Baluarte Dragão

Lucho75

Tribuna Presidencial
31 Outubro 2015
10,059
5,449
Conquistas
2
Paredes
  • Lucho González
  • Campeão Nacional 19/20
É o que dá escrever cartilhas com uma garrafa de Jack Daniels ao lado.
Só sai merda.
 

MP

Bancada central
12 Julho 2016
1,574
436
Isso do Marinho é acima de tudo conversa para orc ver.

Andaram semanas a falar dos 50 milhões. A melhor oferta foi 30, no mesmo dia que outro lateral foi vendido por 60, cuja transferência até pode abrir caminho ao Porto vender um jogador que esteve emprestado pelo valor da cláusula - 25.
Inventar que há mais 20 milhões de Euromendes a cair no futuro (e com jeitinho, se fizer 51 jogos numa época o Barcelona até tem que transferir os direitos desportivos do Neymar para eles) é a forma que têm de distrair que os tesos somos nós, mas quem até não tarda vende a cueca são eles...

Aliás, os orcs estão no mesmo ponto que nós há uns anos. Vendemos tudo que tenha uma oferta, contamos os milhões que entram, e depois ficamos a olhar para o passivo e a pensar "mas porque porra não para de subir?"
 

dragaolux

Tribuna
10 Outubro 2016
4,403
30
docs.google.com
https://twitter.com/BaluarteDragao/status/886257728217391104

https://twitter.com/BaluarteDragao/status/886262563121635329

https://twitter.com/BaluarteDragao/status/886266470325506048
 

grandeporto

Tribuna Presidencial
25 Agosto 2006
23,511
7,213
Gaia
dragaolux disse:
https://twitter.com/BaluarteDragao/status/886257728217391104

https://twitter.com/BaluarteDragao/status/886262563121635329

https://twitter.com/BaluarteDragao/status/886266470325506048
--------------------------

Era e são o Pravda.
 

dragaolux

Tribuna
10 Outubro 2016
4,403
30
docs.google.com
Esta história começou bem antes da sua data oficial, quando, em outubro de 2006, Ricardo Costa foi designado presidente da Comissão Disciplinar da Liga. Desdobrando-se em entrevistas, Costa procurava reforçar a sua distância em relação ao mundo do futebol - era nadador, pianista, docente “prestigiado” e ex-aluno “brilhante” de direito em Coimbra (era assim que se anunciava). O seu discurso, em conferências de imprensa longas e auto-elogiosas, quase confrangedoras, denunciava o perfil de justiceiro alienado que mais tarde viria a confirmar-se. O seu surgimento no mundo do futebol ocorre num momento muito particular e, certamente, nada inocente: a reabertura programada do processo Apito Dourado, após um primeiro arquivamento que ilibava todos os responsáveis do FC Porto.
Sim, dissemos “reabertura programada.” São muitíssimos os elementos que ao longo da última década nos permitem dizer que o processo Apito Dourado foi reaberto intencionalmente por força de pessoas ligadas ao Benfica e que a sua reabertura tinha um objetivo muito claro: condenar o FC Porto e manchar o seu período de sucessivas glórias nacionais e internacionais. Promoveram o lançamento do livro assinado por Carolina Salgado e redigido por Leonor Pinhão. Aconselharam falsos testemunhos e histórias inventadas. Estiveram na origem dos leaks cirúrgicos das escutas telefónicas do processo criminal (em mais de 15.000 que envolviam dirigentes de quase todos os clubes, apenas poucas dezenas de excertos vieram a público). Apoiaram a nomeação de pessoas-chave para lugares-chave. Encaminharam o processo para uma “equipa especial”, no DIAP de Lisboa, que conduziu uma investigação sobre alegados ilícitos que ocorreram fora da sua jurisdição territorial.
A nomeação de Ricardo Costa parecia vir com uma missão apensa: fazer correr no âmbito desportivo aquilo que se pretendeu, sem sucesso, fazer correr através do processo criminal. E foi isso mesmo que se passou. Chamaram-lhe Apito Final e, a 9 de Maio de 2008, a decisão já estava a ser anunciada pela Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol Profissional: o FC Porto é punido com a perda de 6 pontos e 150 mil euros. Pinto da Costa é condenado ao pagamento de 10 mil euros e suspenso por 20 meses. Os factos alegados? Segundo Ricardo Costa, a equipa que, em 2004, venceu a Liga dos Campeões teria beneficiado da ajuda de um árbitro para empatar com o Beira-Mar, último classificado da Liga, num momento em que liderava o campeonato e se preparava para o vencer de forma contundente. Faz sentido?
A data do anúncio não tinha nada de inocente. Com o campeonato 2007/2008 a aproximar-se do fim, qualquer recurso do nosso clube iria atirar para a competição seguinte todas as punições. E, obviamente, era muito diferente perder 6 pontos num campeonato ganho por 20 de diferença do que começar uma época com 6 pontos a menos. Além disso, nada garantia que estivessem reunidas condições para que o recurso fosse analisado com independência e seriedade. Seguiu-se a decisão mais difícil e, provavelmente, das mais arriscadas da história do nosso clube: não recorrer da condenação ao FC Porto SAD e recorrer apenas da decisão sobre o Presidente. Logo na altura, foi defendido que o recurso interposto pelo Presidente Pinto da Costa obrigava, por si só, à análise de todo o processo e permitiria, caso fosse admitido, anular a decisão sobre o clube.
Entretanto, no processo criminal, todas as acusações iam sendo progressivamente destruídas. Não com a anulação de escutas - que, ao contrário do que o terrorismo comunicacional do nacional-benfiquismo procura espalhar, foram sempre validadas -, não com a anulação de provas, não através de artimanhas processuais, mas sim com base num processo normal e através de todas as provas recolhidas. Sim, foram as escutas telefónicas e os factos que serviram para ilibar os dirigentes do FC Porto.
O recurso de Pinto da Costa (tal como o de outros condenados do “Apito Final”) chegou ao Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol e, a 4 julho de 2008, numa reunião clandestinamente reaberta por um vogal, depois de encerrada pelo seu presidente e vice-presidente, foi rejeitado. Esse vogal era Álvaro Baptista, atual vice-presidente do Conselho de Disciplina, e deputado do PSDl. Foi um dos autores da proposta recentemente discutida, que tinha como objetivo o esvaziamento de poderes da Liga, de acordo com os interesses do Benfica.
O anúncio era feito de madrugada, às 3 da manhã, na ausência do presidente e vice-presidente do Conselho de Justiça, por um bando de falsos “juízes” que acabavam de usurpar funções, de tomar de assalto o edifício jurídico da Federação, e de adoptar padrões comportamentais próprios da justiça do Zimbabwe.
Obviamente, a reunião foi decretada ilegal e todas as suas decisões foram anuladas pela justiça civil. A 6 de Maio de 2011, o Tribunal Administrativo de Lisboa decidia e, a 15 de Dezembro de 2016, o Tribunal Central Administrativo do Sul confirmava. O Conselho de Justiça tinha de reabrir o processo e reapreciar os recursos.
Foi isso mesmo que aconteceu. Ao longo dos últimos meses, o Conselho de Justiça reabriu todo o processo Apito Final e encontrou nele inconsistências e ilegalidades de tal forma graves que só havia uma solução: conceder provimento aos recursos e absolver os envolvidos de todas as penas e sanções. Como consequência da absolvição de Pinto da Costa, tal como previsto logo em 2008, o FC Porto foi também absolvido.
Fez-se justiça? Ainda não. Exigimos saber o que esteve por trás deste processo kafkiano. Exigimos justiça completa e total. Ao longo de muitos anos, foram permanentes as tentativas de humilhação do Futebol Clube do Porto e dos seus dirigentes e adeptos. Este é um dia histórico para todos os portistas. É o dia do fim, definitivo e concludente, do Apito Dourado e de todos os seus resíduos. É o dia em que os dobramos pela força da nossa razão.
O resto já todos sabemos…
“Quando alguém se atrever a sufocar
O grito audaz da tua ardente voz
Oh, Oh, Porto, então verás vibrar
A multidão num grito só de todos nós.”

https://www.facebook.com/baluartedragao/posts/153337928549588:0
 

Nirvanes

Tribuna Presidencial
23 Julho 2015
6,107
1,055
dragaolux disse:
Este post é só e apenas um ataque ao Marinho. Gosto tanto dele quanto vocês, mas é estúpido e escusado porque depois disto o Benfica veio comunicar à CMVM exactamente isto. E agora quem está a mentir? Esclarece-nos Baluarte.

Não gosto de fazer figura de tanso. Atacar por atacar não.
 

Draconem

Tribuna Presidencial
16 Junho 2013
6,842
19,106
Conquistas
4
  • Janeiro/17
  • Junho/21
  • Campeão Nacional 19/20
  • Taça de Portugal 19/20
Nirvanes disse:
Este post é só e apenas um ataque ao Marinho. Gosto tanto dele quanto vocês, mas é estúpido e escusado porque depois disto o Benfica veio comunicar à CMVM exactamente isto. E agora quem está a mentir? Esclarece-nos Baluarte.

Não gosto de fazer figura de tanso. Atacar por atacar não.
Visitei a página e, dos últimos 20 posts, acho que 16 ou 17 são sobre o Benfica.

Prioridades. A cada um as suas.
 

dragaolux

Tribuna
10 Outubro 2016
4,403
30
docs.google.com
Draconem disse:
Visitei a página e, dos últimos 20 posts, acho que 16 ou 17 são sobre o Benfica.

Prioridades. A cada um as suas.
Era melhor como estava antes, nós caladinhos e o Benfica a mandar em tudo. O Benfica atualmente é um verdadeiro Polvo, é uma organização que domina toda a sociedade portuguesa, é na politica é na Comunicação Social é no Poder. Eu não acho isso normal num pais democrático como é Portugal por isso espero que o Baluarte continue com o seu exelente trabalho.

 
M

Mastermonkey

Guest
É notável a preocupação com a orientação/prioridade do Baluarte na crítica aos vermelhos, no contexto em que eles controlam tudo das formas mais ínvias e criminosas.
Prioridade saudável se calhar é antes a que é cultivada por muitos aqui no fórum que em 20 posts, 20 são a bater no Porto.
E não contentes com isso, cultivam blogs onde duplicam esse efeito.
Patologias há muitas e para todos os gostos.
O baluarte foi do que melhor nos aconteceu nestes tristes anos. E tem a prioridade corretíssima.
 

Villas

Tribuna Presidencial
16 Julho 2013
23,645
14,546
Nirvanes disse:
Este post é só e apenas um ataque ao Marinho. Gosto tanto dele quanto vocês, mas é estúpido e escusado porque depois disto o Benfica veio comunicar à CMVM exactamente isto. E agora quem está a mentir? Esclarece-nos Baluarte.

Não gosto de fazer figura de tanso. Atacar por atacar não.
Deixem jogar o Marinho!

O Baluarte representa quem o escreve e quem se identifica com o que eles dizem ... Aquilo não é o FCP.
 

Nirvanes

Tribuna Presidencial
23 Julho 2015
6,107
1,055
Draconem disse:
Visitei a página e, dos últimos 20 posts, acho que 16 ou 17 são sobre o Benfica.

Prioridades. A cada um as suas.
E tens toda a razão. Na verdade não esperava uma resposta tua, de todas as pessoas, mas ainda tem mais valor. Fico contente porque faz-me respeitar o que escreves ainda mais. Obviamente que já mandaste os teus bitaites para o outro lado se calhar de forma escusada e eu não concordei com alguns, mas agora sei que acima de tudo és sério. Disso é que precisávamos mais.

Villas disse:
Deixem jogar o Marinho!

O Baluarte representa quem o escreve e quem se identifica com o que eles dizem ... Aquilo não é o FCP.
Não percebi se isto era um crítica ou um elogio. Se não é o Porto porque é que o PB faz parte do programa do Porto Canal?

O que mais me choca é - e depois de o ter defendido na cena dos Truques - como é que ele é capaz de escrever estes posts. A sério choca-me mesmo. Um gajo que está habituado a denunciar mentiras e o crl, vir-me fazer spins e meros ataques quando todos os dias do outro lado critica igual... como é possível? Haverá maior hipocrisia?

Mastermonkey disse:
É notável a preocupação com a orientação/prioridade do Baluarte na crítica aos vermelhos, no contexto em que eles controlam tudo das formas mais ínvias e criminosas.
Prioridade saudável se calhar é antes a que é cultivada por muitos aqui no fórum que em 20 posts, 20 são a bater no Porto.
E não contentes com isso, cultivam blogs onde duplicam esse efeito.
Patologias há muitas e para todos os gostos.
O baluarte foi do que melhor nos aconteceu nestes tristes anos. E tem a prioridade corretíssima.
dragaolux disse:
Era melhor como estava antes, nós caladinhos e o Benfica a mandar em tudo. O Benfica atualmente é um verdadeiro Polvo, é uma organização que domina toda a sociedade portuguesa, é na politica é na Comunicação Social é no Poder. Eu não acho isso normal num pais democrático como é Portugal por isso espero que o Baluarte continue com o seu exelente trabalho.
Sempre os mesmos argumentos de treta. Sabem o que era melhor? Ser clínico. Não era estar a dar esta importância (que eles adoram - atenção) desmesurada ao Benfica. Há realmente coisas por onde pegar e falar, mas estas meus amigos, não são exemplos disso.

Eu leio o Baluarte e há muitos posts em que eu consigo ver de onde vem a sua lógica de ataque e/ou defesa mas este é claramente e só um enterranço do mais brutal que há, e vocês papam tudo!

Como é que depois ainda me vêm com esses argumentos se o que vocês fazem é só e apenas aplaudir o que os gajos dizem sem qualquer sentido crítico? É mesmo triste ao que chegamos. Chegamos ao ponto de se aplaudir tudo o que for dizer mal dos outros, seja pelo que for, contando mentiras ou não, enterranço ou não, vocês só querem é ver o ataque... se tem substância ou verdade ou não estão-se a marimbar. Isto é prioridade correctíssima???

Como é que vocês me aplaudem o raio de um texto a falar mal do Presidente da República porque ele disse na final da Taça que as duas equipas mereciam estar na final? Mas cabe na cabeça de alguém ele dizer outra coisa? Está tudo louco?

Sejam sérios. Isto não é forma de actuar. Eu apoio o Baluarte como ideia, mas a execução tem deixado muito áquem e vocês deviam acordar para a vida e ver isso.
 
M

Mastermonkey

Guest
Nirvanes disse:
E tens toda a razão. Na verdade não esperava uma resposta tua, de todas as pessoas, mas ainda tem mais valor. Fico contente porque faz-me respeitar o que escreves ainda mais. Obviamente que já mandaste os teus bitaites para o outro lado se calhar de forma escusada e eu não concordei com alguns, mas agora sei que acima de tudo és sério. Disso é que precisávamos mais.

Não percebi se isto era um crítica ou um elogio. Se não é o Porto porque é que o PB faz parte do programa do Porto Canal?

O que mais me choca é - e depois de o ter defendido na cena dos Truques - como é que ele é capaz de escrever estes posts. A sério choca-me mesmo. Um gajo que está habituado a denunciar mentiras e o crl, vir-me fazer spins e meros ataques quando todos os dias do outro lado critica igual... como é possível? Haverá maior hipocrisia?

Sempre os mesmos argumentos de treta. Sabem o que era melhor? Ser clínico. Não era estar a dar esta importância (que eles adoram - atenção) desmesurada ao Benfica. Há realmente coisas por onde pegar e falar, mas estas meus amigos, não são exemplos disso.

Eu leio o Baluarte e há muitos posts em que eu consigo ver de onde vem a sua lógica de ataque e/ou defesa mas este é claramente e só um enterranço do mais brutal que há, e vocês papam tudo!

Como é que depois ainda me vêm com esses argumentos se o que vocês fazem é só e apenas aplaudir o que os gajos dizem sem qualquer sentido crítico? É mesmo triste ao que chegamos. Chegamos ao ponto de se aplaudir tudo o que for dizer mal dos outros, seja pelo que for, contando mentiras ou não, enterranço ou não, vocês só querem é ver o ataque... se tem substância ou verdade ou não estão-se a marimbar. Isto é prioridade correctíssima???

Como é que vocês me aplaudem o raio de um texto a falar mal do Presidente da República porque ele disse na final da Taça que as duas equipas mereciam estar na final? Mas cabe na cabeça de alguém ele dizer outra coisa? Está tudo louco?

Sejam sérios. Isto não é forma de actuar. Eu apoio o Baluarte como ideia, mas a execução tem deixado muito áquem e vocês deviam acordar para a vida e ver isso.
Na parte que me toca leste em algum lado que eu aceito tudo o que escrevem acriticamante?
Não, pois não.
 

Nirvanes

Tribuna Presidencial
23 Julho 2015
6,107
1,055
Mastermonkey disse:
Na parte que me toca leste em algum lado que eu aceito tudo o que escrevem acriticamante?
Não, pois não.
Pelo teu post são essas ilações que tiro. Se não concordas então por favor vem cá dizer. Já que temos um tópico (nem percebi bem porquê), era bom que ao menos aqui houvesse sentido crítico uma vez que no facebook é só mesmo bajulação.
Pode ser que ele leia e comece a ganhar alguma cabeça. Neste momento parece que tem necessidade de fazer posts todos os dias para não morrer. Eu prefiro aqueles que falam pouco e bem.
 
A

Apollo

Guest
"Bater" no Baluarte pelas críticas e exposição do clube do regime, na minha opinião, não faz sentido nenhum.

A defesa do clube passa por atacar quem ousa colocar em causa o seu bom nome e a integridade das competições em que participa.

Em Portugal, é o Benfica. Podia ser o Sporting, ou outro qualquer, mas quem tem o poder neste momento é o Benfica.

Agora também percebo quem entende que a defesa do clube deve ser feita pelo escrutínio do que se passa no clube e é essa a parte que falta no Baluarte. Mas também é preciso perceber o contexto do clube e o impacto que a página tem, inclusive com participações no Porto Canal. Não faria muito sentido estar a ler/ouvir críticas de quem escreve no Baluarte num momento em que importa acabar com o domínio do regime e esperar que seja o FC Porto a celebrar em maio.

Quanto ao assunto do Marinho, o Baluarte tem razão. Quando escreveram o post, tinham a informação oficial do presidente do Barcelona. Iria Bartomeu estar a mentir, ou iria o Baluarte confiar no triste do Marinho?

A comunicação à CMVM também quer dizer pouco, para um clube que já foi multado por informações falsas à mesma.