardel
  • Madjer
  • Deco
Morais disse:
Eu entendo perfeitamente o que queres dizer mas essa situação tem duas faces e com toda a sinceridade essa do Estado intervir por incrivel que pareça pode ser a menos tenebrosa.
É que se não fizer ocorre uma situação de "corrida bancária" e o sistema financeiro num todo colapsa,imagina todo mundo ao mesmo tempo a sacar dinheiros dos Bancos,depois as demissões em massa que causa pela quebra do sistema e por aí vai,eu vi isso no Argentina e é um pânico total é mesmo cenário de terra arrasada.
Ah,mas na Islândia deu certo ,é verdade mas a Islândia é ima ilha remota,com pouquissima população,enfim é im caso algo particular mas não se assemelha à maioria dos países.
O melhor nestes casos é uma fiscalização séria,isenta e competente das autoridades que existem para essa finalidade,é difícil ver tudo ,claro que sim mas não ver nada e nada saber eu afirmo ser impossível.
Mas não podemos viver num país onde se agiotam famílias por dívidas de 50/100 mil euros para depois se perdoarem 600 milhões a um traficante de droga. E eu como contribuinte que vai pagar essa fatura fico enojado com tudo isto. Tivesse eu menos 15 anos e sabendo o que sei hoje e nunca teria ficado a viver neste país da treta. Estou farto de viver num antro como este. E esse cenário da corrida desenfreada é mais uma maquinação de quem manda para se controlarem os tolinhos. Esta gente sabe muito bem onde está o dinheiro e sabem bem quem o deve, quem o roubou e a forma como o destruiu.. Mas é sempre mais fácil passar a fatura ao zé povinho que vai pagando e não pia..
 

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
17,151
3,055
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
MiguelDeco disse:
Mas não podemos viver num país onde se agiotam famílias por dívidas de 50/100 mil euros para depois se perdoarem 600 milhões a um traficante de droga. E eu como contribuinte que vai pagar essa fatura fico enojado com tudo isto. Tivesse eu menos 15 anos e sabendo o que sei hoje e nunca teria ficado a viver neste país da treta. Estou farto de viver num antro como este. E esse cenário da corrida desenfreada é mais uma maquinação de quem manda para se controlarem os tolinhos. Esta gente sabe muito bem onde está o dinheiro e sabem bem quem o deve, quem o roubou e a forma como o destruiu.. Mas é sempre mais fácil passar a fatura ao zé povinho que vai pagando e não pia..
Totalmente de acordo.Mas isso é quando se sai da área puramente juridico/financeira e entrasse na politicagem barata e corporativista,infelizmente é o que acontece.
 

lpmacedo

Tribuna Presidencial
15 Julho 2013
5,796
718
MiguelDeco disse:
Eu neste momento não tenho crédito nenhum. Nunca tive para além de um crédito inicial para o meu carro.  E paguei uma média de 3/4%. Eu tive na família uma pessoa que de crédito em crédito chegou a uma situação limite de desgraça. E uma das lições que levo dessa situação é que perante toda essa desgraça a solução que lhe deram sabe qual foi? Juntamos todos os crédito e cria-se um crédito que englobe todos esses créditos. Eu sempre fiquei estúpido com isso. Resultado, teve que emigrar e tentar resolver a vida dele..

Eu trabalho num shopping e todos os dias passo por aqueles gajos do wink ou qualquer coisa desse género. Os juros de um cartão desse são 16/17%. O continente tem cartões onde podes andar a pagar 5/10/20 euros a 6 meses sem juros..Só um louco faz vida com base numa coisa destas. E o que eu tenho visto são cada vez mais malucos. E os níveis do crédito fácil anda outra vez em níveis perigosos, o que leva à conclusão que nem as pessoas nem os bancos aprenderam a lição.. E de passo lento em passo lento caminhamos para nova crise. É uma questão de tempo.
Este ano Portugal bateu o record na concessão de crédito ao consumo. Os juros destes créditos são o suficientemente altos para eles terem uns calotes, mas a mim não me cabe na cabeça por exemplo um crédito para férias, e na generalidade créditos de baixo valor. As pessoas deviam ter a inteligência e disciplina para pouparem para a compra, em vez de a pagar com juros.
 

DaniMontana

Porto allez, Força Porto Allez Allez, Força Porto
12 Janeiro 2015
10,117
1,894
34
Londres
lpmacedo disse:
Este ano Portugal bateu o record na concessão de crédito ao consumo. Os juros destes créditos são o suficientemente altos para eles terem uns calotes, mas a mim não me cabe na cabeça por exemplo um crédito para férias, e na generalidade créditos de baixo valor. As pessoas deviam ter a inteligência e disciplina para pouparem para a compra, em vez de a pagar com juros.
Para férias nunca o fiz nem faço questões de o fazer, não é só em Portugal que o pessoal se mete nisso de pedir emprestado para ir de férias, muita gente espalhada por essa Europa fora faz isso.

Para carro tao cedo não me meto em outro, a 8, 9 anos atrás quando tirei a carta e com a pressa de comprar um carro nem sequer me dei ao trabalho de analisar o que estava a comprar e por quanto ia ficar paguei carro e meio.

Estou mais interessado em compra de habitação daí ter aberto este tópico.

Juntar dinheiro nunca mais la chego não ganho assim tao bem infelizmente, tenho que ir pelo financiamento bancário.
 

lpmacedo

Tribuna Presidencial
15 Julho 2013
5,796
718
DaniMontana disse:
Para férias nunca o fiz nem faço questões de o fazer, não é só em Portugal que o pessoal se mete nisso de pedir emprestado para ir de férias, muita gente espalhada por essa Europa fora faz isso.

Para carro tao cedo não me meto em outro, a 8, 9 anos atrás quando tirei a carta e com a pressa de comprar um carro nem sequer me dei ao trabalho de analisar o que estava a comprar e por quanto ia ficar paguei carro e meio.

Estou mais interessado em compra de habitação daí ter aberto este tópico.

Juntar dinheiro nunca mais la chego não ganho assim tao bem infelizmente, tenho que ir pelo financiamento bancário.
Habitação poucos a podem comprar a pronto, é mais ou menos o único crédito que se deve fazer (falando de pessoas).
Agora também é o crédito em que se terá de ter maus atenção à taxa, o ser rápido pode ser interessante para segurar um negócio, mas pode ser custoso /catastrófico se a taxa for alta.
 

DaniMontana

Porto allez, Força Porto Allez Allez, Força Porto
12 Janeiro 2015
10,117
1,894
34
Londres
lpmacedo disse:
Habitação poucos a podem comprar a pronto, é mais ou menos o único crédito que se deve fazer (falando de pessoas).
Agora também é o crédito em que se terá de ter maus atenção à taxa, o ser rápido pode ser interessante para segurar um negócio, mas pode ser custoso /catastrófico se a taxa for alta.
Quem já comprou o que aconselha nesta situação, tratarmos nos mesmo do financiamento junto a uma instituição bancária ou deixar tudo nas mãos de uma agência imobiliária?
 

vitor_silva

Tribuna
9 Agosto 2006
3,591
702
35
Vigo, Espanha
O crédito está sempre associado ao risco
O crédito rapido, pressupoe mais risco para a entidade que empresta porque nao precisa de fazer "credit check". Muitas vezes da credito na hora, ate via telefone ou sms. Esse credito de risco, feito para pessoas com bad debt, tem um risco altissimo e portanto taxas de juro megalomanas. Pegas em 1000 euros podes acabar a pagar 200 euros ao ano de juros, e muitas vezes o problema nem é so os juros. Pede sempre para ver as tabelas de amortizaçao do emprestimo. Imagina se dos 200 de juros ano eu facote um pagamento de 50 euros por mes (600 euros) basicamente so 400 abatia ao emprestimo, muitas vezes primeiro tens de pagar os juros e so no fim o emprestimo. Esses "senhores" tambem te tentam vender seguros de prestaçao ao credito que protegem nada. E todos os meses creditam na divida esse seguro, para pagares juros do mesmo
Uma bola de neve que é feito de forma a que fiques basicamente agarrado

Winks, Credibons, Cetelens sao todos uma farsa, sao piores que os onzeneiros de antigamente.
Se queres credito habitaçao vai ao Bankinter ou ao Santander, que tem taxas baixas. Consegues fazer uma taxa fixa a pagar o mesmo durante 30 anos a juros de 1.5%.
 

lpmacedo

Tribuna Presidencial
15 Julho 2013
5,796
718
DaniMontana disse:
Quem já comprou o que aconselha nesta situação, tratarmos nos mesmo do financiamento junto a uma instituição bancária ou deixar tudo nas mãos de uma agência imobiliária?
As imobiliárias já têm os contactos e pré - acordos com a banca para os créditos, poupam muito trabalho mas fazem - se cobrar muito por isso.
Eu recentemente perdi um negócio de uma casa porque basicamente o vendedor queria X pela casa, mas a imobiliária estava a cobrar uma comissão de 15000 €, que o proprietário estava a transferir para o comprador. Eu arrisquei e tentei negociar diretamente com o proprietário mas ele já estava comprometido com outra pessoa. Se fosse hoje pagava a parte a imobiliária, por existir esse compromisso o proprietário poderia recusar, mas estaria de consciência tranquila, como o mercado está mesmo com a comissão a casa e preço eram muito bons.
 

vitor_silva

Tribuna
9 Agosto 2006
3,591
702
35
Vigo, Espanha
DaniMontana disse:
Quem já comprou o que aconselha nesta situação, tratarmos nos mesmo do financiamento junto a uma instituição bancária ou deixar tudo nas mãos de uma agência imobiliária?
Nao deixes nas maos de ninguem mas dalhes trabalho. Eu dei instrucoes á agencia que me conseguiu 2 boas propostas, mas depois fui por mim fazer outras simulaçoes e consegui melhor.
 

Regod

Tribuna Presidencial
21 Março 2015
15,123
604
Tomo como princípio evitar ao máximo os créditos. Só na compra de casa é talvez na aquisição do automóvel. Este último é empréstimo a curto prazo.
 

MiguelDeco

Tribuna Presidencial
2 Setembro 2013
23,748
4,126
Conquistas
9
  • Reinaldo Teles
  • Jardel
  • Madjer
  • Deco
lpmacedo disse:
Este ano Portugal bateu o record na concessão de crédito ao consumo. Os juros destes créditos são o suficientemente altos para eles terem uns calotes, mas a mim não me cabe na cabeça por exemplo um crédito para férias, e na generalidade créditos de baixo valor. As pessoas deviam ter a inteligência e disciplina para pouparem para a compra, em vez de a pagar com juros.
Basta ver que naquelas bancadas desses tipos de cartões, já não é preciso a malta andar ali desesperada a chatear a malta.. Eles próprios vão à procura deles. Eu próprio vejo na loja em que trabalho que a maioria de alguns pagamentos de 200/300 euros é tudo a crédito.. Com imensos pagamentos em 3/6 meses..
E curiosamente, as redes sociais vieram agravar o problema. É que hoje em dia a malta vive a vida dos outros, basicamente. E antigamente era mais fácil ser-se pobre, ninguém via como eram as férias de luxo do vizinho da frente, ou as jantaradas de domingo do vizinho de baixo. Hoje em dia somos confrontados com a pobreza todos os dias. E se no face, insta e afins se vê muita malta na boa vida, as pessoas esquecem-se que algumas o fazem porque :
1 - Podem
2 - Lhes pagam para aquilo exatamente para influenciar quem não pode

E depois, algumas pessoas com uma mente mais fraca, acaba por querer o mesmo, mesmo que isso implique o pagamento de uma taxa de 16/17%. Que depois acabará por se juntar a um outro crédito, ou vários. E enquanto existir saúde e emprego a coisa vai andando nos arames.. Mal falta uma dessas e é uma rápida descida à desgraça. E como se tem visto, créditos e inteligência é coisa que por vezes não rima. 
 

MiguelDeco

Tribuna Presidencial
2 Setembro 2013
23,748
4,126
Conquistas
9
  • Reinaldo Teles
  • Jardel
  • Madjer
  • Deco
DaniMontana disse:
Quem já comprou o que aconselha nesta situação, tratarmos nos mesmo do financiamento junto a uma instituição bancária ou deixar tudo nas mãos de uma agência imobiliária?
Eu tou a tentar ao máximo não pedir dinheiro emprestado ao banco. Tou a jogar com algum dinheiro emprestado pela minha família mais próxima. E faço-o porque na reunião com a fulana que tive no banco fiquei chocado para a minha vida. Eu tenho uma média de poupança, mensal, sempre igual, há cerca de 10 anos. Pensei que isso me fosse servir de mais valia. Enganei-me redondamente. As taxas de juros que me propuseram, e o cálculo dos juros que me apresentaram fizeram-me quase vomitar.. Comissões para tudo, abertura de processo, vistorias, avaliações (numa obra onde o valor já existente ultrapassa em dobro o valor que pretendia)..
Sei que terei uma tarefa muito complicada, mas com essa gente o máximo que quero é distância.
Mas a melhor forma será tu negociares diretamente com o banco. E levares algumas propostas distintas para poderes ir negociando pelo caminho. Adicionando aos bancos que já mencionaram, o CA também tem umas taxas porreiras..
 

Sakamoto

Tribuna Presidencial
25 Maio 2017
11,026
5,749
Conquistas
3
  • Março/20
  • José Mourinho
  • Jardel
MiguelDeco disse:
Basta ver que naquelas bancadas desses tipos de cartões, já não é preciso a malta andar ali desesperada a chatear a malta.. Eles próprios vão à procura deles. Eu próprio vejo na loja em que trabalho que a maioria de alguns pagamentos de 200/300 euros é tudo a crédito.. Com imensos pagamentos em 3/6 meses..
E curiosamente, as redes sociais vieram agravar o problema. É que hoje em dia a malta vive a vida dos outros, basicamente. E antigamente era mais fácil ser-se pobre, ninguém via como eram as férias de luxo do vizinho da frente, ou as jantaradas de domingo do vizinho de baixo. Hoje em dia somos confrontados com a pobreza todos os dias. E se no face, insta e afins se vê muita malta na boa vida, as pessoas esquecem-se que algumas o fazem porque :
1 - Podem
2 - Lhes pagam para aquilo exatamente para influenciar quem não pode

E depois, algumas pessoas com uma mente mais fraca, acaba por querer o mesmo, mesmo que isso implique o pagamento de uma taxa de 16/17%. Que depois acabará por se juntar a um outro crédito, ou vários. E enquanto existir saúde e emprego a coisa vai andando nos arames.. Mal falta uma dessas e é uma rápida descida à desgraça. E como se tem visto, créditos e inteligência é coisa que por vezes não rima.
Junta-lhe a isso que, a esse gajos do Wizink, se disseres que és desempregado alguns até dizem que não há problema. Como se oferecer crédito a um desempregado fosse a coisa mais natural do mundo.
 

DaniMontana

Porto allez, Força Porto Allez Allez, Força Porto
12 Janeiro 2015
10,117
1,894
34
Londres
MiguelDeco disse:
Eu tou a tentar ao máximo não pedir dinheiro emprestado ao banco. Tou a jogar com algum dinheiro emprestado pela minha família mais próxima. E faço-o porque na reunião com a fulana que tive no banco fiquei chocado para a minha vida. Eu tenho uma média de poupança, mensal, sempre igual, há cerca de 10 anos. Pensei que isso me fosse servir de mais valia. Enganei-me redondamente. As taxas de juros que me propuseram, e o cálculo dos juros que me apresentaram fizeram-me quase vomitar.. Comissões para tudo, abertura de processo, vistorias, avaliações (numa obra onde o valor já existente ultrapassa em dobro o valor que pretendia)..
Sei que terei uma tarefa muito complicada, mas com essa gente o máximo que quero é distância.
Mas a melhor forma será tu negociares diretamente com o banco. E levares algumas propostas distintas para poderes ir negociando pelo caminho. Adicionando aos bancos que já mencionaram, o CA também tem umas taxas porreiras..
O problema é que a não ser que tenhas algum familiar que te empreste ou um muito bom trabalho que te de o suficiente para amealhar em pouco tempo, para uma pessoa comum como eu que veste a camisola do "estudasses", sem muito orgulho tenho que dizer, e muito difícil esperar muito tempo para comprar algo apenas juntando o dinheiro pouco a pouco.

Penso que em relação a casa e mesmo necessário financiamento bancário.

Tendo em conta os preços das casas em Leiria vou ter que pagar perto de 500 mês por 25 anos!!

Com 32 anos se pedir para pagar em 30 anos vou ter que trabalhar até 65 mais ou menos.
 

vitor_silva

Tribuna
9 Agosto 2006
3,591
702
35
Vigo, Espanha
Tento sempre ver as coisas com alguma distancia

É facil para alguns dizer "fugir de emprestimos, eu nao devo nada etc"
O problema é que a populaçao portuguesa nao tem dinheiro para imponderaveis. Avaria-te o carro ou o esquentador e la vao 300 paus. Para muita gente nao ha alternativa a nao ser pedir emprestado e pagar depois. Eu acho isso normal. Aliás qualquer idiota pede 10 ou 20 milhoes para manigancias e os pequenos devedores nao sao excepcao. Muitos deles nao tem escolaridade ou informaçao e caem nas malhas desses agiotas

Sao uma vergonha e devia ser ilegal o banco de portugal abre a boca para limitar contas poupança a 4% de juros mas fexa os olhos ao credito facil. Limitavam a taxa a 8% + a euribor
 

vitor_silva

Tribuna
9 Agosto 2006
3,591
702
35
Vigo, Espanha
DaniMontana disse:
O problema é que a não ser que tenhas algum familiar que te empreste ou um muito bom trabalho que te de o suficiente para amealhar em pouco tempo, para uma pessoa comum como eu que veste a camisola do "estudasses", sem muito orgulho tenho que dizer, e muito difícil esperar muito tempo para comprar algo apenas juntando o dinheiro pouco a pouco.

Penso que em relação a casa e mesmo necessário financiamento bancário.

Tendo em conta os preços das casas em Leiria vou ter que pagar perto de 500 mês por 25 anos!!

Com 32 anos se pedir para pagar em 30 anos vou ter que trabalhar até 65 mais ou menos.
Tu e toda a gente!
Tenta comprar um apartamento de 3 quartos no centro do porto e pedem-te 500 mil euros
Sao 100K de entrada mais 6% de impostos
Ninguem "normal" paga meio milhao á unha. Mesmo que os tenhas preferes investir parte e diversificar para o caso de o mercado habitaçao cair

Um emprestimo habitacao é normal e até bom para ti, ninguem financeiramente inteligente mete o dinheiro todo numa coisa ou vai criar dividas pessoais. Neste momento consegues um credito fixo durante 30 anos por valores baixos
 

Regod

Tribuna Presidencial
21 Março 2015
15,123
604
Vitor Silva disse:
Tento sempre ver as coisas com alguma distancia

É facil para alguns dizer "fugir de emprestimos, eu nao devo nada etc"
O problema é que a populaçao portuguesa nao tem dinheiro para imponderaveis. Avaria-te o carro ou o esquentador e la vao 300 paus. Para muita gente nao ha alternativa a nao ser pedir emprestado e pagar depois. Eu acho isso normal. Aliás qualquer idiota pede 10 ou 20 milhoes para manigancias e os pequenos devedores nao sao excepcao. Muitos deles nao tem escolaridade ou informaçao e caem nas malhas desses agiotas

Sao uma vergonha e devia ser ilegal o banco de portugal abre a boca para limitar contas poupança a 4% de juros mas fexa os olhos ao credito facil. Limitavam a taxa a 8% + a euribor
Sacrifícios e evitar ter vícios. Já agora votar em menos impostos
 

MiguelDeco

Tribuna Presidencial
2 Setembro 2013
23,748
4,126
Conquistas
9
  • Reinaldo Teles
  • Jardel
  • Madjer
  • Deco
Vitor Silva disse:
É facil para alguns dizer "fugir de emprestimos, eu nao devo nada etc"
Não é uma questão de ser fácil ou não. Aliás, acho que de todos os adjectivos esse é o mais injusto para a malta que avisa para fugir deles. Eu não sou milionário, nem tão pouco rico.. Agora faço é sacrifícios que esses sim não são fáceis de os fazer. Tenho um tlm de 1930, que está preso com elástico e fita cola. Podia facilmente pedir um crédito e comprar um novo de mil e tal euros. Para depois ele avariar e precisar de mais 30/400 para o arranjar.. Esse é que é o caminho fácil. Eu não vou jantar fora há muitos anos. Mas trabalho num shopping onde vejo a área da restauração que ao sábado e domingo tens que esperar meia hora para ter uma mesa.. Eu nunca saí de Portugal e nunca fui viajar para lado nenhum. No entanto, tenho imensos amigos que vão passar fins de semana a barcelona e roma onde pagam 40/50 euros por um lanche que consiste num café um sumo e 2 pastéis.. É claro que depois, e se nesse mês aparece uma revisão do carro inesperada a coisa descamba..

Para mim, uma coisa é um problema de saúde de emergência, que ninguém controla, e que obriga a que as pessoas tenham que destruir a vida para se salvarem. Um cancro, um transplante, uma doença grave de um filho. O resto, e na minha opinião, acaba por ser as pessoas a quererem viver acima das suas possibilidades.. E isso sim é que é viver de uma forma fácil.