Provas internacionais de ciclismo

PedroMonteiro

Tribuna
6 Julho 2017
3,902
2,192
A INEOS já tem equipa para o GIRO.
Uma equipa bem mais fraca que a deste ano, mas mesmo assim vão ir a luta pela rosa.

Richard Carapaz - Richie Porte - Tao Geoghegan Hart são a armada para a alta montanha.
Thomas Pidcock - Ethan Hayter são ao homens de média montanha.
Ben Swift - Salvatore Puccio serão os roladores da equipa.
Elia Viviani vai para os sprint.
 

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
A INEOS já tem equipa para o GIRO.
Uma equipa bem mais fraca que a deste ano, mas mesmo assim vão ir a luta pela rosa.

Richard Carapaz - Richie Porte - Tao Geoghegan Hart são a armada para a alta montanha.
Thomas Pidcock - Ethan Hayter são ao homens de média montanha.
Ben Swift - Salvatore Puccio serão os roladores da equipa.
Elia Viviani vai para os sprint.
Mesmo assim, é capaz de ser na mesma a equipa mais forte da edição e levam 3 homens bastante fortes na montanha.
Confirmando-se, parece que há a intenção de dar um comboio decente ao Viviani, visto que levam ciclistas polivalentes como o Swift.

Agora não sei se o Pidcock e o Hayter serão só para média montanha. O Hayter acho que pode fazer uma transição à Thomas. Já o Pidcock ganhou o Baby Giro e é um ciclista relativamente leve. Poderão ser dois ciclistas que irão ganhar/lutar por uma grande volta, mas não a curto a prazo. Veremos. Podem vir a revelar-se uns belos gregários na próximo Giro.
 

PedroMonteiro

Tribuna
6 Julho 2017
3,902
2,192
Mesmo assim, é capaz de ser na mesma a equipa mais forte da edição e levam 3 homens bastante fortes na montanha.
Confirmando-se, parece que há a intenção de dar um comboio decente ao Viviani, visto que levam ciclistas polivalentes como o Swift.

Agora não sei se o Pidcock e o Hayter serão só para média montanha. O Hayter acho que pode fazer uma transição à Thomas. Já o Pidcock ganhou o Baby Giro e é um ciclista relativamente leve. Poderão ser dois ciclistas que irão ganhar/lutar por uma grande volta, mas não a curto a prazo. Veremos. Podem vir a revelar-se uns belos gregários na próximo Giro.
Não acredito que a INEOS vá perder a oportunidade de criar 2 homens da casa que podem ganhar os 5 monumentos e ser gregários bons de montanha ...
Eles precisam de homens capazes de ganhar clássicas, porque ganhar o TOUR contra Pogacar não vai ser nada fácil e Pogacar vai andar pelo menos mais uns 10anos no topo, acredito que para o lugar do Thomas será o Tao, já ganhou um GIRO, mas este ano teve muito a baixo.
O plano para Ben Tulett deve passar por transformado para uma espécie de Kwiatkowski, apesar de ser mais fraco no crono.
Ainda tem o Luke Plapp e Magnus Sheffield que são jovens que andam bem no crono e que podem ser transformados em homens de montanha.
 

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
Não acredito que a INEOS vá perder a oportunidade de criar 2 homens da casa que podem ganhar os 5 monumentos e ser gregários bons de montanha ...
Eles precisam de homens capazes de ganhar clássicas, porque ganhar o TOUR contra Pogacar não vai ser nada fácil e Pogacar vai andar pelo menos mais uns 10anos no topo, acredito que para o lugar do Thomas será o Tao, já ganhou um GIRO, mas este ano teve muito a baixo.
O plano para Ben Tulett deve passar por transformado para uma espécie de Kwiatkowski, apesar de ser mais fraco no crono.
Ainda tem o Luke Plapp e Magnus Sheffield que são jovens que andam bem no crono e que podem ser transformados em homens de montanha.
Se até o Ganna já falou na possibilidade de se transformar num homem para provas por etapas...
Seria melhor para espetáculo que esses não se transformassem, principalmente o Pidcock, mas tenho algumas dúvidas que isso não aconteça.

Por agora vão meter as fichas todas no Bernal, mas não resultando, eles já lá vão ter de arranjar outra solução, que não faço ideia qual seja. Não podem andar a gastar 50 milhões por ano e não conseguirem dicutir a vitória do Tour, por mais forte que o Pogacar seja.
 
  • Like
Reações: K92 e PedroMonteiro

PedroMonteiro

Tribuna
6 Julho 2017
3,902
2,192
Se até o Ganna já falou na possibilidade de se transformar num homem para provas por etapas...
Seria melhor para espetáculo que esses não se transformassem, principalmente o Pidcock, mas tenho algumas dúvidas que isso não aconteça.

Por agora vão meter as fichas todas no Bernal, mas não resultando, eles já lá vão ter de arranjar outra solução, que não faço ideia qual seja. Não podem andar a gastar 50 milhões por ano e não conseguirem dicutir a vitória do Tour, por mais forte que o Pogacar seja.
Discutir vão, mas bater Pogacar e Roglic não é fácil nem para Bernal nem para ninguém...
 

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
Discutir vão, mas bater Pogacar e Roglic não é fácil nem para Bernal nem para ninguém...
Ainda não se viu o melhor Bernal contra os dois eslovenos no Tour.
Acho que bater o Roglic não é impossível. Agora o Pogacar...a forma como ele deixa o Carapaz para trás no Tour do ano passado foi impressionante. Vamos ver se não faz o mesmo ao Bernal.
 
  • Like
Reações: K92 e PedroMonteiro

PedroMonteiro

Tribuna
6 Julho 2017
3,902
2,192
Ainda não se viu o melhor Bernal contra os dois eslovenos no Tour.
Acho que bater o Roglic não é impossível. Agora o Pogacar...a forma como ele deixa o Carapaz para trás no Tour do ano passado foi impressionante. Vamos ver se não faz o mesmo ao Bernal.
A INEOS deve entrar no TOUR com Bernal, Martínez, Thomas, Castroviejo, Kwiatkowski, Van Baarle, Ganna e Rowe. Mais uma vez uma super equipa, mas será suficiente para bater Pogacar e/ou Roglic ?
 
  • Like
Reações: jpgm97 e K92

Mihaly Siska

Bancada central
3 Junho 2014
1,692
623
Já se começam a ver os equipamentos para 2022. O João fica top com o da UAE. O da Deceuninck está 'diferente'. Agora é só Quickstep e não vejo o Lidl...
 
  • Like
Reações: PedroMonteiro

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
A INEOS deve entrar no TOUR com Bernal, Martínez, Thomas, Castroviejo, Kwiatkowski, Van Baarle, Ganna e Rowe. Mais uma vez uma super equipa, mas será suficiente para bater Pogacar e/ou Roglic ?
Já apresentaram melhores equipas que essa no Tour.
Sei que há a etapa do pavé, mas acho que não faz grande sentido levar o Rowe com tanta gente versátil. Se calhar metia o Sivakov ou o Adam Yates no lugar dele.

O ano passado se não fossem as quedas, se calhar a Ineos era equipa para baralhar as coisas com as várias cartas que tinha para jogar. Este ano, têm que apostar tudo no Bernal. Não é uma equipa assim tão superior à da Jumbo e já vimos que o Pogacar não precisa de grande apoio.

Estes próximos dois anos talvez sejam muito importantes para o Bernal definir o futuro dele. É que se não consegue fazer melhor que o 3º lugar do Carapaz o ano passado, mesmo que só fique atrás dos eslovenos, se calhar a Ineos irá começar a considerar outrars opções. Não ficaria muito admirado se ele fosse um dia parar à Movistar. Aliás antes de ir para a Sky quase que ia para lá.

 
  • Like
Reações: PedroMonteiro

PedroMonteiro

Tribuna
6 Julho 2017
3,902
2,192
Já apresentaram melhores equipas que essa no Tour.
Sei que há a etapa do pavé, mas acho que não faz grande sentido levar o Rowe com tanta gente versátil. Se calhar metia o Sivakov ou o Adam Yates no lugar dele.

O ano passado se não fossem as quedas, se calhar a Ineos era equipa para baralhar as coisas com as várias cartas que tinha para jogar. Este ano, têm que apostar tudo no Bernal. Não é uma equipa assim tão superior à da Jumbo e já vimos que o Pogacar não precisa de grande apoio.

Estes próximos dois anos talvez sejam muito importantes para o Bernal definir o futuro dele. É que se não consegue fazer melhor que o 3º lugar do Carapaz o ano passado, mesmo que só fique atrás dos eslovenos, se calhar a Ineos irá começar a considerar outrars opções. Não ficaria muito admirado se ele fosse um dia parar à Movistar. Aliás antes de ir para a Sky quase que ia para lá.

A cena é que apenas o Rowe vai para o plano... Ganna, Van Baarle estão cada vez melhores a subir.... Castroviejo e Kwiatkowski seram aquilo que temos visto nos últimos anos, KM e KM de trabalho. Depois ficam com 3 possíveis bombas de ataque, Thomas e Martínez para tentar partir o grupo e depois Bernal. Deria que o principal problema é que a INEOS nunca foi equipa de atacar, não esta no ADN deles. Atacam 1etapa a sério por ano e têm poucos resultados. Precisa de ser uma INEOS ofensiva.
 
  • Like
Reações: jpgm97

PedroMonteiro

Tribuna
6 Julho 2017
3,902
2,192
Para derrotar Roglic e Pogacar esse lineup não chega.

Faltam trepadores a sério...
Carapaz pode fazer as 2 ou Yates fazer tour-vuelta, mas não me parece que tirem o Rowe a não ser que Ganna aposte apenas no CR da volta a França e seja um mero rolador no resto da corrida....
 

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
A cena é que apenas o Rowe vai para o plano... Ganna, Van Baarle estão cada vez melhores a subir.... Castroviejo e Kwiatkowski seram aquilo que temos visto nos últimos anos, KM e KM de trabalho. Depois ficam com 3 possíveis bombas de ataque, Thomas e Martínez para tentar partir o grupo e depois Bernal. Deria que o principal problema é que a INEOS nunca foi equipa de atacar, não esta no ADN deles. Atacam 1etapa a sério por ano e têm poucos resultados. Precisa de ser uma INEOS ofensiva.
Hoje em dia as equipas normalmente levam um plano B para a geral e não me parece que o Martínez o seja e a mesma coisa para o Thomas, que acho que já está numa fase algo descendente.

Esses que mencionas estão melhores a subir mas apenas o Castroviejo se consegue manter num grupo mais reduzido e o ano passado fez-lo no Giro e no Tour, o que é admirável. O Kwiatkowski também tem estado abaixo do nível dele.

Incluir o Ganna para mim é troca por troca com o Rowe e ainda ficam a ganhar.
Tenho sérias dúvidas que o Rowe seja escolhido para o Tour. Também já teve em melhor forma. Se calhar até vai alguém que esteve no Giro no lugar dele.

Quanto ao ADN, eles sempre atacaram na certa, quando o grupo já estava todo partido. Mesmo o ataque de longe do Froome no Giro foi nessas circunstâncias.
E houve sempre uma aposta em ter o Froome em forma na parte inicial do Tour, mesmo que isso implicasse quebrar na terceira semana, de forma a rebentar com a concorrência nas primeiras chegadas em alto, como vimos em Pierre Saint Martin ou no Ventoux. Hoje em dia não têm um líder com essa capacidade e também a concorrência é bem melhor no crono do que os adversários do Froome. E isto de correr de forma ofensiva, tem muito que se lhe diga. Normalmente não traz grandes resultados a não ser que tenhas muitas cartas para jogar ou um bicho como o Pogacar.

Mas da mesma forma que se encontrou um Roglic, quem sabe se a Ineos não faz uma descoberta ou uma transformação surpreendente, até porque o ciclismo muda muito em 2/3 anos.
 
  • Like
Reações: PedroMonteiro

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
Só se ambos caírem.

Enviado do meu Redmi Note 9S através do Tapatalk
O Roglic pode ter quebras na alta montanha. Já vimos isso a acontecer no Giro e na Vuelta.
Agora o Pogacar ainda não faço ideia quais sejam as fragilidades. Normalmente recupera muito bem.

Neste Tour só vimos o Tadej com dificuldade para ir na roda do Vingegaard na etapa do Ventoux. Se calhar não gosta tanto desses perfis de etapas ou desse tipo de subidas. Não sei...mas também ele é humano (acho eu) e nem sempre a resposta que o corpo irá dar irá ser a mais previsível, por mais que a evolução tecnológica permita encontrar formas de ajudar a maximizar esses esforços.
 
12 Dezembro 2016
4,869
5,245
Conquistas
1
  • Jardel
O Roglic pode ter quebras na alta montanha. Já vimos isso a acontecer no Giro e na Vuelta.
Agora o Pogacar ainda não faço ideia quais sejam as fragilidades. Normalmente recupera muito bem.

Neste Tour só vimos o Tadej com dificuldade para ir na roda do Vingegaard na etapa do Ventoux. Se calhar não gosta tanto desses perfis de etapas ou desse tipo de subidas. Não sei...mas também ele é humano (acho eu) e nem sempre a resposta que o corpo irá dar irá ser a mais previsível, por mais que a evolução tecnológica permita encontrar formas de ajudar a maximizar esses esforços.
Concordo mas o Bernal e a Ineos não me dão garantias frente a Roglic/Pogacar e suas equipas

Enviado do meu Redmi Note 9S através do Tapatalk
 
Última edição:
  • Like
Reações: PedroMonteiro

jpgm97

Tribuna Presidencial
1 Julho 2016
7,548
7,983
Conquistas
4
  • Hulk
  • Madjer
  • Lucho González
Concordo mas o Bernal e a Ineos não me dão garantias frente a Roglic e Pogacar e suas equipas

Enviado do meu Redmi Note 9S através do Tapatalk
Ainda estou à espera de ver o melhor Bernal contra os eslovenos para tirar essa conclusões
Mas estou mais inclinado para a tua opinião. Mesmo no Giro o Bernal mostrou ter problemas de recuperação e se não fosse o Martinez, quem sabe se o Caruso não tinha ganho o Giro.
 
  • Like
Reações: pedromanuelmorei

Pedrix77

Tribuna Presidencial
6 Outubro 2016
10,163
7,026
Porto
Carapaz pode fazer as 2 ou Yates fazer tour-vuelta, mas não me parece que tirem o Rowe a não ser que Ganna aposte apenas no CR da volta a França e seja um mero rolador no resto da corrida....
Uma equipa que faça aposta a 100% no Tour para vencer, não pode levar o Thomas como um segundo líder a meu ver.

Porém temos de ser realistas, a Ineos neste momento não tem vida para um coletivo como o da Jumbo e para um Pogacar. Para o coletivo da Emirates ainda vamos ter respostas ao longo do ano.

Agora uma coisa me parece, uma equipa para o Tour não pode levar tantos ciclistas com pontos em comum, ou seja, entre Castroviejo, Kwiatkowski, Van Baarle, Ganna e Rowe, a meu ver não podem ir os 5. No máximo 3 destes 5.
 

PedroMonteiro

Tribuna
6 Julho 2017
3,902
2,192
Uma equipa que faça aposta a 100% no Tour para vencer, não pode levar o Thomas como um segundo líder a meu ver.

Porém temos de ser realistas, a Ineos neste momento não tem vida para um coletivo como o da Jumbo e para um Pogacar. Para o coletivo da Emirates ainda vamos ter respostas ao longo do ano.

Agora uma coisa me parece, uma equipa para o Tour não pode levar tantos ciclistas com pontos em comum, ou seja, entre Castroviejo, Kwiatkowski, Van Baarle, Ganna e Rowe, a meu ver não podem ir os 5. No máximo 3 destes 5.
Se for o Thomas que ganhou o TOUR é preciso cuidado.