Jogos combinados no futebol nacional e internacional

Pedro Martins

Bancada lateral
5 Setembro 2015
518
50
Julgo que se justifica abrir este tópico para acompanhar uma ameaça crescente no futebol nacional e mundial, sobretudo desde que proliferam as apostas desportivas oficiais.
Esta notícia de hoje na vizinha Espanha: https://elpais.com/deportes/2019/05/28/actualidad/1559029069_028818.html - mostra com temos de estar atentos à evolução do futebol português e internacional.

Por cá, o Rui Pinto está preso enquanto há acusações de jogadores em tribunal sobre jogos combinados e ninguém (Liga, Federação e Governo) faz nada, em Espanha uma denúncia da Liga gera acções policiais.....
 

Pedro Martins

Bancada lateral
5 Setembro 2015
518
50
No contexto europeu existe desde 2011 uma federação sediada na Bélgica para combater e zelar pela ameaça ao desporto em geral e ao futebol que são as apostas desportivas. Num relatório de 2014 disseram que havia jogos combinados em Portugal mas que ninguém ligou porque era na.....2ª liga.

Parece que em Espanha, onde já há jogadores detidos desde hoje, também a Federação desvalorizou o fenómeno há cinco anos atrás - http://federbet.com/press/#toggle-id-3 - agora é o que tudo indica seja um facto. Alguém dúvida que o ser humano pode ser corrompível sobretudo quando as condições de vida são más como na maioria dos jogadores das equipas pequenas.

Os avisos surgem e ninguém liga. Se ninguém fizer nada, a única posição de força que os adeptos podem tomar é desligarem-se do futebol. A modalidade definhará mas é a medida radical que tudo isto merece se nada for feito.






 

andrito

Bancada central
4 Março 2015
2,247
199
Conquistas
1
57
  • Campeão Nacional 19/20
Ainda falam do ciclismo, sendo certo que o doping é terrível quer para os atletas quer para a verdade desportiva começa a cheirar que essa modalidade comparada com o futebol actual " é brincadeira de criança" o futebol está de longe muito mais sujo e "corrompido", o inicio do fim está a caminho se não foram severamente castigados todos os prevaricadores que mancham e adulteram aquela que por sinal é a modalidade numero um no mundo em termos de seguidores e visualização, ouviram bem entidades?? Não! Não bastam palavrinhas de circunstancia é preciso acabar com os males que infestaram o futebol e para grandes males grandes curas, chega de "compadrios, impunidades e assobiadelas para o ar", toca a limpar a casa e "prender quem tem de ser preso".
 

Pedro Martins

Bancada lateral
5 Setembro 2015
518
50
Invicta_SD disse:
Mas é preciso começar a lançar suspeitas?
Já passamos essa fase quando temos nas divisões secundárias o Jogo Duplo a ser julgado em tribunal e na 1ª Divisão dois jogadores a confirmarem em tribunal abordagens concretas. Além disso, houve a reportagem da SIC no ano passado sobre mais casos no Marítimo mas como metia o Benfica não se ouve falar em nada.

Gostava era de ver os responsáveis abrirem inquéritos, os jornalistas a investigarem, e os órgãos decisores e castigarem exemplarmente quem prevaricou, se for caso disso.
.
 

Pedro Martins

Bancada lateral
5 Setembro 2015
518
50

Vlk

Tribuna Presidencial
3 Junho 2014
12,217
993
41
Lisboa
André Farinha disse:
André Farinha disse:
Entretanto no MP da nova procuradora:

"Não percebo esta desconfiança. 10-0 é um resultado perfeitamente banal. Alias goleadas constantes que colocam um clube com um Goal-average inatingível por qualquer outro clube surgidas sem mais nem menos quando a época até está a correr uma merda, são absolutamente normais em qualquer país do mundo."
 

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
16,582
2,626
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
No mundial feminino de futebol ontem os EUA ganharam de 13 a 0 da Tailândia ,também deverá ser investigado penso eu.
 

Vlk

Tribuna Presidencial
3 Junho 2014
12,217
993
41
Lisboa
Morais disse:
No mundial feminino de futebol ontem os EUA ganharam de 13 a 0 da Tailândia ,também deverá ser investigado penso eu.
Não percebo nada de futebol feminino, mas acho que as goleadas são muito mais comuns do que nos homens.
 

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
16,582
2,626
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
Vlk disse:
Não percebo nada de futebol feminino, mas acho que as goleadas são muito mais comuns do que nos homens.
Possivelmente.Mas já que a igualdade de género é tão propalada pelo mesmo critério há que ser investigado apenas e tão somente isso.
 

Mary Antas

Bancada central
20 Abril 2018
1,339
362
Os EUA são a melhor seleção feminina do mundo, todas as jogadoras são profissionais e várias estão entre as melhores do mundo. A seleção da Tailândia está longe de poder dizer o mesmo. O resultado por si só não é estranho, mesmo a este nível ainda há muitas discrepâncias, há quem viva do futebol e há quem tenha quase que pagar para jogar.

Basta olhar para o campeonato português. Há agora três equipas altamente profissionais, com tudo e mais alguma coisa, enquanto as outras treinam duas ou três vezes por semana, no final de um dia de trabalho. Se algum clube tiver a "felicidade" de ter alguma miúda a destacar-se, chega lá um grande, leva a miúda de graça e está feito.

A história do Mundial feminino da FIFA nem 30 anos tem, começou apenas em 1991, para trás só houve uns mundialitos. Ainda há muito caminho para percorrer, nos anos 70 o futebol feminino ainda era inacessível ou até proibido em muitos países

Mas claro que se houver indícios suspeitos deve ser investigado. 
 

Fátima

Arquibancada
26 Setembro 2016
475
0
Vlk disse:
Não percebo nada de futebol feminino, mas acho que as goleadas são muito mais comuns do que nos homens.
Que comentário machista!
Daqui a pouco, está a dizer que há jogadoras que perdem porque abrem as pernas.
 

Morais

Tribuna Presidencial
4 Maio 2017
16,582
2,626
Conquistas
2
54
Porto
  • Artur Jorge
  • Cubillas
Meu questionamento e que penso fazer sentido é que seja no mundial feminino ou masculino geralmente a origem desses resultados volumosos nada tem a ver se as competições têm muita história ou não se existe um desnível assim tão acentuado mas como sabemos o mundo das apostas que isso gera.Não é por acaso que essas armações geralmente ocorrem em campeonatos periféricos ou nas chamadas segundas ligas.
Eu acredito muito mais que a seleção feminina dos EUA (que são a maior potência da modalidade no feminino) nada tenha de anormal ao darem 13 a 0 na Tailândia,acontece que também nessa prova as apostas e volumes transacionados rolam aos milhões e como tal também é legitimo questionar e ser investigado exatamente como o Valência vs Valladolid e o caso da Noruega vs Honduras,qual o drama?Já que se inbestiga que se investigue tudo.
 

RXavier10

Tribuna Presidencial
25 Maio 2013
10,394
969
Vlk disse:
Entretanto no MP da nova procuradora:

"Não percebo esta desconfiança. 10-0 é um resultado perfeitamente banal. Alias goleadas constantes que colocam um clube com um Goal-average inatingível por qualquer outro clube surgidas sem mais nem menos quando a época até está a correr uma merda, são absolutamente normais em qualquer país do mundo."
O 10-0 não é um resultado banal, mas neste caso acredito que possa ter acontecido sem jogos de bastidores. O Nacional era uma equipa frágil defensivamente, chegou mesmo a descer de divisão. O Benfica estava na sua melhor fase da época, a jogar em casa e entrou no jogo logo a ganhar. É verdade que mesmo assim é muita fruta, mas num dia bom se calhar pode acontecer. Nós fomos à Madeira vencer por 4-0 sem sequer fazer um jogo por aí além.

A duvidar, duvidava muito mais de um Setúbal-Benfica, salvo erro, em que o Benfica venceu por 2-1, com um penalty já perto do fim. Na altura, o jogo estava empatado a uma bola e o treinador mete em campo quem? Nada mais nada menos que o Luís Felipe, ex-jogador do Benfica. Jogador que não tinha feito um único minuto no campeonato até à altura e não voltou a fazer. O jogador entra, faz logo um monte de asneiras, incluindo o penalty que deu a vitória ao Benfica e depois torna-se dono das bolas paradas, dando cabo dos livres e cantos que o Setúbal teve até ao fim do jogo. Aliás, se bem me lembro, chutou mesmo do meio campo na bola de saída, depois do golo sofrido.