Provas internacionais de ciclismo

PedroMonteiro

Tribuna
6 Julho 2017
3,902
2,192

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
Etapas de alta montanha do Giro 2022

Etapas 4 e 9:

Etapas 15 e 16:

E etapas 17 e 20:

Falta apenas a etapa 21 (CR), que será anunciado amanhã.
Acho que falta aquela etapa de montanha com 200 e tal km e com subidas quase sempre acima dos 2000, algo que chegamos a ter noutras edições. Diria que falta mesmo uma etapa raínha.

Mas ao contrário do Tour, isto sim são etapas "a sério " e não de cento e poucos kms, apesar de já termos tido edições mais recentes do Giro com etapas mais bem desenhadas e mais duras.

Fico expectante para ver a quilometragem e o percurso do crono. Por um lado convinha que fosse algo longo para o João. Por outro não sei se tanta quilometragem se justifica em relação à dureza na montanha.
 

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
Estive a ler um excerto da entrevista do Demare ao Le Parisien, no CN, e passo a citar o seguinte:

Groupama-FDJ é uma das 10 equipas membro do MPCC, junto com Cofidis, Qhubeka NextHash, Team DSM, Lotto Soudal, Bora-Hansgrohe, AG2R Citroën, EF Education-Nippo, Israel Start-Up Nation e Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux.

Estas equipas são contra o uso de "ketones" (deu tradução de cetonas)...

Desde que foi criado este movimento foram realizados 43 GT (Verão de 2007), dos quais apenas 5 (cinco) foram ganhos por equipas que compõem este movimento.. Tom Dumoulin no Giro de 2017 foi o último ciclista.

Tal como Demare disse e Pinot já o tinha afirmado, eles não estão a falar que as outras equipas se dopam!!!
Apenas que merece consideração este facto. Demare afirma que a velocidade do pelotão este ano foi impressionante.

P.S. É ver o ranking UCI ou lembrar o desempenho destas equipas ao longo da época (para aqueles que veem ciclismo de Janeiro a Outubro) e comparar com restantes equipas WT c/ Alpecin incluída no grupo... isto digo eu...
Diga-se que a maioria dessas equipas não têm propriamente um orçamento grande, mas pode haver alguma relação.

Mas não sei bem que opinião ter sobre esse movimento. O próprio Dumoulin deixou de pertencer o ano passado e equipas como UAE (na altura Lampre), Jumbo e Bike Exchange (Orica na altura) também abandonaram nos últimos anos. E depois há o caso da Astana que foi excluída...mas isto não quer dizer que estas equipas todas não tenham um ou outro ciclista que ainda é membro do MPCC.

Acho é que houve uma mudança significativa nestes últimos 2/3 anos. É que se formos por exemplo ver os tempos realizados em subida de 2015 ou 2016, não há assim nada de excecional, mesmo nos tempos em que a Sky dominava totalmente. Não sei se foi devido a avanços tecnológicos ou a mudança de mentalidades, mas a verdade é que estamos a ver os ciclistas a serem completamente ultrapassados por miúdos com poucos anos de experiência, o que era bastante raro no ciclismo "antigo".
 

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
10,163
7,026
Porto
Falta aquela etapa interminável de 200 km que o Giro costuma ter. De resto não parece mau.

Regressa o Blockhaus, etapa mítica do Giro 2017, onde o Quintana venceu, o Dumoulin defendeu-se extremamente bem, e onde vários foram ao chão por causa de uma mota, entre eles Landa, Thomas e Kelderman se não estou em erro.
 

K92

Tribuna
4 Junho 2014
3,717
1,155
Diga-se que a maioria dessas equipas não têm propriamente um orçamento grande, mas pode haver alguma relação.

Mas não sei bem que opinião ter sobre esse movimento. O próprio Dumoulin deixou de pertencer o ano passado e equipas como UAE (na altura Lampre), Jumbo e Bike Exchange (Orica na altura) também abandonaram nos últimos anos. E depois há o caso da Astana que foi excluída...mas isto não quer dizer que estas equipas todas não tenham um ou outro ciclista que ainda é membro do MPCC.

Acho é que houve uma mudança significativa nestes últimos 2/3 anos. É que se formos por exemplo ver os tempos realizados em subida de 2015 ou 2016, não há assim nada de excecional, mesmo nos tempos em que a Sky dominava totalmente. Não sei se foi devido a avanços tecnológicos ou a mudança de mentalidades, mas a verdade é que estamos a ver os ciclistas a serem completamente ultrapassados por miúdos com poucos anos de experiência, o que era bastante raro no ciclismo "antigo".
Sim, deve haver alguma relação.
Achei pertinente e, na verdade, analisando o desempenho das equipas é difícil não estabelecer alguma relação.
Óbvio que é apenas, e só, um factor e, se calhar, bem redutor mas não deixa de ser curioso e interessante.
 

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
Etapa 21 (CR Final):

Percurso igual à etapa final do Giro 2019 ganho pelo Carapaz, e perfazendo um total de apenas 26,3 Km de CR no próximo ano.
Esse crono final até é capaz de equilibrar as coisas e de trazer mais incerteza até ao final.

É o Giro com menos quilometragem de crono desde os anos 60, mas também diga-se que não é propriamente o mais duro a nível de montanha Mesmo assim, devem ter escolhido esta quilometragem de crono com o objetivo de roubar trepadores ao Tour.

Mas preferia que aumentassem a dificuldade nestas duas especialidades.
 
Última edição:

PedroMonteiro

Tribuna
6 Julho 2017
3,902
2,192
É um crono duro. Quem não descer muito bem pode perder tempo ou até ir ao chão. Vamos ver se vão trocar de bicicletas ou fazem inteiro na do Crono.
 

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
É um crono duro. Quem não descer muito bem pode perder tempo ou até ir ao chão. Vamos ver se vão trocar de bicicletas ou fazem inteiro na do Crono.
Duvido que troquem de bicicletas no crono final. Aquilo tem apenas uma 4ª categoria e diga-se com percentagens de inclinação relativamente baixas.

É um percurso, sendo semelhante ou mesmo igual ao de 2019, que dá para limitar bem as perdas. Por exemplo o Landa nesse ano apenas perdeu cerca de 30 s para o Roglic. Certo que o desempenho do esloveno no crono final não foi nada de excecional, mas dá para ver que ninguém deverá perder muito tempo. Duvido que algum dos favoritos perca mais de 2 minutos.

Em princípio isto vai ser decidido na montanha e no crono poderão ser feitos pequenos ajustes. Mas se houver um ciclista que se destaque a subir, muito dificilmente irá perder a liderança neste último crono.
 
  • Like
Reações: PedroMonteiro

PedroMonteiro

Tribuna
6 Julho 2017
3,902
2,192
  • Like
Reações: jpgm97

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
Declaração algo polémicas na minha opinião.
Até não me importava que colocassem um crono de 40 km no Giro. No Tour é que fico mais apreensivo porque os desenhos das etapas de montanha não permitem recuperar tanto tempo.

No entanto este ano facilitaram algo as coisas no Giro. Certo que os andam melhor no crono preferiam mais quilometragem a nível de esforço individual, mas por outro lado não há aquela etapa habitual em que colocam por exemplo o Stelvio mais uma ou duas subidas acima dos 2000 metros. E o João sabe bem o que é sofrer no Stelvio...

Fizessem este percurso quando o Valverde era mais novo e se calhar ele já tinha ido a Itália mais vezes. Aliás em 2016, acaba arredado da luta pela vitória no Col d'Agnello que está a cerca de 2700 m. Foi aí que o Kruijswijk se espetou e que o Nibali fez aquela recuperação inesperada.

E mesmo aquela etapa em que o Froome ataca de bem longe, era uma etapa com duas subidas acima dos 2000 m.
 
Última edição:
  • Like
Reações: K92 e PedroMonteiro
12 Dezembro 2016
4,869
5,245
Conquistas
1
  • Jardel
Certamente não perguntaram ao João.


Digam isso ao Purito e ao Quintana. E essas duas edições tinham para aí o dobro da quilometragem de crono


É um convite aberto a quem? Pogacar?
Obviamente mas sem hipótese.
Tem 2. Se conseguir 4-5 ele pensa nisso.

Enviado do meu Redmi Note 9S através do Tapatalk
 

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
Obviamente mas sem hipótese.
Tem 2. Se conseguir 4-5 ele pensa nisso.

Enviado do meu Redmi Note 9S através do Tapatalk
Para a próxima que façam um partida na Eslovénia...aliás nem seria a primeira vez que o Giro passava lá.

Não sei se não ataca o Giroem 2023 caso consiga o 3ª Tour no próximo ano. Ele lá tem de arranjar objetivos novos para se motivar.

Agora duvido que alguém consiga ganhar Giro e Tour na mesma temporada com o calendário atual. Mas se ajustarem o calendário como aconteceu no ano em que o Froome ganha em Itália, é possível.
 

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
Outro ciclista que pode muito bem estar no Giro é o Landa. Já deu declarações nesse sentidomas ainda não há nada de definitivo.
O Ganna também deverá estar presente, mas esse é para lutar pelos cronos e trabalhar para a equipa. Mas numa entrevista recente abordou a possibilidade de perder peso para tentar ser competitivo em grandes voltas...Para o físico dele até não sobe nada mal, mas não lhe estou a ver esse potencial. Agora nunca se sabe...
 
  • Like
Reações: PedroMonteiro

K92

Tribuna
4 Junho 2014
3,717
1,155
Homens como Landa, manos Yates, Hindley, Ciccone, Masnada, Lopez e mais um punhado deles dificilmente terão um Giro tão a medida como este. Acho que vai ser grande luta e não só na alta montanha... Há ali na segunda semana, principalmente, umas etapas que serão um espectáculo. Digo eu...
 

K92

Tribuna
4 Junho 2014
3,717
1,155
Segundo a Gazzeta dello Sport, há a possibilidade do Yates, Gaudu, Ciccone fazerem também o Giro.
Vamos se isto se confirma.
Faz todo o sentido e vem ao encontro do que falámos por aqui, antes.
Mais se seguirão dentro deste tipo de corredores, de certeza.

Na Bora a coisa promete no planeamento da época... tirando o Wilco, todos os outros devem querer apostar no Giro. Hindley, Vlasov, Buchman... que super equipa podem apresentar se incluírem homens como Aleotti, Fabro, Higuita, Konrad, etc, etc, etc,... :)
 

PedroMonteiro

Tribuna
6 Julho 2017
3,902
2,192
Faz todo o sentido e vem ao encontro do que falámos por aqui, antes.
Mais se seguirão dentro deste tipo de corredores, de certeza.

Na Bora a coisa promete no planeamento da época... tirando o Wilco, todos os outros devem querer apostar no Giro. Hindley, Vlasov, Buchman... que super equipa podem apresentar se incluírem homens como Aleotti, Fabro, Higuita, Konrad, etc, etc, etc,... :)
A questão da BORA vai ser o ego.
 
  • Like
Reações: K92