Quais os vossos ídolos/jogadores marcantes?

RXavier10

Tribuna Presidencial
25 Maio 2013
10,375
936
Aproveitando o post no Instagram oficial do nosso clube a assinalar o dia mundial da criança, faço-vos a mesma pergunta que eles: Quais os vossos ídolos de infância ou jogadores que vos marcaram que vestiram de azul e branco?

Eu tive 2. Quando era mais novo e comecei a jogar à bola tinha como ídolo o Quaresma. Queria saber fazer as fintas todas que ele fazia e depois lá as tentava fazer naquelas futeboladas de sábado à tarde no campo de cimento da freguesia.

Entretanto com o passar dos anos, o Quaresma sai do clube e um tempo depois chega o outro grande ídolo que tive: Radamel Falcao. Como avançado, era aquele que eu tentava imitar e o que mais me impressionava era o jogo aéreo (o meu era péssimo).

Claro que tenho um carinho especial por jogadores como o Lucho, o James, os Danilos (Luiz e Pereira), o Anderson, o Benni, o Ninja ou o Deco, mas o Quaresma e o Falcao foram aqueles com quem mais vibrei.
 

Fil

Tribuna
30 Maio 2016
4,770
522
Conquistas
1
  • José Maria Pedroto
De infância,

- Gomes e Madjer.

Dos que me marcaram ao longo dos tempos, e correndo o risco de me esquecer de alguém, são aqueles dois, mais,

- Futre, João Pinto, Baía, Domingos, Kostadinov, Aloísio, Jorge Costa, Fernando Couto, Paulinho Santos, Drulovic, Jardel, Deco, Maniche, Costinha, Derlei, Ricardo Carvalho, Lucho, Lisandro, Quaresma, Falcao, Hulk, Moutinho.

Há outros que não foram tão marcantes para mim, mas que, a eles também atribuo grande relevância no que toca à afirmação do FC Porto na década de 80. Falo de, entre outros,

- Jaime Magalhães, Jaime Pacheco, Celso, André, Sousa, Lima Pereira, Frasco, Eurico, Walsh, Juary, Vermelhinho, Costa, Semedo, Zé Beto, Mlynarczyk.

Dos actuais, não quero falar ainda.

Mas acredito que,

- Casillas, Alex, Felipe, Marcano, Danilo, Brahimi, Marega, e Herrera,

são os que mais se destacam e que daqui a uns anos serão mais lembrados, alguns pelo lado futebolístico, outros pelo lado carismático, outros ainda por ambas as situações que emprestaram a esta equipa, e que acabou com quatro anos de seca.

Dos antigos, obviamente não os vi jogar, mas já li e ouvi falar.

- Waldemar Mota, Acácio Mesquita, e Pinga. Os 3 diabos do meio-dia.

Aos quais acrescento,

- Barrigana, Américo, Norman Hall, Acursio, Hernâni, Pedroto, Monteiro da Costa, Jaburu, Miguel Arcanjo, José Maria, Perdigão, Carlos Duarte, Virgílio, Azumir, Custodio Pinto, Pavão, António Oliveira, Rodolfo, Fonseca, Simões, Cubillas, Ademir, Gabriel, Duda, Murça, Freitas, são alguns dos muitos que fizeram da nossa, uma história de encantar, embora pouco recheada de titulos naquela altura.
 

LeaveYD

Tribuna
18 Setembro 2016
4,061
70
Há uns anos apareceu um senhor "verde" que me fascinava desde que chegou ao Porto e continuar a fascinar sempre que vejo jogos seus.

Hulk...
 

Taciturno

Bancada central
17 Março 2017
1,976
649
austria87 disse:
Atenção. Só respondi sobre o verdadeiro ídolo que tinha em criança/adolescente. Até porque eu era guarda-redes na minha terra.

Graças a Deus, é quase infindável o número de jogadores que merecem a minha admiração. E Jorge Costa, claro, é um dos maiores nomes da minha vivência portista.
 

gor!s

Tribuna
6 Maio 2017
2,999
44
Um jogador que marcou uma era e que eu adorava era o Lucho. Pena a forma como saiu.
 

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
16,450
2,530
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
Sem dúvida os três jogadores que mais me marcaram ao longo do tempo foram o Cubillas (infância) ,Paulo Futre e Vítor Baía.Jogadores de dimensão mundial em suas épocas.
 

MiguelDeco

Tribuna Presidencial
2 Setembro 2013
22,571
1,993
Conquistas
8
  • Jardel
  • Madjer
  • Deco
  • João Pinto
Jardel, Deco.. Que tive o gosto de conhecer pessoalmente.

João Pinto e Paulinho Santos e Jorge Costa, como contextualização prática na forma de jogador do sentimento que eu sinto pelo meu clube.
 

TiagoV

Tribuna Presidencial
1 Março 2016
5,780
67
Invicta
O primeiro foi o Kostadinov.
Depois o Baía, Jorge Costa, Aloísio, Domingos e o Jardel vieram a seguir. Fui crescendo e fui admirando vários: Deco, Lucho, Hulk, Falcao, Jackson Martínez, etc.
 
N

Noventa e Nove

Guest
Vítor Baía.

Não sei se consigo explicar, a carreira e os títulos dele falam por si mas não foi o único a ganhá-los, havia mais do que isso. Dava-me honestamente prazer vê-lo jogar, o estilo que ele tinha na baliza, como alguém disse até a sofrer golos era de uma elegância extraordinária.

Havia coisas na presença dele que... lá está, é difícil explicar. Se era marcado um livre direto à nossa baliza, a bola podia parecer perigosa mas bastava o Baía levantar os braços que nas bancadas já sabíamos que a bola ia para fora. O tal "desviar com os olhos", que obviamente não desviava mas era aquele sentido posicional de saber com precisão quase milimétrica onde estava um poste, o outro e calcular a trajetória. Se ele abria os braços a dizer que ia para fora, ia para fora e ponto final.

Depois o comando da área, a quantidade absurda de cantos e cruzamentos que "morriam" nas mãos dele. Saía a tudo, agarrava tudo, na inauguração do Dragão frente ao Barcelona tem aquela saída que nunca mais me esqueço, só com uma mão agarrou uma bola que MUITOS guarda-redes hoje em dia não agarram com duas.

Gostava tanto do Baía que me desliguei completamente da Seleção Nacional a partir do momento em que o Scolari fez a primeira convocatória. Até hoje nunca mais liguei, prefiro que ganhe do que perca, mas nem sequer vejo os jogos. Para mim, perdeu a magia após 2002, e por ironia do destino a baliza foi entregue a um dos piores guarda-redes que eu já vi calçar (ou descalçar) umas luvas.
 

Dagerman

Bancada central
1 Abril 2015
1,736
4
Nos anos 80, que foi quando me tornei adepto do FCP, os meus ídolos eram Gomes, Futre e Madjer.
Nos anos 90 os meus preferidos eram Baía e Jorge Costa, sem esquecer o Jardel, claro.
Dos anos 2000 em diante, o Deco acima de todos. E a seguir ao Deco, Quaresma, Hulk e Falcão.