Carlos Alberto Silva revive emoções no Dragão

Kelvin87

Tribuna Presidencial
7 Maio 2007
21,872
245
Carlos Alberto Silva revive emoções no Dragão

Visivelmente emocionado, Carlos Alberto Silva, antigo treinador principal do F.C. Porto, bicampeão nacional nas épocas de 1991/92 e 1992/93, visitou, esta tarde, o presidente portista, Jorge Nuno Pinto da Costa, em pleno Estádio do Dragão.

Mostrando-se «naturalmente muito feliz», Carlos Alberto Silva aproveitou a passagem pelo nosso país para visitar o clube que guarda no coração e «reviver emoções únicas», junto daqueles que o acompanharam na sua passagem pelo clube.

O treinador brasileiro continua atento à carreira portista nas diversas competições e acompanha com intensidade os desempenhos dos Dragões, já que, afirma, «quem já passou por esta casa nunca esquece o que aqui viveu».

Quase 15 anos após ter deixado o comando técnico dos azuis e brancos, Carlos Alberto Silva vê muitas diferenças no F.C. Porto do seu tempo com o Dragão de 2007: «Hoje o F.C. Porto é um clube muito diferente, que sofreu uma grande evolução e que está entre os maiores emblemas do futebol europeu», considera.

No desfiar de recordações e memórias dos tempos em que André, Semedo ou João Pinto pontificavam na equipa azul e branca, o antigo técnico portista reforça a «emoção do reencontro com muita gente que não o esqueceu» e deixa o desejo de «ver o F.C. Porto sempre no topo».

Goste-se ou não foi BICAMPEÃO com plantéis normais, ficará pra sempre na história do Porto.
FORÇA GRANDE PORTO.
 
A

Azul 77

Guest
Tacticamente irrepreensível, muito boa leitura de jogo ( raramente falhava uma substituição) e com muita disciplina na cabine, deixou a sua marca.
 
A

Azul 77

Guest
Aqui está, o percurso dele:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_Alberto_Silva
 

otilious

Moderator
21 Março 2007
58,077
1,723
Horta
Exacto e curiosamente o jogo em que regressou às Antas foi no jogo em que o FC Porto se tornou campeão (2002/03), após bater o Santa Clara por claros 5-0 nas Antas.
 

Fil

Tribuna
30 Maio 2016
4,776
529
Conquistas
1
  • José Maria Pedroto


Morreu Carlos Alberto Silva, ex-treinador do FC Porto

Brasileiro treinou os dragões entre 1991 e 1993 e venceu dois campeonatos

Carlos Alberto Silva, antigo treinador bicampeão pelo FC Porto, morreu esta sexta-feira aos 77 anos. A informação foi confirmada à imprensa brasileira por funcionários da empresa do antigo treinador.

Em Portugal, Carlos Alberto Silva passou pelo FC Porto, entre 1991 e 1993, tendo conquistado dois títulos pelos dragões. Treinou ainda o Santa Clara, dos Açores, entre 2002 e 2004. No Brasil, o técnico além de ter sido selecionador, passou por vários clubes, com mais destaque no São Paulo, Corinthians, Palmeiras, Atlético Mineiro e Cruzeiro.

Carlos Alberto Silva tinha sido operado ao coração no final do ano passado e encontrava-se atualmente em casa numa fase de recuperação. A causa da morte ainda está por apurar.

O técnico ganhou notoriedade logo no seu primeiro ano como treinador, ao conduzir o Guarani ao primeiro e único título brasileiro do seu historial, em 1978.

In DN

-> Paz à sua alma, que descanse em paz, e obrigado pelos titulos que nos deu!
 

Neo

Tribuna
8 Abril 2016
3,071
159
Este era um treinador, um pouco à semelhança do Vitor Pereira, impopular entre os adeptos, mas conseguia resultados.

R.I.P.
 

Miguel Alexandre

Tribuna Presidencial
10 Março 2016
9,374
2,873
Conquistas
2
  • Campeão Nacional 19/20
  • José Maria Pedroto
Campeão num FCPorto sem estrelas nem "ajudas de custo". Grande profissional, low profile, está na história do clube e com assento reservado no imaginario dos Portistas.

Que descanse em paz.
 

MiguelDeco

Tribuna Presidencial
2 Setembro 2013
22,584
2,011
Conquistas
8
  • Jardel
  • Madjer
  • Deco
  • João Pinto
Eu adorava este treinador.. É com muita pena que o vejo partir. Um campeão..
 

Calabote

Tribuna Presidencial
30 Junho 2016
6,007
2,172
Conquistas
4
  • Rodolfo Reis
  • Rui Filipe
  • Paulinho Santos
  • Artur Jorge
Descanse em paz CAS.
Um grande treinador, bi campeão pelo nosso clube.

Foi na década de 90, juntamente com Artur Jorge, Tomislav Ivic e Bobby Robson, um dos grandes construtores do Porto vencedor que conhecemos.
Foi também a altura em que comecei a interessar me por desporto e por futebol.

91/92, na inocência dos meus 11 anos, foi dos títulos com que mais vibrei. Na altura tínhamos poucos :)
Lembro me perfeitamente do dia em que, a caminho da praia, o meu pai me deu 20 escudos e me pediu para comprar a bola (custava o que? 5 escudos?). O jogo só saia duas ou três vezes por semana salvo erro. E nessa edição o grande destaque era CAS, o novo treinador do Porto que PdC tinha caçado num hotel em Lisboa.
O jornal a bola era Ainda a vermelho e preto, não tinha outras cores, e tinha aquele formato gigante, que se dobrava em quatro.

Lembro me do golo do Timofte fora contra o Estoril (penso que o GR era o Duz...) e da grande vitória 3-2 num estádio da Luz repleto, numa exibição fantástica do Kostadinov que partiu a defesa do regime toda (penso que acabou a carreira do José Carlos e do Rui Bento por aquelas bandas...), golos do Kosta, João Pinto e Timofte.

É com grande pena que vejo partir o nosso Professor Astromar.
Quando partiu o Bobby Robson estava eu em Bruxelas, a caminho do metro de Merode quando recebi a notícia e verti uma lágrima.
Quando partiu o Tomislav Ivic estava de férias em Atenas com a minha namorada e verti uma lagrima.

Hoje parte CAS. Certamente não me vou esquecer onde estou ou com quem estou.

Com todos eles parte um pouco do Porto e um pouco de mim, das minhas memórias, da minha juventude.

se é certo que a vida não para, os minutos e as horas não passam mais depressa e tudo será um dia finito, a verdade é que CAS conquistou um lugar na nossa história.
Espero que o NGC o possa homenagear e não deixe cair no esquecimento o seu nome.

Que descanse em Paz e que Nosso Senhor o receba como merece.
 

místicadoPedroto

Bancada central
6 Janeiro 2017
1,057
0
Uma notícia triste e pesada.

Existem pessoas que nos marcam de uma maneira especial, Carlos Alberto Silva foi talvez o treinador do FC Porto pelo qual tive e tenho mais afecto, uma pessoa marcante.

Sempre gostei muito dele,

Os meus pêsames À sua família e que descanse em paz