Autor Tópico: Economia internacional  (Lida 13758 vezes)

sinal

  • Visitante
Economia internacional
31/Out/16, 23:02 • #10071
Tópico para discutir a economia internacional.

Offline MiguelDeco

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 19.820
  • Desde: Set 2013
  • Membro do Mês Dezembro/2018

Offline Costinha

  • Bancada central
  • ***
  • Mensagens: 1.025
  • Desde: Ago 2016
Re: Economia internacional
16/Jan/17, 16:52 • #52085
http://observador.pt/2017/01/16/fmi-efeito-trump-faz-crescer-mais-economia-dos-eua/

Ainda não pude ler esse - mas quem quiser que veja este link interessante:

https://medium.com/@AlexSteffen/trump-putin-and-the-pipelines-to-nowhere-742d745ce8fd#.9f68ksj7i

Basicamente a explicar os laços do Trump com o Putin - a existir - e o Big Oil.
Está muito bom e sinceramente não tinha previsto esse ponto - o de as petrolíferas quererem esticar ao máximo o fóssil.

Sempre pensei que fossem eles a liderar a mudança para as renováveis - capacidade financeira têm eles - e dominar esse mercado e tecnologia desde cedo.


Offline juliolopes

  • Tribuna
  • ****
  • Mensagens: 3.348
  • Desde: Jul 2015
Re: Economia internacional
16/Jan/17, 18:07 • #18019
Ainda não pude ler esse - mas quem quiser que veja este link interessante:

https://medium.com/@AlexSteffen/trump-putin-and-the-pipelines-to-nowhere-742d745ce8fd#.9f68ksj7i

Basicamente a explicar os laços do Trump com o Putin - a existir - e o Big Oil.
Está muito bom e sinceramente não tinha previsto esse ponto - o de as petrolíferas quererem esticar ao máximo o fóssil.

Sempre pensei que fossem eles a liderar a mudança para as renováveis - capacidade financeira têm eles - e dominar esse mercado e tecnologia desde cedo.

Eu apaguei porque não sabia se era aqui ou no de politica americana, depois esqueci-me de o colocar lá..No fundo era sobre previsões optimistas do FMI para economia americana.

Offline MiguelDeco

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 19.820
  • Desde: Set 2013
  • Membro do Mês Dezembro/2018
Re: Economia internacional
16/Jan/17, 18:25 • #87060
Eu apaguei porque não sabia se era aqui ou no de politica americana, depois esqueci-me de o colocar lá..No fundo era sobre previsões optimistas do FMI para economia americana.

qualquer previsão para já é sempre uma previsão. E neste caso é a mais previsível de todas, passe o pleonasmo. Políticas isolacionistas e ainda por cima de uma das maiores potências mundiais como é óbvio faz presumir que a economia local irá ter um forte boost. Basta ver que Wall street está em pânico com a injeção de capital que tem sido efetuado no mercado das acções U.S.A. E este comportamento em manada nós já soubemos o que criou em 2008. Todavia, no mesmo relatório é alertado que para as restantes economias mundiais o cenário não é igual, nomeadamente a Europa que aparece aqui como um parente pobre e cada vez mais dividida. A questão é, o mercado americano será suficiente? Sairão vencedores da guerra comercial com a china? Não poderá uma possível e também previsível crise europeia despoletar uma outra crise global? Veremos.

Offline slowboy

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 11.940
  • Desde: Jul 2006

Offline MiguelDeco

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 19.820
  • Desde: Set 2013
  • Membro do Mês Dezembro/2018
Re: Economia internacional
17/Jan/17, 09:30 • #31085
Entretanto também temos isto slowboy.. Mas esta parte tu preferes esquecer.

http://observador.pt/2017/01/16/oito-bilionarios-tem-tanto-como-metade-da-populacao-mundial-junta/

Offline slowboy

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 11.940
  • Desde: Jul 2006
Re: Economia internacional
17/Jan/17, 23:24 • #62016
É tirar o dinheiro (acções?) a esses sacanas e dar aos pobres.

Fácil.
« Última modificação: 17/Jan/17, 23:37 por slowboy »

Offline MiguelDeco

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 19.820
  • Desde: Set 2013
  • Membro do Mês Dezembro/2018
Re: Economia internacional
18/Jan/17, 14:12 • #85080
É tirar o dinheiro (acções?) a esses sacanas e dar aos pobres.

Fácil.

isso é muito bolchevique da tua parte.. E eu sei que para ti esses não são sacanas, são os heróis deste mundo novo do capitalismo selvagem. São visões.
« Última modificação: 18/Jan/17, 14:13 por MiguelDeco »

Offline slowboy

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 11.940
  • Desde: Jul 2006
Re: Economia internacional
22/Jan/17, 00:40 • #82090
isso é muito bolchevique da tua parte.. E eu sei que para ti esses não são sacanas, são os heróis deste mundo novo do capitalismo selvagem. São visões.

Por acaso até são.

O Bill Gates, Jeff Bezos (com o AWS principalmente) e o Larry Elison são self-made men que mudaram o mundo. O Zuckerberg vamos a ver que ainda é novo.

O Bill Gates, Larry Elison, Zukerberg, Bloomberg e o Buffet até vão doar quase a totalidade das suas fortunas a instituições de caridade.

https://en.wikipedia.org/wiki/The_Giving_Pledge
« Última modificação: 22/Jan/17, 00:44 por slowboy »

Online Philipp

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 24.166
  • Desde: Jan 2015
Re: Economia internacional
22/Jan/17, 00:48 • #43037

O Bill Gates, Larry Elison, Zukerberg, Bloomberg e o Buffet até vão doar quase a totalidade das suas fortunas a instituições de caridade.

https://en.wikipedia.org/wiki/The_Giving_Pledge

Não tenho nada contra esses tipos. Até lhes gabo o empreendedorismo e o facto de serem uns génios nas suas áreas mas isto é falso. O que eles vão doar são as acções.

Vão continuar a viver rodeados de luxo (e merecem). O Bill Gates vai poder continuar a morar na sua casa de quase 200 milhões de dólares.

Offline Vlk

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 10.270
  • Desde: Jun 2014
Re: Economia internacional
22/Jan/17, 00:57 • #86048
É tirar o dinheiro (acções?) a esses sacanas e dar aos pobres.

Fácil.

Estás a gozar? Perante esses dados é isso que tens a dizer? A conversa de sempre dos ricos são ricos porque tiveram mérito, os outros que trabalhem para lá chegar.
Eu vou-te escrever em numerário para teres melhor a noção desta barbaridade:
8=3000000000.
Eu só faço duas perguntas:
Consegues encontrar alguma justiça nisto?
Qual é o limite para esta desproporção?

Offline slowboy

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 11.940
  • Desde: Jul 2006
Re: Economia internacional
22/Jan/17, 01:22 • #63067

Não tenho nada contra esses tipos. Até lhes gabo o empreendedorismo e o facto de serem uns génios nas suas áreas mas isto é falso. O que eles vão doar são as acções.

Vão continuar a viver rodeados de luxo (e merecem). O Bill Gates vai poder continuar a morar na sua casa de quase 200 milhões de dólares.

O Bill gates por exemplo já "só" tem 3% da Microsoft. Tem o dinheiro dele muito diversificado. E promoteu doar 95% do total da sua riqueza (84 mil milhões) a caridade.

Nenhum deles tem o dinheiro por baixo do colchão ou numa conta a prazo.

E também é óbvio que não vão ser ermitas, ficando com uma pequena percentagem do seu dinheiro continuam a ser muito ricos.
« Última modificação: 22/Jan/17, 01:23 por slowboy »

Online Philipp

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 24.166
  • Desde: Jan 2015
Re: Economia internacional
22/Jan/17, 01:29 • #22050
O Bill gates por exemplo já "só" tem 3% da Microsoft. Tem o dinheiro dele muito diversificado. E promoteu doar 95% do total da sua riqueza (84 mil milhões) a caridade.

Nenhum deles tem o dinheiro por baixo do colchão ou numa conta a prazo.

E também é óbvio que não vão ser ermitas, ficando com uma pequena percentagem do seu dinheiro continuam a ser muito ricos.

Mas a maior parte do dinheiro dele advêm dos lucros das acções que tem em empresas como a Coca-Cola. Eu acho o Bill Gates e o Mark Zuckerberg personagens fascinantes (para citar apenas estes exemplos) porque não têm medo de doar dinheiro não apenas em campanhas para erradicar a fome e a pobreza bem como em projectos científicos em varias áreas.

Ao contrario dos milionários portugueses que pouco ajudam instituições universitárias. Ainda me lembro quando o homem mais rico de Portugal (Américo Amorim) ameaçou mudar a sua empresa para o estrangeiro quando o andaram a chatear para subir o salário aos seus funcionários.

Mas estas empresas como o Facebook ou a Microsoft também têm o dever moral de cooperar nestas coisas porque poupam muito dinheiro em impostos. Pagam pouco para os lucros que tem. Ainda à pouco tempo houve aquela polémica com a Apple na Europa e que era uma situação altamente lesiva para os restantes membros da UE.

Offline slowboy

  • Tribuna Presidencial
  • *****
  • Mensagens: 11.940
  • Desde: Jul 2006
Re: Economia internacional
22/Jan/17, 01:35 • #64028
Estás a gozar? Perante esses dados é isso que tens a dizer? A conversa de sempre dos ricos são ricos porque tiveram mérito, os outros que trabalhem para lá chegar.
Eu vou-te escrever em numerário para teres melhor a noção desta barbaridade:
8=3000000000.
Eu só faço duas perguntas:
Consegues encontrar alguma justiça nisto?
Qual é o limite para esta desproporção?

Não disse que era justo.
Alías viveres confortável a fazer posts em fóruns é uma questão da sorte de onde nasceste. Onde está a justiça disso?

Deixo-te duas perguntas, já que respondi à tua.

Como vais fazer a transferência de riqueza do primeiro mundo para o terceiro mundo? É uma coisa fácil?

Porque o foco principal do artigo é esse. Não são os vossos problemas de primeiro mundo.
« Última modificação: 22/Jan/17, 01:50 por slowboy »