As nossas séries e filmes preferidos

lpmacedo

Tribuna Presidencial
15 Julho 2013
5,458
251
Tenho Netflix há pouco então quase tudo é novidade. Ontem apareceu lá em destaque o Magic for humans. Aquilo deve ser fake, não acham?
 

MiguelDeco

Tribuna Presidencial
2 Setembro 2013
21,953
851
Conquistas
1
  • Dezembro/18
Vi ontem o filme Waves


Um drama familiar que aborda temáticas recorrentes na sociedade, mesmo que atualizando esses mesmos problemas com as constantes evoluções tecnológicas que vão ocorrendo. Mas se em termos da história em si o filme não é lá muito inovador a forma como é filmado é bastante interessante. Tem uma excelente fotografia, uma excelente e complementar banda sonora e um grupo de atores bastante interessante. Faz lembrar, na estética, o Moonlight que venceu o Oscar em 2017.

Resumindo é um daqueles que merece ser visto.
 

Mirif

Tribuna
9 Outubro 2006
3,056
117
Se quiseres ver pelo Nuno Lopes... de resto do pior que já se fez para a Netflix. Mau demais.
O maior compêndio de clichés orientado ao segmento adolescente, jamais feito
Até gostei bastante e não sou adolescente. Nada como ver um ou dois episódios para perceber se vale a pena ver até ao fim.
 

Antoine Doinel

Superior
19 Maio 2020
61
76
Vi ontem o filme Waves


Um drama familiar que aborda temáticas recorrentes na sociedade, mesmo que atualizando esses mesmos problemas com as constantes evoluções tecnológicas que vão ocorrendo. Mas se em termos da história em si o filme não é lá muito inovador a forma como é filmado é bastante interessante. Tem uma excelente fotografia, uma excelente e complementar banda sonora e um grupo de atores bastante interessante. Faz lembrar, na estética, o Moonlight que venceu o Oscar em 2017.

Resumindo é um daqueles que merece ser visto.
Vi-o na mesma altura que vi o Hidden Life do Malick, e foi por isso mais nesse que vi linguagem cinemática comum.
Mas, sem dúvida, Barry Jenkins (a adaptação do James Baldwin foi muito subapreciada), Robert Eggers e agora também o Trey Schults são três nomes muito promissores nesta forma de cinema de expressionismo que procura intimidade/interioridade/ambiência psicológica.
 
  • Like
Reações: diego23

MiguelDeco

Tribuna Presidencial
2 Setembro 2013
21,953
851
Conquistas
1
  • Dezembro/18
Vi-o na mesma altura que vi o Hidden Life do Malick, e foi por isso mais nesse que vi linguagem cinemática comum.
Mas, sem dúvida, Barry Jenkins (a adaptação do James Baldwin foi muito subapreciada), Robert Eggers e agora também o Trey Schults são três nomes muito promissores nesta forma de cinema de expressionismo que procura intimidade/interioridade/ambiência psicológica.
Essa influência acaba por ser mais óbvia uma vez que ele acabou pro trabalhar com ele em alguns filmes e como é óbvio terá sempre imensa influência de um dos melhores realizadores de todos os tempos. E parece que ele acabou por aprender bastante com ele. Ainda só vi este filme dele mas é um trabalho que em termos de realização está muito bem efectuado.

Também gosto desses realizadores e junto apenas o nome do Joe Talbot que também me parece ser um realizador bastante promissor. Pelo menos avaliando pelo filme The Last Black Man in San Francisco que é outra obra de arte dentro desse género que mencionaste. E os irmãos Safdie que já me ia esquecendo.
 
  • Like
Reações: Antoine Doinel

Sakamoto

Tribuna Presidencial
25 Maio 2017
8,153
1,043
Conquistas
1
  • Março/20
Tenho Netflix há pouco então quase tudo é novidade. Ontem apareceu lá em destaque o Magic for humans. Aquilo deve ser fake, não acham?
A minha filha de 4 anos adora ver isso. É magia, é daquelas cenas que um gajo nem pensa muito.
 

Antoine Doinel

Superior
19 Maio 2020
61
76
Essa influência acaba por ser mais óbvia uma vez que ele acabou pro trabalhar com ele em alguns filmes e como é óbvio terá sempre imensa influência de um dos melhores realizadores de todos os tempos. E parece que ele acabou por aprender bastante com ele. Ainda só vi este filme dele mas é um trabalho que em termos de realização está muito bem efectuado.

Também gosto desses realizadores e junto apenas o nome do Joe Talbot que também me parece ser um realizador bastante promissor. Pelo menos avaliando pelo filme The Last Black Man in San Francisco que é outra obra de arte dentro desse género que mencionaste. E os irmãos Safdie que já me ia esquecendo.
Tenho esse filme na lista mais premente depois do louvor no Sundance do ano passado, mas ainda não vi. Os Safdie, sem dúvida, sobretudo o Good Time. Lembrei-me também do Pariah da Dee Rees (o Mudbound já tem uma fotografia diferente, a DP é a que costuma trabalhar com o Ryan Coogler, mas é também muito "poético").
O DP do Pariah é o mesmo do Arrival, A Most Violent Year, Selma,... todos visualmente impressionantes.
 
  • Like
Reações: MiguelDeco

MiguelDeco

Tribuna Presidencial
2 Setembro 2013
21,953
851
Conquistas
1
  • Dezembro/18
Tenho esse filme na lista mais premente depois do louvor no Sundance do ano passado, mas ainda não vi. Os Safdie, sem dúvida, sobretudo o Good Time. Lembrei-me também do Pariah da Dee Rees (o Mudbound já tem uma fotografia diferente, a DP é a que costuma trabalhar com o Ryan Coogler, mas é também muito "poético").
O DP do Pariah é o mesmo do Arrival, A Most Violent Year, Selma,... todos visualmente impressionantes.
É um filme bastante complexo mas é bastante interessante. E como base de trabalho para se apresentar é algo que promete imenso.
A Dee Rees ainda não tive tempo de conhecer. Sei que tive o Mudbound algum tempo na pen para ver mas por algum motivo acabei por não o ver.
Os safdie têm o dom de me terem feito, pela primeira vez, ter gostado dos 2 atores principais do Good Time e do Uncut Gems.
 
  • Like
Reações: Antoine Doinel

Antoine Doinel

Superior
19 Maio 2020
61
76
É um filme bastante complexo mas é bastante interessante. E como base de trabalho para se apresentar é algo que promete imenso.
A Dee Rees ainda não tive tempo de conhecer. Sei que tive o Mudbound algum tempo na pen para ver mas por algum motivo acabei por não o ver.
Os safdie têm o dom de me terem feito, pela primeira vez, ter gostado dos 2 atores principais do Good Time e do Uncut Gems.
O Pattinson já tinha estado bastante competente - para o que esses dois filmes pediam - com o Cronenberg. Aliás, as escolhas dele - como as da Kristen Stewart - pós-Crepúsculo são bastante interessantes.
O Sandler tem o Punch-drunk Love e aquele filme do Noam Baumbach com o Ben Stiller, que são os outros dois oásis que conheço da carreira dele pós-snl.
 
  • Like
Reações: MiguelDeco

Sakamoto

Tribuna Presidencial
25 Maio 2017
8,153
1,043
Conquistas
1
  • Março/20
O Pattinson já tinha estado bastante competente - para o que esses dois filmes pediam - com o Cronenberg. Aliás, as escolhas dele - como as da Kristen Stewart - pós-Crepúsculo são bastante interessantes.
O Sandler tem o Punch-drunk Love e aquele filme do Noam Baumbach com o Ben Stiller, que são os outros dois oásis que conheço da carreira dele pós-snl.
Eu estou é curioso para ver que Batman vai ser o Pattinson. E não alinho em julgamentos antecipados, até acho que vai ser uma boa surpresa.
 

Antoine Doinel

Superior
19 Maio 2020
61
76
Eu estou é curioso para ver que Batman vai ser o Pattinson. E não alinho em julgamentos antecipados, até acho que vai ser uma boa surpresa.
De acordo, e o realizador - pal do jj abrams - fez um trabalho bastante decente no reboot do planet of the apes. Bem precisam os 'comic films' de algo de novo, a última coisa boa que vi foi o Logan (também admito que não vi grande maioria do que existe, ou desisti após 15 minutos...).
 
  • Like
Reações: Moreira e Sakamoto

Jorge Pacino

Bancada central
3 Agosto 2016
1,674
238
De acordo, e o realizador - pal do jj abrams - fez um trabalho bastante decente no reboot do planet of the apes. Bem precisam os 'comic films' de algo de novo, a última coisa boa que vi foi o Logan (também admito que não vi grande maioria do que existe, ou desisti após 15 minutos...).
Olha que eu tinha um grande preconceito com a Marvel e depois de ver os filmes desse universo fiquei bastante surpreendido com alguns. Os dois últimos Avengers são filmes bastantes competentes tendo em conta o que se propõem. Não têm a carga dramática do Batman do Nolan(e se calhar também não podiam) ou mesmo do Logan mas são bons filmes e com um vilão carismático. São filmes mais coloridos, com muita bonecada claro, mas foram horas bem passadas.
 
  • Like
Reações: miguelmv5

dragao86

Tribuna Presidencial
20 Outubro 2014
19,251
343
Vi este fim-de-semana o The Staircase e as 3 partes do Paradise Lost... aquilo nos EUA é mato, como o @MiguelDeco escreveu.
A OST dos Metallica no Paradise Lost ficou top.

Em contra-ponto, recomendo para ver: The Jinx: The Life and Deaths of Robert Durst - também da HBO. Seis episódios em que a cena final (do último episódio) revela tudo.
 

PortoMDL

Tribuna Presidencial
31 Outubro 2014
27,388
115
Acabei ontem de ver uma série muito marada, “The Leftovers”.
Não sei se adorei se detestei mas uma coisa é certa, ficou-me na cabeça e vi-a em poucos dias.
Criada pelo criador do Lost, tem umas críticas incríveis. Acabou em 2017 e aconselho...


 
Última edição:
  • Love
Reações: Moreira

pedromanuelmorei

Bancada lateral
12 Dezembro 2016
750
298
Vi este fim-de-semana o The Staircase e as 3 partes do Paradise Lost... aquilo nos EUA é mato, como o @MiguelDeco escreveu.
A OST dos Metallica no Paradise Lost ficou top.

Em contra-ponto, recomendo para ver: The Jinx: The Life and Deaths of Robert Durst - também da HBO. Seis episódios em que a cena final (do último episódio) revela tudo.
Chegamos a abordar isso em 2019, acho eu, aqui no tópico.
 

pedromanuelmorei

Bancada lateral
12 Dezembro 2016
750
298
Acabei ontem de ver uma série muito marada, “The Leftovers”.
Não sei se adorei se detestei mas uma coisa é certa, ficou-me na cabeça e vi-a em poucos dias.
Criada pelo criador do Lost, tem umas críticas incríveis. Acabou em 2017 e aconselho...


Eu adorei mas não é para toda a gente. É preciso digerir a narrativa mas a viagem vale muito a pena. Emoções viscerais.
 
  • Love
Reações: Moreira