Actualidade nacional

Philipp

Tribuna Presidencial
25 Janeiro 2015
25,713
16
19 mortos em Leiria confirmados depois de incendio de enormes dimensões. Faltam bombeiros para combater o incendio. Aqui está o resultado do centralismo. Os meios todos para Lisboa e o resto do Pais que se deixe a morrer.
 

J | [Ka!s3r^].

Bancada central
7 Abril 2012
2,333
0
Dezanove mortos, a esta hora, num incêndio perto de Figueiró/Pedrogão, mais um tristíssimo capítulo da habitual tragédia dos incêndios florestais, este especialmente grave. Urge alterar alguma coisa, criar planos de gestão e intervenção mais eficazes, reforçar os meios humanos e materiais, agravar o quadro penal, atribuir novas funções às forças armadas… é uma tristeza ver o país perder vidas, tristeza maior, e quilómetros da sua área devido a este flagelo por resolver. 

Talvez se pudesse renomear o tópico como política e sociedade portuguesas, ou algo do género.
 

Luis Miguel Lamelas

Arquibancada
11 Maio 2017
177
0
40
Ermesinde
J | [Ka!s3r^]. disse:
Dezanove mortos, a esta hora, num incêndio perto de Figueiró/Pedrogão, mais um tristíssimo capítulo da habitual tragédia dos incêndios florestais, este especialmente grave. Urge alterar alguma coisa, criar planos de gestão e intervenção mais eficazes, reforçar os meios humanos e materiais, agravar o quadro penal, atribuir novas funções às forças armadas… é uma tristeza ver o país perder vidas, tristeza maior, e quilómetros da sua área devido a este flagelo por resolver.
Infelizmente os incêndios são um negócio.
O que se passou com os kamov é um crime lesa pátria. Não existe uma política de proteção à área florestal.
É triste todos os anos ter que assistir a isto.
Que descansem em paz e os culpados deste estado de coisas, tenham uma longa vida e que todas a noites tenham pesadelos com isto.
 

sirmister

Tribuna Presidencial
21 Março 2008
43,376
203
Conquistas
1
  • Abril/19
É quase todos os anos a mesma coisa, mas este numero de mortos deve ser um record.

Planeamento florestal=0
 

Pedro R.

Tribuna Presidencial
26 Julho 2015
5,511
0
26
Porto
A política florestal nacional é diminuta ou inexistente. E não é por culpa das entidades académicas deste país, que há resmas de estudos bem executados e com metodologias de amostragem, planeamento e modelação do melhor que há. A culpa é do negócio por trás destes incêndios.

Meios aéreos, indústria das madeiras, agricultura, etc é tudo negócios que vivem em quota parte com os incêndios florestais.

Pena de quem sucumbe a isto e das suas famílias

 

apocalypto

Moderator
28 Novembro 2006
56,101
24
36
Braga
O Exército é quem devia combater os incêndios com os seus meios aéreos. Pagar a empresas privadas por isso, é, quanto a mim, um grave conflito de interesses.

O fogo de artifício com este clima é outra coisa que não cabe na cabeça de ninguém. Tinham que ser aplicadas multas pesadíssimas.

Agora é lidar com o filme do costume, ou seja, o país a arder até ao final do verão e os "especialistas" a botar faladura nas tv's.
 

rickz

Bancada central
1 Agosto 2012
1,360
0
Muito triste pela morte destas 19 pessoas.. o pior caso de mortes em incêndios florestais desde os aos 60.

Muito triste porque parte destes acontecimentos são resultado de inoperância politica, quase de certeza devido a conflitos de interesses.
Falta claramente:
1) Política florestal coerente (tantos eucaliptos para que?, toda a gente sabe que além de ser uma madeira que destrói tudo à sua volta, ainda arte rapidamente).
2) Sanções mais duras para quem não limpa as matas.a maioria dos incendiários são considerados inimputáveis? Tenho aqui na terra um caso bem conhecido, toda a gente sabe que ela pegou fogo à mata, o tribunal considerou-a inimputável, mas de maluquinha garanto que não tem nada.
Os constantes conflitos de interesses, contratação de empresas privadas de combate a incêndios, a compra de madeira queimada pelos comerciantes, a preços mais reduzidos, custa-me muito a ver a sobreposição do lucro à vida humana, é degradante.. temos forçar armadas, exército a dormir nos quartéis para quê? O pessoal que recebe RSi não podia ser convocado para limpar a mata?

Tem a palavra o governo e espero que desta vez, a morte destas pessoas não seja em vão e realmente se tomem medidas.


 

miguel

Tribuna Presidencial
1 Agosto 2006
22,377
161
Se todos os anos o filme é o mesmo, porque razão o governo não antecipa esta questão dos incêndios?

É o que dá o investimento ser canalizado em grande para a cidade principal e quase tudo para o litoral.

A culpa é do governo.
 

Regod

Tribuna Presidencial
21 Março 2015
14,843
7
Vão meter o exército a apagar fogos com que meios? Nem farda em condições tem, quanto mais material para apagar. Eles já fazem vigia e limpeza nas matas, não em todas, mas na maior parte. Raramente existe incendios começados lá, porque estão sob vigia e o pessoal não arrisca.

Outro problema está nos Bombeiros, que há anos que é necessário uma reforma, acabando com o voluntariado e profissionalizando a profissão. Estamos em 2017, não faz qualquer sentido haver bombeiros voluntários. Não esquecer que muitos dos incêndios são ateados por Bombeiros, para poderem trabalhar e receber o subsidio para o ano todo da corporação.

Guardas Florestais, aliás antigamente havia um programa de vigia das matas, na qual o pessoal, maioritariamente jovem, concorria para vigia nas matas no verão. A juntar aos guardas florestais, eram uma mais valia na prevenção dos incêndios. Não se percebe o porquê de terem acabado com estes guardas e este programa, os bombeiros de corporação próximas dos matos, com pouca actividade, podiam e deviam, vigiar e limpar as matas.

O que falta é competência na gestão dos recursos florestais, dos recursos humanos disponíveis.
 

Regod

Tribuna Presidencial
21 Março 2015
14,843
7
miguel disse:
Se todos os anos o filme é o mesmo, porque razão o governo não antecipa esta questão dos incêndios?

É o que dá o investimento ser canalizado em grande para a cidade principal e quase tudo para o litoral.

A culpa é do governo.
Não tem nada haver com investimento, tem haver com vontades e competências do poder politico, seja ele o central, seja ele o local.
 

sirmister

Tribuna Presidencial
21 Março 2008
43,376
203
Conquistas
1
  • Abril/19
Regod disse:
Vão meter o exército a apagar fogos com que meios? Nem farda em condições tem, quanto mais material para apagar. Eles já fazem vigia e limpeza nas matas, não em todas, mas na maior parte. Raramente existe incendios começados lá, porque estão sob vigia e o pessoal não arrisca.

Outro problema está nos Bombeiros, que há anos que é necessário uma reforma, acabando com o voluntariado e profissionalizando a profissão. Estamos em 2017, não faz qualquer sentido haver bombeiros voluntários. Não esquecer que muitos dos incêndios são ateados por Bombeiros, para poderem trabalhar e receber o subsidio para o ano todo da corporação.

Guardas Florestais, aliás antigamente havia um programa de vigia das matas, na qual o pessoal, maioritariamente jovem, concorria para vigia nas matas no verão. A juntar aos guardas florestais, eram uma mais valia na prevenção dos incêndios. Não se percebe o porquê de terem acabado com estes guardas e este programa, os bombeiros de corporação próximas dos matos, com pouca actividade, podiam e deviam, vigiar e limpar as matas.

O que falta é competência na gestão dos recursos florestais, dos recursos humanos disponíveis.
http://expresso.sapo.pt/politica/2016-08-13-80-dos-gastos-sao-com-o-combate

esta percentagem tem que mudar muito para as coisas melhorarem.





Haviam centenas de casas destas espalhadas pelo território, casa para o guarda florestal e familia, todas ao abandono agora, era por aqui que se tinha que começar.
 

Regod

Tribuna Presidencial
21 Março 2015
14,843
7
sirmister disse:
http://expresso.sapo.pt/politica/2016-08-13-80-dos-gastos-sao-com-o-combate

esta percentagem tem que mudar muito para as coisas melhorarem.





Haviam centenas de casas destas espalhadas pelo território, casa para o guarda florestal e familia, todas ao abandono agora, era por aqui que se tinha que começar.
É como te digo, é uma mina de ouro para as corporações, por garantem o orçamento para o ano todo, também é bom para os empreiteiros e madeireiros. Quem perde? Quem morre, quem tem propriedade e o património florestal.
 

Soares

Tribuna
5 Janeiro 2015
2,745
0
Parece que a morte dos bombeiros à 1 ano não valeu de nada, será que é desta com 19 civis mortos que se vai mexer uma palheira? Prevenção neste país significa, "reação pós tragédias". Por exemplo, para quando a profissionalização dos bombeiros de norte a sul?
 

Regod

Tribuna Presidencial
21 Março 2015
14,843
7
Hugo Soares disse:
Parece que a morte dos bombeiros à 1 ano não valeu de nada, será que é desta com 19 civis mortos que se vai mexer uma palheira? Prevenção neste país significa, "reação pós tragédias". Por exemplo, para quando a profissionalização dos bombeiros de norte a sul?
Não são 19, são mais de 19. Aldeias completamente destruídas, gente a ser encontrada morta dentro de casas....

É uma catástrofe perfeitamente evitável.
 

Regod

Tribuna Presidencial
21 Março 2015
14,843
7

miguel

Tribuna Presidencial
1 Agosto 2006
22,377
161
Regod disse:
Não tem nada haver com investimento, tem haver com vontades e competências do poder politico, seja ele o central, seja ele o local.
O investimento tem que ser adequado para que exista limpeza das florestas e controlarem a vegetação existente no território. Depois é os recursos humanos e meios disponíveis. Nesta altura já deveria existir mais precaução, ainda por cima tendo em conta que tínhamos alerta de tempo super quente.

Onde andam os helicópteros que íamos comprar? Deixou de ser prioridade é é isto que crítico.

Agora concordo que ninguém adivinha que iríamos ter trovoadas secas, pois por norma o nosso país não tem isso. Amanhã já se prevê o mesmo para o Alentejo.

Depois com isto todas as pessoas também entram em loucura e acabam por não se protegerem.